DarkSide Books

Resenha #335 Hex

Por Raquel em 29 nov • 2020
adulto

Resenha #333 Method

Por Barbara em 10 nov • 2020

Posts arquivados em: Tag: conto de fadas

25fev • 16 Galera Record, Game of Thrones, resenha

Resenha #136 Corte de Espinhos e Rosas

Título: Corte de Espinhos e Rosas
Série: Corte de Espinhos e Rosas #1

Autor: Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Páginas: 434 páginas
Gênero: Young Adult

Classificação: 4.5 estrelas

Sinopse: Em Corte de Espinhos e Rosas, um misto de A Bela e A Fera e Game of
Thrones, Sarah J. Maas cria um universo repleto de ação, intrigas e romance.
Depois de anos sendo escravizados pelas fadas, os humanos conseguiram se libertar e coexistem com os seres místicos. Cerca de cinco séculos após a guerra que definiu o futuro das espécies, Feyre, filha de um casal de mercadores, é forçada a se tornar uma caçadora para ajudar a família. Após matar uma fada zoomórfica transformada em lobo, uma criatura bestial surge exigindo uma reparação.Arrastada para uma terra mágica e traiçoeira — que ela só conhecia através de lendas —, a jovem descobre que seu captor não é um animal, mas Tamlin, senhor da Corte Feérica da Primavera. À medida que ela descobre mais sobre este mundo onde a magia impera, seus sentimentos por Tamlin passam da mais pura hostilidade até uma paixão avassaladora. Enquanto isso, uma sinistra e antiga sombra avança sobre o mundo das fadas e Feyre deve provar seu amor para detê-la… ou Tamlin e seu povo estarão condenados.

 

“Amo você. […] Com espinhos e tudo.”
WOW! Nem sem por onde começar. Se você, querido leitor, é amante de contos de fadas, assim como nós, pode se preparar para se apaixonar por esse universo criado por Sarah J. Mass. Com uma mistura de Bela e a Fera e Guerra dos Tronos (e, me atrevo a dizer, uma pitadinha de Jogos Vorazes), ela te deixará implorando por mais ao final…
Aqui conhecemos Feyre, uma humana que luta com todas as suas forças (que já não são muitas) para sobreviver e cuidar de sua família, que vive na miséria, graças às fadas, que vivem na fartura, em um mundo isolado, enquanto os humanos vivem das piores maneiras possíveis. Todos conhecem as lendas e são instruídos a temer as fadas: feras cruéis e abomináveis, que não tem o menor escrúpulo e que vêem os humanos como lixo.

Isso é o que Feyre estava acostumada a pensar. Por isso, quando está no meio da floresta, morrendo de fome, procurando algo para caçar, e se depara com um lobo gigante, ela não exita em matá-lo sem dó nem piedade. E ainda
utiliza uma flecha com um material que pode matar os feéricos, para ter certeza de que o animal morrerá, sendo sobrenatural ou não. O que ela não esperava é que isso mudaria sua vida drasticamente.

Continue lendo

24nov • 15 Fantasia, lançamento, Rocco

Resenha #123 A Bela e a Adormecida

Título: A Bela e a Adormecida # The Sleeper and the Spindle
Autor: Neil Gaiman, Chris Riddell
Editora: Rocco
Ano: 2015
Páginas: 70
Classificação: 3 estrelas
Sinopse: Em uma sombria e fascinante história, as mais queridas princesas dos contos de fadas são reinventadas de maneira brilhante pelo inglês Neil Gaiman e o ilustrador Chis Riddell. Em A Bela e a Adormecida, uma jovem rainha é informada, na véspera de seu casamento, sobre uma estranha praga que assola as fronteiras do seu reino, um sono mágico que se espalha pelo território vizinho e ameaça os seus domínios. Na companhia de três anões, a rainha abandona o fino vestido da festa, pega sua espada e armadura e parte pelos túneis dos anões para o reino adormecido. Uma viagem repleta de ação e suspense que leva a uma surpreendente descoberta. Misturando o conhecido e o novo com perfeita sintonia, Gaiman cria mais uma obra repleta de magia e aventura capaz de hipnotizar o mais exigente dos leitores.

No One Is Too Old For Fairytales.

Oi gente !!!
Quem gosta de Contos de Fadas? Pra quem ainda não sabe eu sou uma eterna apaixonada por eles. Os primeiros livros que ganhei além de O Pequeno Príncipe, foram os contos de Hans Christian Andersen, foi aí que nasceu meu amor por literatura e também pelos contos de fadas. Imagina então o quanto eu fiquei animada quando soube que dois dos contos mais conhecidos iriam se fundir e ganhar uma nova cara pelas mãos de Neil Gaiman e Chris Riddell. Passeando pela saraiva vi a linda edição que não esperava encontrar, aqui na minha cidade costuma demorar pra chegar os lançamentos e não estava nos meus planos levar esse livro agora, mas não pude resistir né.

“Era o reino mais próximo ao da rainha em linha reta como voa o corvo, mas nem os corvos voavam até lá.”

Continue lendo