Colleen Hoover

Resenha #344 Layla

Por Raquel em 23 jan • 2021
Aprilynne Pike

Resenha #341 Asas

Por Barbara em 09 jan • 2021
26jan • 21 Beth O'Leary, Chick Lit, drama, intrínseca, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #346 A Troca

Título: A Troca
Autor: Beth O’Leary
Editora: Intrínseca
Páginas: 352
Ano: 2020
Gênero: Chick Lit / Romance/ Literatura Estrangeira
Classificação: 4,5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Leena Cotton tem 29 anos e sente que já não é mais a mesma. Eileen Cotton tem 79 e está em busca de um novo amor. Tudo de que neta e avó precisam no momento é pôr em prática uma mudança radical. Então, para colocar suas respectivas vidas de volta nos trilhos, as duas têm uma ideia inusitada: trocar de lugar uma com a outra.

Leena sabe que precisa descansar, mas imagina que a parte mais difícil será se adaptar à calmaria da cidadezinha onde a avó mora. Cadastrada em um site de relacionamentos, Eileen por sua vez embarca na aventura com a qual sonha desde a juventude. Dividindo o apartamento com dois amigos da neta, ela logo percebe que na cidade grande suas ideias mirabolantes não são tão complicadas assim.

Ao trocar não só de casas, mas de celulares e computadores, de amigos e rotinas, Leena e Eileen vão descobrir muito mais sobre si mesmas do que imaginam. E se tudo der certo, talvez destrocar não seja a melhor solução.

A Beth O’Leary conquistou nossos corações em Teto Para Dois, então quando um novo livro da autora foi anunciado as expectativas estavam na lua, e essa é a hora de vocês descobrirem o que achei de A Troca.

A premissa do livro é bem interessante e me fisgou de cara, começa assim: Leena é uma jovem mulher de sucesso, ela é uma das melhores do seu ramo e conquistou tudo em uma idade bem jovem, uma verdadeira workaholic. Ela mora em Londres, divide o apartamento com bons amigos, tem um namorado bacana e pretende abrir a própria empresa em breve.

Do outro lado dessa moeda nós temos Eileen, a avó de Lena que também se chama Eileen rs, bom ela vive em uma cidade mais pacata no interior da Inglaterra. Uma vida bem diferente da Eileen de Londres rs. Além do nome, sangue e amor mútuo que compartilham, essas duas mulheres estão em momentos delicados da vida e uma ideia surge, a de trocar de lugar.

Continue lendo
25jan • 21 Charme, Clichê, Ella Maise, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #345 Casamento para Um

Título: Casamento para Um
Autor: Ella Maise
Editora: Charme
Páginas: 464
Ano: 2020
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Eu e Jack fizemos tudo ao contrário. No dia que me atraiu para seu escritório – e que também foi o dia que nos conhecemos –, ele me propôs casamento. Qualquer um pensaria que um cara como ele – talvez um pouco frio, mas de uma beleza impressionante e muito inatingível – só faria esse tipo de proposta ao amor da sua vida, certo? Qualquer um pensaria que ele deveria estar loucamente apaixonado.

Não. A proposta foi feita a mim. Uma completa estranha, que nunca tinha ouvido falar dele. Uma estranha que fora dispensada pelo noivo algumas semanas antes. Qualquer um pensaria que eu iria rir na cara dele, chamá-lo de louco – e alguns outros nomes – depois ir embora o mais rápido possível. Bem… eu fiz todas essas coisas, exceto a parte de ir embora.

Demorou apenas alguns minutos para me convencer a aceitar o negócio… Bem, quero dizer, casamento, e apenas alguns dias para oficialmente nos enlaçarmos. O dia mais feliz da minha vida. Mágico. Regado a champanhe… Não. Foi o pior dia. Jack Hawthorne não era nada do que eu queria para mim.
Eu o culpei pelo meu lapso de julgamento. Culpei seus olhos, em um tom de oceano, que olhavam diretamente para os meus sem desculpas, e aquela carranca em seu rosto pela qual eu não tinha ideia de que ficaria tão fascinada com o tempo.

Pouco depois de ele dizer que eu era o maior erro da sua vida, as coisas começaram a mudar. Não, ele ainda não falava muito, mas qualquer um é capaz de proferir algumas palavras. Suas ações falaram mais alto para mim. E, dia após dia, meu coração começou a ter vontade própria.

Em um segundo, ele não era ninguém. No próximo, ele se tornou tudo.
Em um segundo, ele era inatingível. No outro, parecia ser completamente meu.
Em um segundo, pensei que estávamos apaixonados. No outro, não passava de uma mentira.
Afinal, eu era Rose, e ele era Jack. Estávamos condenados desde o início com esses nomes. Quem poderia esperar mais alguma coisa?

Clichê sobre casamento de conveniência? Check.
Mocinho mal humorado? Check.
Mocinha forte e engraçada? Check.
Referências a Titanic? Check.
E cinco estrelas por isso rs.

Hey pessoal, tudo bom por aí? Hoje vim contar um pouco sobre a história de Casamento Para Um. O livro é sobre Jack e Rose. Sim!!! Os protagonistas se chamam Jack e Rose, mas fiquem tranquilos que ninguém aqui vai morrer num trágico acidente de navio. Amém!

Continue lendo
23jan • 21 Colleen Hoover, internacional, lançamento, literatura estrangeira, Montlake, Paranormal, Suspense, thriller

Resenha #344 Layla

Título: Layla
Autor: Colleen Hoover
Editora:Montlake
Páginas: 299
Ano: 2020
Gênero: Thriller, Paranormal
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Quando Leeds conhece Layla, acredita que passará o resto de sua vida com ela… até que um ataque inesperado a deixa entre a vida e a morte. Após semanas internada, Layla se recupera fisicamente, mas as cicatrizes emocionais e mentais transformaram a mulher por quem Leeds se apaixonou. Para recuperar seu relacionamento, ele a leva até o hotel onde se conheceram. Quando chegam, o comportamento de Layla se torna bizarro. E essa é apenas uma dos vários acontecimentos inexplicáveis.

Sentindo-se distante de Layla, Leeds logo encontra conforto em Willow – outra hóspede do hotel com quem ele sente uma conexão através das preocupações compartilhadas. Com o aumento de sua curiosidade por Willow, sua decisão de ajudá-la a encontrar respostas cria um conflito direto com o bem-estar de Layla. Ele logo percebe que precisa fazer uma escolha, pois não pode ajudar ambas. Porém, se fizer a escolha errada, será prejudicial para todos.

“Este é o momento em que, verdadeiramente, questiono quem sou como namorado, cuidador, ser humano. Não sei porque me importo tanto em ficar, ou porque acredito que  devo manter Layla comigo. Meu comportamento neste exato momento vai contra qualquer moral que tenho, mas nunca senti tamanha certeza em meu coração.”

Continue lendo
19jan • 21 12 livros para 2020, Desafio das GeLs, Karin Slaughter, literatura estrangeira, Record, resenha, romance policial, Suspense, thriller

Resenha #343 Destroçados

Título: Destroçados
Série: Will Trent
Ordem: 4
Autor: Karin Slaughter
Editora: Record
Gênero: Romance Policial/ Suspense/ Literatura Estrangeira
Páginas: 448
Ano: 2017
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Existem segredos que não podem ser levados para túmulo
O corpo de uma jovem é encontrado no fundo do gélido lago Grant, e um bilhete deixado sob uma pedra à sua margem sugere que ela tirou a própria vida. Mas, em questão de minutos, fica claro que aquilo não foi suicídio. Trata-se de um assassinato brutal, cometido a sangue-frio. Sara Linton, ex-médica legista do condado de Grant, hospedada na casa dos pais para passar o feriado de Ação de Graças, vê-se envolvida no caso quando o principal suspeito pede desesperadamente para falar com ela. Porém, quando ela chega à delegacia local, depara-se com uma tenebrosa cena na cela do prisioneiro: ele está morto, e as palavras “Não eu” foram rabiscadas na parede. Algo na confissão dele não faz sentido, então Sara convoca o Georgia Bureau of Investigation. Imediatamente, o agente especial Will Trent interrompe suas férias para se unir à equipe de investigação. No entanto, o que ele encontra é apenas uma muralha de silêncio no condado de Grant, uma comunidade extremamente unida, cujos habitantes possuem elos profundos. E a única pessoa que poderia contar a verdade sobre o que realmente aconteceu está morta.

