Agir Now

Resenha #253 Calafrio

Por Barbara em 20 fev • 2019
distopia

Resenha #250 Scythe

Por Raquel em 13 fev • 2019
Charme

Resenha #247 Egomaníaco

Por Barbara em 06 fev • 2019

Categoria: resenha

20fev • 19 Agir Now, Buddy Read, Fantasia, literatura estrangeira, Maggie Stiefvater, resenha, Romance

Resenha #253 Calafrio

Título: Calafrio
Autor: Maggie Stiefvater

Série: Os Lobos de Mercy Falls #1
Editora: Agir Now
Páginas: 344
Ano: 2015
Gênero: Fantasia/ Romance/ Literatura Estrangeira/ Sobrenatural
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: O frio. Grace passou anos observando os lobos no bosque próximo à sua casa. Um deles, um belo lobo de olhos amarelos, a observa também. Ele parece familiar, mas ela não sabe por quê.

O calor. Sam vive duas vidas. Como lobo, ele é um companheiro silencioso da garota que ama. E, por um curto período a cada ano, ele é humano, embora nunca tenha coragem suficiente para falar com Grace… até agora.

O calafrio. Para Grace e Sam, o amor sempre foi mantido a distância. Mas, uma vez revelado, não pode ser negado. Sam precisa lutar para continuar humano, e Grace precisa lutar para ficar ao seu lado — mesmo que isso signifique enfrentar os traumas do passado, a fragilidade do presente e as impossibilidades do futuro.

Maggie Stiefvater na área galera!!!

Quem me conhece sabe que sou fã da autora, que vivo indicando a leitura de A Corrida de Escorpião sempre que posso rsrs, amo a escrita dela e por convite da Mi, fizemos um Buddy Read e lemos Calafrio.

Calafrio é um romance fantástico que traz lobisomens para a cena. Tudo começa quando Grace, uma criança na época, é atacada por lobos que vivem na floresta próxima a sua casa, mas ao invés de morrer, ela é devolvida com alguns ferimentos, mas nada muito grave.

Continue lendo
18fev • 19 Colleen Hoover, Garotos entre Livros, literatura estrangeira, new adult, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #252 Maybe Now

Título: Maybe Someday (Maybe #2)
Autor: Colleen Hoover
Editora: Hoover Ink, Inc.
Páginas: 296
Ano: 2018
Gênero: New Adult
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: O que é mais importante: amizade, lealdade ou amor?
Colleen Hoover e Griffin Peterson estão juntos novamente e trazem para os fãs de Maybe Someday de volta ao mundo musical de Sydney e Ridge.
E Maggie.
E Warren e Bridgette.

 “Quando estamos juntos, simplesmente funciona. É como se fossemos melhores juntos do que sozinhos.”

Se você nunca leu Maybe Someday e detesta spoilers, é melhor evitar ler esta resenha. Caso escolha continuar, é melhor ler a resenha do primeiro livro. Então, clique aqui.

Continue lendo
15fev • 19 Amy Harmon, best book, drama, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #251 The Smallest Part

Título: The Smallest Part
Autor: Amy Harmon
Editora: Kindle Edition
Páginas: 300
Ano: 2018
Gênero: Romance/Literatura Estrangeira/Drama
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Foi uma grande mentira. A maior mentira que já contou. Ela reverberava em sua cabeça enquanto falava, soando muito estranha, e a menina por trás de seus olhos — a menina que conhecia a verdade — gritou, e seu grito ecoou junto com a mentira.
“Você está apaixonada por Noah, Mercedes?”, Cora perguntou. “Quero dizer… sei que gosta dele. Vocês são amigos há tanto tempo. Todos somos. Mas você está apaixonada por ele?”
Se tivesse sido qualquer outra pessoa — qualquer pessoa — Mercedes teria estufado o peito, cruzado os braços finos e revelado seus sentimentos. Ela o teria reivindicado. Mas era Cora. Cora, corajosa, bela e danificada. Cora, que também amava Noah.
Então, Mercedes mentiu.
E com essa mentira, ela perdeu. Com essa mentira, selou seu destino.
Ela era a melhor amiga, a dama de honra, a madrinha, o vínculo. Ela estava lá nos tempos bons e ruins, nos altos e baixos, nos momentos mais importantes e nos insignificantes. E ela estava lá quando tudo desabou.
Esta é a história da garota que não conseguiu ficar com o cara.

“ – No final, apenas três coisas importam,
Abuela disse: – Quem Ele é. – Ela apontou para o céu. – Quem você é e quem são seus amigos.”

Sim, mais Amy Harmon chegando por aqui. Já deu pra notar o quanto amo essa autora né?! Haha.

Bom, hoje é a vez de falar de The Smallest Part. Eu estava louca para ler esse livro desde que vi a Amy postando quotes dele em seu Instagram, o que eu nunca poderia imaginar é que esse livro fosse ambientado no mesmo universo de Josie, Moses e David!!!!! Sim, minha surpresa foi enorme ao descobrir que o personagem principal é o Dr. Andelin, o médico que atendeu o Moses e o David quando eles ficaram internados no hospital psiquiátrico quando eram mais jovens.

O Dr. Andelin já tinha chamado minha atenção desde um certo episódio que aconteceu entre ele e o Moses, mas conhecer sua história foi ainda melhor! Obrigada Amy!

Bom, o livro começa nos mostrando um vislumbre da infância do Noah e suas amigas, eles eram um trio muito unido e permaneceram assim por anos e anos. Noah e Mercedes se conheceram bem jovens por ambos morarem no mesmo condomínio, logo em seguida Cora também se muda para lá e o trio infantil está formado.

Continue lendo
13fev • 19 distopia, Fantasia, jovem adulto, literatura estrangeira, resenha, Seguinte

Resenha #250 Scythe

Título: Scythe (Arc of Scythe #1)
Autor: Neil Shusterman
Editora: Simon Schuster Books
Páginas: 435
Ano: 2017
Gênero: YA, Distopia, Fantasia
Classificação: 6 estrelas

Compre o Livro:
Inglês: https://amzn.to/2WR5Vdl
Português: https://amzn.to/2TEohfM


Versão Brasileira
Título: O Ceifador
Editora: Seguinte
Páginas: 448
Ano: 2017

Sinopse:
Primeiro mandamento: matarás.
A humanidade venceu todas as barreiras: fome, doenças, guerras, miséria… Até mesmo a morte. Agora os ceifadores são os únicos que podem pôr fim a uma vida, impedindo que o crescimento populacional vá além do limite e a Terra deixe de comportar a população por toda a eternidade.
Citra e Rowan são adolescentes escolhidos como aprendizes de ceifador – papel que nenhum dos dois quer desempenhar. Para receberem o anel e o manto da Ceifa, os adolescentes precisam dominar a arte da coleta, ou seja, precisam aprender a matar. Porém, se falharem em sua missão ou se a cumplicidade no treinamento se tornar algo mais, podem colocar a própria vida em risco.


“O que mais desejo para a humanidade

não é a paz, o consolo ou a alegria. É que ainda morramos um pouco por dentro toda vez que testemunhemos a morte de outra pessoa. Pois só a dor da empatia nos manterá humanos.”

Não sei nem por onde começar esta resenha. Como falar de um livro que simplesmente me fez pensar no que significa ser humano e que abalou minhas estruturas? “Nossa, que drama!”, você deve estar pensando. No entanto, não consigo descrever de outra forma o que senti lendo Scythe. Há muito tempo não tenho em mãos um livro arrebatador. Dizer que Neil é um gênio é muito pouco. Este é o tipo de história que TODOS devem ler. Levanta questionamentos mais que válidos e super atuais. Agora vamos lá…

Continue lendo
11fev • 19 Essência, literatura estrangeira, Penelope Ward, resenha, Romance

Resenha #249 Querido Vizinho

Título: Querido Vizinho
Autor: Penelope Ward
Editora: Essência
Páginas: 304
Ano: 2018
Gênero: Romance/Literatura Estrangeira
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Depois de tomar um pé na bunda, a última coisa que eu precisava era me tornar vizinha de alguém que me lembrasse do meu ex-namorado, Elec. Damien era uma versão mais sexy do meu ex. O vizinho que eu chamei de “artista irritado” também tinha dois cachorros enormes que me mantinham acordada com seus latidos. Ele não queria nada comigo. Ou era o que eu pensava até que uma noite eu ouvi risadas vindo através de um aparente buraco na parede do meu quarto. Damien estava ouvindo todas as minhas sessões de telefone com o meu terapeuta.

O artista sexy agora conhecia todos os meus segredos mais profundos e inseguranças. Nós começamos a conversar. Ele me deu dicas para superar meu rompimento. Tornou-se um bom amigo, mas deixou claro que não poderia ser nada mais. O problema era que eu estava me apaixonando por ele. E por mais que ele me afastasse, eu sabia que ele sentia algo por mim… porque seu batimento cardíaco não mentia. Eu pensei que meu coração havia sido destruído por Elec, mas estava vivo e batendo mais forte do que nunca por Damien. Eu só esperava que ele não o destruísse para sempre.

E aí minha gente! Resenha nova na área e se é romance o que vocês querem, romance é o que irá encontrar nessa resenha.

Tudo começa quando Chelsea toma um pé na bunda do namorado e acaba precisando se mudar. É complicado galera, ela jurava que estava em direção ao altar, quando o ex decidiu que gostava mais de outra pessoa. E nossa mocinha ficou a ver navios, ainda apaixonada pelo cara e precisando com urgência de uma nova residência.

Continue lendo
08fev • 19 Colleen Hoover, literatura estrangeira, mistério, resenha, thriller

Resenha #248 Verity

Título: Verity
Autor: Colleen Hoover
Editora: Hoover Ink, Inc.
Páginas: 333
Ano: 2018
Gênero: Thriller
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Lowen Ashleigh é uma escritora que se encontrava à beira da ruína financeira quando aceitou a melhor oferta profissional de sua vida. Jeremy Crawford, marido autora best-seller Verity Crawford, contratou Lowen para completar os livros restantes de uma série de sucesso que sua esposa é incapaz de terminar.
Lowen chega à casa dos Crawford pronta para analisar os anos de anotações e esboços de Verity, esperando encontrar material suficiente para iniciar seu trabalho. O que Lowen não espera descobrir no escritório caótico é uma autobiografia inacabada que Verity nunca pretendeu que alguém lesse. Página após página de confissões assustadoras incluem a lembrança de Verity sobre o que realmente aconteceu no dia em que sua filha morreu.
Lowen decide manter o manuscrito escondido de Jeremy, sabendo que seu conteúdo iria devasta-lo ainda mais. Porém, à medida que os sentimentos de Lowen por Jeremy começam a se intensificar, ela percebe como poderia se beneficiar se ele lesse as palavras de sua esposa. Afinal de contas, não importa o quão devotado Jeremy seja com sua esposa ferida, uma verdade tão horripilante tornaria impossível continuar a amá-la.

“Minha mãe costumava dizer que casas têm alma.

Se isso for verdade, a alma da casa de Verity é do tipo mais escuro que existe.”

Lowen é uma jovem escritora que não é tão famosa assim, pois nunca mostra suas caras para o público. Uma introvertida, que acabou de perder sua mãe para um câncer, e que está para ser despejada. Em uma manhã típica de Nova Iorque, enquanto ia para uma reunião muito importante com seu agente literário, a jovem presencia um acidente muito de perto; um pedestre distraído com o celular atravessava a rua com o sinal fechado e não percebeu o veículo que vinha em sua direção. Digamos que não foi bonito e que Lowen acabou com o sangue do pobre coitado espalhado por toda sua roupa. No entanto, um rapaz a ajuda e empresta sua camisa para ela.

Continue lendo
06fev • 19 Charme, literatura estrangeira, resenha, Romance, Vi Keeland

Resenha #247 Egomaníaco

Título: Egomaníaco
Autor: Vi Keeland
Editora: Charme
Páginas: 320
Ano: 2018
Gênero: Romance
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Na noite em que conheci Drew Jagger, ele tinha acabado de invadir meu novo escritório na Park Avenue. Liguei para a polícia antes de atacá-lo com minhas novas habilidades de Krav Maga. Ele me conteve com rapidez e depois riu, achando graça da minha tentativa de agressão. Claro que meu invasor tinha que ser arrogante.

Mas, no fim, ele não era um invasor.

Drew era o proprietário legítimo do meu novo escritório. Ele estava de férias enquanto seu elegante espaço era reformado. E foi assim que um golpista conseguiu me enganar alugando para mim o escritório que não estava realmente disponível para aluguel.

Perdi dez mil dólares.

No dia seguinte, depois de horas na delegacia, Drew ficou com pena e me fez uma oferta que não pude recusar: em troca de atender seus telefonemas enquanto sua secretária estivesse fora, ele me deixaria ficar até encontrar um lugar novo. Provavelmente, eu deveria ter ficado agradecida e mantido a boca fechada quando ouvia o conselho que ele dava aos seus clientes. Mas não conseguia deixar de expressar minha opinião.

Nunca esperei que meu corpo reagisse toda vez que discutíamos. Principalmente quando parecia que era só isso que conseguíamos fazer. Nós dois éramos totalmente diferentes. Drew era amargo, bravo, lindo pra caramba e destruidor de relacionamentos. E meu trabalho era ajudar as pessoas a salvar seus casamentos. A única coisa que tínhamos em comum era o espaço que estávamos compartilhando. E uma atração que estava sendo difícil de negar a cada dia que passava.

Hey meu povo, hoje trouxe um livro bem divertido para vocês. Se você gosta de romance em escritório, tá na resenha certa!

Egomaníaco conta a história de Emerie e Drew. Ela é uma psicóloga que trabalha ajudando casais a se entenderem, uma especialista em relacionamentos. Ele é um advogado especializado em divórcio, nada poderia ser mais oposto do que isso né rsrs.

Continue lendo
01fev • 19 Jamie McGuire, jovem adulto, literatura estrangeira, mistério, resenha, Romance, Verus

Resenha #245 Todas as Pequenas Luzes

Título: Todas as Pequenas Luzes
Autor: Jamie McGuire

Editora: Verus
Páginas: 350
Ano: 2018
Gênero: Jovem Adulto/Romance/ Literatura Estrangeira/Suspense
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Novo livro da autora da série best-seller Belo Desastre.

Quando Elliott Youngblood vê Catherine Calhoun pela primeira vez, ele é apenas um garoto com uma câmera nas mãos que nunca viu algo tão triste e tão belo. Os dois se sentem excluídos e logo se tornam amigos. Porém, no momento em que Catherine mais precisa dele, Elliott é forçado a sair da cidade. Alguns anos depois, Elliott finalmente retorna, mas ele e Catherine agora são pessoas diferentes. Ele é um atleta bem-sucedido, e ela passa todo o tempo livre trabalhando na misteriosa pousada de sua mãe. Catherine ainda não perdoou Elliott por abandoná-la num momento difícil, mas ele está determinado a reconquistar a amizade dela ― e a ganhar seu coração. Bem quando Catherine está pronta para confiar outra vez em Elliott, ele se torna o principal suspeito em uma tragédia local.

Apesar da desconfiança de todos na cidade, Catherine se agarra ao seu amor por Elliott. Mas um segredo devastador que ela esconde pode destruir qualquer chance de felicidade que os dois ainda têm.

Temos fãs da Jamie McGuire por aqui? Espero que sim! Rsrsrs

Hoje trago para vocês a resenha do seu mais recente lançamento, Todas as Pequenas Luzes. Olha, esse livro é completamente diferente do que eu esperava, sei que volta e meia vivo comprando gato por lebre nesse meio literário e os livros nunca são o que eu imaginava, mas esse bateu os recordes rs.

Bom, o livro conta a história de Elliott e Catherine. Ele costumava passar as férias de verão na casa da tia e toda vez observava a garotinha que morava na principal e maior casa da rua de sua tia. O dia mais marcante para ele é quando vê Catherine com o pai enterrando o cachorrinho da família que tinha morrido, ele está no alto da árvore que ficava no quintal da casa da garota tirando fotos e a tristeza dela o atrai a ponto de ele ficar horas e horas ali esperando e respeitando o luto de nossa mocinha.

Continue lendo
30jan • 19 Fantasia, internacional, literatura estrangeira, resenha, Stephen King, Suma de Letras

Resenha #244 O Pistoleiro

Título: O Pistoleiro (A Torre Negra #1)
Autor: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Páginas: 224
Ano: 2004
Gênero: Fantasia
Classificação: 3 estrelas

Compre o livro

Sinopse: Este livro é o primeiro dos sete volumes da série A Torre Negra, obra mais ambiciosa do escritor Stephen King. “O Pistoleiro” apresenta ao leitor o fascinante personagem de Roland Deschain, último descendente do clã de Gilead, e derradeiro representante de uma linhagem de implacáveis pistoleiros desaparecida desde que o Mundo Médio onde viviam “seguiu adiante”. Para evitar a completa destruição desse mundo já vazio e moribundo, Roland precisa alcançar a Torre Negra, eixo do qual depende todo o tempo e todo o espaço, e verdadeira obsessão para Roland, seu Cálice Sagrado, sua única razão de viver. O pistoleiro acredita que um misterioso personagem, a quem se refere como o homem de preto, conhece e pode revelar segredos capazes de ajudá- lo em sua busca pela Torre Negra, e por isso o persegue sem descanso. Pelo caminho, encontra pessoas que pertencem a seu ka-tet – ou seja, cujo destino está irremediavelmente ligado ao seu. Entre eles estão Alice, uma mulher que Roland encontra na desolada cidade de Tull, e Jake Chambers, um menino que foi transportado para o mundo de Roland depois de morrer em circunstâncias trágicas na Nova York de 1977. Mas o pistoleiro não conseguirá chegar sozinho ao fim da jornada que lhe foi predestinada. Na verdade, sua aventura se estenderá para outros mundos muito além do Mundo Médio, levando-o a realidades que ele jamais sonhara existir. Inteiramente revista pelo autor, esta primeira edição brasileira de “O Pistoleiro” traz também prefácio e introdução inéditos de King.

“Continuaria avançando até que algo mudasse e, se nada mudasse, mesmo assim continuaria avançando. Haveria água se Deus quisesse, diziam os moradores antigos. Água se Deus quisesse, mesmo no deserto.”

“O homem de preto fugia pelo deserto e o pistoleiro ia atrás”. É assim que iniciamos nossa longa jornada ao lado de Roland, um pistoleiro que tinha como objetivo chegar até a Torre e pegar o homem de preto. O livro todo narra sua busca desesperada por ele, que parece estar brincando com sua paciência. Há vezes em que deixa rastros e mostra que está a seu alcance e há outros em que parece ter desaparecido. Ainda assim, Roland jamais desiste; não pode parar. Precisa encontrá-lo a todo custo.

Continue lendo
24jan • 19 literatura estrangeira, new adult, resenha, Romance

Resenha #243 Until It Fades

Título: Until It Fades
Autor: K.A. Tucker
Editora: Atria Books
Páginas: 368
Ano: 2017
Gênero: New Adult
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Catherine Wright, 24 anos, garçonete em uma parada de caminhões e mãe solteira tem objetivos simples: proporcionar uma vida feliz para sua filha de 5 anos e nunca mais ser a fofoca da cidade de Balsam, Pensilvânia, com 2.000 habitantes fora da temporada de turismo.
Então em uma noite com muita neblina, em uma estrada solitária, quando voltava de mais uma tentativa frustrada de relacionamento, ela salva a vida de um homem. É apenas após a chegada da polícia que a jovem percebe exatamente quem ela havia salvado: Brett Madden, ícone do hockey e queridinho da mída.
Como já havia conseguido seus quinze minutos de fama e a última coisa que ela queria era ver seu passado vindo à tona novamente, só que dessa vez em âmbito nacional. Por isso, ela resolve esconder sua identidade. Funciona… por um tempo.
No entanto, quando encontra o homem que havia salvado em sua porta, desesperado por uma chance de agradece-la, tudo muda. O que começa como uma amizade imediata se transforma em algo que nenhum dos dois poderia esperar, algo com o qual Catherine não sabe se consegue lidar e que a deixa com medo de confiar, pois por quanto tempo um homem extraordinário como Brett ficaria interessado por uma mulher comum como ela antes que a chama se apagasse?

“Com Brett eu não me apaixonaria, eu flutuaria.”

