drama

Resenha #366 Blackmoore

Por Barbara em 19 jun • 2021

Posts arquivados em: Tag: comédia romântica

14jun • 21 Clichê, comédia romantica, L J Shen, Literatura Americana, literatura estrangeira, Montlake, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #365 The Devil Wears Black

Título: The Devil Wears Black
Autor: L. J. Shen
Editora: Monlake
Páginas: 363
Ano: 2021
Gênero: Romance/ Comédia Romântica/ Literatura Americana/ Literatura Estrangeira
Classificação: 2 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Maddie Goldbloom elaborou um plano para garantir que tudo em sua vida fosse perfeito – desde uma carreira na moda até um apartamento chique em NYC e um namorado pediatra.
Quando seu ex, Chase Black, volta à sua vida com um pedido ultrajante, sua reação imediata é rejeitá-lo. Mas ele só quer satisfazer o último desejo de seu pai. Portanto, mesmo sendo ele o homem que lhe partiu o coração, não deve ser difícil interpretar sua noiva, especialmente se isso significa que ela pode ver o diabo arrogante se contorcer um pouco.
O que se segue é uma cadeia de eventos que detona a vida de Maddie e quando as paredes de Chase caem, ambos são forçados a enfrentar a realidade.
Dizem para manter seus inimigos por perto. Mas e se seu inimigo também for o homem que você ama?

Gente!!! Esse livro… ai ai, acho que fui com muita sede ao pote e acabei me frustrando rs.

Quando comecei a ler eu estava atrás de um romance fofo, um clichê gostosinho de ler, e a proposta desse livro unida a escrita gostosa, inteligente e divertida da L.J. Shen me animou de cara. Claramente eu fui com os burros n’água.

Um breve resumo para vocês entenderem melhor o enredo.

Tudo começa com Maddie reencontrando seu ex-namorado na porta de seu apartamento, ela tinha certeza que Chase Black estava ali para se desculpar pela traição que tinha cometido seis meses antes, ledo engano. Chase na verdade precisava de um favor, nossa mocinha estava disposta a chutar o boy com vontade, mas a história que ele contou a convenceu e logo Maddie está novamente no mundo de Chase.

A proposta era simples, fingir ser noiva dele para juntos posarem de casal apaixonado para a família do rapaz, mas por quê todo esse engano? Qual a necessidade de ser justamente a Maddie? Muito simples, o pai de Chase foi diagnosticado com câncer e tem pouco tempo de vida, nada melhor do que saber que o filho está bem encaminhado na área sentimental e com uma boa moça como Maddie, de quem a família toda de já gostava e que por um simples acaso ele não tinha contado que já fazia 6 meses que o namoro tinha acabado. Surreal, eu sei kkk.

Continue lendo
18maio • 21 Arqueiro, comédia romantica, lançamento, Lissa Kay Adams, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #362 Clube do Livro dos Homens

Título: Clube do Livro dos Homens
Série: Clube do Livro dos Homens
Ordem: 1
Autor: Lissa Kay Adams
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance/ Comédia Romântica/Literatura Estrangeira/ Literatura Americana
Páginas: 320
Ano: 2021
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: A primeira regra do clube do livro é: não fale sobre o clube do livro

Gavin Scott é um astro do beisebol, devotado ao esporte. No auge de sua carreira, ele descobre um segredo humilhante: a esposa, Thea, sempre fingiu ter prazer na cama. Magoado, Gavin para de falar com ela e acaba piorando o relacionamento, que já vinha se deteriorando. Quando Thea pede o divórcio, ele percebe que o orgulho e o medo podem fazê-lo perder tudo.

Bem-vindos ao Clube do Livro dos Homens

Desesperado, Gavin encontra ajuda onde menos espera: um clube secreto de romances, composto por alguns dos seus colegas de time. Para salvar seu casamento, eles recorrem à leitura de uma sensual trama de época, Cortejando a condessa. Só que vai ser preciso muito mais do que palavras floreadas e gestos grandiosos para que Gavin recupere a confiança da esposa.

Hey galera, prontos para dar bastante risada com um livro fofo, emocionante e amorzinho? Então continua lendo essa resenha e conheça a história do Clube do Livro dos Homens.

O livro vai contar a história de Gavin, um jogador de beisebol que está na melhor fase de sua carreira, mas vocês conhecem o ditado… sorte no jogo, azar no amor #tenso. Ele é casado há cerca de três anos com Thea e ambos são pais de duas garotinhas gêmeas. A rotina de Gavin é muito dinâmica, com a temporada de jogos acontecendo e as responsabilidades sociais que a carreira exige, acaba sobrando pouco tempo para a família e a verdade é que Thea acaba se responsabilizando por grande parte do cuidado com as meninas.

Até que em um belo dia (noite, no caso rs) tudo chega a um estopim. Gavin descobre que sua esposa fingia com ele na cama, que a muito tempo ela não tinha prazer e fingia orgasmos. O caldo entorna, o casal se desentende e vários problemas que eles tinham acumulado ao longo do breve tempo de casamento vem à tona. #tenso²

Continue lendo
01maio • 21 Clichê, comédia romantica, EverAfter Romance, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance, Vi Keeland

Resenha #360 Bossman

Título: Bossman
Autor: Vi Keeland
Editora: EverAfter Romance
Páginas: 326
Ano: 2016
Gênero: Romance/Literatura Americana/ Literatura Estrangeira/ Comédia Romântica
Classificação: 3,5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: A primeira vez que encontrei Chase Parker, eu não fiz exatamente uma boa impressão. Eu estava me escondendo no corredor do banheiro de um restaurante, deixando uma mensagem para a minha melhor amiga me salvar do meu encontro horrível.
Ele ouviu e disse que eu era uma cadela, então começou a me oferecer alguns conselhos de namoro. Então eu disse-lhe para se preocupar com seu próprio maldito negócio, seu próprio, lindo, cheio de si maldito negócio, e voltei para o meu miserável encontro.
Quando ele passou pela minha mesa, ele sorriu, e eu vi sua arrogante, sexy bunda caminhar de volta para o seu encontro. Eu não poderia evitar espiar o idiota condescendente do outro lado da sala. Claro, ele me pegou em mais de uma ocasião, e piscou. Quando o estranho lindo e seu encontro igualmente quente de repente apareceram na nossa mesa, eu pensei que ele ia me dedurar. Mas em vez disso, ele fingiu que nos conhecíamos e se juntou a nós, contando elaboradas histórias embaraçosas sobre a nossa falsa infância.
Meu encontro de repente foi de chato a bizarramente emocionante. Quando acabou e nos separamos, eu pensei sobre ele mais do que eu jamais iria admitir, embora eu soubesse que nunca o veria novamente. Quer dizer, quais eram as chances de eu esbarrar com ele novamente em uma cidade com oito milhões de pessoas? Então de novo… Quais eram as chances de um mês depois ele acabar sendo meu novo chefe sexy?

Romance no escritório? Quero!

Esse livro vai contar a história muito engraçada e levemente dramática de Chase e Reese. Ela estava em um encontro terrível enquanto ele estava na mesa ao lado, também em um encontro, mas muito ligado no que acontecia na mesa da nossa mocinha. Até que num ato muito bem pensado, Chase acaba se sentando com Reese e seu “date”, finge que a conhece e eles desenvolve uma história de um passado em comum dos dois. Tudo mentira, obviamente, mas que serviu para animar a noite de ambos.

Depois desse interlúdio a vida segue, até que novamente Reese e Chase esbarram na academia. Já podemos dizer que desde o primeiro momento tinha pintado uma atração bem forte, mas entre piadas e trocas de histórias fakes, nada evolui. O tempo passa novamente e Reese estava em busca de um novo emprego, e o lugar onde ela acaba parando é justamente na empresa de Chase. Sim, nosso mocinho é um CEO gato e podre de rico rs #adooooro.

Continue lendo
20fev • 21 12 livros para 2021, Clichê, comédia romantica, Desafio das GeLs, Faro Editorial, Lauren Blakely, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #351 Melhor que a Encomenda

Título: Melhor que a Encomenda
Autor: Lauren Blakely
Editora: Faro Editorial
Páginas: 320
Ano: 2019
Gênero: Comédia Romântica / Romance/ Literatura Estrangeira/ Literatura Americana
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: QUAL SERIA O ÚLTIMO LUGAR PARA VOCÊ ENCONTRAR O AMOR? Depois de várias desilusões, April desiste de buscar relacionamentos e passa a focar toda a energia no trabalho, até que surge uma daquelas reuniões familiares. Ela sente-se feliz solteira… mas encarar os interrogatórios de seus pais, da irmã e de todas suas tias casamenteiras durante um fim de semana prolongado é uma ideia desesperadora.

Então, ela pensa numa solução prática: contratar um acompanhante. Parece uma tarefa simples: levar um namorado que deve servir tanto para impressionar a família quanto para afastar pretendentes indesejáveis. Theo é o candidato ideal. Lindo, simpático, atencioso e o principal: depois do fim de semana, ele recebe o pagamento e cada um segue sua vida. Esse era o plano… Só que dividir momentos engraçados e inventar histórias pode ter o efeito oposto…

Primeiro livro do desafio 12 livros para 2021 finalizado com sucesso! Vamos às minhas impressões.

Bom, eu creio que fui com muita sede ao pote quando comecei a leitura desse livro, me animei com a sinopse, já abri com um sorriso no rosto crente que iria me encantar com mais esse romance clichê de namoro fake, mas não foi bem assim.

O livro conta a história de April e Théo, ambos são moradores de Nova York e vivem vidas bem distintas. Ela é uma artista, vive de fazer pinturas em corpo humano e está ficando bem famosa em seu nicho. Théo é barman, luta para pagar as contas e oferece em serviço de acompanhante bem fora do convencional… ele cria personagens de acordo com os pedidos de suas clientes e pode ter certeza que a satisfação é garantida.

Continue lendo
29jan • 21 comédia romantica, Literatura Americana, literatura estrangeira, Melanie Harlow, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #349 Only You

Título: Only You
Série: One and Only
Ordem: 1
Autor: Melanie Harlow
Editora: Mh Publishing LLC
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira/ Literatura Americana
Páginas: 316
Ano: 2018
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Nate Pearson é ridiculamente bonito, veste terno e gravata, mas eu vi o desfile de mulheres bonitas saindo de seu apartamento do outro lado do corredor – a cada dia uma diferente – e não quero fazer parte disso. Quando se trata de romance, estou procurando algo real, algo que dure: o feliz para sempre.
Como advogado de divórcio, ele adora me dizer que não existe tal coisa.
Como organizadora de casamentos, optei por discordar.
Nós discordamos de quase tudo, na verdade. Tudo, exceto James Bond. As únicas vezes que realmente nos damos bem é quando estamos assistindo a 007 juntos, e eu admito, ele me resgatou de um desastre ou vários. Então, quando uma de suas mulheres deixa uma bebê em sua porta com uma nota que diz: “Eu vou voltar para ela” e ele implora por ajuda, eu não posso rejeitá-lo.
Mas é um erro.
Porque olhando para ele com sua filha, eu começo a ver o outro lado de Nate, um lado que deixa minha respiração ofegante, meu corpo ansiando por ele, meu coração desejando que ele mude de ideia sobre o amor e me diga que há uma chance para nós.
Eu não quero ser apenas mais uma garota saindo de seu apartamento pela manhã.
Eu quero ser aquela que ele pede para ficar.

Hoje trago para vocês uma história sobre amizade e romance #amo

Nate e Emme são vizinhos de porta e completamente diferentes. Ela é um pouco atrapalhada, bem ocupada e trabalha planejando casamentos e outras festas, nossa Emme é uma romântica. Já Nate é um solteiro convicto, trabalha como advogado de divórcios e definitivamente não acredita em relacionamentos duradouros rsrsrs.

A amizade desses dois é bem bonita e confortável, se ajudam como bons vizinhos, passam um bom tempo se divertindo e obviamente negando a atração mutua que sentem. Jovens e bonitos? Como não se sentirem atraídos?!?! E é durante uma noite de filmes e pipocas que um clima surge e quando eles estão prestes a elevar essa amizade ao status de “colorida”, a campainha toca e Nate encontra uma bebezinha em sua porta com um bilhete afirmando que era filha dele.

Continue lendo
28jan • 21 comédia romantica, Literatura Americana, literatura estrangeira, new adult, resenha, Resenhas de Livros, Romance, Sara Ney

Resenha #348 The Studying Hours

Título: The Studying Hours
Série: How To Date a Douchebag
Ordem: 1
Autor: Sara Ney
Editora: Independente
Gênero: New Adult/ Romance/ Literatura Estrangeira/ Literatura Americana
Páginas: 360
Ano: 2016
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Grosseiro. Arrogante. Pé no Saco
Sem dúvidas, Sebastian “Oz” Osborne é o atleta mais famoso da universidade, e provavelmente o maior imbecil. Ele é um clichê ambulante, tem uma boca suja, um corpo fantástico e não liga para o que os outros pensam.
Inteligente. Elegante. Reservada
Não se engane: Jameson Clarke pode ser a estudante mais aplicada, mas não é dissimulada. Ela passa a maior parte do seu tempo nos corredores sagrados da biblioteca e é cautelosa com os pervertidos, atletas e pé no saco, e Oz Osborne é tudo isso.
Ela é inteligente, sarcástica… E nem um pouco como ele esperava.
…CADA IMBECIL TEM SUA FRAQUEZA.
Ele quer sua amizade.
Passar um tempo com ela. Deixá-la louca.
Ele quer…Ela.

Para galera que vive me pedindo dicas de New Adult, olha ele aqui!!! Rsrsrs

É o seguinte meu povo, eu comecei a ler esse livro por uma indicação, confesso que a sinopse não tinha me conquistado, mas quando começaram a falar que valia a pena a leitura, eu resolvi apostar e realmente foi uma boa leitura.

O livro conta a história de Sebastian ou “Oz” e Jameson ou “James”. Ambos são estudantes da Universidade de Iowa, ele um esportista, lutador de luta livre e beeeeeem popular na universidade. Sim, o Oz é um astro rs. Já a James é uma garota focada nos estudos, bem rata de biblioteca mesmo, e foge aos padrões das garotas festeiras da faculdade.

Continue lendo
23jul • 20 Bookmarks, Chick Lit, comédia romantica, Elizabeth Grey, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #323 Apenas Amigos

Título: Apenas Amigos
Série: A Agência
Ordem: 1
Autor: Elizabeth Grey
Editora: Bookmarks
Gênero: Chick Lit/ Romance/ Literatura Estrangeira
Páginas: 344
Ano: 2020
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Violet Archer tem o emprego dos sonhos em uma das principais agências de publicidade de Londres. O fato de trabalhar com Ethan Fraser todos os dias o torna ainda mais especial. Ele é o melhor amigo que uma garota poderia ter. E ela nem percebeu como ele é gostoso. Não. Com certeza, não.

Quando uma noite incrível se transforma em uma grande confusão, o mundo de Violet começa a oscilar como uma girafa bêbada andando com pernas de pau. Ela se vê presa em uma teia de segredos, mas nenhum deles é seu. E talvez ela esteja começando a perceber o quanto Ethan é gostoso. E fofo, e gentil e… ah, caramba.

Será que Violet se apaixonou pelo melhor amigo? Essa amizade pode sobreviver a outro segredo? E a pergunta que Violet tem mais medo de fazer: será que Ethan também sente algo por ela?

Chick Lit na área!

Apenas Amigos é o primeiro livro da série “A Agência” da Elizabeth Grey, ele vai nos apresentar a primeira parte do romance entre Violet e Ethan. Eles trabalham em uma agência de publicidade e são uma dupla dinâmica, a verdadeira equipe perfeita onde um complementa o outro. O melhor de tudo? São melhores amigos!

Sim, desde que começaram a trabalhar juntos, Ethan e Violet viraram uma dupla de sucesso. É durante uma festa da empresa, após uma premiação que ambos ganharam, que as coisas ficam fora do prumo. Um fato importante acontece na festa que acaba se tornando uma grande confusão e colocando Violet no centro de tudo.

Continue lendo
16jul • 20 comédia romantica, L.H. Cosway, literatura estrangeira, Penny Reid, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #322 The Player and The Pixie

Título: The Player and The Pixie
Série: Rugby
Ordem: 2
Autor: L.H. Cosway e Penny Reid
Editora: Independente
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira
Páginas: 364
Ano: 2016
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Como alguém tão gostoso pode ser tão ruim na cama? Quero dizer, Sean Cassidy é um lixo absoluto. LIXO. Ele é o epítome de andar, falar de falsa publicidade e quero um reembolso! Além disso, ele é um idiota. Então… o que há de errado comigo que não consigo parar de pensar nele?

PIXIE: Lucy Fitzpatrick não gosta de rugby. Como a irmã mais nova do famoso jogador de rúgbi da Irlanda, Lucy parece não conseguir escapar da sombra do campeonato do seu irmão mais velho, ou das frequentes tentativas de sua mãe de micro gerenciar seu futuro. Seu cabelo de arco-íris é como espírito livre quanto a sua busca pela paz interior, mas as expectativas dominantes continuam a derrubá-la. E quando está deprimida, seu pequeno problema compulsivo a coloca em sérios problemas.

PLAYER: Sean Cassidy é um bruto sem coração… ou assim dizem a ele. Com frequência. Por todos. Seus cabelos loiros, olhos azuis e corpo duro fazem as mulheres do mundo babarem de desejo. Como o segundo jogador mais infame do mundo do rugby, ele devia aquecer seu sucesso. Mas Sean nunca se conformou com o segundo lugar, e seus frequentes confrontos com o irmão mais velho de Lucy o deixa indiferente. E quando fica indiferente, seu pequeno problema compulsivo o coloca no colo de Lucy Fitzpatrick.

O PLANO: Sean tem um problema que só Lucy pode resolver. Lucy tem um problema que só Sean pode consertar. A solução parece óbvia: você coça as minhas costas e vou libertá-lo da prisão. Mas quando esse negócio inesperadamente deixa Sean quente e Lucy no precipício da paz interior, eles podem convencer o mundo – e o irmão mais velho de Lucy em particular – que é sério? De qualquer maneira, tanto o Player quanto a Pixie estão prestes a ensinar um ao outro algumas lições bastante monumentais sobre família, vida, mas o mais importante, amor.

Hey pessoal, quem me acompanha sabe que amo ler histórias sobre esportistas e quando fiquei sabendo dessa série, não resisti e fui logo ler o primeiro livro. Mas quebrei a cara porque o primeiro era bem chatinho rsrs, por isso abandonei e segui para o segundo porque as críticas eram mais positivas rs.

E todos estavam certos, The Player and The Pixie é ótimo!

Aqui nós temos a história e Sean e Lucy, ela é a irmã do protagonista do primeiro livro e ele o arqui inimigo do mesmo rs. Imaginem um Romeu e Julieta no mundo do Rugby e adicionem aí uma moça cleptomaníaca e um cara com a reputação de pegador, porém péssimo na cama… Muitas risadas, romance clichê e tudo o que mais gostamos nesses livros é o que vocês encontrarão aqui rs.

Continue lendo
30jun • 20 12 livros para 2020, Annie Darling, Chick Lit, comédia romantica, Desafio das GeLs, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance, Verus

Resenha #321 Amor Verdadeiro na Livraria dos Corações Solitários

Título: Amor Verdadeiro na Livraria dos Corações Solitários
Série: A Livraria dos Corações Solitários
Ordem: 2
Autor: Annie Darling
Editora: Verus
Gênero: Chick Lit/ Romance/ Literatura Estrangeira
Páginas: 336
Ano: 2018
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Este é mais um romance delicioso da série A Livraria dos Corações Solitários, sobre a vida dos funcionários da livraria, um “alegre bando de desajustados”, que por uma razão ou outra desistiram do amor e, ainda assim, o encontram quando menos esperam. É uma verdade universalmente conhecida que uma mulher solteira, em posse de um bom emprego, quatro irmãs mandonas e um gato carente, deve estar em busca do seu verdadeiro amor. Será? Verity Love — fã de carteirinha de Jane Austen e uma introvertida em um mundo de extrovertidos — está perfeitamente feliz sozinha, muito obrigada. E seu namorado fictício, Peter Hardy, é muito útil para ajudá-la a escapar de eventos sociais indesejados. Mas, quando um mal-entendido a obriga a apresentar um total estranho como namorado para suas amigas, a vida de Verity de repente se torna muito mais complicada. Uma namorada fictícia também pode ser bem útil para Johnny. Indo contra todos os instintos de Verity, ela se deixa convencer a fazer uma parceria com ele para um único verão recheado de casamentos, aniversários e festas no jardim, com apenas uma promessa: não se apaixonarem um pelo outro. Mas isso não tem nem chance de acontecer, pois Verity jurou nunca mais ter um namorado, e o coração de Johnny já tem dona…

Chegamos ao quinto livro do desafio dos #12livrospara2020. Ah se eu soubesse que essa história era tão gostosinha, já teria lido faz tempo rs. Amor Verdadeiro na Livraria dos Corações Solitários é o segundo livro da série, e sinceramente? Um amor! Você pode conferir a resenha do primeiro aqui ou na barra das resenhas mais acessados do blog <3

Mas vamos falar sobre o livro!

Tudo começa com Verity, uma das funcionárias da livraria mais fofa de Londres, a Felizes Para Sempre. Ela é uma solteira convicta, que está de saco cheio de ter seus amigos convencidos de que não era possível ela ser feliz sozinha e que por isso precisa de um par. Eles viviam arrumando encontros para ela e nenhum era bem sucedido kkk. Ela resolve então criar um namorado fake, mas o que era para durar poucos dias, acaba durando meses! E tudo o que seus amigos querem é conhecer Peter Hardy, oceanógrafo. Porém ele não existe!!! Como faz?

Continue lendo
18jun • 20 Christina Lauren, comédia romantica, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #319 The Unhoneymooners

Título: The Unhoneymooners
Autor: Christina Lauren
Editora: Gallery Books
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira/ Comédia Romântica
Páginas: 432
Ano: 2019
Classificação: 3 estrelas
Compre o Livro
Sinopse: Olive é sempre foi azarada: em sua carreira, na vida amorosa, em… bem, tudo. Sua irmã gêmea idêntica Ami, por outro lado, é provavelmente a pessoa mais sortuda do mundo. Seu encontro fofo com o noivo é algo de uma comédia romântica (mordaça) e ela conseguiu financiar todo o seu casamento vencendo uma série de concursos na Internet (mordaça dupla). O pior de tudo é que ela está forçando Olive a passar o dia com seu inimigo jurado, Ethan, que por acaso é o padrinho.

Olive se prepara para passar 24 horas no inferno antes de poder voltar à sua vida confortável e infeliz. Mas quando toda a festa de casamento passa mal por comer mariscos ruins, as únicas pessoas que não são afetadas são Olive e Ethan. E agora há uma lua de mel com todas as despesas pagas no Havaí.

Deixando de lado seu ódio mútuo por férias grátis, Olive e Ethan seguem para o paraíso, determinados a evitar um ao outro a todo custo. Mas quando Olive encontra seu futuro chefe, a pequena mentirunha que ela diz a ele repentinamente corre o risco de se tornar muito maior. Ela e Ethan agora têm que fingir estar amando a vida de recém-casados, e sua sorte parece pior do que nunca. Mas o mais estranho é que ela não se importa de fingir. Na verdade, ela se sente meio… sortuda.

E uma das duplas de maior sucesso da literatura estão de volta com esse livro clichê (adoooro) e muito gostosinho.

A premissa é clássica. Casal que se odeia, mas são forçados a conviverem por algum motivo importante. No caso, Olive e Ethan são o casal, a irmã gêmea dela e o irmão mais novo dele estão se casando, como família é óbvio que ambos os apoiam, mas quando todo mundo passa mal na festa de casamento, incluindo os noivos, e uma lua de mel totalmente gratuita no Hawaii fica dando sopa, nosso casal cão e gato não dariam esse mole de perder né rs.

Depois já dá pra entender para onde as coisas se encaminham certo? O clichê nos diz que existe uma atração e que dividir um quarto com certeza os levariam a outras coisas… Sim, poderia ser muito simples e esse ser mais um livro que te lembra outro livro e que lembra aquele filme e assim por diante. Não, The Unhoneymooners tem suas peculiaridades e personagens muito bem construídos, e claro, um drama pra lá de interessante que não deve em nada às novelas mexicanas rs, e vou explicar o porquê.

Continue lendo
07nov • 19 comédia romantica, Globo Alt, Leisa Rayven, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #285 Professor Feelgood

Título: Professor Feelgood
Autor: Leisa Rayven

Série: Masters of Love #2
Editora: Globo Alt
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira
Páginas: 368
Ano: 2018
Classificação: 5 estrelas

Compre aqui

Sinopse: Romântico e atual, o guardado segundo livro da série de Mr. Romance (Masters of Love) traz o humor e os personagens envolventes característicos de Leisa Rayven. Asha Tate é uma ambiciosa assistente editorial. Romântica ao extremo, ela sonha com um amor que a leve às alturas. O homem ideal deve preencher todos os requisitos de sua longa lista – e talvez seja por isso que ela ainda não o tenha encontrado. Mas o romance fica em segundo plano quando o assunto é carreira, e tudo indica que ela está prestes a ser promovida. No entanto, para conseguir o cargo dos seus sonhos, ela deve achar um best-seller que balance o mercado editorial. Ela só não imagina que será balançada com ele. Em busca do próximo sucesso de vendas da editora Whiplash, Asha acaba entrando em contato com o Instagram do misterioso Professor Feelgood, que tem milhões de seguidores e um grande potencial de vendas. Mais do que apenas fotos sensuais de seu incrível corpo, o Professor posta poemas angustiados que atingem em cheio a sua alma. Mas o homem por trás da página acaba sendo bem diferente do que ela imaginava. Claro, seu corpo é lindo e seu rosto é de morrer, mas ele é intenso, arrogante e parece ter raiva do mundo todo – principalmente dela. Logo, o projeto dos sonhos de Asha parece ter tudo para se tornar um grande pesadelo. Para piorar, a atração que parece queimar entre ela e o Professor não ajuda em nada a manter sua cabeça no lugar. Dividida entre traumas do passado, sua carreira ascendente e sentimentos conflitantes, Asha terá que descobrir como publicar um sucesso editorial, resolver suas questões pessoais e, acima de tudo, lidar com o complexo professor.

Confesso que depois de Mr. Romance não estava dando nada por esse livro e série, mal sabia eu o que estava perdendo e como Professor Feelgood é muito bom!

Asha é a irmã da protagonista do primeiro livro da série Masters of Love, ela é uma jovem assistente editorial de uma editora que está passando por dificuldades financeiras. Uma nova vaga de editor aparece e Asha acredita ser a sua chance de se tornar a editora mais jovem da Whiplash, mas para isso acontecer, ela precisa enfrentar uma pequena disputa interna entre assistentes. Aquele que descobrir o próximo best-seller seria promovido.

Continue lendo
16out • 19 Beth O'Leary, comédia romantica, intrínseca, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #282 Teto Para Dois

Título: Teto Para Dois
Autor: Beth O’Leary
Editora: Intrínseca
Páginas: 400
Ano: 2019
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Eles dividem um apartamento com uma cama só. Ele dorme de dia, ela, à noite. Os dois nunca se encontraram, mas estão prestes a descobrir que, para se sentir em casa, às vezes é preciso jogar as regras pela janela.

Três meses após o término do seu relacionamento, Tiffy finalmente sai do apartamento do ex-namorado. Agora ela precisa para ontem de um lugar barato para morar. Contrariando os amigos, ela topa um acordo bastante inusitado.

Leon está enrolado com questões financeiras e tem uma ideia pouco convencional para arranjar dinheiro rápido: sublocar seu apartamento, onde fica apenas no período da manhã e da tarde nos dias úteis, já que passa os finais de semana com a namorada e trabalha como enfermeiro no turno da noite. Só que tem um detalhe importante: o lugar tem apenas uma cama.

Sem nunca terem se encontrado pessoalmente, Leon e Tiffy fecham um contrato de seis meses e passam a resolver as trivialidades do dia a dia por Post-its espalhados pela casa. Mas será que essa solução aparentemente perfeita resiste a um ex-namorado obsessivo, uma namorada ciumenta, um irmão encrencado, dois empregos exigentes e alguns amigos superprotetores?

Sabe aquele livro que parece um abraço? Teto Para Dois é ele.

Eu vi a indicação desse livro e pela sinopse já achei curioso, como assim um casal vai dividir uma casa, uma cama (!!!!!), sem se conhecerem? Como esse arranjo seria possível? Na mesma hora decidi que precisava ler e comecei imediatamente.

Eu tenho uma queda enorme por clichês de casais que dividem casa e daí desenvolvem um relacionamento, mas será que esse livro estava indo por esse caminho?

Continue lendo
1 2