Clichê

Resenha #360 Bossman

Por Barbara em 01 maio • 2021
adulto

Resenha #356 The Dare

Por Barbara em 18 mar • 2021
It

Resenha #355 It: A Coisa

Por Raquel em 13 mar • 2021

Posts arquivados em: Mês: novembro 2020

29nov • 20 DarkSide Books, literatura estrangeira, Terror

Resenha #335 Hex

Título: Hex
Autor: Thomas Olde Heuvelt
Editora: DarkSide Books
Páginas: 368
Ano: 2018
Gênero: Terror
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Toda cidade pequena tem segredos. Mas nenhuma delas é como Black Spring, o pacato vilarejo que esconde uma bruxa de verdade do resto do mundo. Os moradores sabem que não se deve mexer com ela. Assim como aconteceu com as bruxas de Salem, Katherine Van Wyler foi condenada à fogueira. Mas a feiticeira sobreviveu e continua rondando a cidade, mais de trezentos anos depois. Seus olhos e sua boca foram costurados, para impedir que ela lance maldições fatais.
Os habitantes de Black Spring controlam seu passos através do HEXApp, um aplicativo de celular, 24 horas por dia. A vigilância constante aumenta o clima de paranoia na cidade, enquanto um grupo de adolescentes desafia as regras e resolve zoar a bruxa para ver se ela é tão perigosa quanto dizem…

“Um mal gerava outro mal maior e, no fim das contas, tudo podia ser traçado de volta para Black Spring. Black Spring havia provocado tudo isso a si mesma.”

Hex conta a história de uma cidade pequena dos EUA, perto de Nova Iorque, que esconde um terrível segredo: a maldição de ter que conviver todos os dias com uma bruxa que tem sede de vingança.

Katherine vive há séculos na cidade, impedindo seu crescimento e impedindo que a vida de seus habitantes tenha qualquer indício de progresso. Isso porque, há muitos e muitos anos, uma crueldade sem tamanho foi cometida pelo povo contra ela. A única coisa que impede sua vingança é o fato de que ela vive presa a correntes e tem seus olhos e bocas costurados.

Continue lendo
25nov • 20 12 livros para 2020, Desafio das GeLs, ficção científica, jovem adulto, literatura estrangeira, Neal Shusterman, resenha, Resenhas de Livros

Resenha #334 A Nuvem

Título: A Nuvem
Série: Scythe
Ordem: 2
Autor: Neal Shusterman
Editora: Seguinte
Gênero: Ficção Científica/ Literatura Estrangeira/ Jovem Adulto
Páginas: 496
Ano: 2018
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: No segundo volume da série Scythe, a Ceifa está mais corrompida do que nunca, e cabe a Citra e Rowan descobrir como impedir que os ceifadores que não seguem os mandamentos da instituição acabem com o futuro da humanidade.

Em um mundo perfeito em que a humanidade venceu a morte, tudo é regulado pela incorruptível Nimbo Cúmulo, uma evolução da nuvem de dados. Mas a perfeição não se aplica aos ceifadores, os humanos responsáveis por controlar o crescimento populacional. Quem é morto por eles não pode ser revivido, e seus critérios para matar parecem cada vez mais imorais. Até a chegada do ceifador Lúcifer, que promete eliminar todos os que não seguem os mandamentos da Ceifa. E como a Nimbo Cúmulo não pode interferir nas questões dos ceifadores, resta a ela observar.

Enquanto isso, Citra e Rowan também estão preocupados com o destino da Ceifa. Um ano depois de terem sido escolhidos como aprendizes, os dois acreditam que podem melhorar a instituição de maneiras diferentes. Citra pretende inspirar jovens ceifadores ao matar com compaixão e piedade, enquanto Rowan assume uma nova identidade e passa a investigar ceifadores corruptos. Mas talvez as mudanças da Ceifa dependam mais da Nimbo Cúmulo do que deles. Será que a nuvem irá quebrar suas regras e intervir, ou apenas verá seu mundo perfeito desmoronar?

Após o final eletrizante de O Ceifador, finalmente chegou o momento de conversarmos sobre A Nuvem, segundo livro da série. A Nuvem é o livro 9 do desafio #12livrospara2020, confesso que enrolei um pouco com a leitura dele, mas chegou um momento em que foi impossível parar e o final…

Aqui nós vamos acompanhar o primeiro ano após Citra se tornar a ceifadora Anastassia e Rowan o justiceiro ceifador Lúcifer, aquele que eliminava a “banda podre” dos ceifadores. Nesse ano, ambos se tornam muito famosos, ela por sua influência positiva e convicções firmes entre a Ceifa, e ele por tocar o terror entre os ceifadores rs.

Continue lendo
10nov • 20 adulto, drama, Kate Stewart, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #333 Method

Título: Method
Autor: Kate Stewart
Editora: KLS Press
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira/ Drama
Páginas: 410
Ano: 2019
Classificação: 4 estrelas
Compre o Livro
Sinopse: Hollywood é uma sedutora, uma trapaceira, um demônio que rouba almas. Casei com um ator de sucesso consciente que eu viria depois do seu ofício. Mas Lucas e eu somos um casal de ouro, um conto de fadas moderno.
Eu nunca duvidei do que nós construímos… Até a morte repentina do melhor amigo de Lucas provocar um escândalo e abalar a base do nosso relacionamento.
Eu escolhi Lucas como meu porto seguro… ele escolheu o papel de uma vida.
Nos próximos três meses, vou compartilhar minhas noites com um estranho, observando enquanto ele enterra sua dor, imerso em seu papel e vivendo como outra pessoa.
Já fizemos isso antes. Eu digo a mim mesma que é apenas outro filme, e ele vai voltar para mim.
Eu deveria saber que desta vez seria diferente.
Para ter meu marido de volta, vou precisar da força de dez homens. Acontece que vou ter que passar dois.

Depois que li meu primeiro livro da Kate Stewart, sabia que iria querer muito mais dela rsrs. Dito e feito! Cá estou eu para contar minha opinião sobre Method.

Comecei a leitura após conversar com as GeLs sobre esse estilo de atuação. O Método nada mais é que um estilo que muitos atores adotam quando vão compor seus personagens. Eles literalmente passam a viver como se fossem aquelas pessoas e por um período de tempo, abandonam suas personalidades para assumir a de seus personagens. Quando ouvi falar a primeira vez sobre o tema, achei bem interessante e muito louco, e após a conversa com as meninas, decidi investir e conhecer na “prática” como acontecia.

Lucas e Mila são casados há alguns anos, eles tem um relacionamento sólido, tranquilo e apaixonado. Lucas é uma estrela de Hollywood, já está entre os mais requisitados atores de sua geração e é considerado um grande artista. Já Mila não veio do mundo artístico, mesmo tendo crescido em LA, ela nunca se envolveu com esse lado glamoroso da cidade, até conhecer Lucas.

Continue lendo