Categoria: Literatura Americana

17ago • 22 desafio, Desafio das GeLs, Ficção, Infantojuvenil, intrínseca, Katherine Applegate, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros

Resenha #420 Árvore dos Desejos

Título: Árvore dos Desejos
Autor: Katherine Applegate
Editora: Intrínseca
Páginas: 224
Ano: 2020
Gênero: Infantojuvenil/ Ficção/ Literatura Estrangeira/ Literatura Americana
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Red é um carvalho centenário que já viu de tudo um pouco em seus muitos anos de vida. Também é a árvore dos desejos do bairro, e todo ano, no dia 1° de maio, as pessoas amarram em seus galhos fitas ou tiras de tecido com os mais diversos pedidos, sonhos e anseios.
Não é da natureza das árvores se intrometer na vida dos humanos, por isso, Red sempre ouve tudo com muita atenção, em silêncio. Mas então, numa noite fria, o pedido sussurrado da solitária Samar faz Red perceber que talvez tenha chegado a hora de sua voz ser finalmente ouvida.
Delicado, engraçado e profundo, Árvore dos Desejos é um conto de fadas moderno sobre o poder da amizade e da empatia, mostrando que muitas vezes temos que desafiar a tradição e nossos próprios medos para defender quem mais precisa.

Olá meus amores, hoje é dia de resenha apaixonada aqui nesse blog. Vim comentar sobre a minha leitura de Árvore dos Desejos, mas antes vou contar como cheguei a esse livro. Uns meses atrás a Mi me propôs uma ideia, os meus amigos montariam a minha TBR explicando os motivos de terem escolhido tal livro, tem vídeo disso no canal rs. Bom, Árvore dos Desejos foi a escolha do Ca, e o primeiro que li desse desafio e acho que pela minha classificação, já deu pra entender que eu amei!

É uma tremenda dádiva amar ser quem você é.

O livro vai contar a história de Red, um carvalho que está naquela vizinhança há bastante tempo, ele também é conhecido por ser a árvore dos desejos. Essa é uma tradição que começou anos atrás e desde então as pessoas começaram a escrever seus desejos e, em um determinado dia do ano, elas amarram na árvore.

Continue lendo
06ago • 22 Emily Henry, Ficção, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #419 Leitura de Verão

Título: Leitura de Verão
Autor: Emily Henry
Editora: Verus
Páginas: 364
Ano: 2022
Gênero: Romance/ Ficção/ Literatura Estrangeira/ Literatura Americana
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Em Leitura de verão, uma escritora de romances que não acredita mais no amor e um escritor literário sufocado pela rotina se envolvem em um desafio que pode subverter tudo o que eles sempre pensaram sobre o que é ser feliz.

Augustus Everett é um aclamado autor de ficção literária. January Andrews escreve romances best-seller. Enquanto ela cria seus “felizes para sempre”, ele mata todos os seus personagens. Eles definitivamente são polos opostos. A única coisa que têm em comum é que, durante três meses, vão morar em casas de praia vizinhas, ambos falidos e paralisados por um bloqueio criativo. Até que, em uma noite nebulosa, uma coisa leva à outra e eles fazem um acordo que tem o objetivo de arrancá-los da zona de conforto: Augustus vai passar o verão redigindo um livro com final feliz, e January vai escrever o próximo clássico da literatura. Ela vai levá-lo a viagens de campo dignas de uma comédia romântica, e ele a acompanhará em entrevistas com sobreviventes de um culto de suicídio (obviamente). Cada um vai finalizar um livro e ninguém vai se apaixonar. Será?

Hey galera, hoje vim conversar com vocês sobre esse livro que vocês já devem ter ouvido falar por aí, o hype tá nas alturas rs. Leitura de Verão foi indicação de vocês e eu resolvi ler e entender qual era a desse livro, pois bem, vou contar um pouco sobre a minha experiência de leitura.

O livro vai contar a história de January, ela resolve passar o verão na casa de praia de seu pai. Pra começo de conversa ela nem sabia que a casa existia, descobriu no dia do enterro dele e foi um verdadeiro divisor de águas na vida da nossa mocinha. Com a morte do pai, ela percebe que ele tinha muitos mais segredos do que ela imaginava.

O tempo passa, ela está em uma fase bem difícil da vida, ainda vivendo o luto, acabou um longo relacionamento, a conta bancária tá esvaziada e ela precisa terminar, ou melhor, começar e terminar um livro. Ela então decide que enquanto trabalha em seu livro, é um bom momento para se desfazer da casa que o pai deixou. Pois bem, ela só não contava com o vizinho que encontraria… rs.

Continue lendo
30jul • 22 Fantasia, Ficção, Galera Record, Holly Black, jovem adulto, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #418 A Rainha do Nada

Título: A Rainha do Nada
Série: O Povo do Ar
Ordem: 3
Autor: Holly Black
Editora: Galera Record
Gênero: Literatura Estrangeira/ Jovem Adulto/ Fantasia/ Literatura Americana
Páginas: 294
Ano: 2020
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Ele será a destruição da coroa e a ruína do trono.

O poder é mais fácil de adquirir do que de manter. Jude aprendeu a lição mais difícil de sua vida quando abdicou do controle do Rei Cardan em troca de um poder imensurável.

Agora, ela carrega o outrora impensável título de Grande Rainha de Elfhame, mas as condições são longe de ser ideais. Exilada por Cardan no mundo mortal, Jude se encontra impotente e frustrada enquanto planeja reivindicar tudo que Cardan tomou dela.

A oportunidade surge com sua irmã gêmea, cuja vida está em perigo. Para salvá-la de uma situação tenebrosa envolvendo Locke, Jude decide voltar ao Reino das Fadas se passando por Taryn. Antes disso, porém, ela precisa confrontar os próprios sentimentos contraditórios pelo rei que a traiu.

No entanto, ao voltar a Elfhame, Jude constata que tudo mudou. A guerra está prestes a eclodir, e ela caminha próximo a seus inimigos. Será que ela vai ser capaz de resgatar a Coroa e o amor incondicional de Cardan, ao mesmo tempo que destrói os planos de seus inimigos? Ou será que tudo está perdido para sempre?

A rainha do nada é o épico desfecho da trilogia O Povo do Ar, da renomada autora Holly Black. Com intrigas palacianas, reviravoltas inesquecíveis e uma construção de universo ao mesmo tempo complexa e crível, Holly Black se consagra mais uma vez como a rainha do Reino das Fadas e um dos nomes mais icônicos da fantasia para jovens adultos.

Hora de finalizar a trilogia!
Galera, quero começar essa resenha agradecendo a todos que me incentivaram a ler essa trilogia. Muitos sabem que não consegui me render as séries mais recentes que se passam no universo dos feéricos, mas por incentivo de vocês, li O Povo do Ar. Obrigada!

Nesse último livro vamos ver o desfecho da história de Jude. Ela é a Grande Rainha, porém ninguém sabe, e de quebra ainda foi exilada ao final do livro anterior. Nossa mocinha experimentou o céu – controle absoluto durante o período em que foi senescal de Cardan, e agora está no inferno, porque mesmo sendo rainha, está longe de seu reino.

As coisas começam a mudar quando ela recebe a visita inesperada da irmã, Taryn, que está em um momento complicado e só pode contar com a ajuda de Jude. Era a desculpa que ela precisava para voltar para o universo dos feéricos. Assim que chega, ela não consegue manter o disfarce por muito tempo, porém uma reviravolta a leva para perto de Madoc, seu pai adotivo e traidor do reino. Com ele, ela descobre que os planos para usurpar o trono de Cardan estão muito adiantados e os riscos para nosso rei favorito são bem altos.

Continue lendo
26jul • 22 distopia, James Dashner, jovem adulto, Literatura Americana, Literatura Inglesa, resenha, Resenhas de Livros, V&R Editoras

Resenha #417 Maze Runner: Correr ou Morrer

Título: Maze Runner: Correr ou Morrer
Série: Maze Runner
Ordem: 1
Autor: James Dashner
Editora: V&R Editoras
Gênero: Distopia/ YA/ Literatura Estrangeira
Páginas: 426
Ano: 2010
Classificação: 4 estrelas
Compre o Livro
Sinopse: Ao acordar dentro de um escuro elevador em movimento, a única coisa que Thomas consegue lembrar é de seu nome. Sua memória está completamente apagada. Mas ele não está sozinho.

