Clichê

Resenha 459 Lugar Feliz

Por Barbara em 16 maio • 2024

Posts arquivados em: Tag: YA

22fev • 24 12 livros para 2023, Desafio das GeLs, Fantasia, jovem adulto, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance, Sabaa Tahir, Verus

Resenha 454 Um céu além da tempestade

E finalmente chegamos ao fim dessa série, cheia de altos e baixos e não sendo a minha favorita, mas que me surpreendeu com o final.

Eu comecei a ler a série Uma Chama Entre as Cinzas completamente fascinada com o universo e a trama que a Sabaa tinha criado, achei emocionante, envolvente e que tinha tudo para ser umas das minha favoritas da vida. O livro de estreia é sensacional, logo a gente se pega vivendo o mundo de Elias e Helene na academia, os desafios de Laia e encantados com os seres extraordinários que vão aparecendo, mas o fascínio acabou junto com o primeiro livro. As continuações me decepcionaram, mas ainda sim eu dei uma chance e segui com série e felizmente o último livro foi muito bom.

Aqui nós vamos ter os nossos protagonistas vivendo vidas separadas, cada um em uma missão e comprometidos a salvar a humanidade. Laia está em busca de uma forma para destruir o Portador da Noite, o grande vilão e que está tocando o terror na terra, claro que é uma tarefa bem complicada e ela vai estar a frente de um grupo disposto a ajudar nessa missão, afinal a vida de toda a humanidade depende deles.

Continue lendo
26out • 23 Clichê, Galera Record, jovem adulto, Literatura Americana, literatura estrangeira, Rachel Lynn Solomon, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha 449 Hoje, depois, amanhã

Título: Hoje, depois, amanhã
Autor: Rachel Lynn Solomon
Editora: Galera Record
Páginas: 382
Ano: 2023
Gênero: Romance/ Jovem Adulto/ Literatura americana
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: É o último dia do ensino médio. Rowan Roth e Neil McNair são rivais ferrenhos desde… bem, desde sempre. Os dois disputam por notas, concursos de redação, eleições do conselho estudantil e até mesmo nas aulas de educação física. E mesmo que Rowan esteja ansiosa pelo que o futuro tem reservado para ela, de uma coisa está certa: precisa derrotar o insuportável Neil antes.

E depois que o garoto é nomeado o orador da turma, Rowan só tem mais uma chance: o Uivo, um jogo para os formandos que os fará percorrer Seattle enquanto decifram enigmas. Isso é, se os demais alunos não atrapalharem. Quando Rowan e Neil descobrem que alguns de seus colegas de turma estão dispostos a se unir para derrotá-los, decidem então somar forças para que sejam os finalistas e, assim, possam competir apenas entre si.

Contudo, quanto mais tempo passam juntos nessa espécie de passeio de despedida da cidade que tanto ama, mais Rowan percebe que Neil é bem mais do que o nerd desajeitado com quem competiu durante todo o ensino médio. E percebe que ele, a quem sempre afirmou desprezar, talvez seja na verdade o cara dos seus sonhos.

Hoje, depois, amanhã é um romance arrebatador que fará todos se apaixonarem.

Hoje, ela o odeia.

Depois, ela o tolera.

Amanhã… ela talvez já esteja apaixonada por ele.

Olá galera! Tudo bom com vocês? Hoje é vim comentar um pouco sobre as minhas impressões do livro que dá título a essa resenha, bora lá?

Tudo vai começar no último dia de aula do ensino médio de Rowan, ela está prestes a encerrar um ciclo em sua vida estudantil e tudo o que ela mais deseja é finalizar com chave de ouro, e isso seria conseguindo se tornar oradora da turma, porém ela tem um grande rival a essa vaga, Neil.

Neil e Rowan sempre estudaram juntos e nunca se deram bem, ambos viviam disputando sobre qualquer questão, desde as mais simples como ser o melhor em N matérias e até mesmo ser o presidente do conselho estudantil. Bom, eles tinham disputas épicas e que ficaram bem conhecidas em toda a escola e agora no final de tudo, obviamente isso não iria mudar.

Continue lendo
31ago • 23 comédia romantica, Dicas da Ba, intrínseca, Literatura Americana, literatura estrangeira, Lynn Painter, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha 445 Melhor do que nos filmes

Título: Melhor do que nos filmes
Autor: Lynn Painter
Editora: Intrínseca
Páginas: 352
Ano: 2023
Gênero: Romance/ Literatura Americana/ Jovem Adulto/ Literatura Estrangeira
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Elizabeth Buxbaum sempre soube que seu vizinho não seria um bom namorado. Apesar de todos acharem Wesley Bennett simpático e muito bonito, Liz tinha certeza de que, na verdade, ele era um chato de galochas.

Mas Michael Young era diferente. O amor de infância de Liz estava à altura dos protagonistas das comédias românticas que ela tanto gostava, só que havia se mudado para longe quando os dois ainda eram crianças. Dez anos depois, ele estava de volta, mais lindo e charmoso do que nunca.

Esbarrar com o garoto na escola foi como um sinal do universo. O último ano do ensino médio clamava por acontecimentos grandiosos, um baile inesquecível e momentos apaixonantes. Por isso, como uma boa romântica incurável, Liz estava determinada a fazer qualquer coisa para conquistar o verdadeiro amor. Até mesmo pedir ajuda ao vizinho irritante.

O plano era infalível: fazer com que Michael notasse sua existência e a convidasse para o tão sonhado baile de formatura. Mas à medida que Wes e Liz se aproximam, ela vai questionar tudo o que sabe sobre o amor e descobrir que talvez seu “felizes para sempre” seja surpreendente – e melhor do que ela poderia imaginar.

Eu jurava que não tinha mais paciência para jovens adultos que não fossem do gênero fantasia, bom, Melhor do que nos filmes chegou para provar o contrário.

O livro vai contar a história de Liz e Wes, eles são vizinhos e estudam na mesma escola, mas o que poderia ser uma boa relação de amizade ou ao menos de conhecidos que se dão bem é o contrário. Esses dois vivem em pé de guerra por vários motivos e o mais recente é por conta de uma vaga de estacionamento na rua em que ambos moram.

Liz é uma garota sonhadora e apaixonada por filmes de romance, ela sonha em viver o próprio romance na vida real, ao estilo “Uma linda mulher”, “10 coisas que odeio em você” ou “O diário de Bridgert Jones”. Ela aprendeu a amar os filmes por causa de sua mãe que também era amante desse gênero e que infelizmente faleceu quando ela ainda era criança.

Continue lendo
17fev • 23 12 livros para 2022, Cassandra Clare, Desafio das GeLs, Fantasia, jovem adulto, Literatura Americana, Record, resenha, Resenhas de Livros

Resenha #430 Rainha do Ar e da Escuridão

Título: Rainha do Ar e da Escuridão
Série: Os Artifícios das Trevas
Volume: 3
Autor: Cassandra Clare
Páginas: 728
Editora: Galera Record
Gênero: Jovem Adulto/ Fantasia/ Literatura Estrangeira/ Literatura Americana
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Rainha do Ar e da Escuridão é a conclusão épica para outra grande trilogia do universo de Instrumentos Mortais da autora best-seller Cassandra Clare.

Sangue inocente foi derramado nos degraus do Salão do Conselho, e o mundo dos Caçadores de Sombras se encontra à beira de uma guerra civil. Parte da família Blackthorn foge para Los Angeles, em uma tentativa de descobrir a origem da doença que está acabando com os bruxos. Enquanto isso, Julian e Emma tomam medidas desesperadas e embarcam em uma perigosa missão para o Reino das Fadas a fim de recuperar o Volume Negro dos Mortos. O que encontram é um segredo capaz de destruir o Mundo das Sombras e abrir um caminho tenebroso para um futuro que nunca poderiam ter imaginado. Em uma corrida contra o tempo, Emma e Julian devem salvar o mundo dos Caçadores de Sombras antes que o poder mortal da maldição parabatai destrua tudo o que amam.

Olá Shadowhunters! Hora de fechar mais uma trilogia de dona Cassandra Clare.

