distopia

Resenha #250 Scythe

Por Raquel em 13 fev • 2019
Charme

Resenha #247 Egomaníaco

Por Barbara em 06 fev • 2019
best book

Os Melhores de 2018 #Top3

Por GeL em 17 jan • 2019

Posts arquivados em: Tag: 2015

27dez • 18 Amy Harmon, best book, drama, resenha, Romance

Resenha #241 The Song of David

Título: The Song of David
Autor: Amy Harmon

Série: The Law of Moses #2
Editora: Kindle Edition
Páginas: 285
Ano: 2015
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira/ Sobrenatural
Classificação: 5 est
relas

Compre o Livro

Sinopse: Você me esquecerá para sempre?
Por quanto tempo você esconderá seu rosto de mim?
Por quanto tempo devo lutar contra meus pensamentos e dia após dia ter sofrimento em meu coração?
Por quanto tempo o meu inimigo vai triunfar sobre mim?
Olhe para mim e responda.
Ilumine meus olhos, ou eu vou dormir na morte. 
E meu inimigo dirá “Eu o derrotei.”

Demorou mas chegou! O segundo livro da duologia The Law of Moses está no ar.

Chegou a hora de conhecer a história de David. Preparem os lencinhos porque vai ser intenso.

Acho que cheguei a comentar na resenha de The Law que eu comecei essa série pelo livro errado rs. Sim, a história de David foi a primeira que abri no kindle quando fui escolher o próximo livro da Amy que eu queria ler.

Lá pelos 15/20% da leitura, lembrei que a Amy tinha um livro com o nome de um personagem muito presente nesse livro, o Moses. Aí usei minha inteligência e fui no Goodreads checar a ordem dos livros. Sim, sou dessas pessoas aleatórias que as vezes não leem sinopse, compra o livro só por causa do autor e torce pra gostar rsrs.

Continue lendo
22set • 17 resenha

Resenha #200 Hollywood Dirt

Título: Hollywood Dirt
Autor: Alessandra Torre
Editora: Kindle Edition
Gênero: Romance
Páginas: 414
Ano: 2015
Classificação: 3 estrelas
Compre o Livro

Sinopse: Cole Masten. Foi abandonado por sua esposa Superstar, o marido perfeito de Hollywood agora é o solteiro mais sexy de Hollywood: festeiro e enroscando-se ainda mais difícil. Cuidado Los Angeles, há um novo bad boy na cidade.
Simmer Jenkins. Eu, uma garota presa na pequena cidade de Quincy, Georgia. Eu posso cozinhar um pouco de frango e dumplins, posso blefar para um homem em um jogo de poker arrancando as suas economias e fui eleita com a senior mais amigavel no meu último ano.
Nós éramos de mundos diferentes. Nossas vidas não deveriam ter colidido. Mas, em seguida, Cole Masten leu um livro sobre a minha pequena cidade. Seis meses depois, seu jato pousou na nossa pista empoeirada e trouxe Hollywood com ele.
Desde o início, eu sabia que ele era um problema. Para nossa cidade. E para mim.
Às vezes, os opostos não estão preparados para se atrair.

Hey pessoal! Sentiram falta de resenhas novas por aqui? Mês de bienal, muitas coisas acontecendo mas finalmente consegui tempo para escrever essa resenha.

Hollywood Dirt, segundo livro que li da Alessandra Torre, autora best-seller do New York Times, que é cheia de fãs em vários grupos de leitores de livros random rsrs, mas que ainda não foi publicada no Brasil! Não sei como…

Continue lendo

09nov • 16 best book, distopia, Fantasia, resenha, Verus

Resenha #174 Uma Chama Entre As Cinzas (An Ember in the Ashes #1)

Título: Uma Chama Entre As Cinzas
Série: An Ember in the Ashes
Ordem: 1
Autor: Sabaa Tahir
Editora: Verus
Gênero: Distopia, Romance, Fantasia
Páginas: 432
Ano: 2015
Classificação: 5 estrelas
Compre o Livro

Sinopse: Laia é uma escrava. Elias é um soldado. Nenhum dos dois é livre. No Império Marcial, a resposta para o desacato é a morte. Aqueles que não dão o próprio sangue pelo imperador arriscam perder as pessoas que amam e tudo que lhes é mais caro. É neste mundo brutal que Laia vive com os avós e o irmão mais velho. Eles não desafiam o Império, pois já viram o que acontece com quem se atreve a isso. Mas, quando o irmão de Laia é preso acusado de traição, ela é forçada a tomar uma atitude. Em troca da ajuda de rebeldes que prometem resgatar seu irmão, ela vai arriscar a própria vida para agir como espiã dentro da academia militar do Império. Ali, Laia conhece Elias, o melhor soldado da academia — e, secretamente, o mais relutante. O que Elias mais quer é se libertar da tirania que vem sendo treinado para aplicar. Logo ele e Laia percebem que a vida de ambos está interligada — e que suas escolhas podem mudar para sempre o destino do próprio Império.

Melhor livro que li em 2016!

Acho que só por essa frase eu não precisaria dizer mais nada para te convencer a ler esse livro né?! Mas se isso ainda não te convenceu, vou explicar porque elegi UCEAC como o melhor que li em 2016. Então coloque sua máscara, afie sua cimitarra, vem comigo e se prepare para uma resenha apaixonada!

Uma Chama Entre As Cinzas foi um dos livros que ganhei de presente de aniversário esse ano. Eu tinha a sensação de que quando lesse iria adorar, mas toda vez que ia a livraria não achava o dito cujo… sim, estava sempre em falta. Mas assim que ganhei não perdi tempo e fui ler.

Sabe quando você começa a ler e sabe que vai querer postergar a leitura ao máximo para demorar bastante pra terminar? Foi isso o que eu fiz, apreciei com gosto Uma Chama… como a tempos não fazia com um livro

Continue lendo

01ago • 16 new adult, resenha, Verus

Resenha #162 Infinito + Um

Título: Infinito + Um
Autor: Amy Harmon
Editora: Verus
Ano: 2015
Páginas: 336
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro
Sinopse: Quando duas pessoas se tornam aliadas improváveis e foras da lei quase sem querer, como podem vencer todos os desafios?
Bonnie Rae Shelby é uma estrela da música. Ela é rica, linda e incrivelmente famosa. E quer morrer.
Finn Clyde é um zé-ninguém. Ele é sensível, brilhante e absurdamente cínico. E tudo o que ele quer é uma chance na vida.
Estranhas circunstâncias juntam o garoto que quer esquecer o passado e a garota que não consegue enfrentar o futuro. Tendo o mundo contra eles, esses dois jovens, tão diferentes um do outro, embarcam numa viagem alucinante que não só vai mudar a vida de ambos, como pode até lhes custar a vida.
Infinito + um é uma história sobre fama e fortuna, sobre privilégios e injustiças, sobre encontrar um amigo por trás da máscara de um estranho — e sobre descobrir o amor nos lugares mais inusitados.

Eu fiquei por alguns dias pensando se escreveria a resenha desse livro ou não, quando comecei a ler a intenção era só distração, fiquei sem internet de madrugada então nada de Netflix rsrs. Abri o aplicativo do Kindle no celular e escolhi ler o livro da Amy Harmon. Quem já leu minha resenha de Beleza Perdida sabe o quanto me apaixonei por aquela história e confesso que senti um pouco de receio de acabar não me encantando com outro título da autora. Enfim, comecei ler e não conseguia mais parar!
Infinito + Um conta a história de Bonnie e Clyde. Não, não os famosos foras da lei Bonnie e Clyde, mas a estrela do Pop Country Bonnie Rae e o gênio da matemática Infinity Clyde. Ela é uma estrela que está no auge do sucesso, finalizando uma turnê incrível e acaba de ser indicada ao Oscar por melhor canção original, mas nada disso consegue esconder a verdade: Bonnie está em depressão após a recente morte de sua irmã gêmea idêntica.

