best

O Melhores de 2017 #Top3

Por GeL em 15 jan • 2018

Posts arquivados em: Tag: 2016

29dez • 17 best, best book, distopia, ficção científica, Globo Alt, resenha

Resenha #208 Estrela da Manhã (Red Rising #3)

Título: Estrela da manhã
Série: Red Rising
Ordem: 3
Autor: Pierce Brown
Editora: Globo Alt
Gênero: Sci-Fi/Distopia/Fantasia/Ficção Científica
Páginas: 632
Ano: 2016
Classificação: 5 estrelas

Sinopse: Darrow teria vivido em paz , mas seus inimigos trouxe-lhe guerra. Os senhores de ouro exigiram sua obediência, enforcaram sua esposa, e escravizou seu povo. Mas Darrow está determinado a revidar. Arriscando tudo para transformar a si mesmo e violar a sociedade dos Ouros, Darrow tem lutado para sobreviver as rivalidades acirradas ás quais reproduzem os mais poderosos guerreiros da Sociedade, ascendeu as fileiras, e esperou pacientemente para desencadear a revolução que vai rasgar a hierarquia por dentro.

Finalmente, chegou a hora .

Mas a devoção à honra e a sede de vingança são profundas em ambos os lados . Darrow e seus companheiros de armas enfrentam inimigos poderosos sem escrúpulos ou piedade . Entre eles estão alguns que Darrow uma vez considerou amigos. Para vencer, Darrow terá de inspirar aqueles acorrentados na escuridão para quebrar suas correntes , desfazer o mundo que seus mestres cruéis construíram, e reivindicar um destino há muito tempo negado – e glorioso demais para abandonar.

“Se seu coração está acelerado e sua calça molhada, é por ter o Ceifeiro chegado, pra receber sua dívida não paga.”

Uma aula de como encerrar uma trilogia com chave de ouro, isso é o que Pierce Brown fez em Estrela da Manhã. O livro já começa de forma tensa, nove meses após o final de Filho Dourado, tudo já tinha sido jogado no ventilador, Darrow preso, traições a torto e a esquerdo e mortes para deixar George Martin orgulhoso…

Filho Dourado nos deixou desamparados. Não tenho outra palavra para definir, e tenho certeza de que iria sofrer igual uma louca se tivesse que esperar o lançamento de Estrela da Manhã. Fãs que tiveram que esperar, vocês tem todo o meu respeito.

Continue lendo

10ago • 17 literatura estrangeira, resenha

Resenha #198 Bad Mommy

Título: Bad Mommy
Autor: Tarryn Fisher
Editora: CreateSpace Independent Publishing Platform
Gênero: Thriller, Contemporary
Páginas: 231
Ano: 2016
Classificação: 4 estrelas

 

Sinopse: Quando Fig Coxburry compra uma casa na Rua Barett Street, não é porque ela gosta do bairro, nem porque gosta da casa. É porque tudo que ela deseja está na porta ao lado: o marido, a criança, e a vida que pertence à outra pessoa.
 
 
“Eu te vejo conquistando coisas que não merece, vivendo a vida. É uma tremenda merda. Fico ressentida porque sou mais merecedora do que você. Eu poderia ser uma melhor “você”. Fim da história. Eu sou cada mulher, estão todas em mim”. – Fig
Por onde começar? Todo mundo sabe que a Tarryn é louca, mas este livro foi o mais maluco ever. Superou Mud Vein (na insanidade apenas, na genialidade MV ainda é o THE BEST EVER!). Aqui temos três pontos de vista diferentes. O primeiro deles é da Fig. Como posso começar a falar desta mulher? Sabe aquelas pessoas para quem não existem limites no que diz respeito a conseguirem exatamente TUDO que elas querem? Pois é, não há limites para a Fig.

Continue lendo

20jul • 17 Globo Alt, jovem adulto, resenha

Resenha #195 O Garoto dos Meus Sonhos

Título: O Garoto dos Meus Sonhos
Autor: Lucy Keating
Editora: Globo Alt
Gênero: YA, romance
Páginas: 264
Ano: 2016
Classificação: 2 estrelas


Sinopse: Desde quando consegue se lembrar, Alice tem sonhado com Max. Juntos eles viajaram o mundo, passearam em elefantes cor-de-rosa, fizeram guerra de biscoitos no Metropolitan Museum of Art… e acabaram se apaixonando. Max é o garoto dos sonhos – e somente dos sonhos – até o dia em que Alice o vê, surpreendentemente, na vida real. Mas ele não faz ideia de quem ela é… Ou faz? Enquanto começam a se conhecer, Alice percebe que o Max dos Sonhos em nada se parece com o Max Real. Ele é complicado e teimoso, além de ter uma namorada e uma vida inteira da qual Alice não faz parte. Quando coisas fantásticas dos sonhos começam estranhamente a aparecer na vida real – como pavões gigantes que falam, folhas de outono cor-de-rosa incandescente, e constelações de estrelas coloridas –, Alice e Max precisam tomar a difícil decisão de fazer isso tudo parar. Mesmo que os sonhos sejam mais encantadores que a realidade, seria realmente bom viver neles para sempre?

A capa é mais bonita que o conteúdo.

Infelizmente vou ter que começar essa resenha dizendo logo de cara que esse livro serve mais pra embelezar a estante do que pra acrescentar algo ou até mesmo distrair. Continue lendo que vou explicar melhor…

Seguindo o desafio das GeLs de 12 livros para 2017, O Garoto dos Meus Sonhos foi o escolhido para junho. Meu primeiro pensamento ao escolhe-lo foi “ele é curtinho e pela sinopse parece ser bem fofo, vou ler em dois tempos”…

Continue lendo

07jul • 17 resenha

Resenha #193 Valsa Maldita

Título: Valsa Maldita
Autor: Tess Gerritsen
Editora: Record
Páginas: 238
Ano: 2016
Gênero: Romance, Thriller
Classificação: 5 estrelas


Sinopse: Uma linda melodia poderia despertar o que há de mais sombrio no ser humano? Um thriller eletrizante da autora de O cirurgião e Jardim dos ossos 


No ambiente frio e sombrio de um antiquário em Roma, a violinista americana Julia Ansdell depara com uma partitura intrigante — a valsa Incendio — e é imediatamente atraída pela peculiar composição. Carregada de paixão, tormento e de uma beleza arrepiante — e aparentemente inédita aos olhos do mundo —, a valsa com seu tom menor fúnebre e seus arpejos febris parece ter vida própria. Determinada a dominar a obra complexa, Julia decide ser o instrumento que fará com que sua melodia seja ouvida. Já de volta à Boston, no instante em que o arco de Julia começa a ser deslocado pelas cordas do violino, desenhando no ar aquelas notas intensas, algo sinistro é despertado — e a vida de Julia fica sob ameaça iminente. A música parece exercer um efeito inexplicável e macabro sobre sua filha pequena, que se mostra drasticamente transformada. Convencida de que a melodia hipnótica de Incêndio está desencadeando uma maldição, Julia decide investigar a história por trás da partitura e encontrar a pessoa que a compôs. Suas buscas a levam à milenar cidade de Veneza, onde Julia descobre um segredo sinistro de várias décadas envolvendo uma família perigosamente poderosa que fará de tudo para impedir que ela revele a verdade ao mundo — custe o que custar.

Em a Valsa Maldita conhecemos Julia, uma violinista que, ao se apresentar com seu quarteto em Roma, compra um livro de músicas ciganas muito antigo, que contém uma valsa chamada Incendio.
Ela se apaixona pela melodia desconhecida de cara e a leva para casa. Quando resolve tocá-la, Julia parece ter acordado algo sombrio e que se apodera de sua filha de 3 anos.

Continue lendo

30mar • 17 new adult

Resenha #186 O Erro (Amores Improváveis #2)

Título: O Erro
Autor: Elle Kennedy
Série: Amores Improváveis #2
Editora: Paralela
Páginas: 279
Ano: 2016
Gênero: New Adult
Classificação: 3 estrelas


Sinopse: Logan parece viver uma vida de sonhos. Com um talento incrível para jogar hóquei e um charme inato para conquistar mulheres, ele é uma das maiores estrelas da universidade de Briar. Mas por trás do característico sorriso maroto, ele esconde duas grandes angústias – a primeira, estar apaixonado pela namorada de seu melhor amigo. A segunda, saber que sua vida, após a formatura, se tornará um beco sem saída. 
Um dia, por acaso, ele conhece Grace, uma garota tão encantadora quanto intrigante. Tudo nela parece ser original e deliciosamente contraditório – tímida, mas ao mesmo tempo vibrante. Doce, mas ao mesmo tempo forte e confiante. A cada encontro, Logan se vê mais e mais envolvido. Mas um grande erro colocará o relacionamento desses dois jovens em risco. 
Agora, Logan terá que se esforçar para reconquistar Grace – nem que para isso ele precise amadurecer e encarar de frente as suas questões mais profundas e doloridas.

O pior pesadelo de qualquer pessoa que tenha um melhor amigo ou melhor amiga é se apaixonar pela namorada ou namorado dele (a) né? Fala sério, quem é que gostaria de viver desejando o que nunca poderá ser seu? Pior ainda, se sentir constantemente desconfortável perto do amigo porque está desejando seu par? Deve ser terrível e algo que não desejo para ninguém! Mesmo!

Mas é nesse dilema que nosso mocinho vive. Em O Erro, segundo livro da série Amores Improváveis, acompanhamos a história do jogador de hockey Logan. Ele é o melhor amigo de Garret, protagonista de O Acordo, e está definitivamente apaixonado por Hannah, a namorada de Garret.

Continue lendo

04jan • 17 best book, Cassandra Clare, Colleen Hoover

Os Melhores de 2016 #Top3

Hey pessoal! Hora da nossa retrospectiva literária, confira logo a seguir os três melhores livros que lemos em 2016. Para saber mais sobre a nossa opinião é só clicar no nome do livro que irá te direcionar para a resenha. Espero que vocês gostem e nos digam também quais foram os melhores livros que leram em 2016.
Enjoy!



1. Uma Chama Entre as Cinzas – Sabaa Tahir

Para um livro ser considerado uma das melhores leituras do ano, ele precisa mexer de verdade comigo, me tirar o fôlego, o sono, dominar meus pensamentos quase que completamente. Uma Chama Entre As Cinzas fez isso. Eu não queria parar de ler e ao mesmo tempo não queria que acabasse. Sem dúvida foi a melhor leitura do ano!

Continue lendo

Garotas Livros
GeL
30dez • 16 resenha

Resenha #177 Paixão de Primavera

Título: Paixão de Primavera
Autor: Mary Kay Andrews
Editora: Essência
Gênero: Romance
Páginas: 416
Ano: 2013
Classificação: 5 estrelas

Sinopse: Convencida de que o fim de seu casamento com o charmoso Mason Bayless já faz parte do passado, Annajane Hudgens se prepara para deixar a cidade de Passcoe, no sul dos Estados Unidos, e recomeçar a vida ao lado de seu novo amor, um homem atencioso que fará de tudo para torná-la feliz. Mason está prestes a se casar com a bela e astuta Célia, e Annajane decide assistir à cerimônia como prova de que as feridas do passado estão cicatrizadas e de que o início de uma nova etapa da vida de ambos é uma coisa totalmente natural É um belo dia de primavera, a cerimônia começa na igreja mais pitoresca da cidade… mas o destino intervém, trazendo grandes surpresas para os protagonistas desta apaixonante aventura de primavera.


Hey! Pensaram que resenha nova só em 2017? Não mesmo! Última resenha do ano de um romance que vocês precisam ler! Enjoy!

Um casamento, uma criança e um passado inesquecível…

Paixão de Primavera foi um livro que encontrei bem aleatoriamente, meus típicos livros random rsrs. Ele é leve, romântico e emocionante… o típico livro que você lê quando quer um final feliz, mas é claro que antes precisa ter um drama básico rsrs.

Continue lendo

23nov • 16 literatura estrangeira

Resenha #176 Tudo Por Amor (Segundas Oportunidades #2)

Título: Tudo Por Amor
Série: Segundas Oportunidades
Ordem: 2
Autor: Judith McNaught
Editora: Bertrand Brasil
Gênero: Romance
Páginas: 600
Ano: 2016
Classificação: 5 estrelas


Sinopse: Professora respeitada em sua pequena cidade no Texas, Julie Mathison vive apaixonadamente seus ideais. Criada num lar adotivo, a jovem sente-se determinada a retribuir todo o amor e a bondade recebidos. Nada, nem ninguém, seria capaz de destruir a vida perfeita que havia alcançado. Depois de fugir da prisão, Zachary Benedict, um ex-ator e diretor que teve a vida e a carreira destruídas após ser equivocadamente condenado pela morte da mulher, sequestra Julie e a força a levá-lo a seu esconderijo nas montanhas do Colorado. Nenhum dos dois poderia imaginar que estariam embarcando na viagem de suas vidas…

 

Aviso: Apesar de fazer parte de uma série, não há necessidade de ler na ordem, as histórias são independentes apesar de aparece o casal do primeiro livro bem rapidamente.

Olá, olá!

Estou de volta hoje com a resenha de Tudo Por Amor, romance da melhor qualidade como não se acha com facilidade atualmente…

O livro conta a história de Julie, uma jovem professora de uma cidade pequena. No final da infância ela foi adotada por um casal muito bondoso que a criou com todo o amor que ela não recebeu nos primeiros anos de sua vida. Tudo na vida de Julie é praticamente perfeito, ela é uma cidadã modelo, amada por todos em sua cidade e uma mulher que faz a diferença através de seus projetos sociais.

Nem em seus sonhos mais loucos Julie poderia imaginar que sua vida estava prestes a mudar completamente! Durante uma viagem ela se torna refém de Zachary Benedict, um fugitivo da polícia que também é um ex-ator e diretor mundialmente famoso.

Continue lendo

09nov • 16 best book, distopia, Fantasia, resenha, Verus

Resenha #174 Uma Chama Entre As Cinzas (An Ember in the Ashes #1)

Título: Uma Chama Entre As Cinzas
Série: An Ember in the Ashes
Ordem: 1
Autor: Sabaa Tahir
Editora: Verus
Gênero: Distopia, Romance, Fantasia
Páginas: 432
Ano: 2015
Classificação: 5 estrelas


Sinopse: Laia é uma escrava. Elias é um soldado. Nenhum dos dois é livre. No Império Marcial, a resposta para o desacato é a morte. Aqueles que não dão o próprio sangue pelo imperador arriscam perder as pessoas que amam e tudo que lhes é mais caro. É neste mundo brutal que Laia vive com os avós e o irmão mais velho. Eles não desafiam o Império, pois já viram o que acontece com quem se atreve a isso. Mas, quando o irmão de Laia é preso acusado de traição, ela é forçada a tomar uma atitude. Em troca da ajuda de rebeldes que prometem resgatar seu irmão, ela vai arriscar a própria vida para agir como espiã dentro da academia militar do Império. Ali, Laia conhece Elias, o melhor soldado da academia — e, secretamente, o mais relutante. O que Elias mais quer é se libertar da tirania que vem sendo treinado para aplicar. Logo ele e Laia percebem que a vida de ambos está interligada — e que suas escolhas podem mudar para sempre o destino do próprio Império.

Melhor livro que li em 2016!

Acho que só por essa frase eu não precisaria dizer mais nada para te convencer a ler esse livro né?! Mas se isso ainda não te convenceu, vou explicar porque elegi UCEAC como o melhor que li em 2016. Então coloque sua máscara, afie sua cimitarra, vem comigo e se prepare para uma resenha apaixonada!

Uma Chama Entre As Cinzas foi um dos livros que ganhei de presente de aniversário esse ano. Eu tinha a sensação de que quando lesse iria adorar, mas toda vez que ia a livraria não achava o dito cujo… sim, estava sempre em falta. Mas assim que ganhei não perdi tempo e fui ler.

Sabe quando você começa a ler e sabe que vai querer postergar a leitura ao máximo para demorar bastante pra terminar? Foi isso o que eu fiz, apreciei com gosto Uma Chama… como a tempos não fazia com um livro

Continue lendo

19ago • 16 drama, resenha

Resenha #165 O Ano em que Te Conheci

Título: O Ano em que Te Conheci
Autor: Cecelia Ahern
Editora: Novo Conceito
Ano: 2016
Páginas: 336
Classificação: 3,5 estrelas


Sinopse: Bem-vindos ao mundo imperfeito de Jasmine e Matt.
Vizinhos, eles não têm o menor interesse em tornarem-se amigos e nunca haviam se falado antes. Estavam sempre ocupados demais com suas carreiras para manter qualquer tipo de contato.
Jasmine, mesmo sem nunca tê-lo encontrado, tem motivos para não suportar Matt.
Ambos estão em uma licença forçada do trabalho e sofrendo com seus dramas familiares. Eles precisam de ajuda. 
Na véspera de Ano-Novo, os olhares de Jasmine e Matt se encontram de forma inusitada pela primeira vez. Eles têm muito tempo livre e precisam rever seus conceitos para poder seguir em frente.
Conforme as estações do ano passam, uma amizade improvável lentamente começa a florescer.
Uma história dramática, original e divertida como só Cecelia Ahern é capaz de escrever.

Hey pessoal, como estão?
Hoje a resenha é de mais um livro em parceria com a Novo Conceito.
Muito obrigada NC pelo livro!

Cecelia Ahern está de volta com um livro que enaltece uma das melhores coisas da vida: a amizade.

O Ano em que Te Conheci conta a história de Jasmine, uma mulher que acabou de ser demitida e se vê forçada a ficar um ano de licença por motivos contratuais. Ela é viciada em trabalho, muito bem-sucedida em seu ramo, então quando é obrigada a ficar um ano parada ela quase chega a loucura.

“Não sei se é por causa dele ou do jeito que ele era, mas sempre acreditei esperançosamente que as pessoas quietas tivessem uma mágica e um conhecimento que pessoas menos contidas não têm; que o fato de não dizerem alguma coisa significa que pensamentos mais importantes estão passando pela cabeça delas. Talvez aquela simplicidade aparente contivesse um mosaico escondido de pensamentos fantásticos e, entre ele, meu avô Adalbert querendo que eu me chamasse Jasmine.”

Continue lendo

08ago • 16 Atria Books, best book, Colleen Hoover, lançamento, resenha, resenha dupla

Resenha #164 It Ends With Us

TO READ THIS REVIEW IN ENGLISH CLICK HERE.

Título: It Ends With Us
Autor: Colleen Hoover
Editora: Atria Books
Ano: 2016
Páginas: 386
Classificação: Barbara: 5 estrelas; Raquel: 6 estrelas


Compre: http://amzn.to/2nE0MDU

Olá galera, hoje é dia de resenha dupla do mais novo lançamento da Colleen Hoover! Preparem-se porque está emocionante. Lembrando que Roxo é a minha cor (Ba) e Pink é a cor da Ra. A falta da sinopse foi intencional, optamos pelo mínimo de informações possíveis porque essa é uma história que deve ser lida as cegas para aproveitá-la o máximo. Enjoy!
“Seja essa garota, Lily. Corajosa e ousada.”
Livro novo da Colleen é sempre algo muito especial para mim, pois eu sei que o que estou prestes a ler vai ser uma das melhores histórias da minha vida, e é um livro que vai me marcar de uma forma muito linda e deixar boas memórias e uma paixão avassaladora. E foi o que, realmente, aconteceu com It Ends With Us, e isso não é nenhuma novidade, mas tenho que confessar que esse livro mudou minha vida. – Raquel
O livro mais honesto e maduro de Colleen Hoover. – Barbara
Essa foi uma das poucas vezes em que um livro me deixou sem palavras, e ao mesmo tempo com tantas. Existem tantas coisas que eu gostaria de falar sobre It Ends With Us, mas elas não me parecem justas o suficiente, então por favor, perdoem se eu não conseguir me expressar completamente bem. – Barbara

Continue lendo

Garotas Livros
GeL
29jul • 16 ficção científica, resenha

Resenha #161 Guerra do Velho

Título: Guerra do Velho
Autor: John Scalzi
Editora: Aleph
Ano: 2016
Páginas: 368
Classificação: 3,5 estrelas

Sinopse: A humanidade finalmente chegou à era das viagens interestelares. A má notícia é que há poucos planetas habitáveis disponíveis – e muitos alienígenas lutando por eles. Para proteger a Terra e também conquistar novos territórios, a raça humana conta com tecnologias inovadoras e com a habilidade e a disposição das FCD – Forças Coloniais de Defesa. Mas, para se alistar, é necessário ter mais de 75 anos. John Perry vai aceitar esse desafio, e ele tem apenas uma vaga ideia do que pode esperar. “Guerra do Velho” é frequentemente comparado a um dos maiores clássicos da ficção científica: Tropas Estrelares, de Robert Heinlein. O próprio Scalzi já confirmou que Heinlein é uma das suas maiores influências e que a obra foi escrita seguindo os princípios que ele acredita serem próprios da escrita do autor que tanto admira. Scalzi é um dos principais nomes da ficção científica contemporânea. Ganhador dos prêmios Hugo e Locus, o autor conquistou público, crítica e mercado. Em fevereiro de 2015, fechou um contrato com a editora Tor Books de cerca de $3,4 milhões, para publicar 13 livros nos próximos 10 anos. O canal SyFy está produzindo uma série de TV – chamada Ghost Brigades – como adaptação do livro, e a Paramount já comprou os direitos para levar a história para as telas do cinema.

 

Oi gente! Hoje vim pra falar sobre um livro que rendeu altas gargalhadas na madrugada. Tenho acompanhado a pagina da editora Aleph e vi quando começaram a anunciar Guerra do Velho, mas só fui me interessar depois de ver o vídeo no canal da editora em que o Adriano Fromer e a Bárbara Prince contam um pouquinho do livro, eles conseguiram me deixar curiosa e ansiosa por essa leitura. Depois desse vídeo fui direto no skoob adicionei na minha lista de desejados e assim que adquiri o livro comecei a ler imediatamente. Vou contar pra vocês o que achei.

John Perry acaba de completar 75 anos. Isso para alguns seria só mais um ano sem grandes expectativas, tendo que lidar com os problemas da idade e talvez até com a solidão. Mas nessa história completar 75 anos significa ter a chance de dar um grande passo.

Continue lendo

1 2