Os Artifícios das Trevas inaugurou uma nova era no universo dos Caçadores de Sombras, aqui nós temos novos personagens e ainda acompanhamos flashs dos nossos queridinhos como Clary e Jace. Bom, esse terceiro livro fecha a trama de Julian e Emma, os parabatais que se apaixonam, algo proibido entre os Caçadores.

O livro começa logo após os eventos que levaram à morte a irmã de Julian e do inquisidor, lá em Idris. O tom é de muita tristeza, medo e revolta entre os Caçadores, e faz com o que o pior deles apareça. Medo das Fadas e do Submundo em geral leva a uma série de medidas preconceituosas e absurdas quando um novo Inquisidor é eleito.

Continue lendo
19nov • 22 12 livros para 2022, desafio, Desafio das GeLs, distopia, ficção científica, jovem adulto, Literatura Americana, literatura estrangeira, Neal Shusterman, resenha, Resenhas de Livros, Seguinte

Resenha #428 O Timbre

Título: O Timbre
Série: Scythe
Ordem: 3
Autor: Neal Shusterman
Editora: Seguinte
Gênero: Ficção Científica/ Literatura Estrangeira/ Jovem Adulto
Páginas: 560
Ano: 2020
Classificação: 3,5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: A humanidade alcançou um mundo ideal, em que não há fome, doenças, guerras, miséria… nem mesmo a morte. Mas, mesmo com todo o esforço da inteligência artificial da Nimbo-Cúmulo, parece que alguns problemas humanos, como a corrupção e a sede de poder, são igualmente imortais. Desde que o ceifador Goddard começou a ganhar seguidores da nova ordem, entusiastas do prazer de matar, a Nimbo-Cúmulo decidiu se silenciar, deixando o mundo cada vez mais de volta às mãos dos humanos.

Depois de três anos desde que Citra e Rowan desapareceram e Perdura afundou, parece que não existe mais nada no caminho de Goddard rumo à dominação absoluta da Ceifa — e do mundo. Mas reverberações da Grande Ressonância ainda estremecem o planeta, e uma pergunta permanece: será que sobrou alguém capaz de detê-lo?

A resposta talvez esteja na nova e misteriosa tríade de tonistas: o Tom, o Timbre e a Trovoada.

Hey galera, chegamos ao terceiro e último volume da série Scythe, e agora é a hora de comentar com vocês as minhas impressões sobre o desfecho dessa história. Vamos juntos?

O livro vai começar em paralelos de tempo distintos, em cada capítulo a gente vai ir e vir no tempo para depois entender melhor todos os eventos quando eles convergirem. O segundo livro terminou com Citra e Rowan afundando junto com Perdura e entrando em semi-morte. Toda a população mundial se tornou infratora aos olhos da Nimbo-Cúmulo e ninguém mais pode entrar em contato direto com ela. Caos!

Goddard foi elevado a Supra Punhal da Mérica do Norte e aos poucos está expandindo seu projeto de poder por todas as Méricas e outros continentes. O mundo está verdadeiramente uma loucura, mas no meio disso tudo, ainda existe uma única pessoa que consegue falar com a Nimbo-Cúmulo, e esse é Graysson. Lembram dele do livro anterior?

Continue lendo
30jul • 22 Fantasia, Ficção, Galera Record, Holly Black, jovem adulto, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #418 A Rainha do Nada

Título: A Rainha do Nada
Série: O Povo do Ar
Ordem: 3
Autor: Holly Black
Editora: Galera Record
Gênero: Literatura Estrangeira/ Jovem Adulto/ Fantasia/ Literatura Americana
Páginas: 294
Ano: 2020
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Ele será a destruição da coroa e a ruína do trono.

O poder é mais fácil de adquirir do que de manter. Jude aprendeu a lição mais difícil de sua vida quando abdicou do controle do Rei Cardan em troca de um poder imensurável.

Agora, ela carrega o outrora impensável título de Grande Rainha de Elfhame, mas as condições são longe de ser ideais. Exilada por Cardan no mundo mortal, Jude se encontra impotente e frustrada enquanto planeja reivindicar tudo que Cardan tomou dela.

