Clichê

Resenha 459 Lugar Feliz

Por Barbara em 16 maio • 2024

Posts arquivados em: Tag: 4 estrelas

25set • 23 Essência, fadas, Fantasia, internacional, literatura estrangeira, magia, Nora Roberts, Outros, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha 446 A Transformação

Título: A Transformação
Série: Legado do Coração de Dragão
Ordem: Livro 2 de 3
Autor: Nora Roberts
Editora: Essência
Páginas: 543
Ano: 25/11/2022
Gênero: Fantasia
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: O mundo mágico e o mundo dos homens estão separados há muito tempo, mas algumas pessoas são capazes de transitar entre esses dois universos – e uma delas é Breen Siobhan Kelly. Ela acabou de voltar para Talamh junto de seu amigo Marco, que está deslumbrado (e desorientado) pela magia do reino: um lugar repleto de dragões, fadas e sereias, mas sem wi-fi. Em Talamh, Breen não é mais a professora comum que costumava ser. Lá ela está aprendendo a lidar com o verdadeiro poder que carrega.

Marco é muito bem recebido pelo povo férico, e pelo líder de Talahm, Keegan, um homem misterioso que treinou Breen para ser uma grande guerreira. Mas o que esse líder não esperava era que seu desejo por Breen fosse crescer na mesma intensidade que as habilidades de luta dela. No entanto, nem todos os membros da linhagem de Breen estão dispostos a recebê-la de braços abertos. Pelo contrário, seu avô, Odran, planeja destruir Talamh.

Nessa guerra haverá perda, traição e morte. Mas Breen Siobhan Kelly seguirá adiante em sua jornada para se tornar a líder que nasceu para ser.

“NA LUZ VIVEM OS BRAVOS.”

Breen está de volta. E, nossa, que reviravolta, hein? O mundo da garota virou de cabeça pra baixo, foi remexido violentamente e virou de cabeça pra cima novamente em menos tempo do que poderia ser possível e sem que ela imaginasse.

O primeiro livro terminou com um cliffhanger monstro e bem clichê, mas nem um pouco menos intenso com nosso amado Marco pendurado bem no meio de um portal entre dois mundos, depois que Keegan, nosso guerreiro meio ogro e totalmente apaixonante, apareceu procurando por Breen e convencendo-a a voltar antes do planejado para Talamh, pois seu avô malucão, que é um deus das trevas e que está louquinho para matá-la está causando. Nossa adorada mocinha é a chave tanto para derrotá-lo quanto para que ele vença e destrua todos os mundos.

Continue lendo
23ago • 23 dragão, dragões, Essência, fadas, Fantasia, internacional, magia, Nora Roberts, resenha, Resenhas de Livros, Review, Romance

Resenha 444 O Despertar

Título: O Despertar
Série: Legado do Coração de Dragão
Ordem: Livro 1 de 3
Autor: Nora Roberts
Editora: Essência
Páginas: 534
Ano: 2022
Gênero: Fantasia
Classificação: 4 estrelas

Compre o livro

Sinopse: Prepare-se para embarcar em uma jornada arrebatadora – repleta de magia, amor e sedução – pelas colinas verdejantes da Irlanda: a nova fantasia de Nora Roberts, uma das autoras mais lidas da história, com mais de 400 milhões de cópias vendidas! 

No reino de Talamh, um guerreiro emerge de um lago mítico. Com ele, uma espada que representa o poder e a responsabilidade de proteger o povo feérico. Em outro reino, conhecido como Filadélfia, uma jovem mulher acaba de descobrir um grande tesouro, algo capaz de mudar o rumo da sua vida para sempre.

Breen Kelly é uma mulher ansiosa de vinte e poucos anos, que trabalha num emprego que odeia para pagar a faculdade. Mas, quando ela descobre uma herança escondida, Breen decide realizar um grande sonho: visitar a Irlanda, terra de seus antepassados.

Lá, sua vida se transforma de uma maneira drástica, e Breen se depara com mistérios que vão além de sua imaginação. Finalmente ela irá entender por que sempre vê um homem misterioso de cabelos prateados e por que ouve sua voz dizendo: “Venha para casa, Breen Siobhan. Está na hora de você voltar para casa”. E por que sempre sonha com dragões.

Brenn descobrirá onde está seu verdadeiro destino, repleto de emoções e perigos, numa jornada através de um portal que a levará para uma terra povoada por fadas e sereias… e para os braços de um homem chamado Keegan.

“Você tem que procurar para encontrar.
Tem que perguntar para obter respostas.
Tem que despertar para ser.”

Este livro foi tão bom que resolvi sair do buraco das blogueiras em hiato, depois de muitos anos, para contar tudinho para vocês. Um feito e tanto!

A história se passa na Filadélfia, mas também na Irlanda. E isso, por si só, já é apaixonante porque Norinha tem a capacidade de fazer você querer embarcar para a Irlanda assim que começa a descrever a paisagem. Meu coração já está lá, podem ter certeza!

Continue lendo
29jul • 23 Arqueiro, Literatura Canadense, literatura estrangeira, Louise Penny, resenha, Resenhas de Livros, romance policial, Suspense

Resenha 443 O Mais Cruel dos Meses

Título: O Mais Cruel dos Meses
Série: Inspetor Gamache
Volume: 3
Autor: Louise Penny
Páginas: 400
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance Policial/ Literatura Estrangeira/ Literatura Canadense
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Em plena Páscoa, os moradores de Three Pines esperam a noite cair para evocar os mortos. Eles só não podiam imaginar que iriam testemunhar uma morte.

É primavera no vilarejo de Three Pines, no Quebec. Em meio às flores desabrochando e aos ovos de chocolate, alguns moradores decidem aproveitar a presença de uma médium para realizar uma sessão espírita no casarão abandonado da colina.

A ideia é livrar a cidade do mal que se apoderou dela – mas a tensão do momento faz com que um deles não saia vivo dali. Em pouco tempo, um questionamento ganha força: é possível alguém morrer de susto ou terá sido um assassinato?

O inspetor-chefe Armand Gamache é então chamado para investigar. Neste terceiro caso da série, ele será obrigado a enfrentar problemas dentro da própria polícia, além dos fantasmas que assombram essa vila, onde as relações são muito mais perigosas do que parecem. Afinal, os moradores logo entendem que o mal não está em uma casa assombrada, e sim guiando as ações de um deles.

Retornamos a Three Pines para mais uma investigação do inspetor Gamache. Para uma cidade pequena e bucólica até que está tendo muitos assassinatos por lá, bom para nós pois esse é o motivo de Gamache e sua trupe voltarem para lá e de nós reencontrarmos alguns personagens queridos.

Dessa vez nós estamos na Páscoa e uma mulher morreu após uma sessão espírita. Era para ser um momento divertido e de confraternização entre amigos, mas que acabou muito mal. Madelaine era muito querida por todos na cidade e ninguém poderia imaginar que ela estaria na mira de alguém, uma pessoa solar e que estava sempre disposta a animar os outro, mas quando ela morre, todos se tornam suspeitos e logo percebemos que as coisas não são tão perfeitas como parecem.

Continue lendo
12maio • 23 Arqueiro, Literatura Canadense, literatura estrangeira, Louise Penny, resenha, Resenhas de Livros, romance policial, Suspense

Resenha 438 Graça Fatal

Título: Graça Fatal
Série: Inspetor Gamache
Volume: 2
Autor: Louise Penny
Páginas: 352
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance Policial/ Literatura Estrangeira/ Literatura Canadense
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Sejam bem-vindos a Three Pines, um vilarejo pitoresco do Quebec, onde os moradores fazem os últimos arranjos para o Natal… e alguém se prepara para matar. Ninguém gostava de CC de Poitiers: nem o marido patético, nem a filha apática e muito menos os moradores de Three Pines. Ela conseguiu se indispor com todos à sua volta até o dia em que foi morta.

O inspetor-chefe Armand Gamache, uma lenda na polícia do Quebec, é chamado de volta ao vilarejo para investigar esse novo homicídio. Ele logo percebe que está lidando com um crime quase impossível: CC foi eletrocutada no meio de um lago congelado, na frente de toda a cidade, durante um torneio esportivo local. E ninguém parece ter visto algo que ajude a esclarecer o caso.

Quem teria sido insano o suficiente para tentar algo tão arriscado e macabro – e brilhante o suficiente para conseguir executar o plano? Com seu estilo compassivo e observador, Gamache escava sob a superfície idílica da comunidade para descobrir segredos perigosos há muito enterrados, enquanto fantasmas do próprio passado ameaçam voltar para assombrá-lo.

Sejam bem vindos de volta a Three Pines!

Tudo bom com vocês? Finalizei a leitura do segundo livro da série do inspetor Gamache e é hora de compartilhar as minhas impressões por aqui, vamos nessa?

Em Natureza Morta nós conhecemos Gamache e toda a sua equipe quando eles foram encarregados de investigar uma morte suspeita em Three Pines, um vilarejo bucólico no Canadá. Bom, um ano depois eles retornam em uma nova missão, desvendar o assassinato de uma moradora local.

CC de Poitiers não é a pessoa mais querida por ninguém em Three Pines. Ela se mudou há pouco tempo, mas já conseguiu conquistar vários desafetos, não julgo as pessoas, ela é bem insuportável mesmo… É durante as comemorações de natal que ela acaba morrendo ao ser eletrocutada enquanto assistia uma partida de um jogo organizado pelos moradores locais. O que aparentava ser um acidente, logo se prova um assassinato quando as provas vão sendo descobertas e obviamente todos são suspeitos.

Continue lendo
14mar • 23 Amy Harmon, Ficção, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance, romance histórico, Verus

Resenha #433 O que o vento sussurra

Título: O que o vento sussurra
Autor: Amy Harmon
Editora: Verus
Páginas: 378
Ano: 2022
Gênero: Romance/ Literatura Americana/ Literatura Estrangeira/ Ficção Histórica
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Em uma história de amor inesquecível, O que o vento sussurra narra a jornada impossível de uma mulher através do tempo, que pode mudar tudo… Anne Gallagher é uma escritora rica e famosa que vive em um lindo apartamento em Manhattan. Ela sempre sentiu verdadeiro fascínio pelas histórias de seu avô sobre a Irlanda, mas nunca teve a chance de conhecer o país. Até agora. Arrasada com a morte do avô, Anne viaja para a terra onde ele passou a infância para espalhar suas cinzas. Lá, dominada pelas lembranças do homem que ela adorava e consumida por uma história que nunca conheceu, Anne é puxada para outro tempo. A Irlanda de 1921, à beira da guerra, é um lugar perigoso onde despertar. Mas é ali que Anne se encontra, ferida, desorientada e sob os cuidados do dr. Thomas Smith, guardião de um menino estranhamente familiar. Confundida com a mãe desaparecida do menino, Anne adota sua identidade, convencida de que o sumiço da mulher está ligado ao seu. À medida que as tensões aumentam, Thomas se junta à luta pela independência da Irlanda e Anne é arrastada para o conflito ao lado dele. Presa entre a história e seu coração, ela deve decidir se está disposta a abrir mão da vida que conhecia por um amor que nunca pensou que encontraria. Mas será que a escolha é realmente dela?

“Eu o conhecia e amava. Desesperadamente. Amá-lo e conhecê-lo, porém, era tão impossível quanto amar um rosto em uma tela. Nós éramos impossíveis. Em um momento, em um suspiro, tudo poderia acabar.”

Hey pessoas bonitas, muitos de vocês sabem o quanto amo a Amy Harmon e não poderia deixar de trazer mais um livro dela que foi felizmente publicado aqui no Brasil, então vamos embarcar nessa viagem no tempo juntos?

