Posts arquivados em: Tag: 5 estrelas

17ago • 22 desafio, Desafio das GeLs, Ficção, Infantojuvenil, intrínseca, Katherine Applegate, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros

Resenha #420 Árvore dos Desejos

Título: Árvore dos Desejos
Autor: Katherine Applegate
Editora: Intrínseca
Páginas: 224
Ano: 2020
Gênero: Infantojuvenil/ Ficção/ Literatura Estrangeira/ Literatura Americana
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Red é um carvalho centenário que já viu de tudo um pouco em seus muitos anos de vida. Também é a árvore dos desejos do bairro, e todo ano, no dia 1° de maio, as pessoas amarram em seus galhos fitas ou tiras de tecido com os mais diversos pedidos, sonhos e anseios.
Não é da natureza das árvores se intrometer na vida dos humanos, por isso, Red sempre ouve tudo com muita atenção, em silêncio. Mas então, numa noite fria, o pedido sussurrado da solitária Samar faz Red perceber que talvez tenha chegado a hora de sua voz ser finalmente ouvida.
Delicado, engraçado e profundo, Árvore dos Desejos é um conto de fadas moderno sobre o poder da amizade e da empatia, mostrando que muitas vezes temos que desafiar a tradição e nossos próprios medos para defender quem mais precisa.

Olá meus amores, hoje é dia de resenha apaixonada aqui nesse blog. Vim comentar sobre a minha leitura de Árvore dos Desejos, mas antes vou contar como cheguei a esse livro. Uns meses atrás a Mi me propôs uma ideia, os meus amigos montariam a minha TBR explicando os motivos de terem escolhido tal livro, tem vídeo disso no canal rs. Bom, Árvore dos Desejos foi a escolha do Ca, e o primeiro que li desse desafio e acho que pela minha classificação, já deu pra entender que eu amei!

É uma tremenda dádiva amar ser quem você é.

O livro vai contar a história de Red, um carvalho que está naquela vizinhança há bastante tempo, ele também é conhecido por ser a árvore dos desejos. Essa é uma tradição que começou anos atrás e desde então as pessoas começaram a escrever seus desejos e, em um determinado dia do ano, elas amarram na árvore.

Continue lendo
06ago • 22 Emily Henry, Ficção, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #419 Leitura de Verão

Título: Leitura de Verão
Autor: Emily Henry
Editora: Verus
Páginas: 364
Ano: 2022
Gênero: Romance/ Ficção/ Literatura Estrangeira/ Literatura Americana
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Em Leitura de verão, uma escritora de romances que não acredita mais no amor e um escritor literário sufocado pela rotina se envolvem em um desafio que pode subverter tudo o que eles sempre pensaram sobre o que é ser feliz.

Augustus Everett é um aclamado autor de ficção literária. January Andrews escreve romances best-seller. Enquanto ela cria seus “felizes para sempre”, ele mata todos os seus personagens. Eles definitivamente são polos opostos. A única coisa que têm em comum é que, durante três meses, vão morar em casas de praia vizinhas, ambos falidos e paralisados por um bloqueio criativo. Até que, em uma noite nebulosa, uma coisa leva à outra e eles fazem um acordo que tem o objetivo de arrancá-los da zona de conforto: Augustus vai passar o verão redigindo um livro com final feliz, e January vai escrever o próximo clássico da literatura. Ela vai levá-lo a viagens de campo dignas de uma comédia romântica, e ele a acompanhará em entrevistas com sobreviventes de um culto de suicídio (obviamente). Cada um vai finalizar um livro e ninguém vai se apaixonar. Será?

Hey galera, hoje vim conversar com vocês sobre esse livro que vocês já devem ter ouvido falar por aí, o hype tá nas alturas rs. Leitura de Verão foi indicação de vocês e eu resolvi ler e entender qual era a desse livro, pois bem, vou contar um pouco sobre a minha experiência de leitura.

O livro vai contar a história de January, ela resolve passar o verão na casa de praia de seu pai. Pra começo de conversa ela nem sabia que a casa existia, descobriu no dia do enterro dele e foi um verdadeiro divisor de águas na vida da nossa mocinha. Com a morte do pai, ela percebe que ele tinha muitos mais segredos do que ela imaginava.

O tempo passa, ela está em uma fase bem difícil da vida, ainda vivendo o luto, acabou um longo relacionamento, a conta bancária tá esvaziada e ela precisa terminar, ou melhor, começar e terminar um livro. Ela então decide que enquanto trabalha em seu livro, é um bom momento para se desfazer da casa que o pai deixou. Pois bem, ela só não contava com o vizinho que encontraria… rs.

Continue lendo
30jul • 22 Fantasia, Ficção, Galera Record, Holly Black, jovem adulto, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #418 A Rainha do Nada

Título: A Rainha do Nada
Série: O Povo do Ar
Ordem: 3
Autor: Holly Black
Editora: Galera Record
Gênero: Literatura Estrangeira/ Jovem Adulto/ Fantasia/ Literatura Americana
Páginas: 294
Ano: 2020
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Ele será a destruição da coroa e a ruína do trono.

O poder é mais fácil de adquirir do que de manter. Jude aprendeu a lição mais difícil de sua vida quando abdicou do controle do Rei Cardan em troca de um poder imensurável.

Agora, ela carrega o outrora impensável título de Grande Rainha de Elfhame, mas as condições são longe de ser ideais. Exilada por Cardan no mundo mortal, Jude se encontra impotente e frustrada enquanto planeja reivindicar tudo que Cardan tomou dela.

A oportunidade surge com sua irmã gêmea, cuja vida está em perigo. Para salvá-la de uma situação tenebrosa envolvendo Locke, Jude decide voltar ao Reino das Fadas se passando por Taryn. Antes disso, porém, ela precisa confrontar os próprios sentimentos contraditórios pelo rei que a traiu.

No entanto, ao voltar a Elfhame, Jude constata que tudo mudou. A guerra está prestes a eclodir, e ela caminha próximo a seus inimigos. Será que ela vai ser capaz de resgatar a Coroa e o amor incondicional de Cardan, ao mesmo tempo que destrói os planos de seus inimigos? Ou será que tudo está perdido para sempre?

A rainha do nada é o épico desfecho da trilogia O Povo do Ar, da renomada autora Holly Black. Com intrigas palacianas, reviravoltas inesquecíveis e uma construção de universo ao mesmo tempo complexa e crível, Holly Black se consagra mais uma vez como a rainha do Reino das Fadas e um dos nomes mais icônicos da fantasia para jovens adultos.

Hora de finalizar a trilogia!
Galera, quero começar essa resenha agradecendo a todos que me incentivaram a ler essa trilogia. Muitos sabem que não consegui me render as séries mais recentes que se passam no universo dos feéricos, mas por incentivo de vocês, li O Povo do Ar. Obrigada!

Nesse último livro vamos ver o desfecho da história de Jude. Ela é a Grande Rainha, porém ninguém sabe, e de quebra ainda foi exilada ao final do livro anterior. Nossa mocinha experimentou o céu – controle absoluto durante o período em que foi senescal de Cardan, e agora está no inferno, porque mesmo sendo rainha, está longe de seu reino.

As coisas começam a mudar quando ela recebe a visita inesperada da irmã, Taryn, que está em um momento complicado e só pode contar com a ajuda de Jude. Era a desculpa que ela precisava para voltar para o universo dos feéricos. Assim que chega, ela não consegue manter o disfarce por muito tempo, porém uma reviravolta a leva para perto de Madoc, seu pai adotivo e traidor do reino. Com ele, ela descobre que os planos para usurpar o trono de Cardan estão muito adiantados e os riscos para nosso rei favorito são bem altos.

Continue lendo
02jul • 22 12 livros para 2022, Arqueiro, Clichê, desafio, Lisa Kleypas, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance, Romance de Época

Resenha #415 Uma Noite Inesquecível

Título: Uma Noite Inesquecível
Série: As Quatro Estações do Amor
Ordem: 5
Autor: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance de época/ Romance histórico/ Literatura Estrangeira
Páginas: 144
Ano: 2017
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro
Sinopse: O Natal está se aproximando e Rafe Bowman acaba de chegar a Londres para uma união arranjada com Natalie Blandford. Com sua beleza estonteante e o físico imponente, ele tem certeza de que a linda aristocrata logo cairá a seus pés. No entanto, seus terríveis modos americanos e sua péssima reputação de farrista deixam Hannah, a prima da moça, chocada. Determinada a proteger Natalie, ela vai tornar a tarefa de cortejar a jovem muito mais difícil do que Rafe esperava. Hannah, porém, logo começa a se importar mais do que gostaria com o rude pretendente da prima. Rafe, por sua vez, passa a apreciar um pouco demais a companhia de Hannah, uma mulher forte e pragmática com um coração doce e gentil. E quando Daisy, Lillian, Annabelle e Evie, quatro amigas inseparáveis que já conseguiram encontrar o homem de seus sonhos, decidem agir como cupidos, quem sabe o que pode acontecer? Uma noite inesquecível é uma viagem mágica pela Londres vitoriana, com os diálogos espirituosos e personagens memoráveis que consagraram Lisa Kleypas como uma das autoras de romances de época mais aclamadas pelo público. Nesta continuação da série As Quatro Estações do Amor, os mais cínicos se tornam românticos e até os mais tímidos suspiram, arrebatados de paixão.

Romance de época na área, meus amores!

Hoje vim contar um pouco sobre a minha experiência de leitura com esse livro, Uma Noite Inesquecível. Ele é um extra da série “As quatro estações do amor”, e vai nos apresentar a história de Natalie, Rafe e Hannah.

Rafe é o irmão mais velho de Lilian e Dayse, ele está na Inglaterra para encontrar uma esposa, e a sua eleita é Natalie. Os arranjos principais para o enlace já estão organizados, mas os pombinhos precisam se conhecer e definir se existe chances de dar certo. Natalie é filha de um aristocrata e faz parte da nata da sociedade londrina, pensando nisso, Lilian resolve dar uma forcinha para o irmão e organiza um encontro entre Rafe e a dama de companhia de Natalie, Hannah, para que ele pudesse pegar umas dicas e conquistar Lady Natalie.

Continue lendo
07jun • 22 Fantasia, Galera Record, Holly Black, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros

Resenha #412 O Rei Perverso

Título: O Rei Perverso
Série: O Povo do Ar
Ordem: 2
Autor: Holly Black
Editora: Galera Record
Gênero: Literatura Estrangeira/ Jovem Adulto/ Fantasia/ Literatura Americana
Páginas: 308
Ano: 2020
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Para sobreviver no reino das fadas, Jude Duarte precisou aprender muitas lições. A mais importante delas veio de seu padrasto: o poder é bem mais fácil de adquirir do que de manter. Ela achou que, depois de enganar Cardan para que ele jurasse obedecê-la por um ano e um dia, sua vida se tornaria mais fácil. Mas ter qualquer influência sobre o grande rei de Elfhame parece uma tarefa impossível, principalmente quando ele faz de tudo em seu poder para humilhá-la e prejudicá-la, mesmo que seu fascínio pela garota humana permaneça intacto.

Agora, com as ondas ameaçando engolir a terra e um alerta de traição iminente, Jude precisa lutar para salvar a própria vida e a daqueles que ama, além de lutar contra seus sentimentos conflituosos por Cardan no meio-tempo. Em um mundo imortal, um ano e um dia não são nada.

Chegamos ao segundo livro da série O Povo do Ar, e agora vamos acompanhar as aventuras e tramas de Jude em uma posição bem elevada no reino das fadas.

Lá no primeiro livro, vimos ela começando a colocar seu grande plano em ação. Coroou Cardan como novo Grande Rei e ele ainda é obrigado a obedecer à nossa mocinha por um ano e um dia, bem espertinha essa moça, né?! rsrs. Bom, o reinado de Cardan, seu arqui-inimigo/paixão secreta, também tem prazo de validade, a intensão é que ele só fique no trono até Oak, irmãozinho de Jude e filho bastardo do grande rei anterior, crescer e ter condições de assumir o trono.

Continue lendo
05mar • 22 12 livros para 2022, Desafio das GeLs, Literatura Americana, literatura estrangeira, Novo Século, Paullina Simons, resenha, Resenhas de Livros, Romance, romance histórico

Resenha #405 Tatiana & Alexander

Título: Tatiana & Alexander
Série: O Cavaleiro de Bronze
Ordem: 2
Autor: Paullina Simons
Editora: Novo Século
Gênero: Literatura Estrangeira/ Romance Histórico/ Literatura Americana
Páginas: 544
Ano: 2016
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: A saga épica de amor e guerra continua nesta arrebatadora sequência do best-seller de Paullina Simons, O Cavaleiro de Bronze.

Tatiana agora tem dezoito anos. Viúva e grávida, ela foge da devastada Leningrado para começar uma vida nova na América.
Mas os fantasmas de seu passado não descansam facilmente. Ela passa a ser consumida pela crença de que seu marido, o major do Exército Vermelho Alexander Belov, ainda está vivo e precisa desesperadamente de sua ajuda.
Enquanto isso, a oceanos e continentes de distância, Alexander é forçado a liderar um batalhão de soldados considerado dispensável pelo alto comando soviético. No entanto, Alexander está determinado a conduzir seus homens pelas ruínas da Europa, numa tentativa desesperada de escapar da máquina de morte de Stálin e, de alguma maneira, encontrar o caminho que o conduza a Tatiana mais uma vez.
Deixe-se envolver pela escrita encantadora de Paullina Simons neste romance atemporal aclamado em todo o mundo.

Depois de terminar a leitura de O Cavaleiro de Bronze, me questionei se eu poderia amar mais essa história? Se Tatia e Shura poderiam me conquistar ainda mais, bom, a resposta você encontra nessa resenha, e sim, é uma resenha apaixonada.

Tatiana & Alexander é a continuação de o Cavaleiro de Bronze, logo após os eventos que nos deixaram com o coração na mão, estamos novamente na Rússia em plena II Guerra Mundial. O ano é 1943 e Tatiana finalmente conseguiu fugir e agora está na América, ela acredita ser uma viúva, que seu amado marido faleceu após um bombardeio e só lhe resta reconstruir a própria vida ao lado do filho na terra dos livres. Porém ela não está em paz.

Alexander deixa com ela algumas pistas que fazem com que nossa mocinha desconfie que ele teve um fim diferente do que o atestado de óbito afirma, e ela está correta. Nosso Shura, prevendo sua iminente prisão e as consequências dela para sua esposa, prepara um plano para salvá-la de uma possível prisão e tortura. Ele é preso após ser denunciado como um espião americano e entregue para a NKGB para interrogatório. Não entrarei em detalhes quanto a essa parte, é tenso demais.

Continue lendo
12fev • 22 Ali Hazelwood, Berkley Books, Chick Lit, Clichê, comédia romantica, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #400 The Love Hypothesis

Título: The Love Hypothesis
Autor: Ali Hazelwood
Editora: Berkley Books
Gênero: Literatura Estrangeira/ Romance/ Chick Lit/ Comédia Romântica/ Literatura Americana
Páginas: 384
Ano: 2021
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Sendo uma candidata ao Ph.D. do terceiro ano, Olive Smith não acredita em relacionamentos românticos duradouros – mas sua melhor amiga, sim, e foi isso que a colocou nessa situação. Convencer Anh de que Olive está namorando e a caminho de um felizes para sempre sempre vai exigir mais do que truques mentais Jedi: os cientistas precisam de provas. Então, como qualquer bióloga que se preze, Olive entra em pânico e beija o primeiro homem que vê.
Esse homem não é outro senão Adam Carlsen, um jovem professor renomado – e conhecido como babaca. É por isso que Olive fica positivamente chocada quando o tirano do laboratório de Stanford concorda em manter sua farsa em segredo e ser seu namorado falso. Mas quando uma grande conferência de ciência dá errado, colocando a carreira de Olive no bico de Bunsen, Adam a surpreende novamente com seu apoio inflexível e sua ainda mais inflexível… barriga tanquinho.
De repente, seu pequeno experimento parece perigosamente perto de uma combustão. E Olive descobre que a única coisa mais complicada do que uma hipótese sobre o amor é colocar seu próprio coração sob o microscópio.

Resenha dedicada a todos que percorrem o mundo acadêmico e em especial para a minha orientadora Angela Coutinho, que no dia dessa postagem, recebi a notícia de seu falecimento. Fica aqui a minha gratidão pública à minha mestra que muito me ajudou a trilhar meu caminho na academia.

Olá galera, hoje trago para vocês a resenha desse livro amorzinho, e eu espero que vocês gostem e que queiram ler o mais rápido possível!

Vamos lá?

The Love Hypothesis vai contar a história de Olive e Adam. Ela é uma estudante no programa de PhD e ele, um professor com uma péssima fama entre os alunos por ser muito exigente e um tantinho malvado rsrs.

Bom, a confusão entre eles começa quando Olive, ao tentar juntar sua melhor amiga com seu ex-paquera, resolve fingir que tem um namorado, mas a amiga em questão não cai na conversa, então nossa mocinha se vê “obrigada” a tomar medidas drásticas e acaba beijando Adam no meio do corredor dos laboratórios onde eles trabalhavam e onde ambos são flagrados pela dita cuja kkk.

Nossa mocinha só não imaginava que esse beijo causaria tantas confusões. Ela beijou o cara mais bonito, porém complicado, do corpo docente kkk e apesar de não ser aluna dele, obviamente alguma repercussão isso iria causar!

E causou, uma proposta de namoro fake.

Continue lendo
06fev • 22 Colleen Hoover, drama, Literatura Americana, literatura estrangeira, Montlake, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #399 Reminders of Him

Título: Reminders of Him
Autor: Colleen Hoover
Editora: Montlake
Gênero: Literatura Estrangeira/ Romance/ Drama/ Literatura Americana
Páginas: 335
Ano: 2022
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Uma jovem mãe problemática anseia por uma chance de redenção nesta história triste, mas esperançosa da autora bestseller número 1 do New York Times, Colleen Hoover.

Depois de passar cinco anos na prisão por causa de um erro trágico, Kenna Rowan retorna à cidade onde tudo deu errado, com a esperança de rever sua filha de quatro anos. Mas parece que as atitudes de Kenna fazem com que seja impossível que seus erros sejam reparados. Todos os que fazem parte da vida de sua filha estão determinados a rejeitá-la, não importa o quanto ela tente provar seu valor.

A única pessoa que não se fechou completamente para ela é Ledger Ward, o dono de um bar local e um dos poucos que mantém uma conexão com a filha de Kenna. Ambos estariam arriscando perder a confiança de todos aqueles que consideram importantes se alguém descobrisse como Ledger tem se tornado uma parte essencial na vida de Kenna.

Os dois criam uma conexão apesar da pressão que os rodeia e, à medida que o romance deles evolui, o risco também acaba surgindo. Kenna tem que encontrar um jeito de se eximir dos erros do passado para que possa construir um futuro de esperança e cura. (Tradução por: @uglylovebr)

Dear Scotty…

Ela conseguiu novamente. Colleen Hoover tem um dom para nos emocionar com suas histórias, e com Reminders of Him não poderia ser diferente…

O livro vai contar a história de Kenna, uma mulher que ficou presa por cinco anos por um homicídio culposo (quando não há intensão de matar), ela dirigia alcoolizada e sofreu um acidente, nesse acidente o namorado dela acabou falecendo e ela foi responsabilizada por isso.

Já na prisão, ela descobre que estava grávida e sua filha, após nascer, é imediatamente entregue para os avós paternos. Kenna termina sua sentença e finalmente é o momento de conhecer sua filha, mas para isso ela precisa enfrentar muitos desafios, o primeiro é coragem para se aproximar dos pais de Scotty. Ela convive com a culpa do acidente e tem certeza de jamais será perdoada, mas o desejo de conhecer a própria filha é mais forte e o que a motiva a vencer seus próprios medos.

Continue lendo
22jan • 22 Clichê, comédia romantica, Headline Eternal, Lauren Layne, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #395 Walk of Shame

Título: Walk of Shame
Série: Love Unexpectedly
Ordem: 4
Autor: Lauren Layne
Editora: Headline Eternal
Gênero: Literatura Estrangeira/ Comédia Romântica/ Literatura Americana
Páginas: 235
Ano: 2018
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: A mimada herdeira Georgianna Watkins tem uma reputação de ‘festeira’ a zelar, mas todas as idas às compras e boates estão começando a ficar um pouco vazias – e muito solitárias. Embora Georgie nunca fosse admitir, o ponto alto de sua semana são as manhãs em que ela chega em casa no mesmo horário que seu vizinho controlador e viciado em trabalho está saindo para ir à academia seguido de um longo dia no escritório. Provocá-lo é a coisa mais divertida que Georgie fez em anos – e é o combustível para todos os seus devaneios mais safados.

O advogado de divórcio das celebridades, Andrew Mulroney, não tem muito tempo para mulheres, especialmente princesas mimadas que passam mais tempo sendo fotografadas para a seção de fofocas do jornal do que em um trabalho real. Embora Georgie seja linda de morrer, ela também é tudo o que Andrew se ressente: o tipo de garota que herdou seu apartamento na cobertura em vez de trabalhar para merece-lo. Mas depois que Andrew termina uma de suas sessões de duelo verbal antes do amanhecer com um beijo surpresa – um beijo que foi fotografado – toda Manhattan está especulando sobre se eles são um casal de verdade. E ninguém fica mais surpreso do que Andrew ao descobrir que a resposta pode ser sim.

Quem gosta de um conto de fadas levanta a mão e grita EUUUU

Walk of Shame foi um achado maravilhoso, o livro vai contar a história de Georgiana e Andrew. Eles moram no mesmo prédio e tem rotinas bem distintas, mas que se esbarram uma na outra. Georgie é uma socialite que tem uma vida quase perfeita, um apartamento bonito, bons amigos, pais relativamente felizes e uma conta bancária que a permite viver uma vida bem confortável. Ela curte ir pras baladas, sair com os amigos e geralmente chega em casa por volta das 5 da manhã.

Esse é o mesmo horário em que Andrew está saindo para trabalhar. Ele é um advogado de divórcios bem famoso entre os artistas, vive uma vida bem confortável e age como um nêmesis para nossa mocinha. Religiosamente eles se encontram às 5 da manhã para trocar farpas e piadinhas no saguão do prédio onde moram.

Continue lendo
18jan • 22 Literatura Americana, literatura estrangeira, Novo Século, Paullina Simons, resenha, Resenhas de Livros, Romance, romance histórico

Resenha #394 O Cavaleiro de Bronze – O Portão Dourado

Título: O Cavaleiro de Bronze – O Portão Dourado
Série: O Cavaleiro de Bronze
Ordem: 1,5
Autor: Paullina Simons
Editora: Novo Século
Gênero: Literatura Estrangeira/ Romance Histórico/ Literatura Americana
Páginas: 432
Ano: 2014
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: No início da guerra, em 22 de junho de 1941, o dia em que Alexander e Tatiana se conheceram, havia três milhões de civis em Leningrado. Na primavera de 1942, apenas um milhão de pessoas permaneciam ali. E o cerco não havia terminado. Depois de deixar Tatiana e Dasha Metanova dentro de um caminhão que seguia pela Estrada da Vida com destino a Molotov, Alexander não tinha nada além de esperanças. Não havia uma única correspondência sequer de Dasha ou Tatiana, nada que indicasse que ambas haviam chegado em segurança a seu destino. Na segunda parte de uma das maiores sagas de amor de todos os tempos, será praticamente impossível conter a emoção ao acompanhar a busca obstinada do ilustre oficial do Exército Vermelho, Alexander Belov, por sua Tatia. E ainda mais arrebatador presenciar se eles conseguirão viver esse intenso amor diante de tantas ameaças, em meio ao cruel cenário da Segunda Guerra Mundial.

Aviso, resenha emocionada a seguir.

Oi meu povo, tudo bem por aí? Hoje é dia de contar as minhas impressões sobre a segunda parte do livro O Cavaleiro de Bronze. Já expliquei no instagram e no youtube, na resenha da parte 1 sobre a divisão do livro, mas não custa nada repetir aqui. A publicação do livro 1 da trilogia foi dividido em duas partes aqui no Brasil, então temos O Cavaleiro de Bronze, Leningrado – Parte 1 e O Cavaleiro de Bronze, Portão Dourado – Parte 2.

Com isso dito, vamos para a segunda parte. Aqui o livro começa 6 meses após os eventos que encerraram o livro 1. Vimos todo o drama da Tatiana para fugir de Leningrado e agora a história recomeça pela perspectiva de Alexander. Sem ter notícias de Tania ou de Dasha, Alex resolve que é o momento de descobrir o que aconteceu com as irmãs e após conseguir uma licença, ele decide ir em busca de respostas.

Ele parte para Molotov, mas é em Lazarevo, cidade mais distante e onde aparentemente a guerra não alcançou, que ele encontra respostas. Ele reencontra a Tania, viva e com a saúde restabelecida, bem diferente da jovem para quem ele tinha dito adeus em Leningrado. Ele também descobre sobre as mortes de Dasha e da avó de Tania, nossa mocinha é oficialmente uma órfã, mas que acabou sendo adotada pela cidade.

Continue lendo
13jan • 22 adulto, AllBook Editora, drama, Jewel E. Ann, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #393 Perfeito para o Papel

Título: Perfeito para o Papel
Autor: Jewel E. Ann
Editora: AllBook Editora
Páginas: 324
Ano: 2020
Gênero: Romance/ Literatura Americana/ Literatura Estrangeira
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Flint Hopkins encontra a inquilina perfeita para alugar o espaço sobre seu escritório de advocacia em Minneapolis.
Todos os requisitos foram preenchidos na proposta de Ellen. As referências dela são boas. E ela é bonita.
Até…
Flint descobrir que Ellen Rodgers, musicoterapeuta certificada, toca instrumentos musicais. Bongô, violão, canto – nada de Beethoven que se pudesse controlar com fones de ouvido com cancelamento de ruído.
O advogado implacável envia um aviso de despejo para a efervescente ruiva que cantarola eternamente, que é sexy demais para o próprio bem. Mas a sorte está do lado de Ellen, e Harrison, o filho autista de Flint, gosta dela à primeira vista. Um pai solteiro não pode competir com violões – e ratos. Sim, ela tem ratos de estimação.
Essa mulher…
Ela é irritantemente feliz e tem uma necessidade constante de tocá-lo – ajeitar sua gravata, abotoar sua camisa, invadir seu espaço e bagunçar sua cabeça.
Mesmo assim…
Ela precisa ir embora.

O relacionamento de desejo e ódio progride para algo bonito e trágico. Essa sexy comédia romântica explora as coisas que queremos, as coisas de que precisamos e as decisões impossíveis que pais e filhos tomam para sobreviver.

Hey meus amores, como vocês estão?

A resenha de hoje é de um livro que foi indicação da galera que segue o GeL no Instagram. Muitas pessoas ficavam falando que esse livro era maravilho, etc e tal e eu decidi dar uma chance. Confesso que a primeira tentativa de leitura não deu muito certo e eu deixei de lado, agora no final de 2021 dei mais uma chance e gente… que livro maravilhoso!

O livro vai contar a história de Flint e Ellen, ele é um advogado de divórcios que é dono de um prédio comercial onde aluga salas para outros empreendimentos. É por esse motivo que eles acabam se conhecendo. Ellen é uma musicoterapeuta e precisava de um espaço para montar seu consultório, Flint concorda e nossa mocinha logo começa a atender seus pacientes, porém Flint – em sua total ignorância quanto à profissão de Ellen – não imaginou que ela faria tanto barulho ao atender seus pacientes.

Alôooou Flint, musicoterapia precisa de música para acontecer kk

O excesso de barulho acaba causando um grande problema entre esses dois, e o que começou como uma relação bem amigável, logo se transformou em uma guerra de titãs rs. Flint querendo que ela saísse imediatamente do prédio, enquanto que Ellen batia o pé alegando que não sairia e que era direito de ela trabalhar ali por motivos contratuais. Ambos não contavam com a atração irresistível que brotaria entre eles e que as trocas de farpas, seria sinônimo de preliminares rs.

Continue lendo
18dez • 21 Crítica Social, É Realizações, literatura estrangeira, Literatura Inglesa, Não Ficção, resenha, Resenhas de Livros, Theodore Dalrymple

Resenha #390 Podres de Mimados

Título: Podres de Mimados – As Consequências do Sentimentalismo Tóxico
Autor: Theodore Dalrymple
Editora: É Realizações
Páginas: 208
Ano: 2015
Gênero: Não-Ficção/ Crítica Social/ Literatura Estrangeira
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Diferentemente de outras duas obras do autor, A vida na sarjeta e Nossa cultura… ou o que restou dela, que são coletâneas de artigos sobre temas diversos, Podres de mimados trata de um único tema: como o culto do sentimento “tem destruído nossa capacidade de pensar e até a consciência de que é necessário pensar”. Ou, em outras palavras, quais são as consequências sociais e políticas das ações de uma sociedade que se permite pautar predominantemente pelos sentimentos.

Hey galera, tudo bom por aí? Hoje apresento para vocês o livro Podres de Mimados – As Consequências do Sentimentalismo Tóxico, do autor Theodore Dalrymple. Um livro bem fora da minha zona de conforto e que eu amei ter lido e conhecido, vou contar um pouco sobre o que encontramos nele e espero que essa resenha te instigue a querer ler também.

Bom, o livro é uma análise psicológica sobre o perigo do sentimentalismo tóxico. O autor faz também uma crítica social e nos mostra com exemplos, como ele acontece na sociedade. O livro é dividido uma introdução e 6 artigos, onde aos poucos ele vai desenvolvendo seu pensamento sobre o tema.

Continue lendo
1 2 3 11