Quando a caixa metálica chega a seu destino e as portas se abrem, Thomas se vê rodeado por garotos que o acolhem e o apresentam à Clareira, um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Assim como Thomas, nenhum deles sabe como foi parar ali, nem por quê. Sabem apenas que todas as manhãs as portas de pedra do Labirinto que os cerca se abrem, e, à noite, se fecham. E que a cada trinta dias um novo garoto é entregue pelo elevador. Porém, um fato altera de forma radical a rotina do lugar – chega uma garota, a primeira enviada à Clareira. E mais surpreendente ainda é a mensagem que ela traz consigo.

Thomas será mais importante do que imagina, mas para isso terá de descobrir os sombrios segredos guardados em sua mente e correr, correr muito.

Hora de distopia por aqui!

Hey galera, como vocês estão? Hoje vim comentar com vocês a minha opinião sobre o livro Maze Runner: Correr ou Morrer. Li por indicação de um amigo e mesmo já não estando mais no hype, vale a pena conhecer.

O livro vai nos apresentar Thomas, um adolescente que acorda um dia em uma clareira, cercado por outros jovens, e sem memória. A única coisa que ele sabe é o próprio nome e que está preso nessa clareira que é cercada por um labirinto. Bom, conforme os dias vão passando, vamos descobrindo junto com Thomas, que aqueles rapazes estão presos lá há dois anos, que vivem organizados em sociedade com tarefas bem definidas, e o principal, não desistiram de escapar.

Continue lendo
19jul • 22 12 livros para 2022, Desafio das GeLs, Haper Collins Brasil, Karin Slaughter, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Suspense, thriller

Resenha #416 A Boa Filha

Título: A Boa Filha
Autor: Karin Slaughter
Editora: Harper Collins Brasil
Páginas: 464
Ano: 2018
Gênero: Suspense/ Thriller/ Literatura Estrangeira/ Literatura Americana
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Quando eram adolescentes, a vida tranquila de Charlotte e Samantha Quinn foi destruída por um terrível ataque em sua casa. Sua mãe foi assassinada. Seu pai um famoso advogado de defesa de Pikeville, Geórgia ficou arrasado. E a família foi dividida por anos, para além de qualquer conserto, consumida pelos segredos daquela noite terrível. Vinte e oito anos depois, Charlie seguiu os passos de Rusty, seu pai, e se tornou advogada mas está determinada a ser diferente dele.

Quando outro caso de violência assombra Pikeville, Charlie acaba embarcando em um pesadelo que a obriga a olhar para trás e reviver o passado. Além de ser a primeira testemunha a chegar na cena, o caso também revela as memórias que ela passou tanto tempo tentando esconder. Agora, a verdade chocante sobre o crime que destruiu sua família há quase trinta anos não poderá mais permanecer enterrada e Charlotte precisa se reencontrar com Samantha, não apenas para lidar com o crime, mas também com o trauma vivido.

A Boa Filha é mais uma obra-prima de Karin Slaughter, um enredo sólido, com caracterizações fortes e reviravoltas extraordinárias, um misto de drama e terror que faz arrepiar até os leitores mais corajosos.

Suspense na área! Bora conhecer mais um livro da Karin Slaughter?

Bom galera, desde que li o primeiro livro da Karin, me tornei fã. Desde então já foram 4 leituras finalizadas e A Boa Filha é o quinto, por sorte ela já lançou muita coisa, então material inédito é o que não me falta rs. Vou contar um pouco sobre a minha experiência de leitura de A Boa Filha.

Continua lendo aí rs.

O livro vai contar a história de duas irmãs, Samantha e Charlotte. Elas se veem envolvidas em uma tragédia quando a mãe de ambas é assassinada em casa, na frente delas. O pai das meninas era um advogado famoso na cidade por se envolver em casos polêmicos, ele sempre acabava defendendo os piores criminosos e isso obviamente o transformou em persona non grata.

Continue lendo
07jun • 22 Fantasia, Galera Record, Holly Black, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros

Resenha #412 O Rei Perverso

Título: O Rei Perverso
Série: O Povo do Ar
Ordem: 2
Autor: Holly Black
Editora: Galera Record
Gênero: Literatura Estrangeira/ Jovem Adulto/ Fantasia/ Literatura Americana
Páginas: 308
Ano: 2020
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Para sobreviver no reino das fadas, Jude Duarte precisou aprender muitas lições. A mais importante delas veio de seu padrasto: o poder é bem mais fácil de adquirir do que de manter. Ela achou que, depois de enganar Cardan para que ele jurasse obedecê-la por um ano e um dia, sua vida se tornaria mais fácil. Mas ter qualquer influência sobre o grande rei de Elfhame parece uma tarefa impossível, principalmente quando ele faz de tudo em seu poder para humilhá-la e prejudicá-la, mesmo que seu fascínio pela garota humana permaneça intacto.

Agora, com as ondas ameaçando engolir a terra e um alerta de traição iminente, Jude precisa lutar para salvar a própria vida e a daqueles que ama, além de lutar contra seus sentimentos conflituosos por Cardan no meio-tempo. Em um mundo imortal, um ano e um dia não são nada.

Chegamos ao segundo livro da série O Povo do Ar, e agora vamos acompanhar as aventuras e tramas de Jude em uma posição bem elevada no reino das fadas.

Lá no primeiro livro, vimos ela começando a colocar seu grande plano em ação. Coroou Cardan como novo Grande Rei e ele ainda é obrigado a obedecer à nossa mocinha por um ano e um dia, bem espertinha essa moça, né?! rsrs. Bom, o reinado de Cardan, seu arqui-inimigo/paixão secreta, também tem prazo de validade, a intensão é que ele só fique no trono até Oak, irmãozinho de Jude e filho bastardo do grande rei anterior, crescer e ter condições de assumir o trono.

Continue lendo
17maio • 22 Ficção, Literatura Americana, literatura estrangeira, Paralela, resenha, Romance, Taylor Jenkins Reid

Resenha #411 Amor(es) Verdadeiro(s)

Título: Amor(es) Verdadeiro(s)
Autor: Taylor Jenkis Reid
Editora: Paralela
Páginas: 288
Ano: 2020
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira/ Literatura Americana/ Ficção
Classificação: 2 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Emma Blair casou com seu namorado do colegial, Jesse, quando tinha vinte anos. Juntos, eles construíram uma vida diferente das expectativas de seus pais e das pessoas de sua cidade natal, Massachusetts. Sem perder nenhuma oportunidade de viver novas aventuras, eles viajam o mundo todo, curtindo a vida ao máximo.
Mas, em vez do tradicional “e viveram felizes para sempre”, uma tragédia separa os dois, no dia do seu aniversário de um ano de casamento. O helicóptero com o qual Jesse sobrevoava o Pacífico desaparece e, simples assim, o amor da vida de Emma se vai para sempre.
Emma volta para sua cidade natal em uma tentativa de reconstruir a vida e, depois de anos de luto, reencontra um velho amigo, Sam, que lhe mostra ser, sim, possível se apaixonar novamente. E quando os dois ficam noivos? Emma sente que a vida lhe deu uma segunda chance de ser feliz.
Pelo menos é o que parece — até que Jesse é encontrado. Ele está vivo e tentou voltar para casa, para Emma, todos esses anos que passou desaparecido. Agora, com um marido e um noivo, Emma precisa descobrir quem ela é e o que quer, enquanto tenta proteger todos que ama
Emma sabe que precisa escutar seu coração, ela só não tem certeza se sabe o que ele está querendo dizer.

Hey galera, como estão?

Hoje vim contar para vocês a minha experiência com mais um livro da Taylor Jenkis Reid. Confesso que evito ler autores que estão com um hype muito absurdo rs, sempre acho que vou ler com altas expectativas e quebrar a cara. Bom, eu li Evidências de uma Traição e como gostei, resolvi investir em uma nova leitura da autora. Lá em Evidências eu já tinha criticado o fato de a história ser bem previsível, e aqui também encontramos o mesmo problema, mas já vamos falar sobre isso, primeiro vamos ao resumo.

