drama

Resenha #366 Blackmoore

Por Barbara em 19 jun • 2021
Clichê

Resenha #360 Bossman

Por Barbara em 01 maio • 2021

Categoria: Resenhas de Livros

19jun • 21 drama, Julianne Donaldson, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance de Época, universo dos livros

Resenha #366 Blackmoore

Título: Blackmoore
Autor: Julianne Donaldson
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 384
Ano: 2021
Gênero: Romance de Época/ Literatura Inglesa/ Literatura Estrangeira
Classificação: 4,5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Kate Worthington conhece seu coração e sabe que nunca vai se casar. Em vez disso, seu plano é viajar para a Índia – ao menos com o intuito de encontrar paz para seu espírito irrequieto e fugir da família que ela abomina. Mas a mãe de Kate tem outros planos e faz um pacto com a filha: Índia, sim, mas só depois que a moça tiver recebido – e rejeitado – três pedidos de casamento.
Kate parte em uma viagem para a imponente mansão Blackmoore, determinada a cumprir sua parte no acordo. Lá, ela pede a ajuda de seu querido amigo de infância, Henry Delafield. Contudo, quando se trata de assuntos do coração, os pactos são insignificantes e os planos são passíveis de mudanças. Nas terras selvagens que integram Blackmoore, Kate deve enfrentar a verdade que manteve seu coração cativo. Será que o pedido que ela está determinada a rejeitar pode ser, na verdade, aquele que libertará seu coração?

Romance de época por aqui!!!

Blackmoore é um lançamento agora de 2021 que eu estava muito animada para ler, li e agora chegou o momento de compartilhar as minhas impressões sobre essa história.

Bom, tudo começa com Kate, ela tem uma grande família e a maioria são mulheres. Seguindo a tradição das mães de romances de época, a da Kate quer que ela se case, de preferência com um bom partido e se tiver um título vale ser até um idoso… rs, pois é. Porém a nossa mocinha não quer se casar, ela já bateu o pé e disse que não vai se casar, para o desespero da mãe kkk.

Tudo o que Kate quer é conhecer Blackmoore e ir para Índia. What? Como assim Barbara, explica isso melhor! Vou explicar tudo em detalhes, começando por Blackmoore.

Continue lendo
14jun • 21 Clichê, comédia romantica, L J Shen, Literatura Americana, literatura estrangeira, Montlake, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #365 The Devil Wears Black

Título: The Devil Wears Black
Autor: L. J. Shen
Editora: Monlake
Páginas: 363
Ano: 2021
Gênero: Romance/ Comédia Romântica/ Literatura Americana/ Literatura Estrangeira
Classificação: 2 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Maddie Goldbloom elaborou um plano para garantir que tudo em sua vida fosse perfeito – desde uma carreira na moda até um apartamento chique em NYC e um namorado pediatra.
Quando seu ex, Chase Black, volta à sua vida com um pedido ultrajante, sua reação imediata é rejeitá-lo. Mas ele só quer satisfazer o último desejo de seu pai. Portanto, mesmo sendo ele o homem que lhe partiu o coração, não deve ser difícil interpretar sua noiva, especialmente se isso significa que ela pode ver o diabo arrogante se contorcer um pouco.
O que se segue é uma cadeia de eventos que detona a vida de Maddie e quando as paredes de Chase caem, ambos são forçados a enfrentar a realidade.
Dizem para manter seus inimigos por perto. Mas e se seu inimigo também for o homem que você ama?

Gente!!! Esse livro… ai ai, acho que fui com muita sede ao pote e acabei me frustrando rs.

Quando comecei a ler eu estava atrás de um romance fofo, um clichê gostosinho de ler, e a proposta desse livro unida a escrita gostosa, inteligente e divertida da L.J. Shen me animou de cara. Claramente eu fui com os burros n’água.

Um breve resumo para vocês entenderem melhor o enredo.

Tudo começa com Maddie reencontrando seu ex-namorado na porta de seu apartamento, ela tinha certeza que Chase Black estava ali para se desculpar pela traição que tinha cometido seis meses antes, ledo engano. Chase na verdade precisava de um favor, nossa mocinha estava disposta a chutar o boy com vontade, mas a história que ele contou a convenceu e logo Maddie está novamente no mundo de Chase.

A proposta era simples, fingir ser noiva dele para juntos posarem de casal apaixonado para a família do rapaz, mas por quê todo esse engano? Qual a necessidade de ser justamente a Maddie? Muito simples, o pai de Chase foi diagnosticado com câncer e tem pouco tempo de vida, nada melhor do que saber que o filho está bem encaminhado na área sentimental e com uma boa moça como Maddie, de quem a família toda de já gostava e que por um simples acaso ele não tinha contado que já fazia 6 meses que o namoro tinha acabado. Surreal, eu sei kkk.

Continue lendo
05jun • 21 12 livros para 2021, Arqueiro, Julia Quinn, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance de Época

Resenha #364 História de Um Grande Amor

Título: História de Um Grande Amor
Série: Trilogia Bevelstoke
Ordem: 1
Autor: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance de Época/Literatura Estrangeira/Romance
Páginas: 288
Ano: 2020
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Aos 10 anos, Miranda Cheever já dava sinais claros de que não seria nenhuma bela dama. E já nessa idade, aprendeu a aceitar o destino de solteirona que a sociedade lhe reservava.
Até que, numa tarde qualquer, Nigel Bevelstoke, o belo e atraente visconde de Turner, beijou solenemente sua mãozinha e lhe prometeu que, quando ela crescesse, seria tão bonita quanto já era inteligente. Nesse momento, Miranda não só se apaixonou, como teve certeza de que amaria aquele homem para sempre.
Os anos que se seguiram foram implacáveis com Nigel e generosos com Miranda. Ela se tornou a mulher linda e interessante que o visconde previu naquela tarde memorável, enquanto ele virou um homem solitário e amargo, como consequência de um acontecimento devastador.
Mas Miranda nunca esqueceu a verdade que anotou em seu diário tantos anos antes. E agora ela fará de tudo para salvar Nigel da pessoa que ele se tornou e impedir que seu grande amor lhe escape por entre os dedos.

Romance de época na área!
É Julia Quinn, mas não é da família Bridgerton que estamos falando, sim da Bevelstoke. História de um grande amor é o primeiro livro dessa recente trilogia da autora, e aqui conhecemos a história de lady Miranda e Lord Tunner.

Miranda é vizinha da família Bevelstoke e melhor amiga de Olivia, irmã mais nova de Turner. No prólogo do livro Miranda, ainda criança, se apaixona por Turner, um jovem 10 anos mais velho que que calhou de ser muito gentil com nossa mocinha. Ela sabia que o amaria para todo o sempre, e após incentivo dele, ela começa a escrever um diário.

Continue lendo
25maio • 21 drama, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance, Tara Sivec, Verus

Resenha #363 O Farol de Fisher

Título: O Farol de Fisher
Autor: Tara Sivec
Editora: Verus
Páginas: 294
Ano: 2020
Gênero: Romance/Drama/ Literatura Americana/ Literatura Estrangeira
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Para conseguir o fim que desejam, Lucy e Fisher terão de voltar ao início… Lucy e Fisher se conheceram no último ano do ensino médio, no mesmo dia em que ele se juntou aos fuzileiros navais. As únicas certezas na vida de Fisher são o serviço ao seu país e o amor por Lucy. Após o casamento, eles vão viver em uma pequena ilha na costa Leste. Lucy já aceitou a profissão do marido, apoiando-o e tentando tolerar seu comportamento errático toda vez que ele volta de uma missão. Fisher, no entanto, é profundamente afetado pela experiência em zonas de guerra. Um dia, Fisher conclui que está se tornando um perigo para aqueles ao redor, especialmente para sua mulher, e deixa a ilha em busca de curar suas feridas. Mas agora ele está de volta, determinado a convencer Lucy de que nunca deixou de amá-la. Por meio das memórias ― boas e ruins ― de seu relacionamento, Lucy e Fisher vão precisar lembrar por que sempre conseguiram voltar um para o outro. E por que, não importa o que aconteça, esta pode ser a última vez.

Olá pessoal, aqui estou para falar de um dos meus temas favoritos em livros: segundas chances nos relacionamentos. O Farol de Fisher vai nos apresentar um casal que passou por altos e baixos e precisam decidir como seguir em frente, juntos ou não.