Continue lendo

25jul • 16 drama, Globo Alt, jovem adulto

Resenha #160 Redoma

Título: Redoma
Autor: Meg Wolitzer
Editora: Globo Alt
Páginas: 287
Classificação: 3,5 estrelas


Sinopse: Considerado o melhor livro jovem de 2014 pela Time se inspira no clássico autobiográfico de Sylvia Plath para falar sobre a dor da perda e a busca pela aceitação na adolescência
Se a vida fosse justa, Jam Gallahue estaria vivendo sua vida tranquila em Nova Jersey, assistindo a séries de comédia e abraçando seu namorado, Reeve Maxfield. Ela não estaria infeliz e sem vontade de se levantar da cama, nem estaria em um internato para adolescentes “emocionalmente frágeis”, com uma colega de quarto esquisita. Mas a vida não é justa, Jam perdeu seu primeiro amor e está completamente perdida.
A mudança de escola parece a única possibilidade de recuperação para a garota, que passou quase um ano mergulhada em tristeza. No entanto, ela odeia a nova rotina e decide levar tudo com o menor esforço possível. Por isso, Jam fica bastante surpresa quando descobre que foi selecionada para a exclusiva e lendária aula de “Tópicos Especiais em Inglês”, da misteriosa Sra. Quenell. A turma tem mais quatro estudantes, todos com histórico de traumas ainda piores que os de Jam. Mesmo assim, a professora parece não se importar com a fragilidade de seus alunos quando escolhe o livro que trabalhará durante o semestre: A redoma de vidro, de Sylvia Plath. O romance, que narra a série de eventos que levariam a estudante Esther Greenwood a um colapso nervoso, parece a opção mais improvável, e talvez inadequada, para adolescentes que ainda estão superando experiências difíceis.Além das discussões sobre o livro, cada aluno tem a tarefa de escrever em um diário entregue pela professora. E é esse trabalho que leva Jam e seus amigos desajustados à Redoma, um lugar misterioso onde o passado pode ser revivido, e cada um dos alunos pode rever sua vida antes do momento traumático que levou ao internato. Repleto de referências ao clássico de Sylvia Plath, Redoma é um romance sobre o primeiro amor, o sofrimento profundo, o amadurecimento e os problemas de aceitação na adolescência. É também uma história sobre como a amizade pode ajudar a superar os piores traumas da vida.

Olá galera, eu disse que tinha voltado a ser a frenética dos livros rsrs e hoje já estou de volta com mais uma resenha! Sim, esse segundo semestre promete ser bem produtivo em relação ao atraso com as leituras rs.

Hoje vou falar sobre Redoma, um jovem adulto escrito pela Meg Wolitzer e que causou muito burburinho em 2015. Logo quando vi a Globo Alt anunciando, fiquei bastante curiosa e acabei ganhando de presente no amigo secreto (aqueles de fim de ano rs), mas só agora tive a oportunidade de me dedicar a leitura, e foi uma experiência bem interessante.

Primeiro de tudo, Redoma não era nada do que eu imaginava. Já tinha lido a sinopse e sabia que a personagem principal tinha passado por um trauma etc. Mas o livro é mais do que isso.

Continue lendo

22jul • 16 distopia, Kiera Cass

Resenha #159 Felizes Para Sempre (A Seleção 0.5,0.6, 2,5, 2,6)

Título: Felizes Para Sempre
Série: A Seleção
Autor: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Páginas: 448
Classificação: 5 estrelas
Compre o Livro

Sinopse: Esta coletânea traz os contos A rainha, O príncipe, O guarda e A favorita ilustrados e com introduções de Kiera Cass. Conheça o príncipe Maxon antes de ele se apaixonar por America, e a rainha Amberly antes de ser escolhida por Clarkson. Veja a Seleção através dos olhos de um guarda que perdeu seu primeiro amor e de uma Selecionada que se apaixonou pelo garoto errado.
Você encontrará, ainda, cenas inéditas da série narradas pelos pontos de vista de Celeste e Lucy, um texto contando o que aconteceu com as outras Selecionadas depois do fim da competição e um trecho exclusivo de A sereia, o novo romance de Kiera Cass. Este é um livro essencial para os fãs de A Seleção, que poderão mergulhar mais nesse universo tão apaixonante.

Olá Selecionadas e Selecionados! Voltamos ao mundo de A Seleção, agora falando da Antologia com os Contos da Seleção. Se você estava com saudades de America e Maxon, esse livro vai te deixar ainda mais saudoso. Confesso que fiquei com vontade de reler todos os livros rsrs.
AVISO! 
Se você não leu nada da série A Seleção, evite essa resenha, pode conter spoilers dos livros já resenhados aqui no blog.
A antologia conta com 4 contos, 3 deles – A Rainha, O Príncipe  O Guarda – já foram resenhados aqui no blog, para conferir é só clicar aqui e aqui. Mas o conto que eu estava muito ansiosa para ler era o da Marlee e as cenas da Celeste. Valeu a pena, a espera, a leitura e agora vou contar porquê.

Continue lendo

13jul • 16 Novo Século, resenha, Romance

Resenha #156 Ligações

Título: Ligações
Autor: Rainbow Rowell
Editora: Novo Século
Páginas: 304
Ano: 2015
Gênero: Romance
Classificação: 5 estrelas

Sinopse: GEORGIE MCCOOL sabe que seu casamento está estagnado. Tem sido assim por um bom tempo. Ela ainda ama seu marido, Neal, e ele também a ama, profundamente – mas o relacionamento entre eles parece estar em segundo plano a essa altura.
Talvez sempre esteve em segundo plano.
Dois dias antes da tão planejada viagem para passar o Natal com a família do marido em Omaha, Georgie diz a ele que não poderá ir, por conta de uma proposta de trabalho irrecusável. Ela sabia que ele ficaria chateado – Neal está sempre um pouco chateado com Georgie –, mas não a ponto de fazer as malas e viajar sozinho com as crianças.
Então, quando Neal e as filhas partem para o aeroporto, ela começa a se perguntar se finalmente conseguiu. Se finalmente arruinou tudo.
Mas Georgie estava prestes a descobrir algo inacreditável: uma maneira de se comunicar com Neal no passado. Não se trata de uma viagem no tempo, não exatamente, mas ela sente como se isso fosse uma oportunidade única para consertar o seu casamento – antes mesmo de acontecer…
Será que é isso mesmo o que ela deve fazer?
Ou ambos estariam melhor se o seu casamento jamais tivesse acontecido?

Sim, após o fim do TCC voltei a ser a frenética dos livros rsrs estou emendando um atrás do outro e amando isso! Então preparem-se para várias resenhas hahaha.

Hoje vim falar sobre Ligações da Rainbow Rowell. Já comentei isso nas resenhas que escrevi de livros dela, mas a minha relação com a Rainbow não começou com o pé direito rsrs. Abandonei Fangirl e tomei raivinha a ponto de não querer ler mais nada dela, até ler seu conto em O presente do meu Grande Amor. E aqui estou, resenhando o segundo livro que comprei dela. Virei fã… rs

“- Acho que eu só quero você – disse ele.
– Você acha…
– Eu acho…
– Tá bom.
– Tá bom?
– Tá bom. Pode ficar comigo.
– Fácil assim?
– Sim
– É mesmo?
– Mesmo – ela prometeu.”

Mas vamos falar do livro, o motivo de você ter clicado nesse post!

Continue lendo

11abr • 16 resenha

Resenha #145 O Conde Enfeitiçado (Os Bridgertons #6)

Título: O Conde Enfeitiçado (Os Bridgertons #6)
Autor: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
Páginas: 304
Classificação: 1,5 estrelas
Sinopse: Toda vida tem um divisor de águas, um momento súbito, empolgante e extraordinário que muda a pessoa para sempre. Para Michael Stirling, esse instante ocorreu na primeira vez em que pôs os olhos em Francesca Bridgerton.
Depois de anos colecionando conquistas amorosas sem nunca entregar seu coração, o libertino mais famoso de Londres enfim se apaixonou. Infelizmente, conheceu a mulher de seus sonhos no jantar de ensaio do casamento dela. Em 36 horas, Francesca se tornaria esposa do primo dele.
Mas isso foi no passado. Quatro anos depois, Francesca está livre, embora só pense em Michael como amigo e confidente. E ele não ousa falar com ela sobre seus sentimentos a culpa por amar a viúva de John, praticamente um irmão para ele, não permite.
Em um encontro inesperado, porém, Francesca começa a ver Michael de outro modo. Quando ela cai nos braços dele, a paixão e o desejo provam ser mais fortes do que a culpa. Agora o ex-devasso precisa convencê-la de que nenhum homem além dele a fará mais feliz.
No sexto livro da série Os Bridgertons, Julia Quinn mostra, em sua já consagrada escrita cheia de delicadezas, que a vida sempre nos reserva um final feliz. Basta que estejamos atentos para enxergá-lo.

Oi gente!

Hoje vim falar de mais um dos romances de época que amo, dessa vez da autora Julia Quinn que foi a culpada por me viciar nesse gênero literário.

“Em toda vida ocorre um momento decisivo. Um instante tão extraordinário, tão claro e tão nítido que temos a sensação de havermos sido golpeados no peito, deixados sem folego, sabendo, sabendo, sem a menor sombra de duvida, que nossa vida jamais será a mesma.”

 

Chegamos ao sexto livro, e depois da história adorável de Eloise que se tornou uma das minhas favoritas, enfim chegara a hora de conhecer a irmã desconhecida. Julia Quinn manteve essa irmã um pouco escondida e minhas expectativas foram lá em cima sobre a personagem e o que seria a sua história, mas sinto dizer que foi uma tremenda decepção.

 

Continue lendo

22mar • 16 Romance de Época, romance histórico

Resenha #142 Ligeiramente Maliciosos (Os Bedwyns #2)

Título: Ligeiramente Maliciosos – Os Bedwyns #2
Autor: Mary Balogh
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
Páginas: 288
Classificação: 5 estrelas
Sinopse: Após sofrer um acidente com a diligência em que viajava, Judith Law fica presa à beira da estrada no que parece ser o pior dia de sua vida. No entanto, sua sorte muda quando é resgatada por Ralf Bedard, um atraente cavaleiro de sorriso zombeteiro que se prontifica a levá-la até a estalagem mais próxima.
Filha de um rigoroso pastor, Judith vê no convite do Sr. Bedard a chance de experimentar uma aventura e se apresenta como Claire Campbell, uma atriz independente e confiante, a caminho de York para interpretar um novo papel. A atração entre o casal é instantânea e, num jogo de sedução e mentiras, a jovem dama se entrega a uma tórrida e inesquecível noite de amor.
Judith só não desconfia de que não é a única a usar uma identidade falsa. Ralf Bedard é ninguém menos do que lorde Rannulf Bedwyn, irmão do duque de Bewcastle, que partia para Grandmaison Park a fim de cortejar sua futura noiva: a Srta. Julianne Effingham, prima de Judith.
Quando os dois se reencontram e as máscaras caem, eles precisam tomar uma decisão: seguir com seus papéis de acordo com o que todos consideram socialmente aceitável ou se entregar a uma paixão avassaladora?
Neste segundo livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos conquista com mais um capítulo dessa família que, em meio ao deslumbramento da alta sociedade, busca sempre o amor verdadeiro.

Gente que livro ótimo!

Quando li o primeiro, resenha aqui, achei bem bacana, mas nada que me deixasse louca pelo livro seguinte. Com Ligeiramente Maliciosos foi diferente, já fiquei louca pela continuação e com vontade de conhecer mais a família Bedwyn.

Mas vamos falar sobre Judith e Rannulf, o casal de Ligeiramente Maliciosos.

Judith e Rannulf se conhecem em uma situação peculiar, ela está indo para a casa da sua tia rica para servir de dama de companhia para a avó. Ele está indo visitar a avó que está doente e conhecer uma possível noiva.

Continue lendo

03mar • 16 resenha, Romance

Resenha #139 A Protegida (The Travis Family #1)

Título: A Protegida _ Série The Travis Family #1
Autor: Lisa Kleypas
Editora: Gutenberg
Ano: 2015
Páginas: 288 
Classificação: 3,5 estrelas
Sinopse: Uma escolha pode conduzi-la à felicidade… Ou partir irremediavelmente seu coração.
Liberty Jones é uma garota determinada, mas em sua vida pobre e difícil não há espaço para que ela consiga vislumbrar seus sonhos sendo realizados. Seu único consolo é a amizade e o amor que nutre por Hardy Cates, um jovem que possui ambições grandiosas demais para ficarem enterradas na pequena cidade de Welcome. Apesar da atração irresistível que pulsa entre os dois, tudo o que Hardy não precisa é de alguém para atrapalhar seus planos de sucesso, e ele a abandona no momento mais difícil de sua vida: quando a mãe de Liberty morre tragicamente em um acidente; deixando um bebê para ela criar. Mas a vida traz grandes surpresas e Liberty se vê sob a tutela de um magnata bilionário, que irá oferecer muito mais do que proteção à irmã e a ela, mas também revelará uma forte ligação com o passado obscuro da família de Liberty. O que Liberty não espera é ter de lidar com Gage Travis, o filho mais velho do magnata; o rapaz não aprova a presença dela em sua casa e fará de tudo para afastá-la de sua família… Gage apenas esquece de também mantê-la longe de seu coração.

 

 
“Às vezes a vida tem um senso de humor cruel, entregando- lhe aquilo que você sempre quis no pior momento possível…”

Quando eu soube desse lançamento da Lisa Kleypas, foi uma surpresa saber que estava vindo pela Editora Gutemberg e depois de ler a sinopse fiquei mais interessada por ser um romance contemporâneo. Lisa já tinha me conquistado completamente em seus romances de época com a família Hathaway. Agora a autora me apresentou algo diferente e percebi que não importa em que tempo o livro é ambientado, Lisa consegue me prender em suas histórias.

Nesse primeiro volume vamos conhecer Liberty Jones. Ela perdeu o pai, de origem mexicana, muito nova e vive com a mãe, as duas acabaram de se mudar para um estacionamento de trailers na cidade de Welcome, no leste do Texas e levam uma vida difícil. Sua mãe, uma mulher muito bonita, está sempre trocando de namorado, vez ou outra quando passam por um grande aperto, ela some por alguns dias e quando retorna consegue pagar as contas e colocar comida na mesa.

O passado dela é um mistério e logo depois de terminar com o ultimo namorado se descobre gravida. Liberty fica muito feliz com a noticia de uma irmãzinha e logo que a criança nasce ela cria um laço quase materno com a criança e praticamente assume os cuidados da pequena Carrignton.

Continue lendo

25fev • 16 Galera Record, Game of Thrones, resenha

Resenha #136 Corte de Espinhos e Rosas

Título: Corte de Espinhos e Rosas
Série: Corte de Espinhos e Rosas #1

Autor: Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Páginas: 434 páginas
Gênero: Young Adult

Classificação: 4.5 estrelas

Sinopse: Em Corte de Espinhos e Rosas, um misto de A Bela e A Fera e Game of
Thrones, Sarah J. Maas cria um universo repleto de ação, intrigas e romance.
Depois de anos sendo escravizados pelas fadas, os humanos conseguiram se libertar e coexistem com os seres místicos. Cerca de cinco séculos após a guerra que definiu o futuro das espécies, Feyre, filha de um casal de mercadores, é forçada a se tornar uma caçadora para ajudar a família. Após matar uma fada zoomórfica transformada em lobo, uma criatura bestial surge exigindo uma reparação.Arrastada para uma terra mágica e traiçoeira — que ela só conhecia através de lendas —, a jovem descobre que seu captor não é um animal, mas Tamlin, senhor da Corte Feérica da Primavera. À medida que ela descobre mais sobre este mundo onde a magia impera, seus sentimentos por Tamlin passam da mais pura hostilidade até uma paixão avassaladora. Enquanto isso, uma sinistra e antiga sombra avança sobre o mundo das fadas e Feyre deve provar seu amor para detê-la… ou Tamlin e seu povo estarão condenados.