Primeiro livro de 2019 e a leitura não poderia ter acontecido de outra forma além de em algumas horas. Confesso que fazia algum tempo que não conseguia ler assim e nossa, como me fez bem! Além de ser o primeiro livro concluído, também é a minha primeira resenha desde outubro de 2017. Fiquei longe demais de vocês, my frens. Porém, esse tempo é passado e quem vive de passado é museu. Então… I’m back, bitches! 😎🖖

E vamos falar sobre Until It Fades. O livro conta a história de Catherine Wright, uma jovem que está longe de ser a favorita da pequena cidade onde mora devido a um certo episódio do passado do qual ela não se orgulha nem um pouco, e que abalou sua relação com os pais. Cath tem um filhinha de 5 anos, Brenna, e se esforça para manter seu passado escondido para que a criança não tenha que sofrer as consequências de seus erros.

Continue lendo

11jan • 19 Esportes, Indicação, literatura estrangeira, Mariana Zapata, resenha, Romance

Resenha #242 From Lukov With Love

Título: From Lukov With Love
Autor: Mariana Zapata

Editora: Kindle Edition
Páginas: 493
Ano: 2018
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Se alguém pedisse a Jasmine Santos para descrever os últimos anos de sua vida com uma única palavra, seria definitivamente uma de quatro letras.

Depois de dezessete anos – e incontáveis ossos quebrados e promessas quebradas – ela sabe que sua janela para competir na patinação artística está chegando ao fim.

Mas quando a oferta de uma vida inteira vem de um idiota arrogante que ela passou a última década sonhando em empurrar no caminho de um ônibus em movimento, Jasmine pode ter que reconsiderar tudo.
Incluindo Ivan Lukov.

A pergunta que não quer calar, por que não conheci Mariana Zapata antes?!?!

Sim, eu sei que sou a rainha dos livros random nesse blog, e por isso mesmo fiquei chocada por nunca ter nem ouvido falar dela, até um belo dia em que estava passando tempo no facebook, vi a indicação do livro que apresento para vocês hoje. De cara eu sabia que ia gostar, adoro livros com esportistas e nunca tinha lido nada sobre patinação artística, apesar de amar o esporte. Comecei e não consegui parar de ler até acabar. Amei esse livro com força!

A história é sobre a Jasmine, uma patinadora profissional que não está em seu melhor momento na carreira. Ela patinava em duplas e foi abandonada por seu par, como uma esportista muito competitiva, isso a abalou totalmente e agora, um tempo depois, ela precisa decidir se insiste e encontra outra dupla ou se aposenta.

Continue lendo
27dez • 18 Amy Harmon, best book, drama, resenha, Romance

Resenha #241 The Song of David

Título: The Song of David
Autor: Amy Harmon

Série: The Law of Moses #2
Editora: Kindle Edition
Páginas: 285
Ano: 2015
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira/ Sobrenatural
Classificação: 5 est
relas

Compre o Livro

Sinopse: Você me esquecerá para sempre?
Por quanto tempo você esconderá seu rosto de mim?
Por quanto tempo devo lutar contra meus pensamentos e dia após dia ter sofrimento em meu coração?
Por quanto tempo o meu inimigo vai triunfar sobre mim?
Olhe para mim e responda.
Ilumine meus olhos, ou eu vou dormir na morte. 
E meu inimigo dirá “Eu o derrotei.”

Demorou mas chegou! O segundo livro da duologia The Law of Moses está no ar.

Chegou a hora de conhecer a história de David. Preparem os lencinhos porque vai ser intenso.

Acho que cheguei a comentar na resenha de The Law que eu comecei essa série pelo livro errado rs. Sim, a história de David foi a primeira que abri no kindle quando fui escolher o próximo livro da Amy que eu queria ler.

Lá pelos 15/20% da leitura, lembrei que a Amy tinha um livro com o nome de um personagem muito presente nesse livro, o Moses. Aí usei minha inteligência e fui no Goodreads checar a ordem dos livros. Sim, sou dessas pessoas aleatórias que as vezes não leem sinopse, compra o livro só por causa do autor e torce pra gostar rsrs.

Continue lendo
1 2 3 16