Clichê

Resenha 459 Lugar Feliz

Por Barbara em 16 maio • 2024

Posts arquivados em: Tag: Rei Arthur

05abr • 23 12 livros para 2023, Bernard Cornwell, Desafio das GeLs, Fantasia, Ficção, literatura estrangeira, Literatura Inglesa, Record, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha 436 Excalibur

Título: Excalibur
Série: As Crônicas de Artur
Ordem: 3
Autor: Bernard Cornwell
Editora: Record
Gênero: Romance/ Ficção/ Literatura Estrangeira
Páginas: 532
Ano: 2014
Classificação: 5 estrelas
Compre o Livro
Sinopse: Neste terceiro volume da série, iniciada com “O Rei do Inverno” e sequenciada por “O Inimigo de Deus”, o escritor imerge o leitor em uma Britânia cercada pela escuridão. E apresenta os últimos esforços de Artur pra combater os saxões e triunfar sobre um casamento e sonhos desfeitos. “Excalibur” mostra, ainda, o desespero de Merlin, o maior de todos os druidas, ao perceber a deserção dos antigos deuses bretões. Sem seu poder, Merlin acha impossível combater os cristãos, mais perigosos para a velha ilha do que uma horda de famintos guerreiros saxões. O livro traz vívidas descrições de lutas de espada e estratégias de guerra, misturadas com descrições da vida comum naqueles dias: longas barbas servindo como guardanapos, festivais pagãos, com sacrifícios de animais, e pragas corriqueiras, como piolhos. Tendo por narrador um saxão criado entre os bretões, Derfel, braço direito de Artur, “Excalibur” acompanha os conflitos internos de Artur, recém-separado da esposa, mas ainda apaixonado por sua rainha. Atacado por velhos inimigos, perseguido por novos perigos. Mas sempre empunhando a espada Excalibur, um dos Tesouros da Britânia legados aos homens pelos antigos deuses dos druidas. Cornwell mostra, ainda, como as ameaças vindas de todos os lados acabam fazendo com que Artur se volte para a religião, chegando a batizar-se como cristão. Todos os sacrifícios são válidos para salvar sua adorada Britânia e conceder-lhe a tão almejada paz.

Hey galera, como estão? Chegamos ao terceiro e último livro da saga de Artur, na versão de Bernard Cornwell, e é hora de descobrir o desfecho da lenda, vamos lá?

O livro começa com um Artur muito magoado após descobrir as traições de sua amada Gwen, digamos que ele está bem raivoso e afastado de todos os bons amigos, principalmente de Derfel, o narrador e a pessoa que testemunhou a traição. Bom, Gwen está presa, Artur seguindo com a própria vida e Derfel o mesmo. Uma nova ameaça saxã está vindo contra a Britânia e dessa vez é completamente diferente, pois os dois principais reis saxões estão unidos para dominar de vez a Britânia e para que isso não aconteça, Artur precisa tentar unir seus aliados e investir para exterminar de uma vez por todas com esses inimigos.

Em paralelo, temos a questão religiosa. Merlin ainda está disposto a invocar os deuses e agora ele tem a vantagem de ter em posse os tesouros da Britânia. Com a ajuda de Nimue e outros aliados, eles pretendem finalmente invocar os deuses e devolver a Britânia para eles e exterminar de vez a ameaça da religião cristã. Temos nesse livro um paralelo de guerras interessante, a religiosa e a humana, e ambas têm o seu quinhão de violência.

Continue lendo
18nov • 19 12 livros para 2019, Aventura, Desafio das GeLs, Fantasia, Howard Pyle, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Zahar

Resenha #287 Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda

Título: Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda
Autor: Howard Pyle
Editora: Zahar
Páginas: 456
Ano: 2015
Gênero: Aventura/ Fantasia/ Romance/ Literatura Estrangeira
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Em Rei Arthur e os cavaleiros da Távola Redonda, o renomado ilustrador e escritor Howard Pyle narra, em palavras e imagens, as famosas aventuras e lendas do Rei Arthur e seus cavaleiros. Pyle revive o nascimento de Arthur, a afirmação de seu direito ao trono, as batalhas com o Cavaleiro Negro e com o Duque da Nortúmbria, a conquista da espada Excalibur, o casamento com Lady Guinevere e as origens da Távola Redonda. Estão aqui também as histórias da Rainha Morgana, da Dama do Lago, do mago Merlin, traído pela feiticeira Vivien, de Sir Pellias, Sir Gawaine e de tantos outros personagens. Este encantador registro das lendas arturianas é um livro para todas as idades.

Esse ano ando um tanto arturiana rsrs. Li alguns livros no universo do famoso rei e ainda quero ler muitos outros porque a verdade é que a história e o mistério envolvendo a vida de Arthur são fascinantes.

Rei Arthur e o Cavaleiros da Távola Redonda faz parte do desafio dos 12 livros para 2019. Após me iniciar no mundo das Brumas de Avalon, confesso que me empolguei com o universo e iniciei esse livro com altas expectativas. Mas confesso que não estava preparada para o que encontrei.

Continue lendo