adulto

Resenha #218 Big Rock

Por Barbara em 03 maio • 2018

Posts arquivados em: Tag: trilogia

29dez • 17 best, best book, distopia, ficção científica, Globo Alt, resenha

Resenha #208 Estrela da Manhã (Red Rising #3)

Título: Estrela da manhã
Série: Red Rising
Ordem: 3
Autor: Pierce Brown
Editora: Globo Alt
Gênero: Sci-Fi/Distopia/Fantasia/Ficção Científica
Páginas: 632
Ano: 2016
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Darrow teria vivido em paz , mas seus inimigos trouxe-lhe guerra. Os senhores de ouro exigiram sua obediência, enforcaram sua esposa, e escravizou seu povo. Mas Darrow está determinado a revidar. Arriscando tudo para transformar a si mesmo e violar a sociedade dos Ouros, Darrow tem lutado para sobreviver as rivalidades acirradas ás quais reproduzem os mais poderosos guerreiros da Sociedade, ascendeu as fileiras, e esperou pacientemente para desencadear a revolução que vai rasgar a hierarquia por dentro.

Finalmente, chegou a hora .

Mas a devoção à honra e a sede de vingança são profundas em ambos os lados . Darrow e seus companheiros de armas enfrentam inimigos poderosos sem escrúpulos ou piedade . Entre eles estão alguns que Darrow uma vez considerou amigos. Para vencer, Darrow terá de inspirar aqueles acorrentados na escuridão para quebrar suas correntes , desfazer o mundo que seus mestres cruéis construíram, e reivindicar um destino há muito tempo negado – e glorioso demais para abandonar.

“Se seu coração está acelerado e sua calça molhada, é por ter o Ceifeiro chegado, pra receber sua dívida não paga.”

Uma aula de como encerrar uma trilogia com chave de ouro, isso é o que Pierce Brown fez em Estrela da Manhã. O livro já começa de forma tensa, nove meses após o final de Filho Dourado, tudo já tinha sido jogado no ventilador, Darrow preso, traições a torto e a esquerdo e mortes para deixar George Martin orgulhoso…

Filho Dourado nos deixou desamparados. Não tenho outra palavra para definir, e tenho certeza de que iria sofrer igual uma louca se tivesse que esperar o lançamento de Estrela da Manhã. Fãs que tiveram que esperar, vocês tem todo o meu respeito.

Continue lendo

10mar • 17 ficção científica, lançamento, resenha, Rocco

Resenha #184 A Caminho do Azul Sereno (Never Sky #3)

Título: A Caminho do Azul Sereno
Série: Never Sky
Ordem: 3
Autor: Veronica Rossi
Editora: Rocco – Jovens Leitores
Gênero: Ficção Científica, Romance
Páginas: 352
Ano: 2017
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro


Sinopse: No derradeiro capítulo da trilogia Never Sky, sucesso da brasileira radicada nos EUA Veronica Rossi, Aria e Perry estão determinados a encontrar o Azul Sereno, o último refúgio contra as tempestades de éter, cada vez mais constantes no mundo em que vivem. Mais do que o amor proibido que os mantém ligados, eles precisam unir Forasteiros e Ocupantes se quiserem sobreviver, e salvar a vida daqueles que amam. Sem escolha e determinados a permanecerem juntos, contra todas as probabilidades, os dois protagonistas partem para a mais perigosa de suas aventuras, que não só colocará à prova seu amor, coragem e capacidade de liderança, como também exigirá grandes sacrifícios. Será que eles estão preparados para a jornada A caminho do Azul Sereno?

E chegamos ao fim de mais uma trilogia </3

Continue lendo

04out • 16 distopia, ficção científica, Globo Alt

Resenha #170 Fúria Vermelha (Red Rising #1)

Título: Fúria Vermelha
Série: Red Rising
Ordem: 1
Autor: Pierce Brown
Editora: Globo Alt
Gênero: Distopia / Sci-Fi
Páginas: 468
Ano: 2014
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro
Sinopse: Fúria Vermelha é o primeiro volume da trilogia Red Rising, e revive o romance de ficção científica que critica com inteligência a sociedade atual. Em um futuro não tão distante, o homem já colonizou Marte e vive no planeta em uma sociedade definida por castas. Darrow é um dos jovens que vivem na base dessa pirâmide social, escavando túneis subterrâneos a mando do governo, sem ver a luz do sol. Até o dia que percebe que o mundo em que vive é uma mentira, e decide desvendar o que há por trás daquele sistema opressor. Tomado pela vingança e com a ajuda de rebeldes, Darrow vai para a superfície e se infiltra para descobrir a verdade. ‘Fúria Vermelha’ será adaptado para o cinema por Marc Forster, diretor de Guerra mundial Z.