 

“Amo você. […] Com espinhos e tudo.”
WOW! Nem sem por onde começar. Se você, querido leitor, é amante de contos de fadas, assim como nós, pode se preparar para se apaixonar por esse universo criado por Sarah J. Mass. Com uma mistura de Bela e a Fera e Guerra dos Tronos (e, me atrevo a dizer, uma pitadinha de Jogos Vorazes), ela te deixará implorando por mais ao final…
Aqui conhecemos Feyre, uma humana que luta com todas as suas forças (que já não são muitas) para sobreviver e cuidar de sua família, que vive na miséria, graças às fadas, que vivem na fartura, em um mundo isolado, enquanto os humanos vivem das piores maneiras possíveis. Todos conhecem as lendas e são instruídos a temer as fadas: feras cruéis e abomináveis, que não tem o menor escrúpulo e que vêem os humanos como lixo.

Isso é o que Feyre estava acostumada a pensar. Por isso, quando está no meio da floresta, morrendo de fome, procurando algo para caçar, e se depara com um lobo gigante, ela não exita em matá-lo sem dó nem piedade. E ainda
utiliza uma flecha com um material que pode matar os feéricos, para ter certeza de que o animal morrerá, sendo sobrenatural ou não. O que ela não esperava é que isso mudaria sua vida drasticamente.

Continue lendo

17fev • 16 intrínseca, resenha

Resenha #134 Auggie & Eu – Três Histórias Extraordinárias

Título: Auggie & Eu – Três Histórias Extraordinárias
Autor: R. J. Palacio
Editora: Intrínseca
Páginas: 326
Classificação: 5 estrelas
Sinopse: A história de Auggie Pullman, o menino de aparência incomum que tem encantado milhares de leitores desde o lançamento do romance Extraordinário, em 2013, ganha agora novas perspectivas: Julian, Christopher e Charlotte, personagens da vida de Auggie, narram nos três contos reunidos no livro Auggie e eu seus encontros e desencontros com o amigo extraordinário.
O capítulo do Julian dá voz a um personagem controverso: o menino que liderava o bullying contra Auggie na escola. Enfim temos a oportunidade de entender o que o levou a agir dessa forma e o que Julian pensa das próprias ações. Em Plutão, o narrador é Christopher, o primeiro amigo de Auggie. Os dois meninos compartilham lembranças da infância e, apesar de terem se distanciado, aprendem que boas amizades sempre valerão um esforcinho a mais. Shingaling mostra Auggie pelos olhos de Charlotte, a única menina entre as três crianças escolhidas para apresentar a Auggie sua nova escola. Com ela entramos no universo das garotas e vemos como a chegada de Auggie afetou as relações entre elas.
Para quem sente saudades do menino cativante de feições e personalidade extraordinárias e tem curiosidade em saber mais sobre sua história, Auggie & eu é um verdadeiro presente.

 

Histórias Extraordinariamente Emocionantes.

Extraordinário, da R.J. Palacio, é o meu livro favorito. “Ué, cê não é o menino que, vez ou outra, aparece aqui falando das Crônicas de Gelo e Fogo?” Sim. “E não é sua série de livros favorita?” É sim. “Não estou entendendo nada, rapaz.” Já chegarei nisso, calma.

Recentemente, numa brincadeira entre amigos fiz a pergunta: Qual o meu livro preferido/favorito? Entre as opções figuravam A Guerra dos Tronos e Minha Metade Silenciosa, dois livros que eu muito elogio também, e no meio desses estava Extraordinário. Acho que ninguém acertou, ninguém parecia saber desse meu amor pela história de Auggie Pullman, mas ele existe e é grande, bem grande. Falarei de Extraordinário noutro dia.

Continue lendo

1 2 3