O livro conta a história de Lucy e Fisher, eles são moradores da Ilha Fisher – sim, a família do Fisher foi quem fundou a ilha e é dona dos maiores empreendimentos locais. Ainda adolescente, Lucy se muda para a ilha junto com seus pais para cuidarem da pousada que os avós dela administravam, é quando ela conhece Fisher na escola. Eles se apaixonam e logo se tornam namorados e inseparáveis. Porém Fisher tinha um compromisso patriótico, a época é pouco depois do 11 de setembro de 2001, e os EUA estavam em guerra e Fisher se voluntariou para ser um dos soldados.

Muitos anos se passam e sabemos que Fisher e Lucy estão divorciados há um ano. Ele não está mais morando na ilha, ela está tentando reconstruir a própria vida e investindo em um novo relacionamento. O tempo passou, a vida mudou e o casal que parecia perfeito não está mais junto.

Continue lendo
18maio • 21 Arqueiro, comédia romantica, lançamento, Lissa Kay Adams, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #362 Clube do Livro dos Homens

Título: Clube do Livro dos Homens
Série: Clube do Livro dos Homens
Ordem: 1
Autor: Lissa Kay Adams
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance/ Comédia Romântica/Literatura Estrangeira/ Literatura Americana
Páginas: 320
Ano: 2021
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: A primeira regra do clube do livro é: não fale sobre o clube do livro

Gavin Scott é um astro do beisebol, devotado ao esporte. No auge de sua carreira, ele descobre um segredo humilhante: a esposa, Thea, sempre fingiu ter prazer na cama. Magoado, Gavin para de falar com ela e acaba piorando o relacionamento, que já vinha se deteriorando. Quando Thea pede o divórcio, ele percebe que o orgulho e o medo podem fazê-lo perder tudo.

Bem-vindos ao Clube do Livro dos Homens

Desesperado, Gavin encontra ajuda onde menos espera: um clube secreto de romances, composto por alguns dos seus colegas de time. Para salvar seu casamento, eles recorrem à leitura de uma sensual trama de época, Cortejando a condessa. Só que vai ser preciso muito mais do que palavras floreadas e gestos grandiosos para que Gavin recupere a confiança da esposa.

Hey galera, prontos para dar bastante risada com um livro fofo, emocionante e amorzinho? Então continua lendo essa resenha e conheça a história do Clube do Livro dos Homens.

O livro vai contar a história de Gavin, um jogador de beisebol que está na melhor fase de sua carreira, mas vocês conhecem o ditado… sorte no jogo, azar no amor #tenso. Ele é casado há cerca de três anos com Thea e ambos são pais de duas garotinhas gêmeas. A rotina de Gavin é muito dinâmica, com a temporada de jogos acontecendo e as responsabilidades sociais que a carreira exige, acaba sobrando pouco tempo para a família e a verdade é que Thea acaba se responsabilizando por grande parte do cuidado com as meninas.

Até que em um belo dia (noite, no caso rs) tudo chega a um estopim. Gavin descobre que sua esposa fingia com ele na cama, que a muito tempo ela não tinha prazer e fingia orgasmos. O caldo entorna, o casal se desentende e vários problemas que eles tinham acumulado ao longo do breve tempo de casamento vem à tona. #tenso²

Continue lendo
12maio • 21 Fantasia, Galera Record, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Sarah J. Maas

Resenha #361 Casa de Terra e Sangue

Título: Casa de Terra e Sangue
Série: Cidade da Lua Crescente
Ordem: 1
Autor: Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Gênero: Fantasia/Literatura Estrangeira/ Literatura Americana
Páginas: 896
Ano: 2020
Classificação: 2 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Metade feérica e metade humana, Bryce Quinlan ama sua vida. Durante o dia, ela trabalha para um negociante de antiguidades, vendendo artefatos mágicos ilegais. À noite, ela se diverte com os amigos, saboreando todos os prazeres que Lunathion – também conhecida como Crescent City – tem a oferecer. Mas tudo desmorona, quando um assassino implacável abala as estruturas da cidade – e do mundo de Bryce.

Dois anos mais tarde, seu trabalho se tornou um beco sem saída, e ela agora busca o esquecimento nas casas noturnas mais famosas da cidade. Mas quando o assassino ataca novamente, Bryce se vê arrastada para uma investigação e juntamente com um infame anjo Caído, cujo próprio passado brutal assombra todos os seus passos.

Hunt Athalar, assassino pessoal dos Arcanjos, não quer ter nada a ver com Bryce Quinlan, apesar de ter recebido ordens para protegê-la. Ela defende tudo o que ele, uma vez, se rebelou contra e parece mais interessada em se divertir do que resolver o assassinato. Não importa o quão perto de casa ela possa estar. Mas Hunt logo percebe de que há muito mais em Bryce do que aparenta, e que ele vai ter que encontrar uma maneira de trabalhar com ela, se quiser resolver o caso.

Enquanto Bryce e Hunt correm para desvendar o mistério, eles não têm como saber das ameaças que envolvem a cidade através do submundo, através dos continentes em guerra, até os níveis mais escuros do inferno, onde as coisas que estão dormindo durante milênios começam a despertar…

Com suspense e personagens inesquecíveis, essa nova série de fantasia ricamente criativa de Sarah J. Maas, explora a dor da perda, o preço da liberdade e o poder do amor.

Hey galera, finalmente vamos conversar sobre esse livro. A hype da Sarah está nas nuvens, a capa desse livro é linda e a promessa de uma fantasia mais madura me convenceram a iniciar a leitura de Casa de Terra e Sangue.

Vou fazer um breve resumo da história.

O livro vai nos apresentar a Bryce, uma semifeérica que trabalha em uma galeria de arte bem peculiar, na verdade, toda a vida da Bryce é bem peculiar rs. Ela é a melhor amiga de Danika, a alfa da matilha de lobos que patrulha a cidade em que vivem. Aí você me pergunta, que mundo é esse que mistura lobos, fadas e muito mais? É um mundo bem diverso e eu vou tentar explicar um pouco.

Bom, há muito tempo atrás os Asteri invadiram esse universo e passaram a dominá-lo. Como consequência, os humanos que lá existiam, em grande parte se tornaram escravos e ainda lutam pela libertação de seu universo. Junto com os Asteri chegaram os Vanir, que são toda a classe de seres sobrenaturais como Anjos, Feéricos, Bruxas, Lobos, Metamorfos, Sereias e muito mais.

Continue lendo
01maio • 21 Clichê, comédia romantica, EverAfter Romance, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance, Vi Keeland

Resenha #360 Bossman

Título: Bossman
Autor: Vi Keeland
Editora: EverAfter Romance
Páginas: 326
Ano: 2016
Gênero: Romance/Literatura Americana/ Literatura Estrangeira/ Comédia Romântica
Classificação: 3,5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: A primeira vez que encontrei Chase Parker, eu não fiz exatamente uma boa impressão. Eu estava me escondendo no corredor do banheiro de um restaurante, deixando uma mensagem para a minha melhor amiga me salvar do meu encontro horrível.
Ele ouviu e disse que eu era uma cadela, então começou a me oferecer alguns conselhos de namoro. Então eu disse-lhe para se preocupar com seu próprio maldito negócio, seu próprio, lindo, cheio de si maldito negócio, e voltei para o meu miserável encontro.
Quando ele passou pela minha mesa, ele sorriu, e eu vi sua arrogante, sexy bunda caminhar de volta para o seu encontro. Eu não poderia evitar espiar o idiota condescendente do outro lado da sala. Claro, ele me pegou em mais de uma ocasião, e piscou. Quando o estranho lindo e seu encontro igualmente quente de repente apareceram na nossa mesa, eu pensei que ele ia me dedurar. Mas em vez disso, ele fingiu que nos conhecíamos e se juntou a nós, contando elaboradas histórias embaraçosas sobre a nossa falsa infância.
Meu encontro de repente foi de chato a bizarramente emocionante. Quando acabou e nos separamos, eu pensei sobre ele mais do que eu jamais iria admitir, embora eu soubesse que nunca o veria novamente. Quer dizer, quais eram as chances de eu esbarrar com ele novamente em uma cidade com oito milhões de pessoas? Então de novo… Quais eram as chances de um mês depois ele acabar sendo meu novo chefe sexy?

Romance no escritório? Quero!

Esse livro vai contar a história muito engraçada e levemente dramática de Chase e Reese. Ela estava em um encontro terrível enquanto ele estava na mesa ao lado, também em um encontro, mas muito ligado no que acontecia na mesa da nossa mocinha. Até que num ato muito bem pensado, Chase acaba se sentando com Reese e seu “date”, finge que a conhece e eles desenvolve uma história de um passado em comum dos dois. Tudo mentira, obviamente, mas que serviu para animar a noite de ambos.

Depois desse interlúdio a vida segue, até que novamente Reese e Chase esbarram na academia. Já podemos dizer que desde o primeiro momento tinha pintado uma atração bem forte, mas entre piadas e trocas de histórias fakes, nada evolui. O tempo passa novamente e Reese estava em busca de um novo emprego, e o lugar onde ela acaba parando é justamente na empresa de Chase. Sim, nosso mocinho é um CEO gato e podre de rico rs #adooooro.

Continue lendo
10abr • 21 12 livros para 2020, Autobiografia, Biografia, C S Lewis, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, William Collins

Resenha #359 Surprised by Joy

Título: Suprised by Joy
Autor: C. S. Lewis
Editora: William Collins
Páginas: 304
Ano: 207
Gênero: Autobiografia/ Literatura Estrangeira
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Surpreendido pela Alegria não é uma autobiografia comum. Não é uma confissão. No entanto, é certamente um dos mais belos e inteligentes relatos da caminhada de uma pessoa em direção à fé cristã.

C. S. Lewis, um dos pensadores e escritores mais influentes do século 20, foi ateu por muitos anos. Em Surpreendido pela Alegria, ele descreve de maneira fascinante sua jornada espiritual, com o foco na sua crise de fé, que determinaria o caráter de toda a sua vida e carreira. Um livro de memórias extremamente pessoal e arguto, no qual Lewis guia o leitor em direção à alegria e à surpresa que aguardam todo aquele que busca uma vida além do esperado.

Hey pessoal, tudo bom com vocês?
Hoje vim compartilhar a minha experiência lendo Surprised by Joy, a autobiografia do C. S. Lewis.

Em Surprised by Joy, Lewis vai nos contar sobre a sua jornada de fé, partindo do ateísmo até o cristianismo. Desde suas mais antigas lembranças, ainda na infância, seu período em internatos e depois na faculdade, sua relação turbulenta com o pai e os grandes amigos que fez ao longo da vida, tudo vai contribuir para transformá-lo no homem que era.

Ainda na infância Lewis perde a mãe, um marco na vida do jovem e que faz com sua fé seja minada, conforme vai crescendo e ao ir para a escola, ele enfrenta muitas dificuldades e ao mesmo tempo entra em contato com diversas situações e experiências até se auto declarar um ateu.

Continue lendo
08abr • 21 adulto, Anna Zaires, Erótico, ficção científica, Literatura Americana, literatura estrangeira, Mozaika Publications, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #358 Encontros Íntimos

Título: Encontros Íntimos
Série: As Crônicas dos Krinars
Ordem: 1
Autor: Anna Zaires
Editora: Mozaika Publications
Gênero: Ficção Científica/ Romance Erótico/ Literatura Estrangeira/ Literatura Americana
Páginas: 386
Ano: 2015
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Um romance sombrio e intrigante que atrairá fãs de relacionamentos eróticos e turbulentos…

No futuro próximo, os krinars governam a Terra. Uma raça avançada de outra galáxia, eles ainda são um mistério para nós e estamos completamente à mercê deles.

Tímida e inocente, Mia Stalis é uma universitária na cidade de Nova Iorque que sempre teve uma vida muito comum. Como a maioria das pessoas, ela nunca teve qualquer interação com os invasores. Até que um dia no parque muda tudo. Tendo atraído o olhar de Korum, ela agora deve lidar com um krinar poderoso e perigosamente sedutor que quer possuí-la e nada o impedirá de tê-la para si.

Até onde você iria para recuperar a liberdade? Quando sacrificaria para ajudar seu povo? O que escolheria ao começar a se apaixonar pelo inimigo?

Olha eu me jogando no mundo dos aliens novamente! Kkk

Gente, há algum tempo eu pedi em um dos vídeo do canal que me indicassem livros dentro desse gênero que eu tinha acabado de conhecer, umas das inscritas do canal, a Adriana, me fez uma lista com várias indicações e Encontros Íntimos foi o que me chamou mais a atenção. Alguns de vocês já leram minha experiência nada positiva com Ice Planet Barbarians, então comecei a leitura desse com dois pés atrás rs.

Bom, pela avaliação já deu pra notar que a experiência foi muito melhor nesse né! Rs. Mas deixa eu fazer um resumo sobre a história.

O livro começa com Mia, nossa protagonista, estudando no Central Park em um dia ensolarado. Ela é uma universitária e vive uma vida comum. O mundo mudou, há alguns anos o planeta Terra foi invadido por seres de outro planeta, mas nesse atual momento, as pessoas já se “acostumaram” com a presença deles.

Continue lendo
18mar • 21 adulto, Clichê, Dicas da Ba, Elle Kennedy, lançamento, Literatura Americana, literatura estrangeira, new adult, Paralela, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #356 The Dare

Título: The Dare
Série: Briar U
Ordem: 4
Autor: Elle Kennedy
Editora: Paralela
Gênero: New Adult/ Romance/ Literatura Estrangeira/ Literatura Americana
Páginas: 317
Ano: 2021
Classificação: 4,5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: A faculdade devia ser a chance de abandonar meu complexo de patinho feio e me tornar um lindo cisne. Em vez disso, fui parar em uma irmandade cheia de meninas malvadas. Já está sendo difícil me enturmar, então, quando minhas irmãs da Kappa Chi propõem um desafio, eu não posso dizer não.
A missão: seduzir o mais novo (e gato) jogador de hóquei da Briar.
Todo mundo conhece Conor Edwards. Ele está em todas as festas de fraternidade, e na cama de todas as meninas. É do tipo que você se apaixona antes de perceber que ele nunca olharia para você. Mas o sr. Popular me surpreende — em vez de rir de mim, ele me acompanha até o quarto e finge que estamos nos pegando.
Por incrível que pareça, agora ele quer continuar fingindo. Conor adora um joguinho e acha que vai ser divertido enganar as meninas da Kappa. Mas resistir ao seu charme de surfista é quase impossível, e estou começando a desconfiar que ele tem muito mais a oferecer do que seu fã-clube imagina.
O problema é que eu sou péssima nessas brincadeiras. E quanto mais tempo esse jogo bobo durar, maior o perigo de tudo isso explodir na minha cara.

CONTEÚDO ADULTO

Ai esses namoros fakes…

Preparados para mais um livro da série Briar U? É a vez de conhecermos a história de Taylor e Conor, ele já tinha me deixado com as orelhinhas em pé quando apareceu em The Play e agora me conquistou de vez rsrs.

Deixa eu contar um pouco sobre a história.

Taylor é uma garota de fraternidade, mas esqueça os clichês da gostosona peituda e sem cérebro. Ela é sim linda e gostosona, mas nossa mocinha é cheia de complexos e não é muito confiante em sua própria beleza. O ambiente da fraternidade também não é dos mais saudáveis e as perseguições e bullying velado só servem pra deixar Taylor ainda menos confiante.

Em uma festa organizada na casa de sua fraternidade, ela é desafiada a dar uns pegas em Conor, o californiano bonitão do time de hockey. Ele é recém chegado à Briar, mas conseguiu criar uma bela reputação de pegador, ele pega mas não se apega kkk. Quando Taylor pede ajuda no desafio, ele não consegue resistir… Mas o que era pra ser uma sessão de amassos em um quarto aleatório, se transforma em uma noite de altas risadas e diversão para esse par inesperado.