Treta!
Treta!!
Treta!!!

Preparem-se porque esse livro é só tiro, porrada, bomba e muita treta, e um pouco de gravidade também.

Hoje vou falar com vocês sobre Fúria Vermelha, um livro que é uma mistura de Jogos Vorazes sem o mimimi sentimental e Game Of Thrones sem a genialidade de George Martin. Já vou logo avisando, se você se ofende com inspirações claras e referências a outras criações literárias, pule este livro. Sério, não perca seu tempo. Mas se você não se importa com isso e tá a fim de tra tra tra tra tra as que comandam vão no tra tra tra tra tra… então embarque nesse carrossel!

Eu comprei esse livro em 2014 quando era lançamento, várias pessoas falando bem pra caramba e eu paguei uma baba por ele, coisa que eu não faço com livros e autores que desconheço, mas aí você deve se perguntar: Barbara, porque ler só agora? Dois anos depois…?! Bom, eu vi alguns comentários que me fizeram broxar, então deixei o livro de escanteio por esse tempo. Agora em virtude do Desafio das GeLs, eu resolvi ler e sim, gostei pra caramba!

Continue lendo

15jul • 16 Colleen Hoover, new adult

Resenha #157 Métrica (Slammed #1)

Título: Métrica
Título Original: Slammed
Série: Slammed
Ordem: 1
Autor: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Gênero: New Adult
Páginas: 304
Ano: 2013
Classificação: 5 estrelas


Sinopse: O romance de estreia de Colleen Hoover, autora que viria a figurar na lista de best sellers do New York Times, apresenta uma família devastada por uma morte repentina.
Após a perda inesperada do pai, Layken, de 18 anos, é obrigada a ser o suporte tanto da mãe quanto do irmão mais novo. Por fora, ela parece resiliente e tenaz; por dentro, entretanto, está perdendo as esperanças. Um rapaz transforma tudo isso: o vizinho de 21 anos, que se identifica com a realidade de Layken e parece entendê-la como ninguém. A atração entre os dois é inevitável, mas talvez o destino não esteja pronto para aceitar esse amor.

 

“Então, pode ficar com o seu oceano,
que eu fico com o meu Lago.”

Preparados para mais uma resenha apaixonante e para mais surtos sobre os livros e mocinhos da Colleen? Espero que sim, se não, aí vou eu…

Não importa quantos livros dessa diva eu leia, nem quantas vezes eu os leia, o amor que sinto por cada história não pode ser diminuído. Acho que ele só aumenta, se é que isso é possível. Esta é a terceira vez que leio Métrica, e a intensidade dos meus sentimentos foi ainda maior do que a da primeira vez.

Continue lendo

24set • 15 distopia, Rocco

Resenha #112 Champion (Trilogia Legend #3)

Título: Champion – Do Caos e da Lenda Surgirá um Campeão
Autor: Marie Lu
Editora: Rocco
Ano: 2014
Páginas: 304
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro
Sinopse: No emocionante desfecho da trilogia Legend, June ocupa uma posição privilegiada no governo e Day trocou a alcunha de criminoso mais procurado do país pela de herói nacional. Mas quando tudo parece conspirar a favor da paz, a ameaça da guerra ressurge na forma de um vírus mortal que começa a espalhar o pânico entre as colônias. Em Champion, a vida de milhares de pessoas está novamente nas mãos de June, a menina-prodígio da República. Mas salvá-las significa também enfrentar novos desafios e exigir novos sacrifícios de seu amor. O livro chega ao Brasil pelo selo Rocco Jovens Leitores, que relança também os dois primeiros volumes da série, Legend e Prodigy.

 

É o fim…

Dá um dor no coração escrever a resenha do último livro da trilogia Legend, mas como tudo que começa tem um fim, vamos as minhas impressões sobre Champion.

“Sem emoção, qual o sentido de ser humano?”

Genial!
Não existe outra palavra para definir o encerramento da trilogia, na verdade acho que foi a primeira série onde eu terminei de ler e disse: “Caramba! Que incrível!”.

