drama

Resenha #268 Bad Boy Brody

Por Barbara em 03 abr • 2019
Laura Ward

Resenha #264 Not Yet

Por Barbara em 22 mar • 2019

Categoria: 12 livros para 2019

27mar • 19 12 livros para 2019, Best Bolso, clássico, Jane Austen, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #265 Razão e Sensibilidade

Título: Razão e Sensibilidade
Autor: Jane Austen
Editora: Best Bolso
Páginas: 400
Ano: 2013
Gênero: Clássico/ Romance/ Literatura Estrangeira
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: “Primeiro romance de Jane Austen, ‘Razão e Sensibilidade’ conta a história de duas irmãs com personalidades muito diferentes: Elinor é razão, Marianne é sensibilidade, e Jane Austen usa ambas para mostrar os perigos de ser franco demais numa sociedade essencialmente hipócrita onde há muito mais mérito em esconder do que em mostrar.” -Julia Romeu, no prefácio “Cérebro e Coração”.

Após a morte de Henry Dashwood, sua esposa e filhas – a sensata Elinor, a romântica Marianne e a jovem Margaret – veem-se subitamente empobrecidas e obrigadas a trocar sua confortável mansão por um pequeno chalé em Barton Park. Enquanto Elinor é controlada e cautelosa, Marianne demonstra abertamente seus sentimentos, recusando-se a adotar a conduta hipócrita que é esperada dela. Apesar de sua prudência, Elinor torna-se cada vez mais apegada a um homem inacessível. Marianne, por sua vez, descobre que seu temperamento afetuoso não é suficiente para garantir sua felicidade. As irmãs enfrentam grandes desafios em suas vidas amorosas e são forçadas a encontrar o equilíbrio entre razão e emoção antes de conquistarem o verdadeiro amor. Com sua ironia característica, a autora faz um retrato mordaz da sociedade inglesa do início do século XIX.

Hey galera, como estamos?

Hoje vim conversar com vocês sobre Razão e Sensibilidade, o primeiro livro publicado pela maravilhosa Jane Austen. Esse é o quarto livro do desafio #12livrospara2019 e eu estava bem ansiosa para comentar com vocês as minhas impressões, mas antes um breve resumo do enredo. Vou tentar ser breve para evitar spoilers.

Razão e Sensibilidade traz duas irmãs como protagonistas, Elinor e Marianne, as duas jovens vivem com a irmã mais nova e a mãe que acabou de ficar viúva. Elas tem ainda um irmão mais velho, fruto do primeiro casamento do Sr. Dashwood, que após a morte do pai herda toda a herança da família e a responsabilidade de cuidar das meias-irmãs. Porém as promessas feitas no leito de morte nem sempre são bem interpretadas e nossas mocinhas ficam à mercê da boa vontade do irmão e de sua esposa nada generosa.

Continue lendo
15mar • 19 12 livros para 2019, Aventura, Bertrand Brasil, Desafio das GeLs, Ernest Hemingway, literatura estrangeira, resenha, Romance

Resenha #262 O Velho e o Mar

Título: O Velho e o Mar
Autor: Ernest Hemingway
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 126
Ano: 2013
Gênero: Ficção/ Aventura/ Literatura Estrangeira
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Best-seller em todo o mundo e também no Brasil, “O Velho e o Mar” conta a história de um pescador que, depois de 84 dias sem apanhar um só peixe, acaba fisgando um de tamanho descomunal, que lhe oferece inusitada resistências e contra cuja força tem de opor a de seus braços, a de seu corpo, e, mais do que tudo, a de seu espírito.
Um homem só, no mar alto, com seus sonhos e pensamentos, suas fundas tristezas e ingênuas alegrias, amando com certa ternura o peixe com que trava ingente luta até levá-lo a uma derrota leal e honesta.
Uma obra-prima da literatura contemporânea, dotada de profunda mensagem de fé no homem e em sua capacidade de superar as limitações a que a vida o submete.

O Velho e o Mar… não sei nem direito como começar essa resenha, mas vou tentar explicando que aqui não existirá uma resenha como normalmente faço, vou contar a minha experiência com esse livro e eu espero que você aprecie a leitura, como eu estou apreciando escrever sobre.

Ganhei esse livro como presente de aniversário, já queria ler Hemingway há um bom tempo, mas ainda não tinha tido a oportunidade de comprar meu primeiro exemplar físico. Bom, com o livro em mãos, o coloquei na meta de leitura dos #12livrospara2019 e que bom que fiz isso!

Continue lendo
13mar • 19 12 livros para 2019, Literatura Nacional, M.S. Fayes, new adult, Pandorga, resenha, Romance

Resenha #261 DangeRock

Título: DangeRock
Autor: M.S. Fayes

Série: DangeRock #1
Editora: Pandorga
Páginas: 288
Ano: 2016
Gênero: New Adult/ Romance/ Literatura Nacional
Classificação: 2,5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Eve McGannon lidera a banda DangeRock desde adolescente. Sua voz atrai multidões como um ímã, da mesma forma que sua timidez a impede de confessar seu amor eterno por Brandon Conwell, o guitarrista e amigo de infância que sempre esteve ao seu lado, mas sem nunca percebê-la como mulher. Quando a banda recebe uma proposta irrecusável, o grupo unido se vê imerso em um turbilhão de sucesso absoluto e suas complicações. Isso inclui um astro musical que desperta um poderoso sentimento de ciúmes em Brandon, ao mesmo tempo em que tenta fazer Eve abandonar suas desilusões e ir em busca de novos sonhos. Eles aprenderão que o coração comanda todos os atos dentro e fora do palco. Basta apenas que sigam os sentimentos através das melodias que eles mesmos entoam.

O que eu não queria aconteceu.
Me iludi com a capa de um livro.
A capa é mais bonita que a história.
Decepção me define.

E aí galera, acho que poderia deixar só essas quatro frases nessa resenha porque elas definem exatamente o que senti ao final desse livro. Decepção é a palavra-chave! E vou explicar tudinho.

Continue lendo
27fev • 19 12 livros para 2019, Agatha Christie, literatura estrangeira, mistério, Nova Fronteira, Policial, resenha, Suspense

Resenha #256 Um Corpo na Biblioteca

Título: Um Corpo na Biblioteca
Autor: Agatha Christie
Editora: Nova Fronteira
Páginas: 184
Ano: 2014
Gênero: Policial/ Mistério/ Suspense/ Literatura Estrangeira
Classificação: 4,5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Ruby Keene, uma bela jovem, é encontrada morta na biblioteca da mansão do casal Bantry, aparentemente estrangulada. Dolly Bantry, a dona da mansão, chama sua amiga, a detetive amadora Miss Marple, para tentar descobrirem juntas quem é a garota, como foi parar lá, quem a matou e qual foi o motivo.

Tudo se complica ainda mais quando chega até eles a notícia de outra adolescente morta, carbonizada dentro de um carro incendiado em uma pedreira. Qual será a possível conexão entre os dois incidentes?

Agatha Christie na área meu povo!

Um Corpo na Biblioteca, minha segunda experiência com a rainha do mistério e primeiro encontro com Miss Marple.

Em UCnB, nós somos apresentados a um mistério fascinante. Uma jovem é encontrada morta na biblioteca de uma família de destaque na sociedade, os Bantry. Eles então chamam a polícia para investigar o caso e logo descobrem se tratar de uma jovem dançarina de um hotel próximo da região onde o corpo foi encontrado.

Continue lendo