A oportunidade surge com sua irmã gêmea, cuja vida está em perigo. Para salvá-la de uma situação tenebrosa envolvendo Locke, Jude decide voltar ao Reino das Fadas se passando por Taryn. Antes disso, porém, ela precisa confrontar os próprios sentimentos contraditórios pelo rei que a traiu.

No entanto, ao voltar a Elfhame, Jude constata que tudo mudou. A guerra está prestes a eclodir, e ela caminha próximo a seus inimigos. Será que ela vai ser capaz de resgatar a Coroa e o amor incondicional de Cardan, ao mesmo tempo que destrói os planos de seus inimigos? Ou será que tudo está perdido para sempre?

A rainha do nada é o épico desfecho da trilogia O Povo do Ar, da renomada autora Holly Black. Com intrigas palacianas, reviravoltas inesquecíveis e uma construção de universo ao mesmo tempo complexa e crível, Holly Black se consagra mais uma vez como a rainha do Reino das Fadas e um dos nomes mais icônicos da fantasia para jovens adultos.

Hora de finalizar a trilogia!
Galera, quero começar essa resenha agradecendo a todos que me incentivaram a ler essa trilogia. Muitos sabem que não consegui me render as séries mais recentes que se passam no universo dos feéricos, mas por incentivo de vocês, li O Povo do Ar. Obrigada!

Nesse último livro vamos ver o desfecho da história de Jude. Ela é a Grande Rainha, porém ninguém sabe, e de quebra ainda foi exilada ao final do livro anterior. Nossa mocinha experimentou o céu – controle absoluto durante o período em que foi senescal de Cardan, e agora está no inferno, porque mesmo sendo rainha, está longe de seu reino.

As coisas começam a mudar quando ela recebe a visita inesperada da irmã, Taryn, que está em um momento complicado e só pode contar com a ajuda de Jude. Era a desculpa que ela precisava para voltar para o universo dos feéricos. Assim que chega, ela não consegue manter o disfarce por muito tempo, porém uma reviravolta a leva para perto de Madoc, seu pai adotivo e traidor do reino. Com ele, ela descobre que os planos para usurpar o trono de Cardan estão muito adiantados e os riscos para nosso rei favorito são bem altos.

Continue lendo
26jul • 22 distopia, James Dashner, jovem adulto, Literatura Americana, Literatura Inglesa, resenha, Resenhas de Livros, V&R Editoras

Resenha #417 Maze Runner: Correr ou Morrer

Título: Maze Runner: Correr ou Morrer
Série: Maze Runner
Ordem: 1
Autor: James Dashner
Editora: V&R Editoras
Gênero: Distopia/ YA/ Literatura Estrangeira
Páginas: 426
Ano: 2010
Classificação: 4 estrelas
Compre o Livro
Sinopse: Ao acordar dentro de um escuro elevador em movimento, a única coisa que Thomas consegue lembrar é de seu nome. Sua memória está completamente apagada. Mas ele não está sozinho.

Quando a caixa metálica chega a seu destino e as portas se abrem, Thomas se vê rodeado por garotos que o acolhem e o apresentam à Clareira, um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Assim como Thomas, nenhum deles sabe como foi parar ali, nem por quê. Sabem apenas que todas as manhãs as portas de pedra do Labirinto que os cerca se abrem, e, à noite, se fecham. E que a cada trinta dias um novo garoto é entregue pelo elevador. Porém, um fato altera de forma radical a rotina do lugar – chega uma garota, a primeira enviada à Clareira. E mais surpreendente ainda é a mensagem que ela traz consigo.

Thomas será mais importante do que imagina, mas para isso terá de descobrir os sombrios segredos guardados em sua mente e correr, correr muito.

Hora de distopia por aqui!

Hey galera, como vocês estão? Hoje vim comentar com vocês a minha opinião sobre o livro Maze Runner: Correr ou Morrer. Li por indicação de um amigo e mesmo já não estando mais no hype, vale a pena conhecer.

O livro vai nos apresentar Thomas, um adolescente que acorda um dia em uma clareira, cercado por outros jovens, e sem memória. A única coisa que ele sabe é o próprio nome e que está preso nessa clareira que é cercada por um labirinto. Bom, conforme os dias vão passando, vamos descobrindo junto com Thomas, que aqueles rapazes estão presos lá há dois anos, que vivem organizados em sociedade com tarefas bem definidas, e o principal, não desistiram de escapar.

