drama

Resenha #380 Pachinko

Por Barbara em 25 set • 2021

Categoria: 12 livros para 2021

12out • 21 12 livros para 2021, Charlie Donlea, desafio, Faro Editorial, Literatura Americana, literatura estrangeira, mistério, Policial, resenha, Suspense

Resenha #382 A Garota do Lago

Título: A Garota do Lago
Autor: Charlie Donlea
Editora: Faro Editorial
Páginas: 295
Ano: 2017
Gênero: Suspense/ Mistério / Literatura Americana/ Literatura Estrangeira
Classificação: 3,5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: ALGUNS LUGARES PARECEM BELOS DEMAIS PARA SEREM TOCADOS PELO HORROR…”

Summit Lake, uma pequena cidade entre montanhas, é esse tipo de lugar, bucólico e com encantadoras casas dispostas à beira de um longo trecho de água intocada.
Duas semanas atrás, a estudante de direito Becca Eckersley foi brutalmente assassinada em uma dessas casas. Filha de um poderoso advogado, Becca estava no auge de sua vida. Atraída instintivamente pela notícia, a repórter Kelsey Castle vai até a cidade para investigar o caso.

“E LOGO SE ESTABELECE UMA CONEXÃO ÍNTIMA QUANDO UM VIVO CAMINHA NAS MESMAS PEGADAS DOS MORTOS…”

E enquanto descobre sobre as amizades de Becca, sua vida amorosa e os segredos que ela guardava, a repórter fica cada vez mais convencida de que a verdade sobre o que aconteceu com Becca pode ser a chave para superar as marcas sombrias de seu próprio passado…

Olha o suspense chegando!!!!

E aí galera, tudo bem?

A Garota do Lago foi uma das leituras que elegi para o desafio #12livrospara2021. O livro está na lista dos mais vendidos da Veja, tem um hype muito grande que o cerca e não vou negar que fiquei bem curiosa, fora que comprei a minha edição por um preço maravilhoso. Mas deixa eu fazer um resumo do que vocês encontrarão nessa história.

O livro vai contar o mistério do assassinato de Becca, uma jovem estudante de direito, filha de um grande advogado e com toda uma vida promissora pela frente. Becca foi assassinada na casa de veraneio da família, estava lá para estudar e se preparar com mais tranquilidade para suas futuras provas e inicialmente as investigações são comprimidas e a linha segue para um latrocínio – roubo seguido de morte, mas essa teoria deixa muitas brechas.

É então que a jornalista criminal Kelsey Castle é enviada para Summit Lake, a cidade paradisíaca onde o crime aconteceu, para investigar por conta própria o ocorrido. Ela foi para lá com a desculpa de descansar e tentar se recuperar após ter vivido uma experiência traumática na própria vida, mas Kelsey não estava preparada para o que encontraria e nem imaginava que a vida de Becca fosse ser tão cercada de mistério.

Continue lendo
11set • 21 12 livros para 2021, Colleen Hoover, Galera Record, Literatura Americana, literatura estrangeira, new adult, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #378 Essa Garota

Título: Essa Garota
Série: Slammed
Ordem: 3
Autor: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Gênero: Romance /New Adult /Literatura Americana
Páginas: 336
Ano: 2014
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: O amor de Will e Layken enfrentou — e venceu — proibições, impedimentos, ciúme, tragédia. Mas, agora casados, os dois se sentem seguros do sentimento que os une.

Lake e Will estão em plena lua de mel, encantados com o futuro que têm pela frente. Lake quer saber tudo que há para saber sobre o marido — mesmo quando este se torna reticente quanto a despertar memórias dolorosas. Pouco a pouco, Lake convence Will a desembaraçar os nós da própria história e, pela primeira vez, seus mais íntimos sentimentos e pensamentos ganham voz.
Sob a ótica de Will, revisitamos os bons e maus momentos. E conhecemos alguns fatos chocantes. O futuro de Will e Lake agora depende de como os dois lidarão com essas revelações…

Hey galera, tudo bem com vocês? Hoje trago minhas impressões sobre o livro Essa Garota, terceiro da série Slammed. Se você não leu os primeiros livros, te aconselho a lê-los para entender a história desse livro e já aviso que você corre um leve risco de pegar spoiler aqui rs.

Com isso dito, vamos a um resumo da história.

Essa Garota vai nos apresentar os principais momentos do relacionamento entre Lake e Will, com a vantagem dessa vez, a história estar sendo contada por nosso mocinho poeta rs. Will e Lake acabaram de se casar, o tempo passou e as coisas estão encaminhadas na vida de ambos, eles finalmente podem desfrutar de uma vida a dois. É durante a lua de mel que o livro vai se passar, enquanto passam o dia juntos, nosso casal amorzinho vai relembrar momentos importantes e marcantes da história deles.

Continue lendo
07ago • 21 12 livros para 2021, Biblioteca Azul, clássico, distopia, Ficção, Literatura Americana, literatura estrangeira, Ray Bradbury, resenha, Resenhas de Livros

Resenha #375 Fahrenheit 451

Título: Fahrenheit 451
Autor: Ray Bradbury
Editora: Biblioteca Azul
Páginas: 215
Ano: 2012
Gênero: Distopia / Literatura Americana/ Literatura Estrangeira/ Clássico
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Escrito após o término da Segunda Guerra Mundial, em 1953, Fahrenheit 451, de Ray Bradubury, revolucionou a literatura com um texto que condena não só a opressão anti-intelectual nazista, mas principalmente o cenário dos anos 1950, revelando sua apreensão numa sociedade opressiva e comandada pelo autoritarismo do mundo pós-guerra. Agora, o título de Bradbury, que morreu recentemente, em 6 de junho de 2012, ganhou nova edição pela Biblioteca Azul, selo de alta literatura e clássicos da Globo Livros, e atualização para a nova ortografia.

A singularidade da obra de Bradbury, se comparada a outras distopias, como Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley, ou 1984, de George Orwell, é perceber uma forma muito mais sutil de totalitarismo, uma que não se liga somente aos regimes que tomaram conta da Europa em meados do século passado. Trata-se da “indústria cultural, a sociedade de consumo e seu corolário ético – a moral do senso comum”, segundo as palavras do jornalista Manuel da Costa Pinto, que assina o prefácio da obra. Graças a esta percepção, Fahrenheit 451 continua uma narrativa atual, alvo de estudos e reflexões constantes.

O livro descreve um governo totalitário, num futuro incerto, mas próximo, que proíbe qualquer livro ou tipo de leitura, prevendo que o povo possa ficar instruído e se rebelar contra o status quo. Tudo é controlado e as pessoas só têm conhecimento dos fatos por aparelhos de TVs instalados em suas casas ou em praças ao ar livre. A leitura deixou de ser meio para aquisição de conhecimento crítico e tornou-se tão instrumental quanto a vida dos cidadãos, suficiente apenas para que saibam ler manuais e operar aparelhos.

Fahrenheit 451 tornou-se um clássico não só na literatura, mas também no cinema. Em 1966, o diretor François Truffaut adaptou o livro e lançou o filme de mesmo nome estrelado por Oskar Werner e Julie Christie.

Olá para todos, hoje vim comentar com vocês as minhas impressões sobre o livro Fahrenheit 451. Um clássico distópico da literatura, e como boa fã de distopia que conheceu o gênero através de Jogos Vorazes, Divergente e semelhantes, decidi que era o momento de beber das fontes originais, e Fahrenheit 451 é um desses livros.

O livro começa com uma introdução do meu querido escritor Neil Gaiman, ele vai nos apresentar a história e dizer que ali vamos encontrar uma declaração de amor aos livros, mas que não é apenas isso. O livro é composto de diversos fatores e ele é muito mais do que uma pessoa possa te explicar. Fahrenheit 451 nos convida a uma reflexão e te exige interpretação de um mundo onde os livros são proibidos, onde bombeiros são pagos para incendiar e destruir aquilo que consideramos precioso: os livros.

Continue lendo
05jun • 21 12 livros para 2021, Arqueiro, Julia Quinn, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance de Época

Resenha #364 História de Um Grande Amor

Título: História de Um Grande Amor
Série: Trilogia Bevelstoke
Ordem: 1
Autor: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance de Época/Literatura Estrangeira/Romance
Páginas: 288
Ano: 2020
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Aos 10 anos, Miranda Cheever já dava sinais claros de que não seria nenhuma bela dama. E já nessa idade, aprendeu a aceitar o destino de solteirona que a sociedade lhe reservava.
Até que, numa tarde qualquer, Nigel Bevelstoke, o belo e atraente visconde de Turner, beijou solenemente sua mãozinha e lhe prometeu que, quando ela crescesse, seria tão bonita quanto já era inteligente. Nesse momento, Miranda não só se apaixonou, como teve certeza de que amaria aquele homem para sempre.
Os anos que se seguiram foram implacáveis com Nigel e generosos com Miranda. Ela se tornou a mulher linda e interessante que o visconde previu naquela tarde memorável, enquanto ele virou um homem solitário e amargo, como consequência de um acontecimento devastador.
Mas Miranda nunca esqueceu a verdade que anotou em seu diário tantos anos antes. E agora ela fará de tudo para salvar Nigel da pessoa que ele se tornou e impedir que seu grande amor lhe escape por entre os dedos.

Romance de época na área!
É Julia Quinn, mas não é da família Bridgerton que estamos falando, sim da Bevelstoke. História de um grande amor é o primeiro livro dessa recente trilogia da autora, e aqui conhecemos a história de lady Miranda e Lord Tunner.

Miranda é vizinha da família Bevelstoke e melhor amiga de Olivia, irmã mais nova de Turner. No prólogo do livro Miranda, ainda criança, se apaixona por Turner, um jovem 10 anos mais velho que que calhou de ser muito gentil com nossa mocinha. Ela sabia que o amaria para todo o sempre, e após incentivo dele, ela começa a escrever um diário.

Continue lendo
23mar • 21 12 livros para 2021, Faro Editorial, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Suspense, Tarryn Fisher, thriller

Resenha #357 Stalker

Título: Stalker
Autor: Tarryn Fisher
Editora: Faro Editorial
Páginas: 256
Ano: 2018
Gênero: Suspense/ Mistério/ Literatura Americana
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Ela não quer ser igual a você. Ela quer a sua vida. Quando Fig Coxbury compra uma casa na West Barrett Street, sua maior motivação não é o amor pelo bairro, ou ter se apaixonado pelo imóvel. É para ficar mais próxima de tudo o que ela deseja: o marido, a criança e a vida que pertence a outra pessoa. Com os olhos fixos na família Avery, Fig se insere gradualmente na rotina de Jolene, Darius e sua filha, Mercy. E não para por aí… Fig invade a privacidade familiar, e logo acredita que pode assumir, definitivamente, o lugar de Jolene. Ela persegue. Copia. Manipula. Cobiça. Usa táticas e cenas a cada momento. Toda stalker tem um objetivo. Para Fig, nada deve ficar em seu caminho.

Terceiro livro do desafio #12livrospara2021 finalizado com sucesso. Hoje trago para vocês a minha opinião sobre esse thriller da Tarryn Fisher, eu sou muito fã da autora como pessoa, mas já vou logo avisando que o livro não é tudo isso. É bom, mas…

Vamos a um resumo da história.

O livro começa nos apresentando à Fig, uma jovem mulher que sofreu um aborto espontâneo e ainda sofre com esse trauma. Um dia passeando no parque, ela vê uma garotinha e tem certeza de que ela é a reencarnação da criança que perdeu, é então que ela passa a perseguir a menina e sua família. O auge é quando a casa vizinha a da família entra em venda e a Fig compra, ela se torna vizinha à família e logo conquista a amizade de Jo, mãe da pequena Mercy.

Continue lendo
23fev • 21 12 livros para 2021, Agatha Christie, Desafio das GeLs, Dicas da Ba, Harper Collins Brasi, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, romance policial, Suspense

Resenha #352 A Casa Torta

Título: A Casa Torta
Autor: Agatha Christie
Editora: Harper Collins Brasil
Páginas: 207
Ano: 2017
Gênero: Mistério/ Suspense/ Romance Policial/ Literatura Estrangeira/ Literatura Inglesa
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Primeiro a guerra faz com que Charles Hayward adie seu pedido de casamento. Alguns anos depois, ele se vê obrigado a adiar o próprio matrimônio em razão de um mistério – Sophia Leonides, sua noiva, acaba de perder o avô Aristide de forma súbita e um tanto suspeita. Teria sido um assassinato?

O escândalo poderia arruinar o nome da família.

Instruido pelo pai e pelo inspeto-chefe Taverner – ambos da Scotland Yard -, Charles decide se hospedar na residência dos Leonides (A Casa Torta) para descobrir se, entre aqueles familiares tão únicos e motivados a matar seu patriarca, não estaria a prova do crime capaz de colocar o culpado atrás das grades. Porém, uma nova reviravolta promete abalar todas as suas certezas sobre o assunto.

Mais um Agatha Christie pra conta #comemora

Oi galera, hoje é dia de falarmos sobre A Casa Torta, segundo livro do desafio 12 livros para 2021.

Em A Casa Torta nós somos apresentados a Charles, um jovem que trabalha a serviço do governo inglês durante o pós segunda guerra mundial. Ele volta para Londres disposto a finalmente pedir sua namorada de longa data em casamento, porém ele logo descobre que a família dela está envolvida em um caso de assassinato.

Continue lendo
20fev • 21 12 livros para 2021, Clichê, comédia romantica, Desafio das GeLs, Faro Editorial, Lauren Blakely, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #351 Melhor que a Encomenda

Título: Melhor que a Encomenda
Autor: Lauren Blakely
Editora: Faro Editorial
Páginas: 320
Ano: 2019
Gênero: Comédia Romântica / Romance/ Literatura Estrangeira/ Literatura Americana
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: QUAL SERIA O ÚLTIMO LUGAR PARA VOCÊ ENCONTRAR O AMOR? Depois de várias desilusões, April desiste de buscar relacionamentos e passa a focar toda a energia no trabalho, até que surge uma daquelas reuniões familiares. Ela sente-se feliz solteira… mas encarar os interrogatórios de seus pais, da irmã e de todas suas tias casamenteiras durante um fim de semana prolongado é uma ideia desesperadora.

Então, ela pensa numa solução prática: contratar um acompanhante. Parece uma tarefa simples: levar um namorado que deve servir tanto para impressionar a família quanto para afastar pretendentes indesejáveis. Theo é o candidato ideal. Lindo, simpático, atencioso e o principal: depois do fim de semana, ele recebe o pagamento e cada um segue sua vida. Esse era o plano… Só que dividir momentos engraçados e inventar histórias pode ter o efeito oposto…

Primeiro livro do desafio 12 livros para 2021 finalizado com sucesso! Vamos às minhas impressões.

Bom, eu creio que fui com muita sede ao pote quando comecei a leitura desse livro, me animei com a sinopse, já abri com um sorriso no rosto crente que iria me encantar com mais esse romance clichê de namoro fake, mas não foi bem assim.

O livro conta a história de April e Théo, ambos são moradores de Nova York e vivem vidas bem distintas. Ela é uma artista, vive de fazer pinturas em corpo humano e está ficando bem famosa em seu nicho. Théo é barman, luta para pagar as contas e oferece em serviço de acompanhante bem fora do convencional… ele cria personagens de acordo com os pedidos de suas clientes e pode ter certeza que a satisfação é garantida.

Continue lendo