adulto

Resenha #231 Tight

Por Barbara em 21 ago • 2018

Posts arquivados em: Mês: agosto 2018

28ago • 18 literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance de Época

Resenha #232 Sweet Lullaby

Título: Sweet Lullaby
Autor: Lorraine Heath
Editora: Diamond Books
Páginas: 292
Ano: 1994
Gênero: Romance de Época/ Literatura Estrangeira 
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Uma família é para sempre…

Rebecca

Filha de um rancheiro próspero, ela ficou grávida – e foi abandonada pelo pai de seu filho…

Jake

Um trabalhador do Lazy A, ele sonha em começar uma vida em sua terra no Texas – se ele apenas pudesse encontrar uma mulher com quem compartilhá-la…

Desesperado para evitar um escândalo, o pai de Rebecca faz a Jake uma proposta chocante: casar com sua filha e ser pai de seu filho. Jake sempre a amara de long; agora era sua chance de esquecer a dor de sua criação e construir um lar amoroso para três. Mas poderia Rebecca esquecer as promessas de um amante que desapareceu como o vento e seguir Jake para uma nova vida?

 

O ano é 1883 e nós estamos no sul dos EUA. E é pelos cenários maravilhosos das fazendas sulistas que nós conhecemos Rebecca e Jake.

Reb é filha de um rancheiro, foi criada para ser rancheira e herdar as terras do pai, uma jovem que sempre trabalhou duro e sempre foi muito amada pelo pai, até que nossa mocinha engravida e tudo muda. Pior ainda é que o pai do bebê se foi sem dar previsão de quando voltaria. Agora, tudo o que o pai de Reb quer é que sua filha se case o mais rápido possível, ele inclusive tem até o candidato perfeito: Jake.

Continue lendo

21ago • 18 adulto, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance, Suspense

Resenha #231 Tight

Título: Tight
Autor: Alessandra Torre
Editora: Independente
Páginas: 300
Ano: 2015
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira/ Adulto/ Suspense
Classificação: 4,5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Eu estava feliz em minha pequena cidade, em minha vida como uma mulher de 32 anos de idade, solteira. Eu tinha um bom trabalho, amigos maravilhosos, minha independência.

Eu também não ficava com alguém há três anos. Não tinha tido um encontro a dois. Tinha parado de contar calorias e de usar maquiagem… uns tempo atrás.

Então Brett Jacobs agitou isso. Acariciou minha coxa, cavou os dedos ásperos no meu cabelo, baixou sua boca macia na minha pele, assumiu o controle sexual da minha mente e agitou tudo ao redor com o que ele guardava em suas calças. Ele virou minha vida tranquila de cabeça para baixo e se arrastou para um lugar no meu coração que eu pensava estar morto.

O problema é o seu segredo.

O problema é ela.

O problema é que eu nem sei se ela existe mesmo, e ele acha que ela está morta.

O problema é que a merda está prestes a bater no ventilador e eu não consigo segurar-me nele firme o suficiente.

 

Esse livro me tirou o sono!
Sério galera!

Tight da Alessandra Torre é um livro totalmente diferente de tudo o que eu já tinha lido e já vou logo avisando que vou contar o mínimo do enredo porque qualquer coisa pode ser spoiler.

A história começa com Riley numa despedida de solteira com suas amigas, nessa viagem ela conhece Brett, um homem encantador e de cara a atração entre eles explode. Para Riley aquilo parecia ser só uma aventura de fim de semana, um sonho que acabaria assim que ambos voltassem para suas casas. Ela para sua vida simples de bancária numa cidade pequena e ele para o que quer que ele fizesse rs.

Continue lendo

08ago • 18 beijos, Sobre Primeiros Beijos

Sobre Primeiros Beijos #15

Hey pessoas! Com saudades da coluna mais beijoqueira desse blog? Eu estava! Por isso selecionei 5 primeiros beijos das minhas leituras mais recentes e trouxe aqui para vocês. Lembrando que não é porque o casal se beija que eles ficam juntos no final rsrs, então podem ficar tranquilos quanto a spoilers kkk

Então bora lá? Solta o play e vem se apaixonar comigo!

 

 

“- Sim, – eu digo sorrindo, mas depois o meu sorriso é apagado por seus lábios enquanto ele os pressiona lentamente contra os meus, com tanta suavidade, tal sensualidade que meus joelhos fraquejam, e envolvo meus braços ao redor de seu pescoço para não cair. Ele envolve uma mão em volta da minha cintura, puxando-me para mais perto enquanto ele me beija, e eu perdi toda a consciência à minha volta, da cidade, dos últimos dias da minha vida, porque no segundo em que os lábios de Matthew tocaram os meus, eu sei que é daqueles beijos.”

Jane e Matthew – Far Too Tempting

 

 

 

Continue lendo

01ago • 18 Fantasia, intrínseca, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #230 Dias de Sangue e Estrelas

Título: Dias de Sangue e Estrelas
Autor: Laini Taylor
Série: Feita de Fumaça e Osso #2
Editora: Intrínseca
Páginas: 448
Ano: 2013
Gênero: Fantasia/Romance/ Literatura Estrangeira
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Karou, uma estudante de artes plásticas e aprendiz de um monstro, por fim encontrou as respostas que sempre buscou. Agora ela sabe quem é – e o que é. Mas, com isso, também descobriu algo que, se fosse possível, ela faria de tudo para mudar: tempos atrás Karou se apaixonou pelo inimigo, que a traiu, e por sua culpa o mundo inteiro foi punido. Na deslumbrante sequência de Feita de fumaça e osso, ela terá que decidir até onde está disposta a ir para vingar seu povo. Dias de sangue e estrelas mostra Karou e Akiva em lados opostos de uma guerra ancestral. Enquanto os quimeras, com a ajuda da garota de cabelo azul, criam um exército de monstros em uma terra distante e desértica, Akiva trava outro tipo de batalha: uma batalha por redenção… por esperança. Mas restará alguma esperança no mundo destruído pelos dois?

 

Que livro! Que livro meus caros.

Se em Feita de Fumaça e Osso nós nos encantamos com a tragédia do romance entre um Serafim e uma Quimera, algo tão blasfemo, romântico e trágico quanto Romeu e Julieta, em Dias de Sangue e Estrelas somos levados a um outro nível.

Não é apenas um novo degrau na história de Karou e Akiva, Laini Taylor nos apresenta uma nova perspectiva do mundo que criou.

Naquele ciclo de massacres, represália gerava represália, para sempre.

Karou volta para Eretz após descobrir sua verdadeira identidade e o que tinha acontecido com sua família Quimera, mas ela volta para um mundo destruído em que a guerra foi oficialmente encerrada e o que resta de sua raça, está sendo aos poucos exterminada pelos vitoriosos Serafins.

Continue lendo