Categoria: jovem adulto

30jul • 22 Fantasia, Ficção, Galera Record, Holly Black, jovem adulto, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #418 A Rainha do Nada

Título: A Rainha do Nada
Série: O Povo do Ar
Ordem: 3
Autor: Holly Black
Editora: Galera Record
Gênero: Literatura Estrangeira/ Jovem Adulto/ Fantasia/ Literatura Americana
Páginas: 294
Ano: 2020
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Ele será a destruição da coroa e a ruína do trono.

O poder é mais fácil de adquirir do que de manter. Jude aprendeu a lição mais difícil de sua vida quando abdicou do controle do Rei Cardan em troca de um poder imensurável.

Agora, ela carrega o outrora impensável título de Grande Rainha de Elfhame, mas as condições são longe de ser ideais. Exilada por Cardan no mundo mortal, Jude se encontra impotente e frustrada enquanto planeja reivindicar tudo que Cardan tomou dela.

A oportunidade surge com sua irmã gêmea, cuja vida está em perigo. Para salvá-la de uma situação tenebrosa envolvendo Locke, Jude decide voltar ao Reino das Fadas se passando por Taryn. Antes disso, porém, ela precisa confrontar os próprios sentimentos contraditórios pelo rei que a traiu.

No entanto, ao voltar a Elfhame, Jude constata que tudo mudou. A guerra está prestes a eclodir, e ela caminha próximo a seus inimigos. Será que ela vai ser capaz de resgatar a Coroa e o amor incondicional de Cardan, ao mesmo tempo que destrói os planos de seus inimigos? Ou será que tudo está perdido para sempre?

A rainha do nada é o épico desfecho da trilogia O Povo do Ar, da renomada autora Holly Black. Com intrigas palacianas, reviravoltas inesquecíveis e uma construção de universo ao mesmo tempo complexa e crível, Holly Black se consagra mais uma vez como a rainha do Reino das Fadas e um dos nomes mais icônicos da fantasia para jovens adultos.

Hora de finalizar a trilogia!
Galera, quero começar essa resenha agradecendo a todos que me incentivaram a ler essa trilogia. Muitos sabem que não consegui me render as séries mais recentes que se passam no universo dos feéricos, mas por incentivo de vocês, li O Povo do Ar. Obrigada!

Nesse último livro vamos ver o desfecho da história de Jude. Ela é a Grande Rainha, porém ninguém sabe, e de quebra ainda foi exilada ao final do livro anterior. Nossa mocinha experimentou o céu – controle absoluto durante o período em que foi senescal de Cardan, e agora está no inferno, porque mesmo sendo rainha, está longe de seu reino.

As coisas começam a mudar quando ela recebe a visita inesperada da irmã, Taryn, que está em um momento complicado e só pode contar com a ajuda de Jude. Era a desculpa que ela precisava para voltar para o universo dos feéricos. Assim que chega, ela não consegue manter o disfarce por muito tempo, porém uma reviravolta a leva para perto de Madoc, seu pai adotivo e traidor do reino. Com ele, ela descobre que os planos para usurpar o trono de Cardan estão muito adiantados e os riscos para nosso rei favorito são bem altos.

Continue lendo
26jul • 22 distopia, James Dashner, jovem adulto, Literatura Americana, Literatura Inglesa, resenha, Resenhas de Livros, V&R Editoras

Resenha #417 Maze Runner: Correr ou Morrer

Título: Maze Runner: Correr ou Morrer
Série: Maze Runner
Ordem: 1
Autor: James Dashner
Editora: V&R Editoras
Gênero: Distopia/ YA/ Literatura Estrangeira
Páginas: 426
Ano: 2010
Classificação: 4 estrelas
Compre o Livro
Sinopse: Ao acordar dentro de um escuro elevador em movimento, a única coisa que Thomas consegue lembrar é de seu nome. Sua memória está completamente apagada. Mas ele não está sozinho.

Quando a caixa metálica chega a seu destino e as portas se abrem, Thomas se vê rodeado por garotos que o acolhem e o apresentam à Clareira, um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Assim como Thomas, nenhum deles sabe como foi parar ali, nem por quê. Sabem apenas que todas as manhãs as portas de pedra do Labirinto que os cerca se abrem, e, à noite, se fecham. E que a cada trinta dias um novo garoto é entregue pelo elevador. Porém, um fato altera de forma radical a rotina do lugar – chega uma garota, a primeira enviada à Clareira. E mais surpreendente ainda é a mensagem que ela traz consigo.

Thomas será mais importante do que imagina, mas para isso terá de descobrir os sombrios segredos guardados em sua mente e correr, correr muito.

Hora de distopia por aqui!

Hey galera, como vocês estão? Hoje vim comentar com vocês a minha opinião sobre o livro Maze Runner: Correr ou Morrer. Li por indicação de um amigo e mesmo já não estando mais no hype, vale a pena conhecer.

O livro vai nos apresentar Thomas, um adolescente que acorda um dia em uma clareira, cercado por outros jovens, e sem memória. A única coisa que ele sabe é o próprio nome e que está preso nessa clareira que é cercada por um labirinto. Bom, conforme os dias vão passando, vamos descobrindo junto com Thomas, que aqueles rapazes estão presos lá há dois anos, que vivem organizados em sociedade com tarefas bem definidas, e o principal, não desistiram de escapar.

Continue lendo
09abr • 22 12 livros para 2022, Desafio das GeLs, Fantasia, Galera Record, Holly Black, jovem adulto, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Romance

Resenha #408 O Príncipe Cruel

Título: O Príncipe Cruel
Série: O Povo do Ar
Ordem: 1
Autor: Holly Black
Editora: Galera Record
Gênero: Literatura Estrangeira/ Jovem Adulto/ Fantasia/ Literatura Americana
Páginas: 374
Ano: 2018
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Primeiro livro da mais nova série de Holly Black. Conheça a impressionante história de uma garota mortal que se vê presa em uma teia de intrigas reais.

Jude tinha 7 anos quando seus pais foram assassinados e foi forçada a viver no Reino das Fadas. Dez anos depois, tudo o que ela quer é ser como eles – lindos e imortais – e realmente pertencer ao Reino das Fadas, apesar de sua mortalidade. Mas muitos do povo das Fadas desprezam os humanos.

Especialmente o Príncipe Cardan, o filho mais jovem, mais bonito e mais cruel do Grande Rei. Para ganhar um lugar na Alta Corte, ela deve desafiá-lo… e enfrentar as consequências. Envolvida em intrigas e traições do palácio, Jude descobre sua própria capacidade para truques e derramamento de sangue.

Mas, com a ameaça de uma guerra civil e o Reino das Fadas por um fio, Jude precisará arriscar sua vida em uma perigosa aliança para salvar suas irmãs, e o próprio Reino. Com personagens únicos, reviravoltas inesperadas, e uma traição de tirar o fôlego, este livro vai deixar o leitor pedindo bis – querendo mergulhar de cabeça na continuação deste universo.

Hey galera, hoje é dia de comentar com vocês as minhas impressões sobre esse livro que é um dos mais pesquisados do blog. O Príncipe Cruel faz parte do desafio 12 livros para 2022 e ainda foi o livro de estreia do nosso Clube de Leitura, vocês podem conferir a discussão clicando aqui no link.

Com isso dito, vamos para um breve resumo.

O livro vai contar a história de Jude, uma adolescente que foi criada no reino das fadas. Ela e suas irmãs foram levadas para lá por Madoc, o general do Grande Rei, e elas foram criadas como filhas dele e como pertencentes à nobreza, porém Jude e sua irmã gêmea Tarryn são humanas e as fadas não são muito tolerantes com humanos.

Continue lendo
18fev • 22 drama, jovem adulto, Kylie Scott, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #401 Trust

Título: Trust
Autor: Kylie Scott
Editora: Independente
Gênero: Literatura Estrangeira/ Romance/ Drama/ Jovem Adulto/ Literatura Americana
Páginas: 300
Ano: 2017
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Ser jovem tem tudo a ver com experiências: a primeira vez que você mata a escola, a primeira vez que você se apaixona … a primeira vez que alguém aponta uma arma para sua cabeça.
Depois de ser mantida refém durante um assalto na loja de conveniência local, Edie, de dezessete anos, vê sua atitude em relação à vida abalada. Não querendo suportar o esnobismo e o bullying em sua escola particular, ela se matricula na escola pública local, cruzando com John. O menino que arriscou a vida para salvar a dela.
Enquanto Edie está começando a ficar selvagem, John está apenas começando a se acalmar. Depois de anos festejando e traficando drogas com seu irmão mais velho, ele está se endireitando… chegando para a aula na hora e pensando sobre o futuro.
Um vínculo improvável cresce entre os dois enquanto John mantém Edie longe de problemas e a ajuda a ampliar seus horizontes. Mas quando ele a ajuda com outro primeiro, perder a virgindade, a amizade deles se complica.
Enquanto isso, Edie e John são puxados de volta para o mundo perigoso do qual escaparam por pouco. Eles tiveram sorte de sobreviver da primeira vez, mas desta vez eles têm mais a perder… um ao outro.

Hey pessoal, tudo bem com vocês? Eu gostei muito da minha primeira experiência lendo um livro da Kylie e por isso obviamente fui atrás de mais.

Trust é um jovem adulto que vai nos apresentar a John e Edie, eles vão se conhecer por causa de uma situação de quase morte. Ambos estavam em uma loja de conveniência quando um assaltante entra e os faz de refém. Ao final eles sobrevivem, mas não sem antes toda a situação deixa-los marcados e com um vínculo entre si.

O tempo passa e Edie passa a estudar na mesma escola que John, lá ela percebe que ele não era um cara muito certinho, e ela ainda está traumatizada com tudo o que viveu, então ela está pouco se lixando para os problemas e as consequências de suas atitudes. Edie vai viver uma fase destrutiva, e é John quem vai estar por perto para segurar as pontas da nossa mocinha.

Continue lendo
29jan • 22 12 livros para 2022, distopia, Fantasia, jovem adulto, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance, Sabaa Tahir, Verus

Resenha #397 Um Assassino nos Portões

Título: Um Assassino nos Portões
Autor: Sabaa Tahir
Série: Uma Chama entre as Cinzas
Ordem: 3
Editora: Verus
Páginas: 434
Ano: 2020
Gênero: Fantasia/ Distopia/ Romance/ Literatura Estrangeira/ Literatura Americana/ Jovem Adulto
Classificação: 3,5 estrelas
Compre o Livro

Sinopse: Um assassino nos portões é o terceiro volume da série de sucesso Uma Chama entre as Cinzas.

Dentro e fora do Império Marcial, a ameaça de guerra é cada vez maior…
Helene Aquilla, a Águia de Sangue, está sendo atacada de todos os lados. Enquanto procura uma maneira de conter a escuridão que se aproxima, a vida de sua irmã — assim como a de todos os cidadãos — corre risco. Assombrado pelo passado, o imperador Marcus se torna cada vez mais instável e violento, e a comandante Keris Veturia aproveita a loucura dele para aumentar o próprio poder, deixando uma carnificina em seu caminho.
Longe do Império, Laia de Serra sabe que o destino do mundo não depende das conspirações da corte marcial, e sim de alguém que consiga deter o Portador da Noite. Mas, enquanto procura um jeito de derrubá-lo, Laia enfrenta ameaças inesperadas e é atraída para uma batalha que nunca imaginou que precisaria lutar.
Enquanto isso, na terra entre os vivos e os mortos, Elias Veturius abriu mão da liberdade para servir como Apanhador de Almas. Mas, ao fazer isso, se entregou a um poder ancestral disposto a qualquer coisa para garantir sua devoção — mesmo que isso signifique abandonar a mulher que ele ama.
Um assassino nos portões vai deixar os leitores implorando pelo desfecho desta série ágil e cheia de reviravoltas arrepiantes.

Hey meu povo, tudo bem com vocês? Vamos conversar um pouco sobre o livro Um Assassino nos Portões, terceiro da série Uma Chama entre as Cinzas da autora Sabaa Taahir. Vou fazer um resumo do que encontramos no livro primeiro.

Ah, lembrando que se você não leu os livros anteriores, pode ser que pegue um pouco de spoiler.

Bom, o livro vai começar com os três personagens principais vivendo momentos bem distintos. Após sofrer a traição do Portador da Noite, Laia está empenhada em sabotar todos os planos dele e mais que isso, libertar o maior número de escravos eruditos que ela conseguir. Para isso ela conta com a ajuda das Tribos e também de Elias, mas nosso ex-máscara assumiu um compromisso com o Lugar de Espera. Ele se entregou para aprender e em breve se tornar o próximo Apanhador de Almas.

Continue lendo
03jul • 21 Ashley Elston, Clichê, Globo Alt, jovem adulto, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros

Resenha #368 10 Dates Surpresa

Título: 10 Dates Surpresa
Autor: Ashley Elston
Editora: Globo Alt
Páginas: 328
Ano: 2020
Gênero: Jovem Adulto/ Romance / Literatura Americana/ Literatura Estrangeira
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Divertido e envolvente, Dez dates surpresa é uma história sobre crescimento, família e amizade

Sophie planejava aproveitar as férias de fim de ano para ter uma folga de seus pais e passar mais tempo com seu namorado – ela só não esperava que ele quisesse uma folga dela. De coração partido, ela corre para a casa dos avós, onde sua grande família italiana já está reunida para as festas. E é lá que sua Nonna bola um plano para fazê-la seguir em frente: a família deve arranjar dez encontros às cegas para a garota. De dates legais e engraçados aos verdadeiramente bizarros, Sophie passa a entender melhor quem realmente é, e que nem sempre o que achamos querer é o melhor para nós…O livro vai virar filme pela mesma equipe de Para todos os garotos que já amei.

Hey galera, estou bem animada para comentar com vocês as minhas impressões sobre esse livro. Já vou logo avisando que amei e deixo aqui meus agradecimentos à Adriana, leitora do blog, por me indicar o livro.

Xô contar um pouco sobre o enredo… a história é sobre a Sophie, ela vai passar as férias de fim de ano com os avós após os pais dela irem visitar a irmã de Sophie que está de repouso por conta de uma gravidez de risco, nossa mocinha consegue convencer os pais a ficar, com a desculpa de que iria pra casa dos avós. Sim, ela iria fazer isso, mas o interesse mesmo era passar mais tempo com o namorado e se divertir com ele.

Continue lendo
09jan • 21 Aprilynne Pike, Bertrand Brasil, Fantasia, jovem adulto, literatura estrangeira, resenha, Romance

Resenha #341 Asas

Título: Asas
Série: Fadas
Ordem: 1
Autor: Aprilynne Pike
Editora: Bertrand Brasil
Gênero: Fantasia/ Jovem Adulto/Literatura Estrangeira
Páginas: 287
Ano: 2011
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Laurel foi encontrada na porta da casa de seus pais adotivos e sempre estudou com a mãe. Aos quinze anos, após se mudar para uma nova cidade e se matricular em uma escola, sua vida muda completamente. Para começar, desde sempre solitária, ela ganha um grupo de amigos e um admirador apaixonado, David. E isso será apenas o início.

À primeira vista, Laurel é uma garota comum, com os problemas de qualquer adolescente. O que a diferencia, porém, é ter um segredo maravilhoso e perigoso: ela é uma fada e tem a missão de proteger o portal de Avalon.

Fantasia na área!

Sei que esse livro é um pouco antigo e provavelmente muitos de vocês conhecem a história, ainda mais se gostar de fantasia com fadas. A Mi tinha esse livro e resolveu ler para finalizar a série e me convidou para um Buddy Read. Eu gostei da premissa e achei interessante uma história que abordasse as fadas de um jeito que eu ainda não conhecia e não tinha lido.

Tudo começa quando Laurel se muda com a família para uma nova cidade. Nossa mocinha tem 15 anos e nunca estudou em uma escola regular, criada no interior e estudando em casa, ela tinha preferência por manter seu estilo de vida, principalmente agora que sua mãe insistia que ela frequentasse a escola rs.

Continue lendo
17dez • 20 Clichê, jovem adulto, literatura estrangeira, Meagan Brandy, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #338 Fake It Til You Break It

Título: Fake It Til You Break It
Autor: Meagan Brandy
Editora: Independente
Gênero: Jovem Adulto/ Romance/ Literatura Estrangeira
Páginas: 367
Ano: 2020
Classificação: 4 estrelas
Compre o Livro
Sinopse: Falso.
Isso é o que somos.
Foi assim que concordamos em ser. Então, por que isso parece tão real?
Eu pensei que teria sido mais difícil, convencendo todos os receptores principais da nossa escola eram meus e apenas meus, mas eu estava errado. Nós desempenhamos nossas partes tão bem que as linhas entre nós começaram a ficar borradas até desaparecerem completamente. A questão de fingir, no entanto, alguém é sempre melhor nisso, e quando percebi meu erro, não havia como voltar atrás. Eu me apaixonei por nossa mentira.
E então tudo desmoronou. Acabou que ele e eu nunca estávamos jogando o mesmo jogo. Ele não teve que me quebrar para vencer.
Mas ele fez de qualquer maneira.

Hey galera! Aviso! Apesar de não ser um New Adult, os amantes do gênero vão gostar. A sinopse desse livro me conquistou de cara, um clichê de namoro falso? Tô dentro!

Nico e Demi eram amigos quando mais jovens, mas acabaram se afastando conforme os anos foram passando, até que se tornam parceiros na aula de química… hummm rs. Porém essa união surpreendeu e muito nossa mocinha, ela tinha uma quedinha por outro rapaz e tinha certeza que ser parceira dele esse ano mudaria seu status de single ladie. Ela só não contava com a recusa do professor em alterar as duplas e Demi se viu “presa” a Nico por todo o ano.

Continue lendo
25nov • 20 12 livros para 2020, Desafio das GeLs, ficção científica, jovem adulto, literatura estrangeira, Neal Shusterman, resenha, Resenhas de Livros

Resenha #334 A Nuvem

Título: A Nuvem
Série: Scythe
Ordem: 2
Autor: Neal Shusterman
Editora: Seguinte
Gênero: Ficção Científica/ Literatura Estrangeira/ Jovem Adulto
Páginas: 496
Ano: 2018
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: No segundo volume da série Scythe, a Ceifa está mais corrompida do que nunca, e cabe a Citra e Rowan descobrir como impedir que os ceifadores que não seguem os mandamentos da instituição acabem com o futuro da humanidade.

Em um mundo perfeito em que a humanidade venceu a morte, tudo é regulado pela incorruptível Nimbo Cúmulo, uma evolução da nuvem de dados. Mas a perfeição não se aplica aos ceifadores, os humanos responsáveis por controlar o crescimento populacional. Quem é morto por eles não pode ser revivido, e seus critérios para matar parecem cada vez mais imorais. Até a chegada do ceifador Lúcifer, que promete eliminar todos os que não seguem os mandamentos da Ceifa. E como a Nimbo Cúmulo não pode interferir nas questões dos ceifadores, resta a ela observar.

Enquanto isso, Citra e Rowan também estão preocupados com o destino da Ceifa. Um ano depois de terem sido escolhidos como aprendizes, os dois acreditam que podem melhorar a instituição de maneiras diferentes. Citra pretende inspirar jovens ceifadores ao matar com compaixão e piedade, enquanto Rowan assume uma nova identidade e passa a investigar ceifadores corruptos. Mas talvez as mudanças da Ceifa dependam mais da Nimbo Cúmulo do que deles. Será que a nuvem irá quebrar suas regras e intervir, ou apenas verá seu mundo perfeito desmoronar?

Após o final eletrizante de O Ceifador, finalmente chegou o momento de conversarmos sobre A Nuvem, segundo livro da série. A Nuvem é o livro 9 do desafio #12livrospara2020, confesso que enrolei um pouco com a leitura dele, mas chegou um momento em que foi impossível parar e o final…

Aqui nós vamos acompanhar o primeiro ano após Citra se tornar a ceifadora Anastassia e Rowan o justiceiro ceifador Lúcifer, aquele que eliminava a “banda podre” dos ceifadores. Nesse ano, ambos se tornam muito famosos, ela por sua influência positiva e convicções firmes entre a Ceifa, e ele por tocar o terror entre os ceifadores rs.

Continue lendo
13jun • 20 Anna Katmore, comédia romantica, Editora Bezz, jovem adulto, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #318 Drible do Amor

Título: Drible do Amor
Série: Grover Beach Team
Ordem: 1
Autor: Anna Katmore
Editora: Editora Bezz
Gênero: Romance/ Jovem Adulto/ Literatura Estrangeira
Páginas: 238
Ano: 2020
Classificação: 5 estrelas
Compre o Livro
Sinopse:
No amor e no futebol vale tudo, certo?

Lisa Matthews espera ansiosamente pelo retorno de seu melhor amigo – e sua paixão secreta – Tony Mitchell. Mas quando ele volta de sua viagem só tem olhos… para outra garota. Linda, popular e que faz parte do time de futebol da escola.
Não querendo perder espaço, Lisa toma a pior decisão da vida: entra para o time.

O que começa num ímpeto, torna-se um pesadelo quando na manhã seguinte à festa de seleção, Lisa acorda nos braços do capitão do time de futebol. Simplesmente, o cara mais gostoso da escola… Ryan Hunter.
É amor ou Paixão?
Coincidência ou Armação?

Eu jurava que não tinha mais paciência para dramas ou clichês adolescentes kkk. Drible de Amor provou que não é bem assim, toda história bem escrita vale a leitura independente da faixa etária ou gênero!

Lisa sempre foi apaixonada por Tony, eles são melhores amigos, vizinhos, o casal que todo mundo aposta que vai ficar junto em algum momento e como uma boa jovem sonhadora, Lisa já tem o casamento perfeito de ambos planejado rs. Só que o provável noivo precisa concordar também, certo?

Bom, parece que esse é o momento das coisas mudarem. Lisa está decidida a sair da friendzone assim que Tony voltasse do acampamento de futebol. Pois bem, ele volta um pouco diferente, e com um novo interesse amoroso. Uma nova garota popular, bonita e que ainda joga futebol! Lisa definitivamente precisa tomar uma atitude. É quando ela decide entrar para o time, mesmo odiando o esporte rs. O que uma garota não faz para conquistar o boy né rs.

Continue lendo
30maio • 20 Fantasia, Garotos entre Livros, intrínseca, jovem adulto, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance, Stephenie Meyer

Resenha #316 Crepúsculo

Título: Crepúsculo
Série: Crepúsculo
Ordem: 1
Autor: Stephenie Meyer
Editora: Intrínseca
Gênero: Fantasia/ Romance/ Jovem Adulto/ Literatura Estrangeira
Páginas: 416
Ano: 2008
Classificação: 3,5 estrelas
Compre o Livro
Sinopse: Isabella Swan chega à nublada e chuvosa cidadezinha de Forks – último lugar onde gostaria de viver. Tenta se adaptar à vida provinciana na qual aparentemente todos se conhecem, lidar com sua constrangedora falta de coordenação motora e se habituar a morar com um pai com quem nunca conviveu. Em seu destino está Edward Cullen. Ele é lindo, perfeito, misterioso e, à primeira vista, hostil à presença de Bella – o que provoca nela uma inquietação desconcertante.

Ela se apaixona. Ele, no melhor estilo “amor proibido”, alerta: Sou um risco para você. Ela é uma garota incomum. Ele é um vampiro. Ela precisa aprender a controlar seu corpo quando ele a toca. Ele, a controlar sua sede pelo sangue dela.O que Bella não percebe é que quanto mais se aproxima dele, maior é o perigo para si e para os que a cercam. E pode ser tarde demais para voltar atrás…

Combinando sensualidade e mistério, romance e fantasia, Stephenie Meyer produz uma trama de extraordinário suspense neste primeiro volume da série que marcou sua estréia literária. Tremendamente sedutor, Crepúsculo mantém seus leitores ligados até a última página.

No ano em que o primeiro livro da saga escrita por Stephenie Meyer completa 15 anos de seu lançamento estadunidense, eu me lancei a leitura dessa história, talvez a que mais divida opiniões entre leitores, e até escritores (sim, Stephen King, se você estiver lendo essa resenha, eu sei o que você disse sobre Crepúsculo), desse modo, tive que me mudar para Forks junto com Bella.

Admito que, por muito tempo, estive do lado dos que criticavam, mesmo nunca tendo lido uma frase escrita por Stephenie, obviamente eu estava do lado errado da história, não por criticar, mas por não conhecer aquilo que eu criticava. Mas não se preocupe, eu não li a obra para falar mal, seria uma completa perda de tempo fazer isso, em geral, quando me proponho a consumir algo eu quero gostar. Não foi diferente com Crepúsculo.

Continue lendo
16maio • 20 Aventura, jovem adulto, literatura estrangeira, Maggie Stiefvater, resenha, Resenhas de Livros, Romance, Verus

Resenha #313 O Rei Corvo

Título: O Rei Corvo
Série: A Saga dos Corvos
Ordem: 4
Autor: Maggie Stiefvater
Editora: Verus
Gênero: Fantasia/ Aventura/ Jovem Adulto/ Literatura Estrangeira
Páginas: 378
Ano: 2016
Classificação: 5 estrelas
Compre o Livro
Sinopse: O aguardado volume final da Saga dos Corvos, uma conclusão espetacular à história mítica e sombria criada por Maggie Stiefvater. Nada que está vivo é seguro. Nada que está morto é confiável. Há anos Gansey iniciou uma jornada para encontrar um rei perdido. Um a um, ele atraiu seus amigos para essa missão: Ronan, que rouba coisas de sonhos; Adam, cuja vida já não é sua; Noah, cuja vida não é mais vida; e Blue, que ama Gansey… e tem certeza de que está destinada a matá-lo. O fim já começou. Sonhos e pesadelos estão convergindo. Amor e perda são coisas inseparáveis. E a busca pelo rei se recusa a ser fixada em um caminho. A busca pelo rei adormecido vai chegar ao fim em Henrietta — mas não sem perdas, desejos, revelações e uma verdade brutal. Com O rei Corvo, Stiefvater conclui uma verdadeira obra-prima.

É difícil dizer adeus quando se ama muito uma série. Está sendo complicado, mas necessário. A vantagem é saber que posso sempre revisitar meus personagens favoritos e que eles estarão a poucos metros de distância, no caso, na minha estante rs.

Mas antes de falar sobre minhas emoções durante esse encerramento, vamos a um breve resumo da história.

“Todos devemos temer. Quando se brinca com o tempo.”

Cabeswater não é mais a mesma, algo com um poder forte e destruidor está minando a energia positiva da floresta e destruindo com tudo o que de bom ela representa. Gansey, Ronan, Adam e Blue precisam descobrir, com urgência, o que fazer para salvar Cabeswater, se protegerem de todos os possíveis interessados em seus dons mágicos e principalmente: sobreviverem.

Continue lendo
1 2 3 4