Clichê

Resenha 459 Lugar Feliz

Por Barbara em 16 maio • 2024
22fev • 24 12 livros para 2023, Desafio das GeLs, Fantasia, jovem adulto, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance, Sabaa Tahir, Verus

Resenha 454 Um céu além da tempestade

E finalmente chegamos ao fim dessa série, cheia de altos e baixos e não sendo a minha favorita, mas que me surpreendeu com o final.

Eu comecei a ler a série Uma Chama Entre as Cinzas completamente fascinada com o universo e a trama que a Sabaa tinha criado, achei emocionante, envolvente e que tinha tudo para ser umas das minha favoritas da vida. O livro de estreia é sensacional, logo a gente se pega vivendo o mundo de Elias e Helene na academia, os desafios de Laia e encantados com os seres extraordinários que vão aparecendo, mas o fascínio acabou junto com o primeiro livro. As continuações me decepcionaram, mas ainda sim eu dei uma chance e segui com série e felizmente o último livro foi muito bom.

Aqui nós vamos ter os nossos protagonistas vivendo vidas separadas, cada um em uma missão e comprometidos a salvar a humanidade. Laia está em busca de uma forma para destruir o Portador da Noite, o grande vilão e que está tocando o terror na terra, claro que é uma tarefa bem complicada e ela vai estar a frente de um grupo disposto a ajudar nessa missão, afinal a vida de toda a humanidade depende deles.

Elias está as voltas com sua responsabilidade de passar os fantasmas para um lugar melhor no lugar de espera. O Apanhador de Almas está bem distante de sua humanidade e completamente entregue à sua tarefa, até que ele percebe que tem muitas coisas estranhas acontecendo com os fantasmas e que tudo pode estar relacionado ao que o Portador da Noite está tramando. Logo ele entende que terá que se envolver com o mundo dos vivos e reencontrar com aqueles que ele amava, mas a questão é como lidar com a humanidade quando essa foi tirada de você. Complicado galera…

Helene, nossa Águia e Sangue e minha personagem favorita, está reconstruindo o império e determinada a acabar com Kéris Veturia, a comandante realizou a sua revolta e está também tocando o terror pela região. Destruindo e escravizando povos e claro, se colocou na posição de imperatriz. Helene está disposta a destruí-la e retomar o comando do império em nome de seu sobrinho, o verdadeiro herdeiro. Não vai ser uma tarefa fácil, mas nada nunca foi para a nossa Águia, certo?

Os caminhos do trio vão naturalmente convergir, cada um é um ponto importante e necessário para salvar o mundo e construir um futuro melhor para todos, mas não é uma tarefa fácil e já vou logo avisando, não se apeguem a ninguém, qualquer um pode encontrar o seu fim e olha, a Sabaa não tem piedade pra eliminar personagens…

Eu achei que a Sabaa conseguiu amarrar bem o final de sua trama, e olha que tem muito autor que cria séries sensacionais, mas os finais são sempre decepcionantes. Não foi o caso aqui, nós tivemos um primeiro livro sensacional, duas sequências fracas e um final excelente. Gostei de toda a mitologia que envolveu o Portador da Noite, nós temos capítulos contando a história dele e sério, foi um dos pontos altos do livro.

É óbvio que nem tudo foi perfeito, esse é o tipo de livro que eu não acredito que abra espaço para romance. A autora construiu casais ao longo da série, mas eu achei que as cenas românticas não acrescentaram muito ao livro, poderiam ser facilmente eliminadas e não fariam diferença para a trama. Com isso dito, encerro indicando a leitura da série, se você abandonou após o segundo ou terceiro livro, só te digo que vale a pena insistir, eu amei o que encontrei nesse quarto livro e foi uma jornada bem interessante ler e conhecer cada um desses personagens.

Ps* Helene é a melhor!

Beijinhos e até a próxima.

Confira a resenha em vídeo!

confira também os Posts Relacionados

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário