Clichê

Resenha 459 Lugar Feliz

Por Barbara em 16 maio • 2024

Categoria: Galera Record

26out • 23 Clichê, Galera Record, jovem adulto, Literatura Americana, literatura estrangeira, Rachel Lynn Solomon, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha 449 Hoje, depois, amanhã

Título: Hoje, depois, amanhã
Autor: Rachel Lynn Solomon
Editora: Galera Record
Páginas: 382
Ano: 2023
Gênero: Romance/ Jovem Adulto/ Literatura americana
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: É o último dia do ensino médio. Rowan Roth e Neil McNair são rivais ferrenhos desde… bem, desde sempre. Os dois disputam por notas, concursos de redação, eleições do conselho estudantil e até mesmo nas aulas de educação física. E mesmo que Rowan esteja ansiosa pelo que o futuro tem reservado para ela, de uma coisa está certa: precisa derrotar o insuportável Neil antes.

E depois que o garoto é nomeado o orador da turma, Rowan só tem mais uma chance: o Uivo, um jogo para os formandos que os fará percorrer Seattle enquanto decifram enigmas. Isso é, se os demais alunos não atrapalharem. Quando Rowan e Neil descobrem que alguns de seus colegas de turma estão dispostos a se unir para derrotá-los, decidem então somar forças para que sejam os finalistas e, assim, possam competir apenas entre si.

Contudo, quanto mais tempo passam juntos nessa espécie de passeio de despedida da cidade que tanto ama, mais Rowan percebe que Neil é bem mais do que o nerd desajeitado com quem competiu durante todo o ensino médio. E percebe que ele, a quem sempre afirmou desprezar, talvez seja na verdade o cara dos seus sonhos.

Hoje, depois, amanhã é um romance arrebatador que fará todos se apaixonarem.

Hoje, ela o odeia.

Depois, ela o tolera.

Amanhã… ela talvez já esteja apaixonada por ele.

Olá galera! Tudo bom com vocês? Hoje é vim comentar um pouco sobre as minhas impressões do livro que dá título a essa resenha, bora lá?

Tudo vai começar no último dia de aula do ensino médio de Rowan, ela está prestes a encerrar um ciclo em sua vida estudantil e tudo o que ela mais deseja é finalizar com chave de ouro, e isso seria conseguindo se tornar oradora da turma, porém ela tem um grande rival a essa vaga, Neil.

Neil e Rowan sempre estudaram juntos e nunca se deram bem, ambos viviam disputando sobre qualquer questão, desde as mais simples como ser o melhor em N matérias e até mesmo ser o presidente do conselho estudantil. Bom, eles tinham disputas épicas e que ficaram bem conhecidas em toda a escola e agora no final de tudo, obviamente isso não iria mudar.

Continue lendo
21fev • 23 12 livros para 2023, Clichê, desafio, Desafio das GeLs, Fantasia, Galera Record, Literatura Americana, literatura estrangeira, Pássaro e Serpente, resenha, Resenhas de Livros, Romance, Shelby Mahurin

Resenha #431 Pássaro & Serpente

Título: Pássaro & Serpente
Série: Pássaro & Serpente
Volume: 1
Autor: Shelby Mahurin
Páginas: 504
Editora: Galera Record
Gênero: Jovem Adulto/ Fantasia/ Literatura Estrangeira/ Literatura Americana
Classificação: 3,5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Juntos como um só, para amar, honrar ou queimar. Pássaro e serpente é o primeiro livro de uma trilogia deslumbrante que une bruxaria, fantasia, perigos e um amor proibido. A pré-venda acompanha um lindo pingente de serpente e um marcador de páginas. Há dois anos, Louise le Blanc precisou fugir de seu clã e se escondeu na cidade de Cesarina, deixando para trás toda a magia e vivendo de tudo que pudesse roubar.

No entanto, a cidade é cheia de perigos e mistérios para alguém como ela. Na região, caçadores da Igreja caminham pela cidade, venerados como verdadeiros homens santos. E o arcebispo, o rigoroso patriarca da Igreja, parece ser violento. Lá, bruxas como Lou são temidas, caçadas… e, então, queimadas. Reid Diggory vive sua vida com base em um versículo: não permitirás que uma bruxa viva. Fanático caçador de bruxas para a igreja, Reid dedicou toda sua vida erradicando o ocultismo e fazendo com que o arcebispo da cidade, seu pai, ficasse orgulhoso de suas ações.