O livro vai contar a história de Emma, uma mulher que está por volta dos seus 30 anos, assumiu a livraria da família e prestes a se casar. Tudo na vida dela está bem encaixado até que ela recebe uma ligação, do outro lado da linha está Jesse, seu marido desaparecido há mais de três anos.

Continue lendo
21abr • 22 A. S. Teague, adulto, drama, Esportes, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Romance

Resenha #409 The Hardest Hit

Título: The Hardest Hit
Autor: A. S. Teague
Editora: Independente
Páginas: 300
Ano: 2019
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Melanie Holstein é a mulher que deixei escorregar pelas pontas dos dedos.
Uma noite em Las Vegas, com a mulher apaixonante que dava o melhor de si, foi o suficiente para eu saber que ela é a única. Exceto por alguns pequenos problemas.
Sou Aiden Shaw, o quarterback estrela de um time que fica a quinhentas milhas de distância de sua casa em Atlanta. Ela não quer filhos e eu tenho três garotos barulhentos que ocupam todo o meu tempo livre.
O momento para nós nunca parece certo e, depois de tantas conexões perdidas, eu quase desisti de nós.
Até minha carreira dar uma guinada devastadora.
Mel é a primeira ao meu lado, determinada a me recompor. Ignorando minha amargura e dor, ela cura mais do que apenas minha perna machucada e, finalmente, parece haver um futuro para nós. Mas a senhora sorte nunca esteve do nosso lado.
E a próxima tragédia que nos persegue pode ser a mais dura de todas.

Alô galera fã de livros com esportistas, essa resenha é para vocês!

The Hardest Hit é o segundo livro da série The Hardest, o primeiro vocês podem conferir a resenha aqui. Eu amei o primeiro e naturalmente não poderia deixar de ler a sequência. Bom, nesse livro nós vamos acompanhar a história de Melanie e Aiden. Eles se conhecem na mesma noite que Griff e Brooke, mas diferente deles, a noite em Vegas não rendeu um bebê rsrs. A verdade é que eles tiveram uma noite muito divertida, mas pode ir parando com esses pensamentos impuros! Eles realmente se divertem apenas conversando e a noite só rende uma amizade.

Os anos passam e esses dois vivem em um eterno desencontro, a atração é forte e mútua, mas eles nunca estão na mesma página, por morarem em cidades diferentes e viverem suas vidas, era realmente difícil fazer um relacionamento real acontecer. Eles permanecem amigos e trocando mensagens, mas não evolui.

Continue lendo
09abr • 22 12 livros para 2022, Desafio das GeLs, Fantasia, Galera Record, Holly Black, jovem adulto, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Romance

Resenha #408 O Príncipe Cruel

Título: O Príncipe Cruel
Série: O Povo do Ar
Ordem: 1
Autor: Holly Black
Editora: Galera Record
Gênero: Literatura Estrangeira/ Jovem Adulto/ Fantasia/ Literatura Americana
Páginas: 374
Ano: 2018
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Primeiro livro da mais nova série de Holly Black. Conheça a impressionante história de uma garota mortal que se vê presa em uma teia de intrigas reais.

Jude tinha 7 anos quando seus pais foram assassinados e foi forçada a viver no Reino das Fadas. Dez anos depois, tudo o que ela quer é ser como eles – lindos e imortais – e realmente pertencer ao Reino das Fadas, apesar de sua mortalidade. Mas muitos do povo das Fadas desprezam os humanos.

Especialmente o Príncipe Cardan, o filho mais jovem, mais bonito e mais cruel do Grande Rei. Para ganhar um lugar na Alta Corte, ela deve desafiá-lo… e enfrentar as consequências. Envolvida em intrigas e traições do palácio, Jude descobre sua própria capacidade para truques e derramamento de sangue.

Mas, com a ameaça de uma guerra civil e o Reino das Fadas por um fio, Jude precisará arriscar sua vida em uma perigosa aliança para salvar suas irmãs, e o próprio Reino. Com personagens únicos, reviravoltas inesperadas, e uma traição de tirar o fôlego, este livro vai deixar o leitor pedindo bis – querendo mergulhar de cabeça na continuação deste universo.

Hey galera, hoje é dia de comentar com vocês as minhas impressões sobre esse livro que é um dos mais pesquisados do blog. O Príncipe Cruel faz parte do desafio 12 livros para 2022 e ainda foi o livro de estreia do nosso Clube de Leitura, vocês podem conferir a discussão clicando aqui no link.

Com isso dito, vamos para um breve resumo.

O livro vai contar a história de Jude, uma adolescente que foi criada no reino das fadas. Ela e suas irmãs foram levadas para lá por Madoc, o general do Grande Rei, e elas foram criadas como filhas dele e como pertencentes à nobreza, porém Jude e sua irmã gêmea Tarryn são humanas e as fadas não são muito tolerantes com humanos.

Continue lendo
26mar • 22 comédia romantica, Gallery Books, Lauren Layne, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #407 To Sir, with Love

Título: To Sir, with Love
Autor: Lauren Layne
Editora: Gallery Books
Gênero: Literatura Estrangeira/ Romance/ Literatura Americana/ Comédia Romântica
Páginas: 288
Ano: 2021
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Sempre alegre e ansiosa para agradar, Gracie Cooper se esforça para tirar o melhor proveito de cada situação. Então, quando seu pai morre poucos meses após um diagnóstico de câncer de pulmão, ela deixa de lado seus sonhos de seguir sua paixão pela arte para assumir a loja de champanhe em Midtown Manhattan. Ela logo descobre que as margens de lucro da loja estão sendo espremidas perigosamente e para complicar ainda mais as coisas, uma gigante corporação chefiada pelo impossivelmente bonito, mas irritantemente arrogante Sebastian Andrews, está propondo uma compra. Mas Gracie não consegue suportar a ideia de jogar fora o sonho do pai como fez com o dela.
Oprimida e não querendo admitir para seus amigos ou familiares que ela está tendo dúvidas sobre a loja, Gracie busca o conselho e consolo de alguém que ela nunca conheceu – o “Senhor” sem rosto, com quem ela se conectou em um aplicativo de namoro às cegas onde o objetivo é conhecer-se por meio de mensagens e interesses comuns antes de trocar nomes reais ou fotos.
Mas, embora Gracie comece a se apaixonar lentamente pelo Senhor online, ela não tem ideia de que já o conheceu na vida real… e eles não suportam um ao outro.

Hey galera, prontos para um romance clichê fofinho?

Se você era um fã de sessão da tarde, com certeza já se deparou com o filme Mensagem Para Você, aquele com a Meg Ryan trocando e-mails com um desconhecido e que no final vira uma linda história de amor. To Sir, With Love tem a mesma premissa.

O livro vai contar a história de Gracie, ela é a irmã do meio e a responsável por administrar a loja de vinhos e espumantes de sua família após o falecimento de seus pais. Cuidar da Bubbles & More não era o sonho de vida de nossa mocinha, mas o negócio meio que “sobrou” para ela após seus irmãos não fazerem muita questão de pegar as rédeas. Bom, aquele ditado de que sorte no jogo, azar no amor, não é muito válido para Gracie. Ela definitivamente não está com sorte em nenhuma dessas áreas.

Continue lendo
23mar • 22 Literatura Americana, literatura estrangeira, Paralela, resenha, Romance, Taylor Jenkins Reid

Resenha #406 Evidências de uma traição

Título: Evidências de uma traição
Autor: Taylor Jenkins Reid
Editora: Paralela
Gênero: Literatura Estrangeira/ Romance/ Literatura Americana
Páginas: 101
Ano: 2021
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Querido estranho…

Uma jovem desesperada no sul da Califórnia se senta para escrever uma carta para um homem que ela nunca conheceu – uma escolha que mudará sua vida para sempre.

