Posts arquivados em: Tag: segunda chance

20nov • 18 drama, literatura estrangeira, resenha, Romance

Resenha #239 Verão no Lago

Título: Verão no Lago
Autor: Susan Wiggs
Série: Diários do Lago #1
Editora: Harlequin Books
Páginas: 420
Ano: 2009
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira/ Drama
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: É possível superar a magia do primeiro amor?
Olivia Bellamy é uma das mais talentosas decoradoras de Manhattan. Agora, sua avó quer contratá-la para restaurar um lugar muito importante na história da família: o acampamento Kioga.
Olivia sabe que terá muito trabalho pela frente, e precisará contratar um empreiteiro para realizar a grande reforma. Porém, o único profissional disponível é Connor Davis, o menino que roubou seu coração em um dos verões no Kioga. Tendo como cenário um acampamento rodeado pelas montanhas Catskills, Verão no lago é o primeiro livro da coleção Diários do Lago, uma saga sobre os Bellamy, uma família cujo passado precisa ser superado para que juntos possam encontrar a felicidade. Ao utilizar ingredientes como amores perdidos, lembranças da infância, intrigas e redenção, Susan Wiggs cria uma narrativa que, tal qual o lago, espelha a paisagem e a alma de seus personagens a cada página e a cada linha.

 

Sabe aquele livro que vai te deixar nostálgico e desejar ter passado férias de verão em um acampamento? Verão no Lago é esse livro.

“Às vezes, bastava ser feliz, sem nenhum motivo aparente.”

Eu conheci a Susan Wiggs através do livro Mesa para Cinco, uma história familiar emocionante que me fez derramar muitas lágrimas rs, desde então li outros títulos da autora e gostei muito do seu estilo, por isso resolvi ler Verão No Lago, primeiro livro da trilogia Diários do Lago.

O livro conta a história de Olivia Bellamy e Connor Davis. Eles se conheceram, se tornaram amigos e se apaixonaram durante os anos que passaram no Acampamento Kioga. O tempo passou, ambos se tornaram adultos e não sabemos bem o que aconteceu pra afastar o casal. Agora Olivia está de volta ao Kioga, que há muito tempo já não é aberto ao público, com a missão de reformar o lugar para o aniversário de casamento de seus avós.

Continue lendo