Continue lendo
18fev • 22 drama, jovem adulto, Kylie Scott, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #401 Trust

Título: Trust
Autor: Kylie Scott
Editora: Independente
Gênero: Literatura Estrangeira/ Romance/ Drama/ Jovem Adulto/ Literatura Americana
Páginas: 300
Ano: 2017
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Ser jovem tem tudo a ver com experiências: a primeira vez que você mata a escola, a primeira vez que você se apaixona … a primeira vez que alguém aponta uma arma para sua cabeça.
Depois de ser mantida refém durante um assalto na loja de conveniência local, Edie, de dezessete anos, vê sua atitude em relação à vida abalada. Não querendo suportar o esnobismo e o bullying em sua escola particular, ela se matricula na escola pública local, cruzando com John. O menino que arriscou a vida para salvar a dela.
Enquanto Edie está começando a ficar selvagem, John está apenas começando a se acalmar. Depois de anos festejando e traficando drogas com seu irmão mais velho, ele está se endireitando… chegando para a aula na hora e pensando sobre o futuro.
Um vínculo improvável cresce entre os dois enquanto John mantém Edie longe de problemas e a ajuda a ampliar seus horizontes. Mas quando ele a ajuda com outro primeiro, perder a virgindade, a amizade deles se complica.
Enquanto isso, Edie e John são puxados de volta para o mundo perigoso do qual escaparam por pouco. Eles tiveram sorte de sobreviver da primeira vez, mas desta vez eles têm mais a perder… um ao outro.

Hey pessoal, tudo bem com vocês? Eu gostei muito da minha primeira experiência lendo um livro da Kylie e por isso obviamente fui atrás de mais.

Trust é um jovem adulto que vai nos apresentar a John e Edie, eles vão se conhecer por causa de uma situação de quase morte. Ambos estavam em uma loja de conveniência quando um assaltante entra e os faz de refém. Ao final eles sobrevivem, mas não sem antes toda a situação deixa-los marcados e com um vínculo entre si.

O tempo passa e Edie passa a estudar na mesma escola que John, lá ela percebe que ele não era um cara muito certinho, e ela ainda está traumatizada com tudo o que viveu, então ela está pouco se lixando para os problemas e as consequências de suas atitudes. Edie vai viver uma fase destrutiva, e é John quem vai estar por perto para segurar as pontas da nossa mocinha.

Continue lendo
13jun • 20 Anna Katmore, comédia romantica, Editora Bezz, jovem adulto, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #318 Drible do Amor

Título: Drible do Amor
Série: Grover Beach Team
Ordem: 1
Autor: Anna Katmore
Editora: Editora Bezz
Gênero: Romance/ Jovem Adulto/ Literatura Estrangeira
Páginas: 238
Ano: 2020
Classificação: 5 estrelas
Compre o Livro
Sinopse:
No amor e no futebol vale tudo, certo?

Lisa Matthews espera ansiosamente pelo retorno de seu melhor amigo – e sua paixão secreta – Tony Mitchell. Mas quando ele volta de sua viagem só tem olhos… para outra garota. Linda, popular e que faz parte do time de futebol da escola.
Não querendo perder espaço, Lisa toma a pior decisão da vida: entra para o time.

O que começa num ímpeto, torna-se um pesadelo quando na manhã seguinte à festa de seleção, Lisa acorda nos braços do capitão do time de futebol. Simplesmente, o cara mais gostoso da escola… Ryan Hunter.
É amor ou Paixão?
Coincidência ou Armação?

Eu jurava que não tinha mais paciência para dramas ou clichês adolescentes kkk. Drible de Amor provou que não é bem assim, toda história bem escrita vale a leitura independente da faixa etária ou gênero!

Lisa sempre foi apaixonada por Tony, eles são melhores amigos, vizinhos, o casal que todo mundo aposta que vai ficar junto em algum momento e como uma boa jovem sonhadora, Lisa já tem o casamento perfeito de ambos planejado rs. Só que o provável noivo precisa concordar também, certo?

