Kylie Scott

Resenha #391 Repeat

Por Barbara em 04 jan • 2022
Clichê

Resenha #389 The Favor

Por Barbara em 16 dez • 2021
13jan • 22 adulto, AllBook Editora, drama, Jewel E. Ann, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #393 Perfeito para o Papel

Título: Perfeito para o Papel
Autor: Jewel E. Ann
Editora: AllBook Editora
Páginas: 324
Ano: 2020
Gênero: Romance/ Literatura Americana/ Literatura Estrangeira
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Flint Hopkins encontra a inquilina perfeita para alugar o espaço sobre seu escritório de advocacia em Minneapolis.
Todos os requisitos foram preenchidos na proposta de Ellen. As referências dela são boas. E ela é bonita.
Até…
Flint descobrir que Ellen Rodgers, musicoterapeuta certificada, toca instrumentos musicais. Bongô, violão, canto – nada de Beethoven que se pudesse controlar com fones de ouvido com cancelamento de ruído.
O advogado implacável envia um aviso de despejo para a efervescente ruiva que cantarola eternamente, que é sexy demais para o próprio bem. Mas a sorte está do lado de Ellen, e Harrison, o filho autista de Flint, gosta dela à primeira vista. Um pai solteiro não pode competir com violões – e ratos. Sim, ela tem ratos de estimação.
Essa mulher…
Ela é irritantemente feliz e tem uma necessidade constante de tocá-lo – ajeitar sua gravata, abotoar sua camisa, invadir seu espaço e bagunçar sua cabeça.
Mesmo assim…
Ela precisa ir embora.

O relacionamento de desejo e ódio progride para algo bonito e trágico. Essa sexy comédia romântica explora as coisas que queremos, as coisas de que precisamos e as decisões impossíveis que pais e filhos tomam para sobreviver.

Hey meus amores, como vocês estão?

A resenha de hoje é de um livro que foi indicação da galera que segue o GeL no Instagram. Muitas pessoas ficavam falando que esse livro era maravilho, etc e tal e eu decidi dar uma chance. Confesso que a primeira tentativa de leitura não deu muito certo e eu deixei de lado, agora no final de 2021 dei mais uma chance e gente… que livro maravilhoso!

O livro vai contar a história de Flint e Ellen, ele é um advogado de divórcios que é dono de um prédio comercial onde aluga salas para outros empreendimentos. É por esse motivo que eles acabam se conhecendo. Ellen é uma musicoterapeuta e precisava de um espaço para montar seu consultório, Flint concorda e nossa mocinha logo começa a atender seus pacientes, porém Flint – em sua total ignorância quanto à profissão de Ellen – não imaginou que ela faria tanto barulho ao atender seus pacientes.

Alôooou Flint, musicoterapia precisa de música para acontecer kk

O excesso de barulho acaba causando um grande problema entre esses dois, e o que começou como uma relação bem amigável, logo se transformou em uma guerra de titãs rs. Flint querendo que ela saísse imediatamente do prédio, enquanto que Ellen batia o pé alegando que não sairia e que era direito de ela trabalhar ali por motivos contratuais. Ambos não contavam com a atração irresistível que brotaria entre eles e que as trocas de farpas, seria sinônimo de preliminares rs.

Mas o livro não é só sobre discussões e flertes, nossos protagonistas tem histórias traumáticas que os afetaram de formas diferentes. Flint tem um filho com Asperger e perdeu a esposa em um acidente de carro, ele precisa lidar com as necessidades do filho adolescente e com a dor da perda da esposa. Quando Ellen aparece e conquista seu filho, mais alguns tons de cinza são adicionados à essa história já bem complicada. Se eles vão conseguir superar as diferenças e construir um final feliz apesar dos traumas passados, só lendo para descobrir e eu te aconselho a fazer isso o mais rápido possível!

Gostei muito que o livro começa com um tom quase cômico, com a Ellen brincando com o estilo do Flint e ele obviamente sem conseguir resistir a ela rsrs. Mas depois o tom muda e vamos entrando no lado dramático da história e isso nos conecta com os personagens em outro nível. Amei que não é uma história que tenta justificar as atitudes dos personagens e isso os humaniza. A autora deixa clara as falhas de ambos e que eles precisam lidar com as consequências de decisões passadas, mas que ao final do dia a possibilidade do perdão e da felicidade é algo real.

O livro me emocionou demais e foi uma ótima forma de encerrar 2021, indico demais a leitura. Tem comédia, drama, romance… tudo na medida certa e perfeito para um livro. Leiam e eu espero que vocês gostem tanto quanto eu gostei.

Beijos e até breve!

confira também os Posts Relacionados

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário