Posts arquivados em: Tag: Julia Quinn

12jul • 18 Arqueiro, Desafio das GeLs, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance, romance de época, Romance de Época

Resenha #227 A Caminho do Altar (Os Bridgertons #8)

Título: A Caminho do Altar
Autor: Julia Quinn
Série: Os Bridgertons #8
Editora: Arqueiro
Páginas: 320
Ano: 2016
Gênero: Romance de Época/ Romance/ Literatura Estrangeira
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Ao contrário da maioria de seus amigos, Gregory Bridgerton sempre acreditou no amor. Não podia ser diferente: seus pais se adoravam e seus sete irmãos se casaram apaixonados. Por isso, o jovem tem certeza de que também encontrará a mulher que foi feita para ele e que a reconhecerá assim que a vir. E é exatamente isso que acontece.

O problema é que Hermione Watson está encantada por outro homem e não lhe dá a menor atenção. Para sorte de Gregory, porém, Lucinda Abernathy considera o pretendente da melhor amiga um péssimo partido e se oferece para ajudar o romântico Bridgerton a conquistá-la.

Mas tudo começa a mudar quando quem se apaixona por ele é Lucy, que já foi prometida pelo tio a um homem que mal conhece. Agora, será que Gregory perceberá a tempo que ela, com seu humor inteligente e seu sorriso luminoso, é a mulher ideal para ele?

A caminho do altar, oitavo livro da série Os Bridgertons, é uma história sobre encontros, desencontros e esperança no amor. De forma leve e revigorante, Julia Quinn nos mostra que tudo o que imaginamos sobre paixão à primeira vista é verdade – só precisamos saber onde buscá-la.

 

Hey galera! Temos amantes de romance de época por aqui. Eu sei que tem rsrs.

Como estamos?

Hoje vim trazer para vocês as minhas impressões do livro A Caminho do Altar, oitavo da série Os Bridgertons da Julia Quinn. Aqui conhecemos a história de Gregory e Lady Lucinda.

Gregory é o sétimo filho de Violet, depois de ver todos os seus irmãos casados e muito felizes, era impossível nosso mocinho não acreditar em amor ou até mesmo topar um casamento de conveniência. Se não for amor verdadeiro, pra ele não serve. E essa era a maior certeza da vida de Gregory, um dia ele encontraria sua alma gêmea e tudo mudaria para sempre.

Continue lendo

18maio • 17 romance de época

Resenha #188 Um Beijo Inesquecível (Os Bridgertons #7)

Título: Um Beijo Inesquecível
Série: Os Bridgertons
Ordem: 7
Autor: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Ano: 2016
Páginas: 272
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Toda a alta sociedade concorda que não existe ninguém parecido com Hyacinth Bridgerton. Cruelmente inteligente e inesperadamente franca, ela já está em sua quarta temporada na vida social da elite, mas não consegue se impressionar com nenhum pretendente. 
Num recital, Hyacinth conhece o belo e atraente Gareth St. Clair, neto de sua amiga Lady Danbury. Para sua surpresa, apesar da fama de libertino, ele é capaz de manter uma conversa adequada com ela e, às vezes, até deixá-la sem fala e com um frio na barriga.
Porém Hyacinth resiste à sedução do famoso conquistador. Para ela, cada palavra pronunciada por Gareth é um desafio que deve ser respondido à altura. Por isso, quando ele aparece na casa de Lady Danbury com um misterioso diário da avó italiana, ela resolve traduzir o texto, que pode conter segredos decisivos para o futuro dele.

Nessa tarefa, primeiro os dois se veem debatendo traduções, depois trocando confidências, até, por fim, quebrarem as regras sociais. E, ao passar o tempo juntos, eles vão descobrir que as respostas que buscam se encontram um no outro… e que não há nada de tão simples e de tão complicado quanto um beijo.

 

Julia Quinn em seu melhor, isso é Um Beijo Inesquecível!

Depois do desastre, na minha opinião (e da Mi também), de O Conde Enfeitiçado, a Julia voltou com tudo e nos presenteou com o melhor de sua escrita em Um Beijo… sétimo livro da série Os Bridgertons.

Chegou o momento de conhecer a história de amor de Hyacinth, a caçula do clã Bridgerton, e de cara nos encantamos por ela. Nossa mocinha é espirituosa, curiosa, divertida e muito inteligente. Poucos conseguem acompanhar seu humor afiado e tem por amiga querida Lady Danbury, vocês se lembram dela dos livros anteriores? Rsrsrs

Continue lendo

11abr • 16 resenha

Resenha #145 O Conde Enfeitiçado (Os Bridgertons #6)

Título: O Conde Enfeitiçado (Os Bridgertons #6)
Autor: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
Páginas: 304
Classificação: 1,5 estrelas
Sinopse: Toda vida tem um divisor de águas, um momento súbito, empolgante e extraordinário que muda a pessoa para sempre. Para Michael Stirling, esse instante ocorreu na primeira vez em que pôs os olhos em Francesca Bridgerton.
Depois de anos colecionando conquistas amorosas sem nunca entregar seu coração, o libertino mais famoso de Londres enfim se apaixonou. Infelizmente, conheceu a mulher de seus sonhos no jantar de ensaio do casamento dela. Em 36 horas, Francesca se tornaria esposa do primo dele.
Mas isso foi no passado. Quatro anos depois, Francesca está livre, embora só pense em Michael como amigo e confidente. E ele não ousa falar com ela sobre seus sentimentos a culpa por amar a viúva de John, praticamente um irmão para ele, não permite.
Em um encontro inesperado, porém, Francesca começa a ver Michael de outro modo. Quando ela cai nos braços dele, a paixão e o desejo provam ser mais fortes do que a culpa. Agora o ex-devasso precisa convencê-la de que nenhum homem além dele a fará mais feliz.
No sexto livro da série Os Bridgertons, Julia Quinn mostra, em sua já consagrada escrita cheia de delicadezas, que a vida sempre nos reserva um final feliz. Basta que estejamos atentos para enxergá-lo.

Oi gente!

Hoje vim falar de mais um dos romances de época que amo, dessa vez da autora Julia Quinn que foi a culpada por me viciar nesse gênero literário.

“Em toda vida ocorre um momento decisivo. Um instante tão extraordinário, tão claro e tão nítido que temos a sensação de havermos sido golpeados no peito, deixados sem folego, sabendo, sabendo, sem a menor sombra de duvida, que nossa vida jamais será a mesma.”

 

Chegamos ao sexto livro, e depois da história adorável de Eloise que se tornou uma das minhas favoritas, enfim chegara a hora de conhecer a irmã desconhecida. Julia Quinn manteve essa irmã um pouco escondida e minhas expectativas foram lá em cima sobre a personagem e o que seria a sua história, mas sinto dizer que foi uma tremenda decepção.

 

Continue lendo

29mar • 16 resenha, Romance de Época

Resenha #143 Para Sir Phillip, Com Amor (Os Bridgertons #5)

Título: Para Sir Phillip, Com Amor – Os Bridgertons #5
Autor: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
Páginas: 276
Classificação: 5 estrelas
Sinopse: Eloise Bridgerton é uma jovem simpática e extrovertida, cuja forma preferida de comunicação sempre foram as cartas, nas quais sua personalidade se torna ainda mais cativante. Quando uma prima distante morre, ela decide escrever para o viúvo e oferecer as condolências. 
Ao ser surpreendido por um gesto tão amável vindo de uma desconhecida, Sir Phillip resolve retribuir a atenção e responder. Assim, os dois começam uma instigante troca de correspondências. Ele logo descobre que Eloise, além de uma solteirona que nunca encontrou o par perfeito, é uma confidente de rara inteligência. E ela fica sabendo que Sir Phillip é um cavalheiro honrado que quer encontrar uma esposa para ajudá-lo na criação de seus dois filhos órfãos. 
Após alguns meses, uma das cartas traz uma proposta peculiar: o que Eloise acharia de passar uma temporada com Sir Phillip para os dois se conhecerem melhor e, caso se deem bem, pensarem em se casar? 
Ela aceita o convite, mas em pouco tempo eles se dão conta de que, ao vivo, não são bem como imaginaram. Ela é voluntariosa e não para de falar, e ele é temperamental e rude, com um comportamento bem diferente dos homens da alta sociedade londrina. Apesar disso, nos raros momentos em que Eloise fecha a boca, Phillip só pensa em beijá-la. E cada vez que ele sorri, o resto do mundo desaparece e ela só quer se jogar em seus braços. 
Agora os dois precisam descobrir se, mesmo com todas as suas imperfeições, foram feitos um para o outro. 

Hey galera, com saudades dos Bridgertons?!

Chegamos ao quinto livro e à história de Eloise. Se as irmãs Bridgertons tem algo em comum é a determinação, Eloise é super determinada, vai atrás do que deseja e esse livro prova isso perfeitamente.

O livro começa com uma situação complicada, Eloise descobre que uma prima distante faleceu e escreve para o viúvo oferecendo condolências. Com uma troca de cartas e por consequência uma improvável amizade, um possível relacionamento começa. Após meses de correspondências, Sir Phillip acredita que Eloise seria perfeita como esposa e faz um convite para ela ir visitá-lo e é claro que nossa mocinha não recusa.

Continue lendo

13fev • 14 book, resenha

Resenha #04 O Visconde Que Me Amava (Os Bridgerton #2)

Nome: O Visconde Que Me Amava
Autor: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Estrelas: 5

Compre: http://amzn.to/2mVOxml

Sinopse: A temporada de bailes e festas de 1814 acaba de começar em Londres. Como de costume, as mães ambiciosas já estão ávidas por encontrar um marido adequado para suas filhas. Ao que tudo indica, o solteiro mais cobiçado do ano será Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva.
 
Logo ele decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela.
 
Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele.
 
Enquanto faz de tudo para afastá-lo da irmã, Kate descobre que o visconde devasso é também um homem honesto e gentil. Ao mesmo tempo, Anthony começa a sonhar com ela, apesar de achá-la a criatura mais intrometida e irritante que já pisou nos salões de Londres. Aos poucos, os dois percebem que essa centelha de desejo pode ser mais do que uma simples atração.
 
Considerada a Jane Austen contemporânea, Julia Quinn mantém, neste segundo livro da série Os Bridgertons, o senso de humor e a capacidade de despertar emoções que lhe permitem construir personagens carismáticos e histórias inesquecíveis.
“Seria possível apaixonar-se pela mesma pessoa
sempre, todos os dias?”
Primeira coisa que eu preciso falar: PREPAREM-SE PARA CONHECER O HOMEM DOS SEUS SONHOS. Sim, amores, é exatamente assim que vocês se sentirão ao encontrar Anthony Bridgerton. 

Continue lendo