O livro vai nos apresentar a história de Anne, ela é uma escritora americana muito famosa e que recentemente perdeu o avô. Eles eram a única família um do outro e antes de falecer ele a fez prometer que iria levar suas cinzas de volta para sua terra natal, a Irlanda. Muito abatida pelo luto, Anne faz a viagem para o país onde seu avô nasceu e cresceu, lá ela acaba tendo um encontro com suas raízes e conhecendo um pouco sobre a própria história. Logo em seguida ela vai cumprir a promessa feita ao avô e quando está prestes a jogar as cinzas dele no lago, ela simplesmente desaparece na neblina.

Continue lendo
17fev • 23 12 livros para 2022, Cassandra Clare, Desafio das GeLs, Fantasia, jovem adulto, Literatura Americana, Record, resenha, Resenhas de Livros

Resenha #430 Rainha do Ar e da Escuridão

Título: Rainha do Ar e da Escuridão
Série: Os Artifícios das Trevas
Volume: 3
Autor: Cassandra Clare
Páginas: 728
Editora: Galera Record
Gênero: Jovem Adulto/ Fantasia/ Literatura Estrangeira/ Literatura Americana
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Rainha do Ar e da Escuridão é a conclusão épica para outra grande trilogia do universo de Instrumentos Mortais da autora best-seller Cassandra Clare.

Sangue inocente foi derramado nos degraus do Salão do Conselho, e o mundo dos Caçadores de Sombras se encontra à beira de uma guerra civil. Parte da família Blackthorn foge para Los Angeles, em uma tentativa de descobrir a origem da doença que está acabando com os bruxos. Enquanto isso, Julian e Emma tomam medidas desesperadas e embarcam em uma perigosa missão para o Reino das Fadas a fim de recuperar o Volume Negro dos Mortos. O que encontram é um segredo capaz de destruir o Mundo das Sombras e abrir um caminho tenebroso para um futuro que nunca poderiam ter imaginado. Em uma corrida contra o tempo, Emma e Julian devem salvar o mundo dos Caçadores de Sombras antes que o poder mortal da maldição parabatai destrua tudo o que amam.

Olá Shadowhunters! Hora de fechar mais uma trilogia de dona Cassandra Clare.

Os Artifícios das Trevas inaugurou uma nova era no universo dos Caçadores de Sombras, aqui nós temos novos personagens e ainda acompanhamos flashs dos nossos queridinhos como Clary e Jace. Bom, esse terceiro livro fecha a trama de Julian e Emma, os parabatais que se apaixonam, algo proibido entre os Caçadores.

O livro começa logo após os eventos que levaram à morte a irmã de Julian e do inquisidor, lá em Idris. O tom é de muita tristeza, medo e revolta entre os Caçadores, e faz com o que o pior deles apareça. Medo das Fadas e do Submundo em geral leva a uma série de medidas preconceituosas e absurdas quando um novo Inquisidor é eleito.

Continue lendo
08set • 22 Fantasia, Literatura Nacional, Publi Post, Rafael Martins, resenha, Resenha Publicitária, Resenhas de Livros

Resenha #421 A História de Yvytu

Título: A História de Yvytu
Autor: Rafael Martins
Editora: Independente
Páginas: 88
Ano: 2022
Gênero: Fantasia/ Ficção histórica/ Literatura Brasileira
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Acompanhe a transformação de Eva, uma garota guarani que vivia em uma redução jesuítica, em Yvytu, a guardiã que guiará seu povo em direção à Terra Sem Males. Conhecendo sua história e a si mesmo, ela enfrentará uma grande ameaça: os bandeirantes paulistas, dispostos a destruir e escravizar em nome do dinheiro.

Olá pessoas bonitas! Hoje é dia de resenha nacional aqui no blog e esse é um livro que você precisa conhecer, continua lendo aí e vem conhecer a história de Yvytu.

Tudo começa quando Yvytu, ainda bebê, é entregue para ser criada por um padre jesuíta. Sua aldeia tinha sido acometida por uma praga e apenas ela e seu avô, que era o líder da tribo, sobreviveram. Ele decide que o melhor seria se ela fosse criada pelos homens de “vestido preto”, porque aí ela teria uma chance de sobreviver.

É o que acontece, ela passa a ser criada em uma redução jesuíta, juntos com outros indígenas que decidiram que a qualidade de vida naquele lugar seria melhor. Ela cresce, passa a se chamar Eva, é ensinada de acordo com os princípios cristãos, se casa e aparentemente está levando uma vida tranquila, mas ela sente que existe algo a mais e o chamado de suas origens é difícil de ignorar.

Continue lendo
26jul • 22 distopia, James Dashner, jovem adulto, Literatura Americana, Literatura Inglesa, resenha, Resenhas de Livros, V&R Editoras

Resenha #417 Maze Runner: Correr ou Morrer

Título: Maze Runner: Correr ou Morrer
Série: Maze Runner
Ordem: 1
Autor: James Dashner
Editora: V&R Editoras
Gênero: Distopia/ YA/ Literatura Estrangeira
Páginas: 426
Ano: 2010
Classificação: 4 estrelas
Compre o Livro
Sinopse: Ao acordar dentro de um escuro elevador em movimento, a única coisa que Thomas consegue lembrar é de seu nome. Sua memória está completamente apagada. Mas ele não está sozinho.

Quando a caixa metálica chega a seu destino e as portas se abrem, Thomas se vê rodeado por garotos que o acolhem e o apresentam à Clareira, um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Assim como Thomas, nenhum deles sabe como foi parar ali, nem por quê. Sabem apenas que todas as manhãs as portas de pedra do Labirinto que os cerca se abrem, e, à noite, se fecham. E que a cada trinta dias um novo garoto é entregue pelo elevador. Porém, um fato altera de forma radical a rotina do lugar – chega uma garota, a primeira enviada à Clareira. E mais surpreendente ainda é a mensagem que ela traz consigo.

Thomas será mais importante do que imagina, mas para isso terá de descobrir os sombrios segredos guardados em sua mente e correr, correr muito.

Hora de distopia por aqui!

Hey galera, como vocês estão? Hoje vim comentar com vocês a minha opinião sobre o livro Maze Runner: Correr ou Morrer. Li por indicação de um amigo e mesmo já não estando mais no hype, vale a pena conhecer.

O livro vai nos apresentar Thomas, um adolescente que acorda um dia em uma clareira, cercado por outros jovens, e sem memória. A única coisa que ele sabe é o próprio nome e que está preso nessa clareira que é cercada por um labirinto. Bom, conforme os dias vão passando, vamos descobrindo junto com Thomas, que aqueles rapazes estão presos lá há dois anos, que vivem organizados em sociedade com tarefas bem definidas, e o principal, não desistiram de escapar.

Continue lendo
19jul • 22 12 livros para 2022, Desafio das GeLs, Haper Collins Brasil, Karin Slaughter, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Suspense, thriller

Resenha #416 A Boa Filha

Título: A Boa Filha
Autor: Karin Slaughter
Editora: Harper Collins Brasil
Páginas: 464
Ano: 2018
Gênero: Suspense/ Thriller/ Literatura Estrangeira/ Literatura Americana
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Quando eram adolescentes, a vida tranquila de Charlotte e Samantha Quinn foi destruída por um terrível ataque em sua casa. Sua mãe foi assassinada. Seu pai um famoso advogado de defesa de Pikeville, Geórgia ficou arrasado. E a família foi dividida por anos, para além de qualquer conserto, consumida pelos segredos daquela noite terrível. Vinte e oito anos depois, Charlie seguiu os passos de Rusty, seu pai, e se tornou advogada mas está determinada a ser diferente dele.

Quando outro caso de violência assombra Pikeville, Charlie acaba embarcando em um pesadelo que a obriga a olhar para trás e reviver o passado. Além de ser a primeira testemunha a chegar na cena, o caso também revela as memórias que ela passou tanto tempo tentando esconder. Agora, a verdade chocante sobre o crime que destruiu sua família há quase trinta anos não poderá mais permanecer enterrada e Charlotte precisa se reencontrar com Samantha, não apenas para lidar com o crime, mas também com o trauma vivido.

A Boa Filha é mais uma obra-prima de Karin Slaughter, um enredo sólido, com caracterizações fortes e reviravoltas extraordinárias, um misto de drama e terror que faz arrepiar até os leitores mais corajosos.

Suspense na área! Bora conhecer mais um livro da Karin Slaughter?

Bom galera, desde que li o primeiro livro da Karin, me tornei fã. Desde então já foram 4 leituras finalizadas e A Boa Filha é o quinto, por sorte ela já lançou muita coisa, então material inédito é o que não me falta rs. Vou contar um pouco sobre a minha experiência de leitura de A Boa Filha.

Continua lendo aí rs.

O livro vai contar a história de duas irmãs, Samantha e Charlotte. Elas se veem envolvidas em uma tragédia quando a mãe de ambas é assassinada em casa, na frente delas. O pai das meninas era um advogado famoso na cidade por se envolver em casos polêmicos, ele sempre acabava defendendo os piores criminosos e isso obviamente o transformou em persona non grata.

Continue lendo
09maio • 22 12 livros para 2022, Agatha Christie, Haper Collins Brasil, literatura estrangeira, Literatura Inglesa, mistério, Policial, resenha, Suspense

Resenha #410 Um Pressentimento Funesto

Título: Um Pressentimento Funesto
Autor: Agatha Christie
Editora: Haper Collins Brasil
Páginas: 253
Ano: 2017
Gênero: Mistério/ Literatura Estrangeira/ Romance Policial
Classificação: 4,5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Envolver-se em tramas perigosas é uma especialidade do casal de aventureiros Tommy e Tuppence Beresford. Desta vez, durante uma visita a um asilo de senhoras, Tuppence vê um quadro que retrata uma casa que não lhe parece totalmente estranha. Lá, também conhece uma anciã que lhe fala de um menino morto escondido em uma chaminé. Pouco tempo depois, a velha senhora abandona o asilo sem dar qualquer explicação. Disposta a descobrir o paradeiro dela, Tuppence decide encontrar a casa misteriosa e acaba deparando-se com um assassino perverso.

Hey galera! É hora de Agatha Christie nesse blog!

Um pressentimento funesto foi o sexto livro da autora que li, já posso me considerar fã dela? Acho que sim hein! Nesse livro eu fui apresentada ao casal Tommy e Tuppence Beresford, eu ainda não conhecia suas aventuras e como os outros personagens da rainha do mistério, eles vão precisar resolver um mistério rs.

Tudo começa quando o casal vai visitar a tia de Tommy em uma casa de repouso, Tuppence acaba esperando o marido em uma sala de espera, já que tia Ada não ia muito com a cara dela. Enquanto espera, ela começa a conversar com a sra. Lawrence. A boa velhinha diz algumas coisas sem pé nem cabeça e isso faz com que Tuppence fique bem curiosa.

Continue lendo
21abr • 22 A. S. Teague, adulto, drama, Esportes, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Romance

Resenha #409 The Hardest Hit

Título: The Hardest Hit
Autor: A. S. Teague
Editora: Independente
Páginas: 300
Ano: 2019
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Melanie Holstein é a mulher que deixei escorregar pelas pontas dos dedos.
Uma noite em Las Vegas, com a mulher apaixonante que dava o melhor de si, foi o suficiente para eu saber que ela é a única. Exceto por alguns pequenos problemas.
Sou Aiden Shaw, o quarterback estrela de um time que fica a quinhentas milhas de distância de sua casa em Atlanta. Ela não quer filhos e eu tenho três garotos barulhentos que ocupam todo o meu tempo livre.
O momento para nós nunca parece certo e, depois de tantas conexões perdidas, eu quase desisti de nós.
Até minha carreira dar uma guinada devastadora.
Mel é a primeira ao meu lado, determinada a me recompor. Ignorando minha amargura e dor, ela cura mais do que apenas minha perna machucada e, finalmente, parece haver um futuro para nós. Mas a senhora sorte nunca esteve do nosso lado.
E a próxima tragédia que nos persegue pode ser a mais dura de todas.

Alô galera fã de livros com esportistas, essa resenha é para vocês!

The Hardest Hit é o segundo livro da série The Hardest, o primeiro vocês podem conferir a resenha aqui. Eu amei o primeiro e naturalmente não poderia deixar de ler a sequência. Bom, nesse livro nós vamos acompanhar a história de Melanie e Aiden. Eles se conhecem na mesma noite que Griff e Brooke, mas diferente deles, a noite em Vegas não rendeu um bebê rsrs. A verdade é que eles tiveram uma noite muito divertida, mas pode ir parando com esses pensamentos impuros! Eles realmente se divertem apenas conversando e a noite só rende uma amizade.

Os anos passam e esses dois vivem em um eterno desencontro, a atração é forte e mútua, mas eles nunca estão na mesma página, por morarem em cidades diferentes e viverem suas vidas, era realmente difícil fazer um relacionamento real acontecer. Eles permanecem amigos e trocando mensagens, mas não evolui.

Continue lendo
09abr • 22 12 livros para 2022, Desafio das GeLs, Fantasia, Galera Record, Holly Black, jovem adulto, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Romance

Resenha #408 O Príncipe Cruel

Título: O Príncipe Cruel
Série: O Povo do Ar
Ordem: 1
Autor: Holly Black
Editora: Galera Record
Gênero: Literatura Estrangeira/ Jovem Adulto/ Fantasia/ Literatura Americana
Páginas: 374
Ano: 2018
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Primeiro livro da mais nova série de Holly Black. Conheça a impressionante história de uma garota mortal que se vê presa em uma teia de intrigas reais.

Jude tinha 7 anos quando seus pais foram assassinados e foi forçada a viver no Reino das Fadas. Dez anos depois, tudo o que ela quer é ser como eles – lindos e imortais – e realmente pertencer ao Reino das Fadas, apesar de sua mortalidade. Mas muitos do povo das Fadas desprezam os humanos.

Especialmente o Príncipe Cardan, o filho mais jovem, mais bonito e mais cruel do Grande Rei. Para ganhar um lugar na Alta Corte, ela deve desafiá-lo… e enfrentar as consequências. Envolvida em intrigas e traições do palácio, Jude descobre sua própria capacidade para truques e derramamento de sangue.

Mas, com a ameaça de uma guerra civil e o Reino das Fadas por um fio, Jude precisará arriscar sua vida em uma perigosa aliança para salvar suas irmãs, e o próprio Reino. Com personagens únicos, reviravoltas inesperadas, e uma traição de tirar o fôlego, este livro vai deixar o leitor pedindo bis – querendo mergulhar de cabeça na continuação deste universo.

Hey galera, hoje é dia de comentar com vocês as minhas impressões sobre esse livro que é um dos mais pesquisados do blog. O Príncipe Cruel faz parte do desafio 12 livros para 2022 e ainda foi o livro de estreia do nosso Clube de Leitura, vocês podem conferir a discussão clicando aqui no link.

Com isso dito, vamos para um breve resumo.

O livro vai contar a história de Jude, uma adolescente que foi criada no reino das fadas. Ela e suas irmãs foram levadas para lá por Madoc, o general do Grande Rei, e elas foram criadas como filhas dele e como pertencentes à nobreza, porém Jude e sua irmã gêmea Tarryn são humanas e as fadas não são muito tolerantes com humanos.

Continue lendo
1 2 3 6