Mas quando chega o momento e a oportunidade de capturar uma bruxa, um ladrão o engana e seu alvo consegue escapar. Com a intenção de levá-la a julgamento, Reid acredita que ela não escapará novamente. Mas quando Lou dá um golpe perverso e o engana outra vez, em um escândalo público, os dois são forçados a uma situação inimaginável: o casamento. O casamento com um caçador poderia proporcionar uma proteção verdadeira às bruxas – se Lou conseguisse convencê-lo de que não é uma.

No entanto, à medida que o tempo passa, seu segredo se torna cada vez mais difícil de ser mantido escondido. Apesar do perigo que Reid representa à sua sobrevivência, complexos sentimentos de Lou por Reid começam, lentamente, a nascer. Incapaz de mudar o que realmente é, Lou precisará fazer uma escolha.

Hey galera, hora da fantasia por aqui!

Bom, esse livro tá super famosinho por aí, eu caí no golpe/hype e acabei comprando. Gostei muito da premissa e me joguei na leitura achando que seria sensacional, mas na verdade quebrei a cara. Vou fazer um resumo para vocês.

O livro vai nos contar a história de Lou, uma bruxa que abandonou seu coven inicialmente por um motivo desconhecido, só sabemos que a vida dela estava correndo risco e por isso ela caiu fora. Ela vive durante alguns anos tentando esconder sua magia, até porque ela vive em uma cidade onde as bruxas são perseguidas, presas e mortas em fogueiras, então ser quem é não é o melhor para nossa mocinha.

Continue lendo
30jul • 22 Fantasia, Ficção, Galera Record, Holly Black, jovem adulto, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #418 A Rainha do Nada

Título: A Rainha do Nada
Série: O Povo do Ar
Ordem: 3
Autor: Holly Black
Editora: Galera Record
Gênero: Literatura Estrangeira/ Jovem Adulto/ Fantasia/ Literatura Americana
Páginas: 294
Ano: 2020
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Ele será a destruição da coroa e a ruína do trono.

O poder é mais fácil de adquirir do que de manter. Jude aprendeu a lição mais difícil de sua vida quando abdicou do controle do Rei Cardan em troca de um poder imensurável.

Agora, ela carrega o outrora impensável título de Grande Rainha de Elfhame, mas as condições são longe de ser ideais. Exilada por Cardan no mundo mortal, Jude se encontra impotente e frustrada enquanto planeja reivindicar tudo que Cardan tomou dela.

A oportunidade surge com sua irmã gêmea, cuja vida está em perigo. Para salvá-la de uma situação tenebrosa envolvendo Locke, Jude decide voltar ao Reino das Fadas se passando por Taryn. Antes disso, porém, ela precisa confrontar os próprios sentimentos contraditórios pelo rei que a traiu.

No entanto, ao voltar a Elfhame, Jude constata que tudo mudou. A guerra está prestes a eclodir, e ela caminha próximo a seus inimigos. Será que ela vai ser capaz de resgatar a Coroa e o amor incondicional de Cardan, ao mesmo tempo que destrói os planos de seus inimigos? Ou será que tudo está perdido para sempre?

A rainha do nada é o épico desfecho da trilogia O Povo do Ar, da renomada autora Holly Black. Com intrigas palacianas, reviravoltas inesquecíveis e uma construção de universo ao mesmo tempo complexa e crível, Holly Black se consagra mais uma vez como a rainha do Reino das Fadas e um dos nomes mais icônicos da fantasia para jovens adultos.

Hora de finalizar a trilogia!
Galera, quero começar essa resenha agradecendo a todos que me incentivaram a ler essa trilogia. Muitos sabem que não consegui me render as séries mais recentes que se passam no universo dos feéricos, mas por incentivo de vocês, li O Povo do Ar. Obrigada!

Nesse último livro vamos ver o desfecho da história de Jude. Ela é a Grande Rainha, porém ninguém sabe, e de quebra ainda foi exilada ao final do livro anterior. Nossa mocinha experimentou o céu – controle absoluto durante o período em que foi senescal de Cardan, e agora está no inferno, porque mesmo sendo rainha, está longe de seu reino.

As coisas começam a mudar quando ela recebe a visita inesperada da irmã, Taryn, que está em um momento complicado e só pode contar com a ajuda de Jude. Era a desculpa que ela precisava para voltar para o universo dos feéricos. Assim que chega, ela não consegue manter o disfarce por muito tempo, porém uma reviravolta a leva para perto de Madoc, seu pai adotivo e traidor do reino. Com ele, ela descobre que os planos para usurpar o trono de Cardan estão muito adiantados e os riscos para nosso rei favorito são bem altos.

Continue lendo
07jun • 22 Fantasia, Galera Record, Holly Black, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros

Resenha #412 O Rei Perverso

Título: O Rei Perverso
Série: O Povo do Ar
Ordem: 2
Autor: Holly Black
Editora: Galera Record
Gênero: Literatura Estrangeira/ Jovem Adulto/ Fantasia/ Literatura Americana
Páginas: 308
Ano: 2020
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Para sobreviver no reino das fadas, Jude Duarte precisou aprender muitas lições. A mais importante delas veio de seu padrasto: o poder é bem mais fácil de adquirir do que de manter. Ela achou que, depois de enganar Cardan para que ele jurasse obedecê-la por um ano e um dia, sua vida se tornaria mais fácil. Mas ter qualquer influência sobre o grande rei de Elfhame parece uma tarefa impossível, principalmente quando ele faz de tudo em seu poder para humilhá-la e prejudicá-la, mesmo que seu fascínio pela garota humana permaneça intacto.

Agora, com as ondas ameaçando engolir a terra e um alerta de traição iminente, Jude precisa lutar para salvar a própria vida e a daqueles que ama, além de lutar contra seus sentimentos conflituosos por Cardan no meio-tempo. Em um mundo imortal, um ano e um dia não são nada.

Chegamos ao segundo livro da série O Povo do Ar, e agora vamos acompanhar as aventuras e tramas de Jude em uma posição bem elevada no reino das fadas.

Lá no primeiro livro, vimos ela começando a colocar seu grande plano em ação. Coroou Cardan como novo Grande Rei e ele ainda é obrigado a obedecer à nossa mocinha por um ano e um dia, bem espertinha essa moça, né?! rsrs. Bom, o reinado de Cardan, seu arqui-inimigo/paixão secreta, também tem prazo de validade, a intensão é que ele só fique no trono até Oak, irmãozinho de Jude e filho bastardo do grande rei anterior, crescer e ter condições de assumir o trono.

Continue lendo
09abr • 22 12 livros para 2022, Desafio das GeLs, Fantasia, Galera Record, Holly Black, jovem adulto, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Romance

Resenha #408 O Príncipe Cruel

Título: O Príncipe Cruel
Série: O Povo do Ar
Ordem: 1
Autor: Holly Black
Editora: Galera Record
Gênero: Literatura Estrangeira/ Jovem Adulto/ Fantasia/ Literatura Americana
Páginas: 374
Ano: 2018
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Primeiro livro da mais nova série de Holly Black. Conheça a impressionante história de uma garota mortal que se vê presa em uma teia de intrigas reais.

Jude tinha 7 anos quando seus pais foram assassinados e foi forçada a viver no Reino das Fadas. Dez anos depois, tudo o que ela quer é ser como eles – lindos e imortais – e realmente pertencer ao Reino das Fadas, apesar de sua mortalidade. Mas muitos do povo das Fadas desprezam os humanos.

Especialmente o Príncipe Cardan, o filho mais jovem, mais bonito e mais cruel do Grande Rei. Para ganhar um lugar na Alta Corte, ela deve desafiá-lo… e enfrentar as consequências. Envolvida em intrigas e traições do palácio, Jude descobre sua própria capacidade para truques e derramamento de sangue.

Mas, com a ameaça de uma guerra civil e o Reino das Fadas por um fio, Jude precisará arriscar sua vida em uma perigosa aliança para salvar suas irmãs, e o próprio Reino. Com personagens únicos, reviravoltas inesperadas, e uma traição de tirar o fôlego, este livro vai deixar o leitor pedindo bis – querendo mergulhar de cabeça na continuação deste universo.

Hey galera, hoje é dia de comentar com vocês as minhas impressões sobre esse livro que é um dos mais pesquisados do blog. O Príncipe Cruel faz parte do desafio 12 livros para 2022 e ainda foi o livro de estreia do nosso Clube de Leitura, vocês podem conferir a discussão clicando aqui no link.

Com isso dito, vamos para um breve resumo.

O livro vai contar a história de Jude, uma adolescente que foi criada no reino das fadas. Ela e suas irmãs foram levadas para lá por Madoc, o general do Grande Rei, e elas foram criadas como filhas dele e como pertencentes à nobreza, porém Jude e sua irmã gêmea Tarryn são humanas e as fadas não são muito tolerantes com humanos.

Continue lendo
11set • 21 12 livros para 2021, Colleen Hoover, Galera Record, Literatura Americana, literatura estrangeira, new adult, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #378 Essa Garota

Título: Essa Garota
Série: Slammed
Ordem: 3
Autor: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Gênero: Romance /New Adult /Literatura Americana
Páginas: 336
Ano: 2014
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: O amor de Will e Layken enfrentou — e venceu — proibições, impedimentos, ciúme, tragédia. Mas, agora casados, os dois se sentem seguros do sentimento que os une.

Lake e Will estão em plena lua de mel, encantados com o futuro que têm pela frente. Lake quer saber tudo que há para saber sobre o marido — mesmo quando este se torna reticente quanto a despertar memórias dolorosas. Pouco a pouco, Lake convence Will a desembaraçar os nós da própria história e, pela primeira vez, seus mais íntimos sentimentos e pensamentos ganham voz.
Sob a ótica de Will, revisitamos os bons e maus momentos. E conhecemos alguns fatos chocantes. O futuro de Will e Lake agora depende de como os dois lidarão com essas revelações…

Hey galera, tudo bem com vocês? Hoje trago minhas impressões sobre o livro Essa Garota, terceiro da série Slammed. Se você não leu os primeiros livros, te aconselho a lê-los para entender a história desse livro e já aviso que você corre um leve risco de pegar spoiler aqui rs.

Com isso dito, vamos a um resumo da história.

Essa Garota vai nos apresentar os principais momentos do relacionamento entre Lake e Will, com a vantagem dessa vez, a história estar sendo contada por nosso mocinho poeta rs. Will e Lake acabaram de se casar, o tempo passou e as coisas estão encaminhadas na vida de ambos, eles finalmente podem desfrutar de uma vida a dois. É durante a lua de mel que o livro vai se passar, enquanto passam o dia juntos, nosso casal amorzinho vai relembrar momentos importantes e marcantes da história deles.

Continue lendo
12maio • 21 Fantasia, Galera Record, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Sarah J. Maas

Resenha #361 Casa de Terra e Sangue

Título: Casa de Terra e Sangue
Série: Cidade da Lua Crescente
Ordem: 1
Autor: Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Gênero: Fantasia/Literatura Estrangeira/ Literatura Americana
Páginas: 896
Ano: 2020
Classificação: 2 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Metade feérica e metade humana, Bryce Quinlan ama sua vida. Durante o dia, ela trabalha para um negociante de antiguidades, vendendo artefatos mágicos ilegais. À noite, ela se diverte com os amigos, saboreando todos os prazeres que Lunathion – também conhecida como Crescent City – tem a oferecer. Mas tudo desmorona, quando um assassino implacável abala as estruturas da cidade – e do mundo de Bryce.

Dois anos mais tarde, seu trabalho se tornou um beco sem saída, e ela agora busca o esquecimento nas casas noturnas mais famosas da cidade. Mas quando o assassino ataca novamente, Bryce se vê arrastada para uma investigação e juntamente com um infame anjo Caído, cujo próprio passado brutal assombra todos os seus passos.

Hunt Athalar, assassino pessoal dos Arcanjos, não quer ter nada a ver com Bryce Quinlan, apesar de ter recebido ordens para protegê-la. Ela defende tudo o que ele, uma vez, se rebelou contra e parece mais interessada em se divertir do que resolver o assassinato. Não importa o quão perto de casa ela possa estar. Mas Hunt logo percebe de que há muito mais em Bryce do que aparenta, e que ele vai ter que encontrar uma maneira de trabalhar com ela, se quiser resolver o caso.

Enquanto Bryce e Hunt correm para desvendar o mistério, eles não têm como saber das ameaças que envolvem a cidade através do submundo, através dos continentes em guerra, até os níveis mais escuros do inferno, onde as coisas que estão dormindo durante milênios começam a despertar…

Com suspense e personagens inesquecíveis, essa nova série de fantasia ricamente criativa de Sarah J. Maas, explora a dor da perda, o preço da liberdade e o poder do amor.

Hey galera, finalmente vamos conversar sobre esse livro. A hype da Sarah está nas nuvens, a capa desse livro é linda e a promessa de uma fantasia mais madura me convenceram a iniciar a leitura de Casa de Terra e Sangue.

Vou fazer um breve resumo da história.

O livro vai nos apresentar a Bryce, uma semifeérica que trabalha em uma galeria de arte bem peculiar, na verdade, toda a vida da Bryce é bem peculiar rs. Ela é a melhor amiga de Danika, a alfa da matilha de lobos que patrulha a cidade em que vivem. Aí você me pergunta, que mundo é esse que mistura lobos, fadas e muito mais? É um mundo bem diverso e eu vou tentar explicar um pouco.

Bom, há muito tempo atrás os Asteri invadiram esse universo e passaram a dominá-lo. Como consequência, os humanos que lá existiam, em grande parte se tornaram escravos e ainda lutam pela libertação de seu universo. Junto com os Asteri chegaram os Vanir, que são toda a classe de seres sobrenaturais como Anjos, Feéricos, Bruxas, Lobos, Metamorfos, Sereias e muito mais.

Continue lendo
16nov • 16 Colleen Hoover, Galera Record

Resenha #175 Em Busca de Cinderela (Hopeless 2,5)


Título: Em Busca de Cinderela
Série: Hopeless
Ordem: 2,5
Autor: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Gênero: YA, Romance
Páginas: 160
Ano: 2015
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Neste conto da bem-sucedida e adorada série Hopeless, o leitor conhecerá melhor dois personagens secundários de “Um caso perdido”. Daniel está no breu do armário de vassouras da escola – o perfeito esconderijo para quem quer fugir do mundo real –, quando uma garota literalmente cai em cima dele. Às cegas, os dois vivem um curto romance, mesmo sem acreditar muito no amor. No fim a garota foge, como se realmente fosse a Cinderela e tivesse uma carruagem prestes a virar abóbora. Um ano depois, Daniel e sua princesa se reencontram, e percebem que é possível nutrir um amor de conto de fadas por alguém completamente real. Juntos, os dois irão perceber que fora do faz de conta, ficar juntos é bem mais difícil e os problemas de um casal são muito reais. Continue lendo

28set • 16 Fantasia, Galera Record, literatura estrangeira

Resenha #169 Corte de Névoa e Fúria

Título: Corte de Névoa e Fúria
Série: Corte de Espinhos e Rosas
Ordem: 2
Autor: Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Gênero: YA / Fantasia
Páginas: 658
Ano: 2016
Classificação: 3 estrelas

Sinopse: O aguardado segundo volume da saga iniciada em Corte de espinhos e rosas, da mesma autora da série Trono de vidro Nessa continuação, a jovem humana que morreu nas garras de Amarantha, Feyre, assume seu lugar como Quebradora da Maldição e dona dos poderes de sete Grão-Feéricos. Seu coração, no entanto, permanece humano. Incapaz de esquecer o que sofreu para libertar o povo de Tamlin e o pacto firmado com Rhys, senhor da Corte Noturna. Mas, mesmo assim, ela se esforça para reconstruir o lar que criou na Corte Primaveril. Então por que é ao lado de Rhys que se sente mais plena? Peça-chave num jogo que desconhece, Feyre deve aprender rapidamente do que é capaz. Pois um antigo mal, muito pior que Amarantha, se agita no horizonte e ameaça o mundo de humanos e feéricos.
E a tão aguardada continuação de Corte chega em minhas mãos e, depois de uma leitura intensa … não sei como me sentir, ou o que dizer. Digamos que não foi tudo aquilo que eu esperava, mas ainda assim foi bom… mas poderia ter sido imensamente melhor. Okay, okay, vamos ao que interessa.
Aqui a história continua após os terrores vividos Sob A Montanha. Tamlin e Feyre estão tentando seguir suas vidas do modo mais normal possível, mas será que isso é possível? Feyre tenta desesperadamente se adaptar à vida de grã-féerica e Tamlin tenta recuperar o tempo perdido sem seus poderes e governando suas terras. Rhys, mesmo com aquele acordo de uma semana ao mês levar Feyre para a Corte Noturna, fica três meses sem dar as caras, e todo mundo acha isso estranho.
A questão é que, por mais normal que todos se esforcem em viver, os horrores, torturas e tudo o mais que ocorreu durante o domínio de Amarantha, mudaram a vida de todos no reino féerico, e Feyre se vê cada vez mais deprimida e longe de Tamlin, pois ele quer protege-la a todo custo, muitas vezes sem se importar com o que ela está sentindo. Lucien, por sua vez, tenta ajudar Feyre, mas acaba acatando as ordens de seu amigo, sem questioná-las, o que deixa a garota se sentindo ainda mais sozinha.

Continue lendo

20jul • 16 Colleen Hoover, Galera Record, literatura estrangeira, new adult

Resenha #158 Pausa (Slammed #2)

Título: Pausa
Título Original: Point of Retreat
Série: Slammed
Ordem: 2
Autor: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Gênero: New Adult
Páginas: 301
Ano: 2013
Classificação: 4 estrelas

Sinopse: Destinados um ao outro, Layken e Will superaram os obstáculos que ameaçavam seu amor. Mas estão prestes a aprender, no entanto, que aquilo que os uniu pode se transformar, justamente, na razão de sua separação. O amor pode não ser o bastante.
Depois de testado por tragédias, proibições e desencontros, o relacionamento de Layken e Will enfrenta novos desafios. Talvez a poesia desse casal acabe num verão solitário… Sem direito a rimas ou ritmo. A ex-namorada de Will retorna arrependida de ter deixado o rapaz. E está disposta a tudo para reconquistá-lo. Insegura, Layken começa a ler novas reações no comportamento do rapaz. E na insistência para adiar a “primeira vez” de ambos. 
Presos em uma ironia cruel do destino, eles precisam descobrir se o que sentem é verdadeiro ou fruto da extraordinária situação que os uniu. Será que é amor? Ou apenas compaixão? Layken passa a questionar a base de seu relacionamento com Will. E ele precisa provar seu amor para uma garota que parece não conseguir parar de “esculpir abóboras”. Mas quando tudo parece resolvido, o casal se depara com um desafio ainda maior – e que talvez mude não só suas vidas, mas também as vidas de todos que dependem deles.
 
AVISO: Se você ainda não leu Métrica, primeiro livro da série, esta resenha pode conter spoilers. Leia a resenha do primeiro livro aqui.
“Às vezes duas pessoas precisam se distanciar 
para perceber o quanto precisam ficar perto uma da outra.”
 
 
Depois de tanto tempo obrigados a permanecerem separados, Lake e Will podem viver esse amor lindo sem nenhuma vergonha. Lake acaba de perder sua mãe, e tem Will para ajuda-la a superar essa perda e cuidar dos pequeninos. O que nenhum deles esperava, era o passado vir bater à porta de Will, e complicar as coisas entre eles.

Continue lendo

30maio • 16 Cassandra Clare, Galera Record, jovem adulto, lançamento, resenha

Resenha #149 Dama da Meia-Noite

Título: Dama da Meia-Noite
Série: Os Artifícios das Trevas
Volume: 1
Autor: Cassandra Clare
Páginas: 574
Editora: Galera Record
Gênero: Jovem Adulto, Fantasia, Paranormal
Classificação: 5 estrelas
 
Sinopse: Em um mundo secreto onde guerreiros meio-anjo juraram lutar contra demônios, parabatai é uma palavra sagrada. O parabatai é o seu parceiro na batalha. O parabatai é seu melhor amigo. Parabatai pode ser tudo para o outro mas eles nunca podem se apaixonar. Emma Carstairs é uma Caçadora de Sombras, uma em uma longa linhagem de Caçadores de Sombras encarregados de protegerem o mundo de demônios. Com seu parabatai Julian Blackthorn, ela patrulha as ruas de uma Los Angeles escondida onde os vampiros fazem festa na Sunset Strip, e fadas estão à beira de uma guerra aberta com os Caçadores de Sombras. Quando corpos de seres humanos e fadas começam a aparecer mortos da mesma forma que os pais de Emma foram assassinados anos atrás, uma aliança é formada. Esta é a chance de Emma de vingança e a possibilidade de Julian ter de volta seu meio-irmão fada, Mark, que foi sequestrado há cinco anos. Tudo que Emma, Mark e Julian tem a fazer é resolver os assassinatos dentro de duas semanas antes que o assassino coloque eles na mira. Suas buscas levam Emma de cavernas no mar cheias de magia para uma loteria sombria onde a morte é dispensada. Enquanto ela vai descobrindo seu passado, ela começa a confrontar os segredos do presente: O que Julian vem escondendo dela todos esses anos? Por que a Lei Shadowhunter proíbe parabatais de se apaixonarem? Quem realmente matou seus pais e ela pode suportar saber a verdade? A magia e aventura das Crônicas dos Caçadres de Sombras tem capturado a imaginação de milhões de leitores em todo o mundo. Apaixone-se com Emma e seus amigos neste emocionante e de cortar o coração no volume que pretende deliciar tantos novos leitores como os fãs de longa data.


“Rogo não deixá-lo, ou voltar após segui-lo;

Pois, para onde fores, irei, e onde estiver, estarei;
Os teus serão os meus, e teu Deus, o meu Deus,
Onde morreres, eu morrerei, e lá serei enterrado.
O anjo o fez para mim, mas também, 
nada senão a morte partirá a mim e a ti.”
– Juramento Parabatai
 

Uma história absurdamente incrível, que nos faz mergulhar de cabeça, mais uma vez, no universo shadowhunter. Em Dama da Meia-Noite, Tia Clare nos mostra Emma e Julian após a tragédia da Guerra Maligna, causada por Sebastian. No fim de Cidade do Fogo Celestial, conhecemos esses dois ainda pequenos, entrando na adolescência e sendo os melhores dos amigos, não se desgrudando mesmo quando as coisas ruins batem à porta.

Neste livro, Emma ainda vive traumatizada pela perda de seus pais, e continua achando que não foi Sebastian o culpado por suas mortes, mas sim outra coisa. Ela dedica seu tempo e energia à investigar e descobrir o que realmente poderia ter acontecido.

Continue lendo

09maio • 16 Colleen Hoover, Galera Record, new adult

Resenha #147 Sem Esperança (Hopeless #2)

Título: Sem Esperança – Hopeless #2
Autor: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Ano: 2015
Páginas: 320
Classificação: 5 estrelas
Sinopse: Assombrado pela culpa e pelo remorso por não conseguir salvar Hope nem Less, Holder desenvolveu uma personalidade agressiva. Mas, quando finalmente se depara com Hope depois de tantos anos, não poderia imaginar que o sofrimento seria ainda maior após o reencontro. Em Sem esperança, Holder revela como os acontecimentos da infância de Hope, que agora se chama Sky, afetaram sua vida e sua família, fazendo-o buscar a própria redenção na possibilidade de salvá-la. Mas é apenas amando Sky que ele finalmente será capaz de começar a se reconciliar com si mesmo.

Este é um dos meus livros preferidos, e com esta releitura pude me apaixonar novamente pela história de Holder e de Sky.

Para quem acha que este é apenas mais um POV de um outro personagem, e tem um certo preconceito com esse tipo de livro, pois acha que acaba, de certa maneira, estragando a história do primeiro livro, bom … VOCÊ ESTÁ COMPLETAMENTE ENGANADO! Sim, este livro apresenta a versão do Holder do primeiro livro, mais é muito mais que apenas seu ponto de vista, é também sua história antes de encontrar Hope.

Continue lendo

1 2