adulto

Resenha #324 Drive

Por Barbara em 28 jul • 2020
25set • 19 12 livros para 2019, Biografia, Desafio das GeLs, Não Ficção, resenha, Resenhas de Livros

Resenha #278 C. S. Lewis: A Life

Título: C. S. Lewis: A Life: Eccentric Genius, Reluctant Prophet
Autor: Alister McGrath
Editora: Hodder & Stoughton
Páginas: 448
Ano: 2013
Gênero: Biografia/ Não Ficção
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro em Português / Inglês

Sinopse: Por mais de meio século, C. S. Lewis vem alimentando a imaginação de milhões de pessoas em todo o planeta com seu fantástico mundo de Nárnia. Para celebrar o 50º aniversário de sua morte, o dr. Alister McGrath reconta a vida deste que é considerado um dos maiores escritores do século XX.

Olá! Como estão?

Bom, hoje vou contar como foi a minha primeira experiência com biografias. Um tempo atrás ouvi um dica sobre biografias, que dizia que o ideal era ler sobre alguém cuja a vida te interessasse de alguma forma. Por isso a escolha do livro sobre a vida do Lewis para a minha iniciação no gênero.

O livro é dividido em 15 capítulos e é um paralelo intencional que o autor fez com a autobiografia escrita pelo C. S. Lewis que também possui 15 capítulos. Ele segue a linha cronológica da vida do Lewis, nos apresentando seu nascimento com alguns breves detalhes da linhagem de sua família, sua infância e marcos importantes da mesma, adolescência, vida adulta e quando ele encontra a fama e os percalços que enfrentou por causa da mesma, seu casamento, morte e por fim o legado que nos deixou.

A vida do Lewis, como o autor se refere a ele no livro, foi recheada de fatos interessantes e algumas peculiaridades. Na infância sua vida mudou muito após a morte da mãe e ter sido mandado para a escola, onde como o próprio dizia, foram os piores anos de sua vida, pior até que o período em que lutou na Primeira Guerra Mundial.

A morte da mãe foi também um dos fatores que o levaram ao ateísmo e a uma defesa ferrenha do mesmo em sua vida adulta. Porém ainda em sua infância, o fato de passar muito tempo em casa e na companhia do único irmão, o levou a exercitar a imaginação e a criatividade.

Um fato era que Lewis seria um acadêmico, os anos vão passando e ele termina a escola, agora já morando em Londres. Após a guerra, começa a faculdade em Oxford, de onde anos mais tarde ele se tornaria professor. Essa vida na academia foi o que o qualificou na escrita. Lewis inicialmente sonhava em ser poeta, porém não foi bem sucedido no gênero. Seus escritos acadêmicos e depois com cunho religioso e apologético foi o que fez sua carreira como escritor alcançar fama mundial.

Eu poderia transformar essa resenha em um resumo do livro, mas não é minha intenção. Quero falar mais da minha experiência. Eu li esse livro em inglês e além de ser minha primeira biografia, foi também a primeira vez que li um livro em inglês que não era um romance, então fluiu de forma diferente.

Não foi uma leitura rápida, não foi ruim, mas não me prendeu como um romance geralmente faz. Durante alguns meses, fui conhecendo alguns detalhes da vida do Lewis que me marcavam e com tranquilidade consegui apreciar a leitura. Foi uma leitura por prazer e sem pressa.

Acredito que o Alister quis focar em como os aspectos pessoais da vida do Lewis afetaram sua carreira como escritor. Existia um distanciamento emocional que uma biografia escrita por um amigo não teria, mas encaro isso como um bom ponto, não vejo com negativismo, mas ao mesmo tempo, deixou em aberto alguns aspectos do pessoal que eu gostaria de conhecer mais.

Enfim, por esse motivo dei 4 estrelas para o livro. Ele tem a versão em português para quem quiser ler o livro e não conseguiria no original. Minhas partes favoritas foram quando o Lewis reconhece o Cristianismo na própria vida após uma conversa com Tolkien e a criação de Nárnia. É fascinante.

Fica a dica, gostei muito do livro e acredito que vocês se surpreenderão com C. S. Lewis.

Confira a resenha em vídeo.

confira também os Posts Relacionados

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário