drama

Resenha #366 Blackmoore

Por Barbara em 19 jun • 2021
29jan • 21 comédia romantica, Literatura Americana, literatura estrangeira, Melanie Harlow, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #349 Only You

Título: Only You
Série: One and Only
Ordem: 1
Autor: Melanie Harlow
Editora: Mh Publishing LLC
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira/ Literatura Americana
Páginas: 316
Ano: 2018
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Nate Pearson é ridiculamente bonito, veste terno e gravata, mas eu vi o desfile de mulheres bonitas saindo de seu apartamento do outro lado do corredor – a cada dia uma diferente – e não quero fazer parte disso. Quando se trata de romance, estou procurando algo real, algo que dure: o feliz para sempre.
Como advogado de divórcio, ele adora me dizer que não existe tal coisa.
Como organizadora de casamentos, optei por discordar.
Nós discordamos de quase tudo, na verdade. Tudo, exceto James Bond. As únicas vezes que realmente nos damos bem é quando estamos assistindo a 007 juntos, e eu admito, ele me resgatou de um desastre ou vários. Então, quando uma de suas mulheres deixa uma bebê em sua porta com uma nota que diz: “Eu vou voltar para ela” e ele implora por ajuda, eu não posso rejeitá-lo.
Mas é um erro.
Porque olhando para ele com sua filha, eu começo a ver o outro lado de Nate, um lado que deixa minha respiração ofegante, meu corpo ansiando por ele, meu coração desejando que ele mude de ideia sobre o amor e me diga que há uma chance para nós.
Eu não quero ser apenas mais uma garota saindo de seu apartamento pela manhã.
Eu quero ser aquela que ele pede para ficar.

Hoje trago para vocês uma história sobre amizade e romance #amo

Nate e Emme são vizinhos de porta e completamente diferentes. Ela é um pouco atrapalhada, bem ocupada e trabalha planejando casamentos e outras festas, nossa Emme é uma romântica. Já Nate é um solteiro convicto, trabalha como advogado de divórcios e definitivamente não acredita em relacionamentos duradouros rsrsrs.

A amizade desses dois é bem bonita e confortável, se ajudam como bons vizinhos, passam um bom tempo se divertindo e obviamente negando a atração mutua que sentem. Jovens e bonitos? Como não se sentirem atraídos?!?! E é durante uma noite de filmes e pipocas que um clima surge e quando eles estão prestes a elevar essa amizade ao status de “colorida”, a campainha toca e Nate encontra uma bebezinha em sua porta com um bilhete afirmando que era filha dele.

Se você acha que nosso herói desmaiou ao descobrir o novo rebento acertou em cheio! E se tem algo que pode definitivamente acabar com qualquer clima, é um bebê chorando kkk.

A vida de Nate da uma guinada de 180 graus e ele precisa saber como lidar com a filha recém descoberta, a mãe desaparecida da criança e seus sentimentos por Emme. Ela por outro lado acaba se tornando um farol que faz com que nosso mocinho volte ao prumo, mas lembram quando eu disse que ele era um solteiro convicto? Os problemas do Nate vão além e isso pode botar todo o futuro e felicidade desse casal em jogo.

Esse é sim um livro clichê gostosinho sobre amigos que se apaixonam e tinha tudo para ser perfeito, a relação de amizade dos protagonista é engraçada e leve, eles tem bastante química e quando a bebê entra em cena é pra deixar tudo ainda melhor. Vemos um lado sensível e preocupado do Nate e a Emme o ajudando a provar ser um bom pai, porém nem tudo é perfeito. O Nate consegue problematizar até as coisas mais simples e disso eu não gostei.

Chegou um hora que o excesso de drama dele estava me dando nos nervos e se fosse a Emme já teria chutado esse cara faz tempo! Mas o amor né… Nesse aspecto a autora poderia ter pesado menos no drama, o cara entrar em parafuso por descobrir que é pai é totalmente aceitável, mas aí veio com aquela história de que nunca seria bom o suficiente para a mulher e blá blá bla… ah, isso já me cansou. Por esse motivo, 3 estrelas.

Se ainda assim a história chamou a sua atenção, leia sem medo de ser feliz. Fica a dica e até breve.

confira também os Posts Relacionados

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário