Posts arquivados em: Tag: Holly Black

09abr • 22 12 livros para 2022, Desafio das GeLs, Fantasia, Galera Record, Holly Black, jovem adulto, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Romance

Resenha #408 O Príncipe Cruel

Título: O Príncipe Cruel
Série: O Povo do Ar
Ordem: 1
Autor: Holly Black
Editora: Galera Record
Gênero: Literatura Estrangeira/ Jovem Adulto/ Fantasia/ Literatura Americana
Páginas: 374
Ano: 2018
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Primeiro livro da mais nova série de Holly Black. Conheça a impressionante história de uma garota mortal que se vê presa em uma teia de intrigas reais.

Jude tinha 7 anos quando seus pais foram assassinados e foi forçada a viver no Reino das Fadas. Dez anos depois, tudo o que ela quer é ser como eles – lindos e imortais – e realmente pertencer ao Reino das Fadas, apesar de sua mortalidade. Mas muitos do povo das Fadas desprezam os humanos.

Especialmente o Príncipe Cardan, o filho mais jovem, mais bonito e mais cruel do Grande Rei. Para ganhar um lugar na Alta Corte, ela deve desafiá-lo… e enfrentar as consequências. Envolvida em intrigas e traições do palácio, Jude descobre sua própria capacidade para truques e derramamento de sangue.

Mas, com a ameaça de uma guerra civil e o Reino das Fadas por um fio, Jude precisará arriscar sua vida em uma perigosa aliança para salvar suas irmãs, e o próprio Reino. Com personagens únicos, reviravoltas inesperadas, e uma traição de tirar o fôlego, este livro vai deixar o leitor pedindo bis – querendo mergulhar de cabeça na continuação deste universo.

Hey galera, hoje é dia de comentar com vocês as minhas impressões sobre esse livro que é um dos mais pesquisados do blog. O Príncipe Cruel faz parte do desafio 12 livros para 2022 e ainda foi o livro de estreia do nosso Clube de Leitura, vocês podem conferir a discussão clicando aqui no link.

Com isso dito, vamos para um breve resumo.

O livro vai contar a história de Jude, uma adolescente que foi criada no reino das fadas. Ela e suas irmãs foram levadas para lá por Madoc, o general do Grande Rei, e elas foram criadas como filhas dele e como pertencentes à nobreza, porém Jude e sua irmã gêmea Tarryn são humanas e as fadas não são muito tolerantes com humanos.

Continue lendo
03fev • 17 Fantasia, resenha, Rocco

Resenha #181 Gata Branca (Mestres da Maldição #1)

Título: Gata Branca
Série: Mestres da Maldição 1
Autor: Holly Black
Editora: Rocco
Páginas: 360
Gênero: Literatura Estrangeira / Fantasia / YA
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Cassel vem de uma família de mestres da maldição – pessoas que têm o poder de mudar emoções, memórias e destinos com o mais leve toque das mãos. Mas fazer isso é ilegal, o que significa que todos eles são criminosos. Exceto Cassel. Ele não tem o toque mágico, está de fora: é o único filho normal em uma família paranormal. O único detalhe é que matou sua melhor amiga.
Tentando fugir de seu terrível passado, Cassel faz de tudo para ser como os outros garotos. Uma noite, porém, tudo vai por água abaixo: depois de sonhar repetidas vezes com uma estranha gata branca, um ataque de sonambulismo o põe em perigo e ele começa a achar que seus irmãos estão escondendo mais do que alguns segredos.
Desconfiado de que não passa de uma pequena peça de um grande golpe, Cassel começa então a fazer uma busca em seu passado e em suas memórias, que parecem lhe fugir. Para desvendar os mistérios de sua vida, ele vai precisar armar um verdadeiro golpe de mestre.

 
“Magia. É apenas magia.”

Olá, olá! Como vocês estão?!

Gente, esse livro… juro que não sei porque demorei tanto para ler!!

Eu ganhei Gata Branca em 2014 e desde então estava parado na minha estante, com o Desafio das GeLs de 12 livros para 2017, o coloquei na lista e foi o primeiro que decidi ler por ser uma fantasia e se distanciar dos gêneros que eu estava lendo no momento. Juro para vocês que se soubesse que a leitura seria tão fluida, interessante e loucamente genial, já teria lido faz tempo!

Continue lendo

13out • 14 Cassandra Clare, resenha

Resenha #59 Magisterium – O Desafio de Ferro

Título: Magisterium – O Desafio de Ferro
Autor: Cassandra Clare, Holly Black
Páginas: 384
Editora: Novo Conceito
Classificação: 5 estrelas

Sinopse: AMIGOS E INIMIGOS. PERIGO E MAGIA. MORTE E VIDA. A maioria dos garotos faria qualquer coisa para passar no Desafio de Ferro. Callum Hunt não é um deles. Ele quer falhar. Se for aprovado no Desafio de Ferro e admitido no Magisterium, ele tem certeza de que isso só irá lhe trazer coisas ruins. Assim, ele se esforça ao máximo para fazer o seu pior… mas falha em seu plano de falhar. Agora, o Magisterium espera por ele, um lugar ao mesmo tempo incrível e sinistro, com laços sombrios que unem o passado de Call e um caminho tortuoso até o seu futuro. Magisterium – O Desafio de Ferro nasceu da extraordinária imaginação das autoras best-seller Holly Black e Cassandra Clare. Um mergulho alucinante em um universo mágico e inexplorado.

 

“Vocês estão prestes a entrar nos corredores do Magisterium. Para alguns, será a realização de um sonho. Para outros, esperamos que seja o início de um. Para todos, digo que o Magisterium existe para sua própria segurança. Vocês possuem um grande poder, e, sem treinamento, esse poder é perigoso. Aqui, nós os ensinaremos a controlá-lo e também os instruiremos sobre as histórias de magos como vocês que datam desde o passado mais remoto. Cada um de vocês possui um destino único, diferente do caminho convencional que trilhariam longe daqui, um destino que encontrarão do outro lado destas paredes. Vocês já devem ter percebido isso quando vislumbraram os primeiros traços de seus poderes. Porém, enquanto estão aqui, diante desta montanha, imagino que pelo menos alguns de vocês devam estar 
pensando onde foi que se meteram.”

 

Esta é a história de Callum Hunt, um menino aparentemente comum, que sofria com o preconceito por ter nascido com uma perna defeituosa. Call sabia que a magia corria em seu sangue, já que seu pai havia sido um mago, ele apenas não fazia ideia do porque ele havia abandonado seus poderes e o mundo ao qual ele pertencia. Tudo o que o pai lhe dizia era que magos eram perigosos, e que quando chegasse a hora, Call deveria se esforçar para falhar nos testes para entrar na escola de magia.

Continue lendo