Continue lendo
13mar • 21 It, It: A Coisa, literatura estrangeira, Outros, palhaço, Pennywise, resenha, Resenhas de Livros, Stephen King, Suma de Letras, Terror, thriller, you'll fly too

Resenha #355 It: A Coisa

Título: It: A Coisa
Autor: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Páginas: 1.103
Ano: 2014
Gênero: Suspense e Mistério; Terror, Horror
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Durante as férias escolares de 1958, em Derry, pacata cidadezinha do Maine, Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly aprenderam o real sentido da amizade, do amor, da confiança e… do medo. O mais profundo e tenebroso medo. Naquele verão, eles enfrentaram pela primeira vez a Coisa, um ser sobrenatural e maligno que deixou terríveis marcas de sangue em Derry. Quase trinta anos depois, os amigos voltam a se encontrar. Uma nova onda de terror tomou a pequena cidade. Mike Hanlon, o único que permanece em Derry, dá o sinal. Precisam unir forças novamente. A Coisa volta a atacar e eles devem cumprir a promessa selada com sangue que fizeram quando crianças. Só eles têm a chave do enigma. Só eles sabem o que se esconde nas entranhas de Derry. O tempo é curto, mas somente eles podem vencer a Coisa. Em ‘It – A Coisa’, clássico de Stephen King em nova edição, os amigos irão até o fim, mesmo que isso signifique ultrapassar os próprios limites.

“Vá embora e tente continuar a sorrir. Ouça um pouco de rock-and-roll no rádio e vá em direção a toda vida que existe com toda a coragem que você consegue reunir e toda a crença que tem. Seja verdadeiro, seja corajoso, enfrente. Todo o resto é escuridão.”

Já faz um tempinho que li It, mas desde então venho tentando contar um pouco do que este livro significa para mim. Então se segure porque, por mais estranho que pareça, esta será, provavelmente, uma declaração de amor a esta história do King.

Este livro me leu em Agosto de 2019 (é isso mesmo que eu quis dizer). Eu estava passando por um período meio sombrio na minha vida e precisava enfrentar meu próprio Pennywise, por assim dizer. Foi então que, junto com duas de minhas melhores amigas, resolvi me jogar de cabeça no mundo das bizarrices de Stephen King.

Continue lendo
13mar • 21 Christina Lauren, Dicas da Ba, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance, universo dos livros

Resenha #354 O Amor e outras coisas

Título: O Amor e outras coisas
Autor: Christina Lauren
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 344
Ano: 2020
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira/ Literatura Americana
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Macy Sorensen se acomodou em uma rotina ambiciosa e pouco emocionante: trabalha duro como residente em pediatria, planeja se casar um dia com um homem mais velho e financeiramente estável, mantém uma postura discreta e o coração resguardado.
No entanto, quando se encontra por acaso com Elliot Petropoulos – primeiro e único amor da sua vida –, a bolha cautelosa que criou para si começa a se dissolver. No passado, Elliot representou o mundo inteiro de Macy – transformando-se do amigo magrelo e amante de livros desajeitado no homem que a convenceu a abrir seu coração… até parti-lo na mesma noite em que declarou seu amor por ela.
Nesta narrativa alternada entre presente e passado, os adolescentes Elliot e Macy vão de amigos a muito além – passam horas a fio devorando livros juntos, partilhando suas palavras prediletas em meio a diálogos sobre sofrimentos e êxitos da vida. Na fase adulta, porém, eles permaneceram afastados até o reencontro inesperado.
Embora as lembranças estejam encobertas pela agonia dos acontecimentos do passado, caberá a Elliot compreender a verdade por trás da década de silêncio de Macy, tendo de superar o passado e a si mesmo a fim de reavivar a crença dela na possibilidade de um cálido amor.

Hey galera, prontos para conhecer um livro que vai te deixar com o coração na mão e completamente apaixonado? Então continua a leitura porque O Amor e outras coisas vai te conquistar.

O livro vai contar a história de Macy e Elliot, eles se conheceram quando eram adolescentes e viraram melhores amigos, porém eles só se encontravam por curtos períodos de tempo. Elliot era vizinho da casa de veraneio de Macy e nossa mocinha só ia para lá em feriados e fins de semana, porém mesmo não convivendo 100% do tempo isso não impediu que uma amizade verdadeira florescesse.

Elliot era um aficionado em livros, sempre amou a leitura e não era diferente com a Macy, tanto que o pai dela transforma o closet do quarto em uma biblioteca, e era lá que esses amigos passavam a maior parte do seu tempo. Os anos passam, eles crescem e a atração aparece, e logo fica claro que ser amigo não seria suficiente para ambos. Mas algo acontece, uma ruptura nessa amizade e 11 anos se passam sem Macy e Elliot se verem.

Continue lendo
1 2 3 11