Meu coração te pertence, David. Mesmo sabendo que eu não te conheço…

Pouco a pouco, a correspondência entre Carrie Allsop e David Mayer revela os detalhes de um caso devastador entre seus cônjuges. Ao longo das cartas, eles confessam seus medos e compartilham sentimentos escondidos no fundo de suas almas, tentando decidir como seguir em frente.

Contada inteiramente por meio de cartas, Evidências de uma traição é uma história de decepções, mágoas e segredos, mas também de perdão e recomeços, e de como, no caso de algumas pessoas, a dor pode libertar.

Hey galera, chegou o momento de eu contar sobre a minha primeira experiência com um livro da Taylor. Ela é uma autora super hypada e eu confesso que tinha um pouco de receio de ler e não gostar, mas esse título em particular chamou a minha atenção. Evidências de Uma Traição traz uma premissa interessante, uma mulher que descobre estar sendo traída e decide entrar em contato com o marido da amante de seu marido. Tenso, certo?

Bom, essa é a Carrie. Ela descobriu uma carta de amor da amante de seu marido e ela toma a difícil decisão de entrar em contato com David, o outro traído da história. Eles começam a trocar cartas, onde nelas revelam seus sentimentos em relação ao que estava acontecendo entre seus cônjuges. O que começa como um casal revelando suas frustrações, acaba se tornando uma amizade e em seguida é fácil supor rs.

Continue lendo
05mar • 22 12 livros para 2022, Desafio das GeLs, Literatura Americana, literatura estrangeira, Novo Século, Paullina Simons, resenha, Resenhas de Livros, Romance, romance histórico

Resenha #405 Tatiana & Alexander

Título: Tatiana & Alexander
Série: O Cavaleiro de Bronze
Ordem: 2
Autor: Paullina Simons
Editora: Novo Século
Gênero: Literatura Estrangeira/ Romance Histórico/ Literatura Americana
Páginas: 544
Ano: 2016
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: A saga épica de amor e guerra continua nesta arrebatadora sequência do best-seller de Paullina Simons, O Cavaleiro de Bronze.

Tatiana agora tem dezoito anos. Viúva e grávida, ela foge da devastada Leningrado para começar uma vida nova na América.
Mas os fantasmas de seu passado não descansam facilmente. Ela passa a ser consumida pela crença de que seu marido, o major do Exército Vermelho Alexander Belov, ainda está vivo e precisa desesperadamente de sua ajuda.
Enquanto isso, a oceanos e continentes de distância, Alexander é forçado a liderar um batalhão de soldados considerado dispensável pelo alto comando soviético. No entanto, Alexander está determinado a conduzir seus homens pelas ruínas da Europa, numa tentativa desesperada de escapar da máquina de morte de Stálin e, de alguma maneira, encontrar o caminho que o conduza a Tatiana mais uma vez.
Deixe-se envolver pela escrita encantadora de Paullina Simons neste romance atemporal aclamado em todo o mundo.

Depois de terminar a leitura de O Cavaleiro de Bronze, me questionei se eu poderia amar mais essa história? Se Tatia e Shura poderiam me conquistar ainda mais, bom, a resposta você encontra nessa resenha, e sim, é uma resenha apaixonada.

Tatiana & Alexander é a continuação de o Cavaleiro de Bronze, logo após os eventos que nos deixaram com o coração na mão, estamos novamente na Rússia em plena II Guerra Mundial. O ano é 1943 e Tatiana finalmente conseguiu fugir e agora está na América, ela acredita ser uma viúva, que seu amado marido faleceu após um bombardeio e só lhe resta reconstruir a própria vida ao lado do filho na terra dos livres. Porém ela não está em paz.

Alexander deixa com ela algumas pistas que fazem com que nossa mocinha desconfie que ele teve um fim diferente do que o atestado de óbito afirma, e ela está correta. Nosso Shura, prevendo sua iminente prisão e as consequências dela para sua esposa, prepara um plano para salvá-la de uma possível prisão e tortura. Ele é preso após ser denunciado como um espião americano e entregue para a NKGB para interrogatório. Não entrarei em detalhes quanto a essa parte, é tenso demais.

Continue lendo
1 2 3 5