No final de Prodigy, nós ficamos chocados com a descoberta da doença de Day e sua decisão de se afastar da June. Meu coração partiu com aquela cena e juro, fiquei louca para começar Champion, sorte minha já ter o livro!

Continue lendo

08set • 15 distopia, resenha

Resenha #110 Prodigy (Trilogia Legend #2)

Título: Prodigy – Os opostos perto do caos
Autor: Marie Lu
Editora: Rocco
Ano: 2013
Páginas: 304
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro
Sinopse: Considerada pelo público e pela crítica internacional uma das melhores sagas de distopia já publicadas, a trilogia Legend, da chinesa radicada nos EUA Marie Lu, conquistou leitores de diversas partes do mundo ao acompanhar o romance improvável entre dois jovens de origens distintas numa realidade opressora. Depois de descobrir, no primeiro livro da série, as medidas extremas que o governo da República é capaz de adotar para proteger alguns segredos, no segundo volume da saga, Prodigy, June e Day assumem a tarefa de assassinar o novo líder político da nação. Mas será que este é o melhor caminho de levar a cabo uma revolução e dar voz ao povo da República?

OMG!

Gente, o que foi esse livro? O que é essa história? Que obra genial! Marie Lu, você ganhou uma fã, e com certeza eu leria a sua lista de compras do supermercado, aposto que o chuchu e a cenoura vivem altas emoções enquanto esperam nas gôndolas…

Enfim, surtos a parte, vamos ao que interessa! Minha opinião sobre a sequência de Legend, Prodigy.

No final de Legend, Day e June são fugitivos com alguns objetivos: encontrar Tess – que está com os Patriotas, salvar Éden – que se encontra sob custódia da República e fugir para as Colônias, mas é claro que nada seria tão simples. Ao encontrarem os Patriotas, eles se vêem envolvidos numa trama de ação e traição que pode levar a nação a uma revolução ou ao caos total.

Continue lendo

15jul • 15 distopia, resenha, Rocco

Resenha #99 Convergente (Trilogia Divergente #3)

Título: Convergente
Autor: Veronica Roth
Editora: Rocco
Páginas: 528
Gênero: Distopia
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro
Sinopse: A sociedade baseada em facções, na qual Tris Prior acreditara um dia, desmoronou – destruída pela violência e por disputas de poder, marcada pela perda e pela traição. No poderoso desfecho da trilogia Divergente, de Veronica Roth, a jovem será posta diante de novos desafios e mais uma vez obrigada a fazer escolhas que exigem coragem, fidelidade, sacrifício e amor.

 

 

“Pessoas da Erudição que vão para a Audácia se tornam cruéis e brutais. Pessoas da Franqueza que vão para a Audácia costumam se tornar viciados em adrenalina, exaltados que gostam de arrumar briga. E pessoas da Abnegação que vão para a Audácia se tornam… não sei, acho que soldados. Revolucionários.”

Não sei nem como começar essa resenha, minha vontade é sentar, chorar e depois tacar fogo nesse livro, tamanha a minha revolta!

Antes de qualquer coisa, preciso avisar que essa resenha será um pouco ácida, então se você gostou do livro… sinta-se livre para discordar da minha opinião. Se você não gostou, aproveite esse espaço e destile seu veneno/raiva/ódio. Se você ainda não leu… é… leia e venha comentar sua opinião!

Continue lendo

16jun • 15 internacional, new adult, resenha

Resenha #94 Trilogia Love Me With Lies

Trilogia: Love Me With Lies
Autor: Tarryn Fisher
Gênero: New Adult / Adulto
Classificação Geral: 5 estrelas
Antes de tudo, quero avisar que essa foi uma história completamente emocionante, e esta será uma resenha diferente. Vou falar dos três livros de uma vez só, pois é muito difícil falar de cada livro separadamente.
Tarryn Fisher construiu uma obra tão cheia de detalhes e cheia de fortes emoções… os mínimos detalhes conectam os três livros de uma forma muito original. Tenho certeza que a história de Caleb e Olivia irá conquistar seu coração… e parti-lo também. Tudo valerá a pena no final.
Aconselho você, querido leitor, a apertar o play e aproveitar a viagem…

 

“O amor é uma ferramenta dada por Deus […].
Ele coloca coisas que estavam soltas no seu devido lugar,
e limpa todos os pedaços quebrados que você não precisa mais.”

Continue lendo