Clichê

Resenha 459 Lugar Feliz

Por Barbara em 16 maio • 2024
21fev • 23 12 livros para 2023, Clichê, desafio, Desafio das GeLs, Fantasia, Galera Record, Literatura Americana, literatura estrangeira, Pássaro e Serpente, resenha, Resenhas de Livros, Romance, Shelby Mahurin

Resenha #431 Pássaro & Serpente

Título: Pássaro & Serpente
Série: Pássaro & Serpente
Volume: 1
Autor: Shelby Mahurin
Páginas: 504
Editora: Galera Record
Gênero: Jovem Adulto/ Fantasia/ Literatura Estrangeira/ Literatura Americana
Classificação: 3,5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Juntos como um só, para amar, honrar ou queimar. Pássaro e serpente é o primeiro livro de uma trilogia deslumbrante que une bruxaria, fantasia, perigos e um amor proibido. A pré-venda acompanha um lindo pingente de serpente e um marcador de páginas. Há dois anos, Louise le Blanc precisou fugir de seu clã e se escondeu na cidade de Cesarina, deixando para trás toda a magia e vivendo de tudo que pudesse roubar.

No entanto, a cidade é cheia de perigos e mistérios para alguém como ela. Na região, caçadores da Igreja caminham pela cidade, venerados como verdadeiros homens santos. E o arcebispo, o rigoroso patriarca da Igreja, parece ser violento. Lá, bruxas como Lou são temidas, caçadas… e, então, queimadas. Reid Diggory vive sua vida com base em um versículo: não permitirás que uma bruxa viva. Fanático caçador de bruxas para a igreja, Reid dedicou toda sua vida erradicando o ocultismo e fazendo com que o arcebispo da cidade, seu pai, ficasse orgulhoso de suas ações.

Mas quando chega o momento e a oportunidade de capturar uma bruxa, um ladrão o engana e seu alvo consegue escapar. Com a intenção de levá-la a julgamento, Reid acredita que ela não escapará novamente. Mas quando Lou dá um golpe perverso e o engana outra vez, em um escândalo público, os dois são forçados a uma situação inimaginável: o casamento. O casamento com um caçador poderia proporcionar uma proteção verdadeira às bruxas – se Lou conseguisse convencê-lo de que não é uma.

No entanto, à medida que o tempo passa, seu segredo se torna cada vez mais difícil de ser mantido escondido. Apesar do perigo que Reid representa à sua sobrevivência, complexos sentimentos de Lou por Reid começam, lentamente, a nascer. Incapaz de mudar o que realmente é, Lou precisará fazer uma escolha.

Hey galera, hora da fantasia por aqui!

Bom, esse livro tá super famosinho por aí, eu caí no golpe/hype e acabei comprando. Gostei muito da premissa e me joguei na leitura achando que seria sensacional, mas na verdade quebrei a cara. Vou fazer um resumo para vocês.

O livro vai nos contar a história de Lou, uma bruxa que abandonou seu coven inicialmente por um motivo desconhecido, só sabemos que a vida dela estava correndo risco e por isso ela caiu fora. Ela vive durante alguns anos tentando esconder sua magia, até porque ela vive em uma cidade onde as bruxas são perseguidas, presas e mortas em fogueiras, então ser quem é não é o melhor para nossa mocinha.

Lou sabe se disfarçar muito bem, mas a vida como fugitiva é cansativa, é quando ela resolve tomar uma decisão e conseguir um objeto que a protegeria de todos os seus inimigos. A busca por esse objeto a coloca no caminho de Reid, o capitão dos caçadores de bruxas, mas ele nem desconfia da verdadeira identidade de Lou.

Meus amigos, a questão é que acontecem várias reviravoltas muito engraçadas, ao nível comédia pastelão kkk e Lou e Reid acabam se casando, sim é bem do nada kkk. A bruxa acaba indo morar no covil dos seus piores inimigos e agora a sua tarefa é fingir ser uma mulher normal e se manter viva mesmo morando e dormindo com o inimigo rs.

Como eu disse a premissa do livro me conquistou, eu estava muito animada para ler esse clichê de casamento arranjado dentro de uma fantasia. O livro tinha tudo pra ser engraçado, fofo, envolvente e encantador, e ele consegue ser tudo isso na primeira metade. A interação entre o casal é muito espirituosa e cheia de química, eles são o completo oposto um do outro com a Lou sendo super desbocada e o Reid todo certinho, isso é muito divertido, mas com o passar das páginas vamos encontrando problemas que não são facilmente superados apenas pela simpatia do casal.

O livro é cheio de furos e excessivamente clichê. Nós temos um reino que parece ser minúsculo porque a autora faz questão de interligar desnecessariamente todos os personagens, e o que era para ser uma grande revelação ao final do livro perde a graça porque o leitor não é bobo e já ligou todos os pontos lá no começo. Eu diria que falta amadurecimento nesse universo.

O clichê de casamento falso, e que se torna real logo depois, é bem batido já li várias vezes e ainda não me canso dele, funciona e não precisa ser necessariamente em um livro de fantasia. Fiquei com a sensação de que a Shelby poderia ter explorado muito mais o universo que ela criou e se ela fizer nos próximos livro eu não vou descobrir porque encerro por aqui a minha aventura no mundo de Pássaro e Serpente. Da metade para frente o livro ficou chato e previsível e por isso não me darei ao trabalho de continuar lendo a série. Ótimo e divertido no começo, decepcionante no final.

Fica a dica, beijos!

Confira a resenha em vídeo

confira também os Posts Relacionados

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário