Kylie Scott

Resenha #391 Repeat

Por Barbara em 04 jan • 2022
Clichê

Resenha #389 The Favor

Por Barbara em 16 dez • 2021

Posts arquivados em: Mês: janeiro 2022

18jan • 22 Literatura Americana, literatura estrangeira, Novo Século, Paullina Simons, resenha, Resenhas de Livros, Romance, romance histórico

Resenha #394 O Cavaleiro de Bronze – O Portão Dourado

Título: O Cavaleiro de Bronze – O Portão Dourado
Série: O Cavaleiro de Bronze
Ordem: 1,5
Autor: Paullina Simons
Editora: Novo Século
Gênero: Literatura Estrangeira/ Romance Histórico/ Literatura Americana
Páginas: 432
Ano: 2014
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: No início da guerra, em 22 de junho de 1941, o dia em que Alexander e Tatiana se conheceram, havia três milhões de civis em Leningrado. Na primavera de 1942, apenas um milhão de pessoas permaneciam ali. E o cerco não havia terminado. Depois de deixar Tatiana e Dasha Metanova dentro de um caminhão que seguia pela Estrada da Vida com destino a Molotov, Alexander não tinha nada além de esperanças. Não havia uma única correspondência sequer de Dasha ou Tatiana, nada que indicasse que ambas haviam chegado em segurança a seu destino. Na segunda parte de uma das maiores sagas de amor de todos os tempos, será praticamente impossível conter a emoção ao acompanhar a busca obstinada do ilustre oficial do Exército Vermelho, Alexander Belov, por sua Tatia. E ainda mais arrebatador presenciar se eles conseguirão viver esse intenso amor diante de tantas ameaças, em meio ao cruel cenário da Segunda Guerra Mundial.

Aviso, resenha emocionada a seguir.

Oi meu povo, tudo bem por aí? Hoje é dia de contar as minhas impressões sobre a segunda parte do livro O Cavaleiro de Bronze. Já expliquei no instagram e no youtube, na resenha da parte 1 sobre a divisão do livro, mas não custa nada repetir aqui. A publicação do livro 1 da trilogia foi dividido em duas partes aqui no Brasil, então temos O Cavaleiro de Bronze, Leningrado – Parte 1 e O Cavaleiro de Bronze, Portão Dourado – Parte 2.

Com isso dito, vamos para a segunda parte. Aqui o livro começa 6 meses após os eventos que encerraram o livro 1. Vimos todo o drama da Tatiana para fugir de Leningrado e agora a história recomeça pela perspectiva de Alexander. Sem ter notícias de Tania ou de Dasha, Alex resolve que é o momento de descobrir o que aconteceu com as irmãs e após conseguir uma licença, ele decide ir em busca de respostas.

Ele parte para Molotov, mas é em Lazarevo, cidade mais distante e onde aparentemente a guerra não alcançou, que ele encontra respostas. Ele reencontra a Tania, viva e com a saúde restabelecida, bem diferente da jovem para quem ele tinha dito adeus em Leningrado. Ele também descobre sobre as mortes de Dasha e da avó de Tania, nossa mocinha é oficialmente uma órfã, mas que acabou sendo adotada pela cidade.

Continue lendo
13jan • 22 adulto, AllBook Editora, drama, Jewel E. Ann, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #393 Perfeito para o Papel

Título: Perfeito para o Papel
Autor: Jewel E. Ann
Editora: AllBook Editora
Páginas: 324
Ano: 2020
Gênero: Romance/ Literatura Americana/ Literatura Estrangeira
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Flint Hopkins encontra a inquilina perfeita para alugar o espaço sobre seu escritório de advocacia em Minneapolis.
Todos os requisitos foram preenchidos na proposta de Ellen. As referências dela são boas. E ela é bonita.
Até…
Flint descobrir que Ellen Rodgers, musicoterapeuta certificada, toca instrumentos musicais. Bongô, violão, canto – nada de Beethoven que se pudesse controlar com fones de ouvido com cancelamento de ruído.
O advogado implacável envia um aviso de despejo para a efervescente ruiva que cantarola eternamente, que é sexy demais para o próprio bem. Mas a sorte está do lado de Ellen, e Harrison, o filho autista de Flint, gosta dela à primeira vista. Um pai solteiro não pode competir com violões – e ratos. Sim, ela tem ratos de estimação.
Essa mulher…
Ela é irritantemente feliz e tem uma necessidade constante de tocá-lo – ajeitar sua gravata, abotoar sua camisa, invadir seu espaço e bagunçar sua cabeça.
Mesmo assim…
Ela precisa ir embora.

O relacionamento de desejo e ódio progride para algo bonito e trágico. Essa sexy comédia romântica explora as coisas que queremos, as coisas de que precisamos e as decisões impossíveis que pais e filhos tomam para sobreviver.

Hey meus amores, como vocês estão?

A resenha de hoje é de um livro que foi indicação da galera que segue o GeL no Instagram. Muitas pessoas ficavam falando que esse livro era maravilho, etc e tal e eu decidi dar uma chance. Confesso que a primeira tentativa de leitura não deu muito certo e eu deixei de lado, agora no final de 2021 dei mais uma chance e gente… que livro maravilhoso!

O livro vai contar a história de Flint e Ellen, ele é um advogado de divórcios que é dono de um prédio comercial onde aluga salas para outros empreendimentos. É por esse motivo que eles acabam se conhecendo. Ellen é uma musicoterapeuta e precisava de um espaço para montar seu consultório, Flint concorda e nossa mocinha logo começa a atender seus pacientes, porém Flint – em sua total ignorância quanto à profissão de Ellen – não imaginou que ela faria tanto barulho ao atender seus pacientes.

Alôooou Flint, musicoterapia precisa de música para acontecer kk

O excesso de barulho acaba causando um grande problema entre esses dois, e o que começou como uma relação bem amigável, logo se transformou em uma guerra de titãs rs. Flint querendo que ela saísse imediatamente do prédio, enquanto que Ellen batia o pé alegando que não sairia e que era direito de ela trabalhar ali por motivos contratuais. Ambos não contavam com a atração irresistível que brotaria entre eles e que as trocas de farpas, seria sinônimo de preliminares rs.

Continue lendo
08jan • 22 Eliah Greenwood, Literatura Americana, literatura estrangeira, new adult, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #392 Dear Love, I Hate You

Título: Dear Love, I Hate You
Série: Easton Boys
Ordem: 1
Autor: Eliah Greenwood
Editora: Independente
Gênero: Literatura Estrangeira/ New Adult/ Romance/ Literatura Americana
Páginas: 424
Ano: 2021
Classificação: 3,5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Tudo começou com uma carta anônima.
Ele não deveria ter encontrado – ninguém deveria.
E ele definitivamente não deveria responder.
Acabamos conversando por meio de cartas e post-its em um livro.
Um post-it. Dois post-its. Dez post-its.
Todos revelando nossos segredos mais sombrios e profundos.
É tudo diversão e jogos até eu descobrir quem é meu amigo de correspondência…
Xavier Emery.
Rei da minha cidade obcecada por basquete, meu valentão de infância e o cara por quem estou em grave perigo de me apaixonar.
Mas as regras eram claras: nunca podemos saber com quem estamos falando e as confissões nunca, jamais serão divulgadas.
Sério. Isso destruiria vidas.
Por mim tudo bem. Mesmo que o Sr. Popular descubra que seu confidente sou eu, não é como se ele fosse me amar de volta…
Certo?

Galera que ama um hate to lovers, chega aí! Essa resenha é para vocês rs.

Dear Love me conquistou logo na sinopse, eu gostei da ideia de eles serem “amigos” por correspondência e não me decepcionei. Xavier e Aveena se conhecem desde sempre, eram amigos na infância e estudavam na mesma escola, mas na adolescência acabaram seguindo caminhos distintos, ele bem popular e ela a “invisível”.

Eles entram novamente no radar um do outro quando a melhor amiga de Aveena começa a ficar com o melhor amigo do Xavier. Eles estão no mesmo grupo, mas não são amigos e pouco se suportam. Nossa mocinha tem a vida um tanto complicada em casa e por conta de excesso de estresse e trabalhos, ela acaba ficando sobrecarregada. Isso resulta em uma carta de ódio para uma de suas professoras, que ela acaba colocando em um livro e esquecendo na biblioteca. Ela só não contava que essa carta seria encontrada e respondida por outra pessoa.

Continue lendo
04jan • 22 Kylie Scott, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #391 Repeat

Título: Repeat
Autor: Kylie Scott
Editora: Independente
Páginas: 304
Ano: 2018
Gênero: Romance/ Literatura Americana/ Literatura Estrangeira
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Quando um ataque violento deixa Clementine Johns, de 25 anos, sem memória, ela é forçada a recomeçar. Agora ela tem que descobrir quem ela era e por que fez as escolhas que fez, o que inclui deixar o suposto amor de sua vida, o tatuador Ed Larsen, apenas um mês antes.
Ed mal pode acreditar quando sua ex aparece em seu estúdio de tatuagem sem nenhuma lembrança de seu passado, perguntando sobre a separação que quase o destruiu. A última coisa que ele precisa é de mais dor no coração, mas ele não consegue deixar ela ir novamente.
Eles deveriam se afastar para sempre ou seu amor merece uma repetição do desempenho?

Hey galera, tudo bom com vocês? Li recentemente esse livro e precisava vir comentar sobre com vocês.

O livro vai contar a história de Clementine, ela sofreu um atentado e acabou perdendo a memória. Ela está bem perdida quanto a quem é e sem ideia do que fazer quanto a seu futuro. Assim que recebe alta do hospital, ela passa a morar com a irmã e aos poucos vai reconstruindo a própria história. Nessa busca por sua identidade, ela acaba chegando a um estúdio de tatuagem e descobre que lá é o local onde seu ex trabalha.

Ed e Clem tiveram um longo relacionamento, moravam juntos e a vida parecia muito boa, até que tudo acabou. Seis meses depois, quando Clem aparece em seu estúdio, Ed fica verdadeiramente surpreso e mais ainda após saber o que tinha acontecido com ela. Aos poucos um vai voltando para a vida do outro, e apesar da relutância inicial de Ed e mais ainda da de seus amigos – eles conheciam a velha Clem e ela não foi muito legal com o boy rs – é meio inevitável que eles não se envolvam novamente.

Continue lendo