adulto

Resenha #231 Tight

Por Barbara em 21 ago • 2018
19fev • 18 Chick Lit, desafio, Desafio das GeLs, literatura estrangeira, resenha, Verus

Resenha #211 A Pequena Livraria dos Corações Solitários #1

Título: A Pequena Livraria dos Corações Solitários
Série: A Livraria dos Corações Solitários
Ordem: 1
Autor: Annie Darling
Editora: Verus
Gênero: Chick Lit/Romance
Páginas: 308
Ano: 2017
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

 

Sinopse: Era uma vez uma pequena livraria em Londres, onde Posy Morland passou a vida perdida entre as páginas de seus romances favoritos. Assim, quando Lavinia, a excêntrica dona da Bookends, morre e deixa a loja para Posy, ela se vê obrigada a colocar os livros de lado e encarar o mundo real. Porque Posy não herdou apenas um negócio quase falido, mas também a atenção indesejada do neto de Lavinia, Sebastian, conhecido como o homem mais grosseiro de Londres. Posy tem um plano astucioso e seis meses para transformar a Bookends na livraria dos seus sonhos — isso se Sebastian deixá-la em paz para trabalhar. Enquanto Posy e os amigos lutam para salvar sua amada livraria, ela se envolve em uma batalha com Sebastian, com quem começou a ter fantasias um tanto ardentes. Resta saber se, como as heroínas de seus romances favoritos, Posy vai conseguir o seu “felizes para sempre”. O primeiro livro da série A Livraria dos Corações Solitários!

 

Hey pessoal, como vocês estão?

Hoje a resenha é desse livro que só pela capa já dá pra perceber que é fofo né?!

A Pequena Livraria dos Corações Solitários, conta a história de Posy, uma jovem mulher que acabou de herdar uma livraria centenária, a Bookends. Essa livraria estava na família de sua antiga dona há muitos anos, mas seus tempos de glória se foram há tempos.

Em seu testamento, Lavinia – antiga dona, deixa para Posy, que era como uma neta para Lavinia, a missão de reformar a Bookends e fazer com que ela tivesse sucesso novamente. Em um prazo de dois anos, Posy deveria fazer a livraria gerar lucro ou então ela passaria para Sebastian, neto de Lavinia e ex-crush da nossa mocinha.

É então que Posy, com a ajuda dos funcionários, começa a criar vários planos de reestruturação da Bookends ao mesmo tempo em que precisa lidar com a presença irritante de Sebastian e suas discussões sem fim.

Sebastian é aquele cara lindo, que até mesmo vestido de forma estranha parece um modelo. Um perfeito lorde inglês, só que com bem menos tato. Ele foi considerado pela impressa como o homem mais grosso de Londres, é muito rico tanto por causa da fortuna da família, quanto por ser um gênio da tecnologia. E é fato, ele não perde uma oportunidade para implicar com a Posy.

“Portanto era de fato muito fácil detestar Sebastian, mas também muito, muito fácil apreciar sua beleza”

Os dois vivem em pé de guerra, o que me fez rir bastante e até ansiar pelos próximos confrontos rs. E vocês sabem né? Onde tem muita discussão pelas menores coisas é porque existe uma tensão pra não dizer atração rs.

Eu li A Pequena Livraria muito rápido, é aquele tipo de livro que quando você começa, não vê o tempo passar e quando piscou acabou. Tem diversas situações divertidas, mas o que me encantou mesmo foi a atmosfera da Livraria.

“As pessoas ainda adoravam ler. Ainda adoravam se perder em um mundo criado em papel e tinta. Ainda compravam livros e, com o tipo certo de plano e paixão, elas os comprariam na Bookends.”

A Annie Darling conseguiu traduzir muito bem o que nós amamos tanto em uma livraria, a experiência de se ver perdida entre as palavras dos seus autores favoritos, ou a ansiedade por um livro novo e um mundo desconhecido… e a Posy é uma personagem que reflete muito isso, ela cresceu ali, aquela é a casa dela e em meio a insegurança de estar fazendo algo novo, a gente sente com ela a alegria de seguir adiante em um negócio que ela ama.

Nós também temos várias outras personagens secundários bem interessantes e curiosos, e que vamos conhecer ao longo da série que vai contar suas histórias. Confesso estar bem curiosa a respeito de alguns. Inclusive o segundo livro já está em pré-venda #comemora.

Eu gostei de verdade de A Pequena Livraria, sentia falta do humor sarcástico inglês, sou apaixonada nessa capa e edição – Parabéns capista! Mas achei que a autora deixou muito pro final o desenvolvimento do romance. Os protagonistas ficam se cozinhando em banho – maria por quase o livro todo e no final… pah! Tudo resolvido. A impressão que tive é que ela queria encerrar o livro com X páginas e por isso adiantou o que não deveria ser adiantado.

O romance em si ficou muito nas entrelinhas e nas últimas páginas tudo acaba se resolvendo de uma hora pra outra. Eu fiquei: “Hey, me dê mais algumas páginas! Eles finalmente estão juntos!” rsrs. A dúvida que fica é se foi intencional por ser o primeiro livro da série e mais pra frente talvez ela volte a esse casal, ou vejamos o relacionamento deles se desenvolver pela visão das outras personagens, ou a autora quis resolver os dois sem muito mais drama e decidiu encerrar assim, mas ainda acredito que o livro merecia umas páginas a mais. Por isso 4 estrelas.

De qualquer forma fica aqui a minha indicação. A Pequena Livraria dos Corações Solitários é um livro para torcer pela Posy, se divertir com um certo talento dela e se encantar com o maravilhoso mundo das livrarias, dos livreiros e apaixonados por livros.

“Porque você, minha querida, mais que qualquer outra pessoa, sabe que lugar mágico uma livraria pode ser, e sabe que todos precisam de um pouco de magia na vida.”

 

Até breve!

confira também os Posts Relacionados

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário

2 Comentários

  • Rosana
    25 mar 2018

    Não sei porquê, mas eu acho a capa desse livro tão bonita. Acho que esse é um daqueles livros para ler quando está com ressaca literária ou quando quer algo mais descontraído. Gostei!

    Tudo que Motiva

    • Barbara Lima
      Barbara Lima
      26 mar 2018

      É exatamente isso Rosana, um ótimo livro para ler quando estiver de ressaca. Bem leve e divertido. Obrigada por comentar!