Posts escritos por: Barbara Lima

18nov • 19 12 livros para 2019, Aventura, Desafio das GeLs, Fantasia, Howard Pyle, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Zahar

Resenha #287 Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda

Título: Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda
Autor: Howard Pyle
Editora: Zahar
Páginas: 456
Ano: 2015
Gênero: Aventura/ Fantasia/ Romance/ Literatura Estrangeira
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Em Rei Arthur e os cavaleiros da Távola Redonda, o renomado ilustrador e escritor Howard Pyle narra, em palavras e imagens, as famosas aventuras e lendas do Rei Arthur e seus cavaleiros. Pyle revive o nascimento de Arthur, a afirmação de seu direito ao trono, as batalhas com o Cavaleiro Negro e com o Duque da Nortúmbria, a conquista da espada Excalibur, o casamento com Lady Guinevere e as origens da Távola Redonda. Estão aqui também as histórias da Rainha Morgana, da Dama do Lago, do mago Merlin, traído pela feiticeira Vivien, de Sir Pellias, Sir Gawaine e de tantos outros personagens. Este encantador registro das lendas arturianas é um livro para todas as idades.

Esse ano ando um tanto arturiana rsrs. Li alguns livros no universo do famoso rei e ainda quero ler muitos outros porque a verdade é que a história e o mistério envolvendo a vida de Arthur são fascinantes.

Rei Arthur e o Cavaleiros da Távola Redonda faz parte do desafio dos 12 livros para 2019. Após me iniciar no mundo das Brumas de Avalon, confesso que me empolguei com o universo e iniciei esse livro com altas expectativas. Mas confesso que não estava preparada para o que encontrei.

Continue lendo
11nov • 19 12 livros para 2019, Desafio das GeLs, Fantasia, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Suspense, thriller, Única, William Ritter

Resenha #286 Jackaby

Título: Jackaby
Autor: William Ritter

Série: Jackaby #1
Editora: Única
Gênero: Mistério/ Fantasia/ Literatura Estrangeira
Páginas: 256
Ano: 2015
Classificação: 5 estrelas

Compre aqui

Sinopse: “Eu sou um homem de razão e da ciência. Acredito no que vejo e posso provar, e o que vejo geralmente é difícil para os outros compreenderem. Até onde eu descobri, tenho um dom ímpar. Isso me permite ver a verdade quando os outros só enxergam ilusão. E há muitas ilusões, muitas máscaras e fachadas. Como dizem, o mundo todo é um palco e parece que eu tenho a única poltrona da casa, com vista para os bastidores.” Abigail Rook deixou sua família na Inglaterra para encontrar uma vida mais empolgante além dos limites de seu lar. Entre caminhos e descaminhos, no gelado janeiro de 1892 ela desembarca na cidade de New Fiddleham. Tudo o que precisa é de um emprego de verdade, então, sua busca a leva diretamente para Jackaby, o estranho detetive que afirma ser capaz de identificar o sobrenatural. Contratada como assistente, em seu primeiro dia de trabalho Abigail se vê no meio de um caso emocionante: um serial killer está à solta na cidade. A polícia está convencida de que se trata de um vilão comum, contudo, para Jackaby, o assassino com certeza não é uma criatura humana. Será que Abigail conseguirá acompanhar os passos desse homem tão excêntrico? Ela finalmente encontrou a aventura com a qual tanto sonhara. Prepare-se para desvendar este mistério! Um livro destinado aos fãs de Sherlock Holmes e Doctor Who. Eleito o melhor livro jovem 2014 pela Kirkus Review e um dos 40 melhores YA da estação pela CNN e vencedor do prêmio Pacific Northwest 2015.”

Eu não sabia que precisava desse livro até começar a leitura.

Jackaby foi uma aquisição aleatória da Bienal de 2017, passei no estande, estava abaixo da faixa da pobreza e tinha uma sinopse interessante, comprei. Mas só agora fui ler o livro que ficou por bons dois anos encostado na estante. Mal sabia eu o que estava perdendo…

Esse é o primeiro livro de uma série que acompanha o detetive Jackaby. Ele é especializado em resolver casos extraordinários, só mistérios inacreditáveis e com seres que acreditamos viver apenas nos contos de fadas.

Continue lendo
07nov • 19 comédia romantica, Globo Alt, Leisa Rayven, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #285 Professor Feelgood

Título: Professor Feelgood
Autor: Leisa Rayven

Série: Masters of Love #2
Editora: Globo Alt
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira
Páginas: 368
Ano: 2018
Classificação: 5 estrelas

Compre aqui

Sinopse: Romântico e atual, o guardado segundo livro da série de Mr. Romance (Masters of Love) traz o humor e os personagens envolventes característicos de Leisa Rayven. Asha Tate é uma ambiciosa assistente editorial. Romântica ao extremo, ela sonha com um amor que a leve às alturas. O homem ideal deve preencher todos os requisitos de sua longa lista – e talvez seja por isso que ela ainda não o tenha encontrado. Mas o romance fica em segundo plano quando o assunto é carreira, e tudo indica que ela está prestes a ser promovida. No entanto, para conseguir o cargo dos seus sonhos, ela deve achar um best-seller que balance o mercado editorial. Ela só não imagina que será balançada com ele. Em busca do próximo sucesso de vendas da editora Whiplash, Asha acaba entrando em contato com o Instagram do misterioso Professor Feelgood, que tem milhões de seguidores e um grande potencial de vendas. Mais do que apenas fotos sensuais de seu incrível corpo, o Professor posta poemas angustiados que atingem em cheio a sua alma. Mas o homem por trás da página acaba sendo bem diferente do que ela imaginava. Claro, seu corpo é lindo e seu rosto é de morrer, mas ele é intenso, arrogante e parece ter raiva do mundo todo – principalmente dela. Logo, o projeto dos sonhos de Asha parece ter tudo para se tornar um grande pesadelo. Para piorar, a atração que parece queimar entre ela e o Professor não ajuda em nada a manter sua cabeça no lugar. Dividida entre traumas do passado, sua carreira ascendente e sentimentos conflitantes, Asha terá que descobrir como publicar um sucesso editorial, resolver suas questões pessoais e, acima de tudo, lidar com o complexo professor.

Confesso que depois de Mr. Romance não estava dando nada por esse livro e série, mal sabia eu o que estava perdendo e como Professor Feelgood é muito bom!

Asha é a irmã da protagonista do primeiro livro da série Masters of Love, ela é uma jovem assistente editorial de uma editora que está passando por dificuldades financeiras. Uma nova vaga de editor aparece e Asha acredita ser a sua chance de se tornar a editora mais jovem da Whiplash, mas para isso acontecer, ela precisa enfrentar uma pequena disputa interna entre assistentes. Aquele que descobrir o próximo best-seller seria promovido.

Continue lendo
29out • 19 Elle Kennedy, literatura estrangeira, new adult, Paralela, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #284 The Risk

Título: The Risk – O Dilema de Brenna e Jake
Autor: Elle Kennedy

Série: Briar U #2
Editora: Paralela
Páginas: 384
Ano: 2019
Gênero: New Adult/ Literatura Estrangeira/ Romance
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Todo mundo diz que eu sou uma garota má. Deve ser porque faço o que bem entendo e não estou nem aí para o que os outros pensam de mim. Apesar disso, dormir com o inimigo não faz meu tipo. Como filha do técnico de hóquei da Briar, minha vida estaria arruinada se eu me relacionasse com um jogador de um time rival.

E essa é a definição de Jake Connelly. Estrela e capitão do time de Harvard, ele é arrogante, irritante e atraente demais pra ser verdade. E o pior é que eu preciso que ele tope fingir ser meu namorado para que eu consiga meu tão sonhado estágio na HockeyNet. Mas é claro que aquele gostoso idiota não vai facilitar: para cada encontro falso… ele quer um pra valer.

O que significa que estou em apuros. Isso de ficar saindo às escondidas com Jake Connelly não tem como dar certo. Embora esteja cada vez mais difícil resistir ao desejo e ao sorriso de Jake, me recuso a me apaixonar por ele.

Esse é o único risco que eu não vou correr.

Ah Jake e Brenna, muito obrigada Elle Kennedy por criar esses dois!

Tudo bom com vocês? Sei que nesse blog tem muitos fãs de New Adult, é um gênero muito popular e que infelizmente não tem tantos bons livros publicados, então é preciso garimpar para achar algo que valha a pena, a galinha e os ovos juntos. Por sorte a Elle Kennedy é uma das autoras em quem confio e fico ansiosa para ler suas publicações. Com o segundo livro da série Briar U, as expectativas estavam na lua e não me decepcionei.

Brenna é a melhor amiga de Summer, a mocinha do primeiro livro, é também filha do técnico do time de hóquei da Universidade Briar. No primeiro livro ela já chama nossa atenção por ser cheia de atitude e um tanto desbocada, amei a Brenna de cara rsrs. Lá ela também conhece Jake, o capitão do time que é o maior rival da Briar, Harvard.

Continue lendo
22out • 19 Astral Cultural, Literatura Nacional, Marina Carvalho, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #283 Um Dorama Para Chamar de Meu

Título: Um Dorama Para Chamar de Meu
Autor: Marina Carvalho
Editora: Astral Cultural
Páginas: 320
Ano: 2019
Gênero: Romance/ Literatura Nacional
Classificação: 4,5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Mariana Pena orgulha-se de seu trabalho como assessora de comunicação. É tão dedicada que foi transferida para a sede da agência, a Comunicarte, em São Paulo, onde acaba recebendo maior reconhecimento profissional. Não poupa esforços para realizar suas tarefas com competência e dedicação, característica adquirida durante os anos em que treinou boxe com o pai, com quem aprendeu a ter disciplina e muita força de vontade. Não é qualquer pancada da vida que a derruba.

Nem mesmo a nova missão à que foi designada: assessorar o fotógrafo sul-coreano, radicado no Brasil desde a infância, autor de coletâneas de fotografias que registram o ser humano inserido em suas rotinas, durante a turnê do último lançamento, Retratos. Além de talentoso, Joaquim Matos – ou Yoo Hwa-In – é uma personalidade bastante reconhecida por seu trabalho artístico. Um tanto introspectivo e cheio de mistério no que diz respeito a sua cultura, a missão de Mariana acaba se apresentando mais trabalhosa do que ela imaginava.

E tudo complica mais um pouco quando, de repente, mensagens anônimas surgem, destinadas ao fotógrafo, todas com ameaças explícitas à vida dele. No começo Joaquim e Mariana acreditam que se trata de algum hater, do tipo que late sem morder. Porém, à medida que as abordagens vão se tornando mais concretas, surgem novas hipóteses e uma possibilidade vinda do passado, lá da Coreia do Sul ainda.

Em meio a eventos literários, autógrafos, estadias em inúmeros hotéis, voos cancelados, coquetéis, discussões, nasce um vínculo entre artista e assessora que vai evoluindo para uma relação cada vez mais forte e intensa, incontrolável até. Mariana usa suas habilidades esportivas para garantir a segurança de Joaquim, mesmo que viva se colocando em risco por isso.
Nessa história ainda há espaço para referências culturais coreanas, amizades fiéis, uma família para lá de eclética e um romance de tirar o fôlego.

Alô, alô dorameiras de plantão? Temos alguma por esse blog? Rsrs

A onda asiática aos poucos tem dominado o mundo ocidental, começou com os desenhos, agora as músicas estão muito em alta, as séries estão se tornando cada vez mais populares e na literatura não poderia ser diferente né!

Como toda criança, eu tive a minha fase com os desenhos japoneses, já adulta não revisitei esse mundo até em meados de 2016/2017 quando uma amiga me apresentou ao mundo dos doramas. Foi um caminho sem volta, já até perdi as contas de quantas séries já assisti. Quando o Kpop (música pop sul coreana) começou a bombar aqui no Brasil, muitos livros foram lançados sobre os artistas e guias para entender essa cultura tão diferente, cheguei a ver o lançamento de um romance dentro desse mundo, mas não senti confiança de ler, até descobrir que a Marina Carvalho lançaria um livro com esse tema. No dia 7 de setembro, estive no lançamento do livro na Bienal do Livro Rio, poucos dias depois não aguentei de curiosidade e comecei a leitura.

Tudo começa quando Mariana Pena, uma assessora de comunicação, é contratada para assessorar um fotografo famoso, que estaria lançando um novo livro, durante sua turnê pelo país. Joaquim Matos ou Yoo Hwa-In ganhou fama com seu trabalho, mas ele tem uma personalidade mais fechada, um tanto taciturno, tipo um Mr. Darcy da vida rs. Nascido na Coreia do Sul, ele veio muito jovem com a família para o Brasil, então ele tem raízes fortes em sua cultura, mas também é aberto ao estilo brasileiro.

Continue lendo
16out • 19 Beth O'Leary, comédia romantica, intrínseca, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #282 Teto Para Dois

Título: Teto Para Dois
Autor: Beth O’Leary
Editora: Intrínseca
Páginas: 400
Ano: 2019
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Eles dividem um apartamento com uma cama só. Ele dorme de dia, ela, à noite. Os dois nunca se encontraram, mas estão prestes a descobrir que, para se sentir em casa, às vezes é preciso jogar as regras pela janela.

Três meses após o término do seu relacionamento, Tiffy finalmente sai do apartamento do ex-namorado. Agora ela precisa para ontem de um lugar barato para morar. Contrariando os amigos, ela topa um acordo bastante inusitado.

Leon está enrolado com questões financeiras e tem uma ideia pouco convencional para arranjar dinheiro rápido: sublocar seu apartamento, onde fica apenas no período da manhã e da tarde nos dias úteis, já que passa os finais de semana com a namorada e trabalha como enfermeiro no turno da noite. Só que tem um detalhe importante: o lugar tem apenas uma cama.

Sem nunca terem se encontrado pessoalmente, Leon e Tiffy fecham um contrato de seis meses e passam a resolver as trivialidades do dia a dia por Post-its espalhados pela casa. Mas será que essa solução aparentemente perfeita resiste a um ex-namorado obsessivo, uma namorada ciumenta, um irmão encrencado, dois empregos exigentes e alguns amigos superprotetores?

Sabe aquele livro que parece um abraço? Teto Para Dois é ele.

Eu vi a indicação desse livro e pela sinopse já achei curioso, como assim um casal vai dividir uma casa, uma cama (!!!!!), sem se conhecerem? Como esse arranjo seria possível? Na mesma hora decidi que precisava ler e comecei imediatamente.

Eu tenho uma queda enorme por clichês de casais que dividem casa e daí desenvolvem um relacionamento, mas será que esse livro estava indo por esse caminho?

Continue lendo
12out • 19 Ficção, Greer Hendricks, literatura estrangeira, Paralela, resenha, Sarah Pekkanen, Suspense

Resenha #281 A Mulher Entre Nós

Título: A Mulher Entre Nós
Autor: Greer Hendricks e Sarah Pekkanen
Editora: Paralela
Páginas: 352
Ano: 2018
Gênero: Suspense/ Ficção/ Literatura Estrangeira
Classificação: 2,5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Um livro de suspense que explora as complexidades do casamento e as verdades perigosas que ignoramos em nome do amor.

Aos 37 anos, a recém divorciada Vanessa está no fundo do poço. Deprimida, morando no apartamento de sua tia, ela não tem filhos, dinheiro ou amigos verdadeiros. Ao descobrir que Richard, seu rico e carismático ex-marido, está prestes a se casar de novo, algo dentro de Vanessa se quebra. A partir de agora, sua vida irá revolver em torno de uma única obsessão: impedir esse matrimônio. Custe o que custar.
Na superfície, Nellie se parece com qualquer outra jovem bela e sonhadora que veio para Manhattan começar sua tão sonhada vida adulta. Mas a personalidade tranquila que ostenta é apenas uma fachada. Em sua mente, perdura um segredo que a fez fugir de sua cidade natal e que a impede de caminhar em paz quando está sozinha.
Ao conhecer Richard – bem sucedido, protetor, o homem dos sonhos – ela finalmente começa a sentir-se segura. Ele promete protegê-la de todos os males, para o resto de sua vida. Mas, de repente, ela começa a receber ligações misteriosas. Fotografias em seu quarto são movidas de lugar. O lenço que ela planejava usar em seu casamento desaparece. Alguém está perseguindo-a, alguém quer o seu mal. Mas quem?

Olá! Como vocês estão???

Hoje vamos conversar um pouco sobre A Mulher Entre Nós, um suspense que me deixou muito curiosa e louca para ler. Mal sabia eu a decepção que seria…

A mulher entre nós, conta a história de duas mulheres em paralelo, Nellie e Vanessa. Vanessa acabou de se divorciar e o fim de seu casamento não ocorreu de um jeito muito bom, diversos problemas no matrimônio levaram à sua dissolução, mas inicialmente tudo é muito confuso, não entendemos direito como tudo chegou ao fim, ainda mais quando percebemos que Vanessa ainda não superou o que aconteceu. Agora seu ex marido Richard, está de casamento marcado com uma nova mulher, mais jovem, muito bonita e aparentemente mais estável psicologicamente que Vanessa.

Continue lendo
09out • 19 Lauren Layne, literatura estrangeira, new adult, Paralela, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #280 Como Num Filme

Título: Como Num Filme
Autor: Lauren Layne

Série: Recomeços #0,5
Editora: Paralela
Páginas: 224
Ano: 2018
Gênero: New Adult/ Literatura Estrangeira/ Romance
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: As únicas coisas que o mauricinho Ethan e a rebelde Stephanie têm em comum são o curso de cinema na Universidade de Nova York e o roteiro que precisam desenvolver juntos. Mas, quando a proposta de recriar clássicos de Hollywood se confunde com a realidade, eles acabam se tornando os protagonistas de uma história de amor digna de Oscar! Ela quer um quarto confortável em uma boa casa. Ele quer ficar longe de sua ex. Eles precisam de uma boa nota.

Convencidos a ajudar um ao outro, os dois entram em um acordo: Stephanie será a namorada de mentirinha de Ethan enquanto ele a deixa morar em seu apartamento. Para isso, ela deverá fingir ser uma perfeita lady: discreta, arrumadinha e, claro, completamente apaixonada… igualzinha à personagem do filme que estão criando. Contudo, à medida que os dois se aproximam, Ethan se vê completamente apaixonado pela garota cheia de mistérios e contradições ao seu lado. Agora, ele vai ter que decidir: será que seus sentimentos são pela Stephanie de verdade? Ou apenas pela versão que ele criou?

New Adult na área! E eu sei que vocês amam!

Eu conheci esse livro enquanto olhava o skoob, li a sinopse e logo me interessei. Já tinha lido outro livro da Lauren Layne e senti que ia gostar desse tanto quanto gostei de Mais que Amigos. Dito e feito! Uma madrugada depois, lá estava eu finalizando a leitura, com sono mas bem feliz.

Como num Filme conta a história de Stephanie e Ethan. Ela é uma estudante de cinema na Universidade de Nova York que durante o verão começou a fazer um curso com um cineasta famoso. Ethan é um estudante de administração, mas que também se candidatou para o mesmo curso. O destino age e os dois são postos para trabalhar juntos no roteiro de um filme. Mas eles não poderiam ser mais opostos do que já eram!

Continue lendo
02out • 19 Chick Lit, Kevin Kwan, literatura estrangeira, Record, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #279 Asiáticos Podres de Ricos

Título: Asiáticos Podres de Ricos
Autor: Kevin Kwan

Série: Podres de Ricos #1
Editora: Record
Páginas: 490
Ano: 2018
Gênero: Chick Lit/ Literatura Estrangeira/ Romance
Classificação: 2,5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Best-seller internacional que inspirou uma das mais aguardadas adaptações cinematográficas do ano. Quando Rachel Chu chega a Cingapura com o namorado para o casamento de seu melhor amigo, imaginava passar dias tranquilos com uma simpática família. Só que Nick não mencionou alguns detalhes, como o fato de sua família ter muito, muito dinheiro, que ela viajaria mais em jatinhos particulares do que de carro e que caminhar de mãos dadas com um dos solteiros mais ricos da Ásia era como ter um alvo nas costas. Logo, Rachel percebe que não será poupada das fofocas e intrigas. Isso sem falar na mãe de Nick, uma mulher com opiniões bem fortes sobre com quem o filho deve – ou não – se casar. Um passeio pelos cenários mais exclusivos do Extremo Oriente – das luxuosas coberturas de Xangai às ilhas particulares do mar da China Meridional –, Asiáticos Podres de Ricos é uma visão do jet set oriental por dentro. Com seu olhar satírico, Kevin Kwan traça um retrato engraçadíssimo do conflito entre os novos-ricos e as famílias tradicionais em seu romance de estreia, que já fez milhares de leitores chorarem de tanto rir no mundo todo.

Sinto te informar caro leitor, mas esse livro é um caso de “o filme é melhor”.

Comecei a ler Asiáticos Podres de Ricos por incentivo da Mi, ela tinha amado o filme e decidiu ler, eu ainda não tinha visto o filme e decidi que era melhor começar pelo livro. Bom, eu sou fã da cultura asiática e achei muito curioso ler sobre as pessoas mais ricas dessa região. Mal sabia eu a decepção que seria…

A história gira em torno do casal Nick e Rachel, ambos são professores em uma universidade nos Estados Unidos, e durante as férias, Nick decide convidar Rachel para conhecer o país em que nasceu e por consequência sua família. Ele estava voltando para Cingapura para ser padrinho de casamento do seu melhor amigo, então nada melhor do que levar Rachel como acompanhante e após o casamento, passear pelos lugares paradisíacos da Ásia.

Continue lendo
25set • 19 12 livros para 2019, Biografia, Desafio das GeLs, Não Ficção, resenha, Resenhas de Livros

Resenha #278 C. S. Lewis: A Life

Título: C. S. Lewis: A Life: Eccentric Genius, Reluctant Prophet
Autor: Alister McGrath
Editora: Hodder & Stoughton
Páginas: 448
Ano: 2013
Gênero: Biografia/ Não Ficção
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro em Português / Inglês

Sinopse: Por mais de meio século, C. S. Lewis vem alimentando a imaginação de milhões de pessoas em todo o planeta com seu fantástico mundo de Nárnia. Para celebrar o 50º aniversário de sua morte, o dr. Alister McGrath reconta a vida deste que é considerado um dos maiores escritores do século XX.

Olá! Como estão?

Bom, hoje vou contar como foi a minha primeira experiência com biografias. Um tempo atrás ouvi um dica sobre biografias, que dizia que o ideal era ler sobre alguém cuja a vida te interessasse de alguma forma. Por isso a escolha do livro sobre a vida do Lewis para a minha iniciação no gênero.

O livro é dividido em 15 capítulos e é um paralelo intencional que o autor fez com a autobiografia escrita pelo C. S. Lewis que também possui 15 capítulos. Ele segue a linha cronológica da vida do Lewis, nos apresentando seu nascimento com alguns breves detalhes da linhagem de sua família, sua infância e marcos importantes da mesma, adolescência, vida adulta e quando ele encontra a fama e os percalços que enfrentou por causa da mesma, seu casamento, morte e por fim o legado que nos deixou.

Continue lendo
04set • 19 intrínseca, Liane Moriarty, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #277 O que Alice Esqueceu

Título: O que Alice Esqueceu
Autor: Liane Moriarty
Editora: Intrínseca
Páginas: 416
Ano: 2018
Gênero: Ficção/ Romance/ Literatura Estrangeira
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Alice tinha certeza de que era feliz: aos 29 anos, casada com Nick, um marido lindo e amoroso, aguardando o nascimento do primeiro filho rodeada pela linda família formada por sua irmã, a mãe atenciosa e a avó. Mas tudo parece ir por água abaixo quando ela acorda no chão da academia… dez anos depois!