Bom, parece que esse é o momento das coisas mudarem. Lisa está decidida a sair da friendzone assim que Tony voltasse do acampamento de futebol. Pois bem, ele volta um pouco diferente, e com um novo interesse amoroso. Uma nova garota popular, bonita e que ainda joga futebol! Lisa definitivamente precisa tomar uma atitude. É quando ela decide entrar para o time, mesmo odiando o esporte rs. O que uma garota não faz para conquistar o boy né rs.

Continue lendo
25fev • 20 12 livros para 2020, drama, jovem adulto, Kasie West, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance, Verus

Resenha #304 Ao Seu Lado

Título: Ao Seu Lado
Autor: Kasie West
Editora: Verus
Páginas: 280
Ano: 2019
Gênero: Jovem Adulto/ Romance / Literatura Estrangeira

Compre o Livro

Sinopse: Depois de se ver trancada acidentalmente na biblioteca pelo fim de semana inteiro, Autumn Collins não acha que as coisas podem piorar. Mas ela percebe que não está sozinha. Dax Miller está trancado com ela.

Autumn não sabe muito sobre Dax, só que ele é problema. Entre os rumores sobre uma briga em que ele se meteu (e o breve período no reformatório que veio a seguir) e sua fama de antissocial, ele não é exatamente a melhor companhia para um fim de semana. Ainda assim, Autumn tenta manter a calma e lembrar que é apenas uma questão de tempo até Jeff, seu quase namorado, perceber que a deixou na biblioteca e vir resgatá-la.

Mas Jeff não aparece. Ninguém aparece.
Diante disso, fica claro que Autumn terá que passar o fim de semana se alimentando de barrinhas de cereal e tentando conversar com um garoto que claramente não quer nada com ela. Até ela perceber que há muito mais em Dax do que ele deixa transparecer.
Conforme Autumn e Dax vão se abrindo um para o outro, ela fica impressionada com a conexão entre eles. Mas será que os sentimentos vão sobreviver quando o fim de semana acabar e a vida de Autumn voltar ao normal?

Primeiro livro finalizado do desafio 12 livros para 2020 e já posso afirmar que as coisas começaram muito bem. Tive sorte nessa escolha e já adianto que esse livro é pra te deixar com o coração quentinho e com esperança de que as coisas podem e vão melhorar.

Em Ao Seu Lado, nós conhecemos a história de Autumn e Dax, por conta de uma pequena confusão ambos acabam presos dentro da biblioteca pública da cidade. A pior parte é que nessa confusão toda, Autumn não ficou com o próprio celular e não tinha como entrar em contato com família e amigos. Mas para coroar a situação toda, o dia seguinte era feriado, então a biblioteca não abriria e em pleno inverno, não tinham muitas pessoas passeando pela região.

Continue lendo
16jan • 20 Fantasia, jovem adulto, literatura estrangeira, Maggie Stiefvater, resenha, Resenhas de Livros, Romance, Verus

Resenha #298 Ladrões de Sonhos

Título: Ladrões de Sonhos
Série: A Saga dos Corvos
Ordem: 2
Autor: Maggie Stiefvater
Editora: Verus
Gênero: Fantasia/ Aventura/ Jovem Adulto/ Literatura Estrangeira
Páginas: 429
Ano: 2014
Classificação: 5 estrelas
Compre o Livro
Sinopse: Ladrões de sonhos, o segundo volume da Saga dos Corvos, traz de volta a imaginação selvagem e as reviravoltas eletrizantes que somente uma autora original como Maggie Stiefvater é capaz de criar.

Ao lado de Blue, os garotos corvos — o privilegiado Gansey, o torturado Adam, o espectral Noah e o sombrio e perigoso Ronan — continuam sua busca pelo lendário rei galês Glendower. Mas suas explorações enfrentam um duro contratempo conforme segredos, sonhos e pesadelos começam a enfraquecer a linha ley — um canal invisível de energia que conecta lugares sagrados e que pode levá-los até o rei.

Será por isso que a floresta mística de Cabeswater sumiu inexplicavelmente? Quem é o misterioso Homem Cinzento e por que ele está procurando o Greywaren, uma relíquia que permite tirar objetos de sonhos? E o que isso tem a ver com o indecifrável Ronan?

Conforme Blue e os garotos corvos procuram respostas a essas e outras questões, o perigo que os envolve se torna cada vez mais real, e será preciso apostar todas as fichas nessa aventura enigmática.

Maggie, como você termina o livro desse jeito???? Ainda bem que já tenho o próximo, porque com certeza enlouqueceria esperando a continuação…

Oi pessoal, depois desse desabafo rsrs, vim comentar com vocês as minhas impressões sobre Ladrões de Sonhos, segundo livro da série A Saga dos Corvos da maravilhosa e muito querida Maggie Stiefvater.

O primeiro livro foi explosivo e me conquistou já nas primeiras páginas, como não ficar fascinada por esse grupo de garotos em busca de um rei galês há muito esquecido e teoricamente morto. Com toda a magia recém despertada na cidadezinha de Henrietta, e todas as peculiaridades envolvendo a personalidade de cada um? Nem vou falar do romance que meu coração já acelera rsrsrs.

“Naquele momento, Blue estava um pouco apaixonada por todos eles. Pela magia deles. Pela busca deles. Pela voracidade e pela estranheza deles. Seus garotos corvos.”

Continue lendo
23dez • 19 12 livros para 2019, Aventura, best book, Desafio das GeLs, Fantasia, literatura estrangeira, Maggie Stiefvater, resenha, Resenhas de Livros, Romance, Verus

Resenha #295 Os Garotos Corvos

Título: Os Garotos Corvos
Série: A Saga dos Corvos
Ordem: 1
Autor: Maggie Stiefvater
Editora: Verus
Gênero: Fantasia/ Aventura/ Jovem Adulto/ Literatura Estrangeira
Páginas: 376
Ano: 2013
Classificação: 5 estrelas
Compre o Livro
Sinopse: Todo ano, na véspera do Dia de São Marcos,­ Blue Sargent vai com sua mãe clarividente até uma igreja abandonada para ver os espíritos daqueles que vão morrer em breve. Blue nunca consegue vê-los — até este ano, quando um garoto emerge da escuridão e fala diretamente com ela.

Seu nome é Gansey, e ela logo descobre que ele é um estudante rico da Academia Aglionby, a escola particular da cidade. Mas Blue se impôs uma regra: ficar longe dos garotos da Aglionby. Conhecidos como garotos corvos, eles só podem significar encrenca.

Gansey tem tudo — dinheiro, boa aparência, amigos leais —, mas deseja muito mais. Ele está em uma missão com outros três garotos corvos: Adam, o aluno pobre que se ressente de toda a riqueza ao seu redor; Ronan, a alma perturbada que varia da raiva ao desespero; e Noah, o observador taciturno, que percebe muitas coisas, mas fala pouco.

Desde que se entende por gente, as médiuns da família dizem a Blue que, se ela beijar seu verdadeiro amor, ele morrerá. Mas ela não acredita no amor, por isso nunca pensou que isso seria um problema. Agora, conforme sua vida se torna cada vez mais ligada ao estranho mundo dos garotos corvos, ela não tem mais tanta certeza.

De Maggie Stiefvater, autora do aclamado A Corrida de Escorpião, esta é uma nova série fascinante,­ em que a inevitabilidade da morte e a natureza do amor nos levam a lugares nunca antes imaginados.

Que livro!
Que livro meus caros leitores!
Maggie, eu te amo e obrigada por escrever essa história!

Os Garotos Corvos… eu gostei tanto desse livro que é até um pouco difícil escrever sobre, mas tentarei.

O livro conta a história de Blue Sargent e como ela conheceu um grupo de rapazes e assim uma grande aventura começou. Nossa mocinha cresceu em uma família de videntes, mas ela é a única que não possui o dom. Ela consegue, na verdade, potencializar o dom das pessoas. A Blue é tipo um gerador de energia.

Na cidade onde ela vive, existe uma escola para rapazes que são conhecidos por Garotos Corvos por conta do símbolo em seus uniformes. São rapazes de famílias com muito dinheiro e Blue sempre foi aconselhada a manter distância deles. Porém seu destino reservava algo bem diferente.

Continue lendo
1 2 3 5