Meu favorito da série Will Trent até o momento!
Ok, eu sei que só li um outro livro, Esposa Perfeita, não tenho como julgar toda a série, mas em comparação, Destroçados é de longe o melhor.

Quem me acompanha por aqui sabe que eu estou numa fase de suspenses, eu tenho lido bastante esse gênero nos últimos anos e conhecer a Karin Slaughter foi um incentivo a mais para o meu novo “vício”. A série do Will Trent vai contar os casos que esse investigador está envolvido, todos sempre muito cabulosos e sangrentos.

Destroçados vai nos levar para uma cidade do interior do Sul dos EUA, a cidade natal de outra personagem da série, a Sara. Sara é médica e legista em Atlanta, mas está de volta a sua cidade para passar o feriado com a família. Há anos que ela não volta para lá por conta das muitas lembranças ruins que a cidade evoca, ela era casada com o chefe de polícia local que foi assassinado enquanto cumpria seu dever. Uma tragédia que a afastou do local e de todos os seus amigos de lá.

Continue lendo
16jan • 21 12 livros para 2020, Desafio das GeLs, José de Alencar, L&PM, Literatura Nacional, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #342 Senhora

Título: Senhora
Autor: José de Alencar
Editora: L&PM
Gênero: Romance/ Literatura Brasileira
Páginas: 272
Ano: 2017
Classificação: 5 estrelas
Compre o Livro
Sinopse: José de Alencar publicou Senhora em 1875, quando o Romantismo vivia já seus últimos anos de glória. Ao lado de Diva e Lucíola, Alencar completa com Senhoraa trilogia com que se propôs a traçar “perfis” de mulher. São perfis marcados pela romântica passionalidade de mulheres que movem os romances urbanos de Alencar, ambientados no Rio de Janeiro do Segundo Império.

Em Senhora, Alencar tematiza o casamento por interesse, envolvendo Aurélia e Fernando num desgaste emocional que instigará o leitor até a situação final dos acontecimentos em nível da paixão humana.

É dia de clássico da literatura nacional por aqui. Senhora foi um dos livros que escolhi para o desafio de 12 livros para 2020, confesso que sempre quis ler essa história, mas acabei enrolado por N motivos, seu eu soubesse que iria gostar tanto com certeza teria lido mais cedo.

O livro vai nos contar a história de Aurélia, uma jovem que acabou de debutar na sociedade fluminense e é cercada de mistérios. De uma beleza ímpar, a jovem era órfã e ninguém sabia muito a seu respeito, mas logo fica claro que além da beleza ela era dotada de muita inteligência e uma fortuna enorme.

Continue lendo
09jan • 21 Aprilynne Pike, Bertrand Brasil, Fantasia, jovem adulto, literatura estrangeira, resenha, Romance

Resenha #341 Asas

Título: Asas
Série: Fadas
Ordem: 1
Autor: Aprilynne Pike
Editora: Bertrand Brasil
Gênero: Fantasia/ Jovem Adulto/Literatura Estrangeira
Páginas: 287
Ano: 2011
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Laurel foi encontrada na porta da casa de seus pais adotivos e sempre estudou com a mãe. Aos quinze anos, após se mudar para uma nova cidade e se matricular em uma escola, sua vida muda completamente. Para começar, desde sempre solitária, ela ganha um grupo de amigos e um admirador apaixonado, David. E isso será apenas o início.

À primeira vista, Laurel é uma garota comum, com os problemas de qualquer adolescente. O que a diferencia, porém, é ter um segredo maravilhoso e perigoso: ela é uma fada e tem a missão de proteger o portal de Avalon.

Fantasia na área!

Sei que esse livro é um pouco antigo e provavelmente muitos de vocês conhecem a história, ainda mais se gostar de fantasia com fadas. A Mi tinha esse livro e resolveu ler para finalizar a série e me convidou para um Buddy Read. Eu gostei da premissa e achei interessante uma história que abordasse as fadas de um jeito que eu ainda não conhecia e não tinha lido.

Tudo começa quando Laurel se muda com a família para uma nova cidade. Nossa mocinha tem 15 anos e nunca estudou em uma escola regular, criada no interior e estudando em casa, ela tinha preferência por manter seu estilo de vida, principalmente agora que sua mãe insistia que ela frequentasse a escola rs.

Continue lendo
29dez • 20 Devney Perry, drama, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #340 Letters to Molly

Título: Letters to Molly
Série: Maysen Jar
Ordem: 2
Autor: Devney Perry
Editora: Independente
Gênero: Literatura Estrangeira/ Romance
Páginas: 300
Ano: 2019
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Molly Alcott não esperava abrir sua caixa de correio em uma manhã de verão e encontrar uma velha carta enfiada entre as contas e um panfleto de supermercado. Escrita com letra familiar, datada de mais de quinze anos, a carta foi escrita para Molly depois de seu primeiro encontro com o homem que ela nunca esquecerá.
Semana após semana, novas cartas apareceram. Cada uma delas marca um evento na história de seu épico caso de amor. Cada uma cura uma ferida. Cada uma detém a confissão do homem que ainda possui o coração de Molly.
As cartas estão cheias de promessas, esperança e amor, mas, verdade seja dita, Molly deseja poder não ler todas elas.
Porque o homem que escreveu estas cartas não é quem as envia.

Eu amo um livro com drama entre casais e com segundas chances para o amor. Amo com força! Letters to Molly é exatamente assim.

Finn e Molly estão divorciados a seis anos, são pais dedicados de duas crianças e vivem suas vidas com muita tranquilidade. Finalmente eles encontraram aquele equilíbrio para fazer a família e o relacionamento com os filhos funcionar de maneira saudável. Molly parece que finalmente está pronta para um novo relacionamento, decidida a investir no vizinho simpático, trocou de carro, já aceita o fato de Finn ter uma namorada fixa e todos estão bem com o momento atual.

Continue lendo
22dez • 20 Amy Harmon, Fantasia, Ficção, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #339 The Bird and The Sword

Título: The Bird and The Sword
Série: The Bird and The Sword Chronicles
Ordem: 1
Autor: Amy Harmon
Editora: Independente
Gênero: Fantasia/ Literatura Estrangeira/ Romance
Páginas: 338
Ano: 2016
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Engula, Filha, coloque para dentro essas palavras que paíram em
seus lábios. Tranque-as profundamente dentro de sua alma,
esconda-as até elas terem tempo para crescer. Feche sua boca
sobre o poder, não amaldiçoe, não cure, até chegar a hora. Você
não falará e não cantará, você clamará pelo céu ou o inferno.
Você aprenderá e você prosperará. Silêncio, filha. Mantenha-se
viva.
O dia em que minha mãe foi morta, ela disse ao meu pai que eu não falaria novamente, e ela lhe disse que se eu morresse, ele morreria também. Em seguida, ela previu que o rei trocaria sua alma e perderia seu único filho para o céu.
Meu pai deseja o trono, e ele está esperando nas sombras que todas as palavras de minha mãe venham a acontecer. Ele quer
desesperadamente ser rei, e eu só quero ser livre.
Mas a liberdade exigirá uma fuga, e eu sou uma prisioneira da maldição de minha mãe e da ganância de meu pai. Eu não posso falar ou emitir um som, e eu não posso empunhar uma espada ou enganar um rei. Em uma terra repleta de encantamento, o amor pode ser a única mágica que resta, e quem poderia amar… um pássaro?

Hey pessoal! É dia de Amy Harmon no blog, e Amy Harmon escrevendo fantasia, então preparem-se, porque essa história merece sua atenção e ser sua próxima leitura! Vamos lá?

The Bird and The Sword é o primeiro livro da série The Bird and The Sword Chronicles. Aqui nós vamos conhecer o reino de Jeru, inicialmente ele é governado por Zoltev, um rei muito cruel e poderoso, que fez com que seu maior objetivo de vida fosse destruir todas as pessoas que tivessem habilidades especiais.

“O medo faz de nós todos fracos”

No universo que Amy Harmon criou, existem quatro habilidades especiais com as quais as pessoas poderiam nascer dotadas, são elas: Os Tellers, aqueles que tem o dom de falar algo e isso acontecer futuramente, como profetas; Os Spinners, pessoas capazes de criar coisas valiosas com as mãos, como o mais puro ouro; Os Healers, os que possuíam o dom da cura; e os Changers, que eram os que conseguiam se transformar em outras coisas como animais.

Continue lendo