Enquanto tenta descobrir o que aconteceu nesse período, Alice percebe que se tornou alguém muito diferente: uma pessoa que não tem quase nada em comum com quem ela era na juventude e, pior, de quem ela não gosta nem um pouco.

Ao retratar a vida doméstica moderna provocando no leitor muitas risadas e surpresas, Liane Moriarty constrói uma narrativa ao mesmo tempo ágil e leve sobre recomeços, o que queremos lembrar e o que nos esforçamos para esquecer.

Que livro galera! Que livro!

Nunca tinha lido nada da Liane Moriarty, até o dia em que a Mi comentou sobre um livro aleatório que tinha começado. Enquanto ela falava do enredo, fui me interessando cada vez mais, porém como tinha outras leituras em andamento, deixei esse para depois. Bom, quando comecei não consegui mais parar. Passei um dia e virei uma noite lendo esse livro, foi impossível pausar a leitura até chegar ao desfecho!

O Que Alice Esqueceu conta a história de uma mulher que perde a memória após sofrer um acidente. Alice desmaia e acorda com dez anos de memórias perdidas. Ela acredita estar em 1998, grávida do primeiro filho e loucamente apaixonada pelo marido, quando na verdade está em 2008, mãe de três filhos e no meio de um processo de divórcio tenso!

Continue lendo
26ago • 19 literatura estrangeira, new adult, Outro Planeta, resenha, Resenhas de Livros, Romance, Tillie Cole

Resenha #276 Um Desejo para Nós Dois

Título: Um Desejo Para Nós Dois
Autor: Tillie Cole
Editora: Outro Planeta
Páginas: 416
Ano: 2019
Gênero: New Adult/ Romance/ Literatura Estrangeira
Classificação: 2 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Da mesma autora de Mil beijos de garoto, uma história sobre o poder transformador da música.
Uma história de música. Uma história de cura. Uma história em que o amor conquista tudo. Bonnie é a explosão de cor na escuridão dele. Cromwell é a batida que faz o coração dela pulsar. Aos dezenove anos, Cromwell Dean é a estrela em ascensão da dance music eletrônica. É adorado por milhares de pessoas, mas ninguém o conhece de verdade. Ninguém vê a cor do seu coração. Até a garota do vestido roxo. Ela é a primeira que consegue ver através das barreiras que Cromwell construiu para a escuridão que o habita.
Quando deixa para trás o céu cinzento da Inglaterra para estudar música na Carolina do Sul, a última coisa que ele espera é vê-la de novo. E ele certamente não espera que a garota do vestido roxo fique em sua cabeça como uma música. Bonnie Farraday vive pela música. Ela deixa cada nota tocar seu coração e não entende como alguém tão talentoso quanto Cromwell pode evitar fazer o mesmo. Ele está se escondendo de seu passado e ela sabe disso. Bonnie tenta ficar longe, no entanto, algo continua chamando-a de volta. Mas quando uma sombra se aproxima dela, cabe a Cromwell ser sua luz, da única maneira que ele sabe. Ele deve ajudá-la a encontrar a música perdida em seu coração frágil, deve mantê-la forte com uma sinfonia que só ele pode compor. Uma sinfonia de esperança. Uma sinfonia de amor.

Eu acredito que escrever uma resenha negativa é muito mais fácil que uma positiva. Soltar o verbo explicando tudo o que se desgostou, em minha opinião, é catártico. O desafio é fazer isso sem ser desrespeitosa, não gostei desse livro, mas prometo que tentarei escrever com lucidez e espero que ela fale mais alto que a minha revolta contra a história.

Vamos começar.

O livro conta a história de Cromwell e Bonnie, ele é um jovem DJ em ascensão no cenário da música eletrônica, e ela uma compositora cursando faculdade de música no interior sulista dos EUA. Durante uma viagem à Inglaterra, Bonnie tem seu primeiro contato com Cromwell e só posso dizer que não foi nada amigável.

Continue lendo
1 2 3 17