Clichê

Resenha 459 Lugar Feliz

Por Barbara em 16 maio • 2024

Posts arquivados em: Tag: enemies to lovers

16maio • 24 Clichê, drama, Emily Henry, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance, Verus

Resenha 459 Lugar Feliz

Compre aqui

Lugar feliz, mas não tanto assim…

Hey meus amores, tudo bem com vocês? Hoje vim comentar um pouco sobre a minha leitura de Lugar Feliz, bora para um resuminho?

O livro vai nos contar a história de Harriet, ela está indo encontrar os amigos de longa data em uma casa de praia onde tradicionalmente eles passavam as férias. A casa será vendida e essa é a última oportunidade de todos passarem um tempo juntos no lugar onde viveram tantos momentos bons, porém a vida mudou e eles já não são os jovens que se conheceram na faculdade, cada um tem suas vidas e responsabilidades, mas ainda sim estão se esforçando para se verem.

Continue lendo
09abr • 22 12 livros para 2022, Desafio das GeLs, Fantasia, Galera Record, Holly Black, jovem adulto, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Romance

Resenha #408 O Príncipe Cruel

Título: O Príncipe Cruel
Série: O Povo do Ar
Ordem: 1
Autor: Holly Black
Editora: Galera Record
Gênero: Literatura Estrangeira/ Jovem Adulto/ Fantasia/ Literatura Americana
Páginas: 374
Ano: 2018
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Primeiro livro da mais nova série de Holly Black. Conheça a impressionante história de uma garota mortal que se vê presa em uma teia de intrigas reais.

Jude tinha 7 anos quando seus pais foram assassinados e foi forçada a viver no Reino das Fadas. Dez anos depois, tudo o que ela quer é ser como eles – lindos e imortais – e realmente pertencer ao Reino das Fadas, apesar de sua mortalidade. Mas muitos do povo das Fadas desprezam os humanos.

Especialmente o Príncipe Cardan, o filho mais jovem, mais bonito e mais cruel do Grande Rei. Para ganhar um lugar na Alta Corte, ela deve desafiá-lo… e enfrentar as consequências. Envolvida em intrigas e traições do palácio, Jude descobre sua própria capacidade para truques e derramamento de sangue.

Mas, com a ameaça de uma guerra civil e o Reino das Fadas por um fio, Jude precisará arriscar sua vida em uma perigosa aliança para salvar suas irmãs, e o próprio Reino. Com personagens únicos, reviravoltas inesperadas, e uma traição de tirar o fôlego, este livro vai deixar o leitor pedindo bis – querendo mergulhar de cabeça na continuação deste universo.

Hey galera, hoje é dia de comentar com vocês as minhas impressões sobre esse livro que é um dos mais pesquisados do blog. O Príncipe Cruel faz parte do desafio 12 livros para 2022 e ainda foi o livro de estreia do nosso Clube de Leitura, vocês podem conferir a discussão clicando aqui no link.

Com isso dito, vamos para um breve resumo.

O livro vai contar a história de Jude, uma adolescente que foi criada no reino das fadas. Ela e suas irmãs foram levadas para lá por Madoc, o general do Grande Rei, e elas foram criadas como filhas dele e como pertencentes à nobreza, porém Jude e sua irmã gêmea Tarryn são humanas e as fadas não são muito tolerantes com humanos.

Continue lendo
26mar • 22 comédia romantica, Gallery Books, Lauren Layne, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #407 To Sir, with Love

Título: To Sir, with Love
Autor: Lauren Layne
Editora: Gallery Books
Gênero: Literatura Estrangeira/ Romance/ Literatura Americana/ Comédia Romântica
Páginas: 288
Ano: 2021
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Sempre alegre e ansiosa para agradar, Gracie Cooper se esforça para tirar o melhor proveito de cada situação. Então, quando seu pai morre poucos meses após um diagnóstico de câncer de pulmão, ela deixa de lado seus sonhos de seguir sua paixão pela arte para assumir a loja de champanhe em Midtown Manhattan. Ela logo descobre que as margens de lucro da loja estão sendo espremidas perigosamente e para complicar ainda mais as coisas, uma gigante corporação chefiada pelo impossivelmente bonito, mas irritantemente arrogante Sebastian Andrews, está propondo uma compra. Mas Gracie não consegue suportar a ideia de jogar fora o sonho do pai como fez com o dela.
Oprimida e não querendo admitir para seus amigos ou familiares que ela está tendo dúvidas sobre a loja, Gracie busca o conselho e consolo de alguém que ela nunca conheceu – o “Senhor” sem rosto, com quem ela se conectou em um aplicativo de namoro às cegas onde o objetivo é conhecer-se por meio de mensagens e interesses comuns antes de trocar nomes reais ou fotos.
Mas, embora Gracie comece a se apaixonar lentamente pelo Senhor online, ela não tem ideia de que já o conheceu na vida real… e eles não suportam um ao outro.

Hey galera, prontos para um romance clichê fofinho?

Se você era um fã de sessão da tarde, com certeza já se deparou com o filme Mensagem Para Você, aquele com a Meg Ryan trocando e-mails com um desconhecido e que no final vira uma linda história de amor. To Sir, With Love tem a mesma premissa.

O livro vai contar a história de Gracie, ela é a irmã do meio e a responsável por administrar a loja de vinhos e espumantes de sua família após o falecimento de seus pais. Cuidar da Bubbles & More não era o sonho de vida de nossa mocinha, mas o negócio meio que “sobrou” para ela após seus irmãos não fazerem muita questão de pegar as rédeas. Bom, aquele ditado de que sorte no jogo, azar no amor, não é muito válido para Gracie. Ela definitivamente não está com sorte em nenhuma dessas áreas.

Continue lendo
22jan • 22 Clichê, comédia romantica, Headline Eternal, Lauren Layne, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #395 Walk of Shame

Título: Walk of Shame
Série: Love Unexpectedly
Ordem: 4
Autor: Lauren Layne
Editora: Headline Eternal
Gênero: Literatura Estrangeira/ Comédia Romântica/ Literatura Americana
Páginas: 235
Ano: 2018
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: A mimada herdeira Georgianna Watkins tem uma reputação de ‘festeira’ a zelar, mas todas as idas às compras e boates estão começando a ficar um pouco vazias – e muito solitárias. Embora Georgie nunca fosse admitir, o ponto alto de sua semana são as manhãs em que ela chega em casa no mesmo horário que seu vizinho controlador e viciado em trabalho está saindo para ir à academia seguido de um longo dia no escritório. Provocá-lo é a coisa mais divertida que Georgie fez em anos – e é o combustível para todos os seus devaneios mais safados.

O advogado de divórcio das celebridades, Andrew Mulroney, não tem muito tempo para mulheres, especialmente princesas mimadas que passam mais tempo sendo fotografadas para a seção de fofocas do jornal do que em um trabalho real. Embora Georgie seja linda de morrer, ela também é tudo o que Andrew se ressente: o tipo de garota que herdou seu apartamento na cobertura em vez de trabalhar para merece-lo. Mas depois que Andrew termina uma de suas sessões de duelo verbal antes do amanhecer com um beijo surpresa – um beijo que foi fotografado – toda Manhattan está especulando sobre se eles são um casal de verdade. E ninguém fica mais surpreso do que Andrew ao descobrir que a resposta pode ser sim.

Quem gosta de um conto de fadas levanta a mão e grita EUUUU

Walk of Shame foi um achado maravilhoso, o livro vai contar a história de Georgiana e Andrew. Eles moram no mesmo prédio e tem rotinas bem distintas, mas que se esbarram uma na outra. Georgie é uma socialite que tem uma vida quase perfeita, um apartamento bonito, bons amigos, pais relativamente felizes e uma conta bancária que a permite viver uma vida bem confortável. Ela curte ir pras baladas, sair com os amigos e geralmente chega em casa por volta das 5 da manhã.

Esse é o mesmo horário em que Andrew está saindo para trabalhar. Ele é um advogado de divórcios bem famoso entre os artistas, vive uma vida bem confortável e age como um nêmesis para nossa mocinha. Religiosamente eles se encontram às 5 da manhã para trocar farpas e piadinhas no saguão do prédio onde moram.

Continue lendo
13jan • 22 adulto, AllBook Editora, drama, Jewel E. Ann, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #393 Perfeito para o Papel

Título: Perfeito para o Papel
Autor: Jewel E. Ann
Editora: AllBook Editora
Páginas: 324
Ano: 2020
Gênero: Romance/ Literatura Americana/ Literatura Estrangeira
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Flint Hopkins encontra a inquilina perfeita para alugar o espaço sobre seu escritório de advocacia em Minneapolis.
Todos os requisitos foram preenchidos na proposta de Ellen. As referências dela são boas. E ela é bonita.
Até…
Flint descobrir que Ellen Rodgers, musicoterapeuta certificada, toca instrumentos musicais. Bongô, violão, canto – nada de Beethoven que se pudesse controlar com fones de ouvido com cancelamento de ruído.
O advogado implacável envia um aviso de despejo para a efervescente ruiva que cantarola eternamente, que é sexy demais para o próprio bem. Mas a sorte está do lado de Ellen, e Harrison, o filho autista de Flint, gosta dela à primeira vista. Um pai solteiro não pode competir com violões – e ratos. Sim, ela tem ratos de estimação.
Essa mulher…
Ela é irritantemente feliz e tem uma necessidade constante de tocá-lo – ajeitar sua gravata, abotoar sua camisa, invadir seu espaço e bagunçar sua cabeça.
Mesmo assim…
Ela precisa ir embora.

O relacionamento de desejo e ódio progride para algo bonito e trágico. Essa sexy comédia romântica explora as coisas que queremos, as coisas de que precisamos e as decisões impossíveis que pais e filhos tomam para sobreviver.

Hey meus amores, como vocês estão?

A resenha de hoje é de um livro que foi indicação da galera que segue o GeL no Instagram. Muitas pessoas ficavam falando que esse livro era maravilho, etc e tal e eu decidi dar uma chance. Confesso que a primeira tentativa de leitura não deu muito certo e eu deixei de lado, agora no final de 2021 dei mais uma chance e gente… que livro maravilhoso!

O livro vai contar a história de Flint e Ellen, ele é um advogado de divórcios que é dono de um prédio comercial onde aluga salas para outros empreendimentos. É por esse motivo que eles acabam se conhecendo. Ellen é uma musicoterapeuta e precisava de um espaço para montar seu consultório, Flint concorda e nossa mocinha logo começa a atender seus pacientes, porém Flint – em sua total ignorância quanto à profissão de Ellen – não imaginou que ela faria tanto barulho ao atender seus pacientes.

Alôooou Flint, musicoterapia precisa de música para acontecer kk

O excesso de barulho acaba causando um grande problema entre esses dois, e o que começou como uma relação bem amigável, logo se transformou em uma guerra de titãs rs. Flint querendo que ela saísse imediatamente do prédio, enquanto que Ellen batia o pé alegando que não sairia e que era direito de ela trabalhar ali por motivos contratuais. Ambos não contavam com a atração irresistível que brotaria entre eles e que as trocas de farpas, seria sinônimo de preliminares rs.

Continue lendo