Clichê

Resenha 459 Lugar Feliz

Por Barbara em 16 maio • 2024
26jan • 22 Brittainy C. Cherry, drama, Literatura Americana, literatura estrangeira, Record, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #396 Vergonha

Título: Vergonha
Autor: Brittainy C. Cherry
Editora: Record
Gênero: Literatura Estrangeira/ Romance/ Drama/ Literatura Americana
Páginas: 420
Ano: 2019
Classificação: 3,5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Um amor inesperado que surge de forma inusitada e arrebata a vida de Grace Harris. Grace Harris está perdida e sozinha em sua casa em Atlanta depois que o homem que ela pensou que ficaria a seu lado pelo resto da vida traiu sua confiança, partiu seu coração e saiu de casa, deixando seu casamento em suspenso. Grace resolve, então, passar o verão com a família em Chester, sua cidade natal, para respirar, dar um tempo de tudo. Sua vida está uma bagunça e o que ela precisa no momento é de um pouco de gentileza e compaixão.

Por incrível que pareça, Grace encontra isso na pessoa mais improvável de todas: Jackson Emery, a ovelha negra da cidade. Conhecido como a erva daninha de Chester, ele é sinônimo de encrenca, e não faz nada para mudar essa imagem. Tendo perdido na infância o que havia de mais valioso na vida, Jackson se tornou um homem amargurado e não dá a mínima para o que pensam dele. Os caminhos de Grace e Jackson acabam se cruzando de um jeito inusitado e a tristeza profunda que carregam atrai os dois como ímã. Ambos sabem que não foram feitos um para o outro, mas, como tudo vai acabar mesmo com o fim do verão, resolvem deixar rolar e se entregar a uma diversão passageira.

Porém, o que Grace não imaginava é que seu coração, já destroçado, seria obrigado a aprender que certos relacionamentos são capazes de causar dores muito profundas, e que é sempre preciso fazer uma escolha.

Hey galera, finalmente a resenha desse livro aqui no blog!

Muitas pessoas fizeram propaganda dele para mim lá no instagram e eu obviamente fui ler rs. Não é a minha primeira experiência com a autora e por esse motivo eu já previa uma certa sofrência, já que esse é o estilo dela. Sim, o drama tá ON nessa história, xô fazer um resumo aqui.

O livro vai contar a história de Grace e Jackson, ambos cresceram em uma cidade pequena, aquelas em que todo mundo se conhece e se mete na vida alheia rs, porém ambos são de círculos completamente diferentes. Grace é a filha perfeita do pastor local, ela é casada, bonita, graciosa e encantadora. Perfeita. Já Jackson é o “monstro” da cidade, filho do maluco bêbado local, um babaca com 99,9% das pessoas e o sonho de consumo das mulheres da cidade, mas xiu, não conte para ninguém, é um segredo que elas desejam o bad boy rs.

A vida desses dois vai colidir quando o mundo perfeito de Grace desmorona. Após descobrir que o marido a traía, ela volta para a cidade natal para passar o verão. Nossa mocinha ainda tinha esperanças de que as coisas pudessem se acertar com o homem que ela jurou amar, mas não é isso que acontece. Finn é um péssimo marido que a estava traindo com a pessoa que ela menos esperava, e quando Grace descobre, obviamente surta!

Esse momento de descontrole a coloca no caminho de Jackson e conforme os dias vão passando, a moça perfeita e o bad boy vão descobrir que existe algo que ambos necessitam e só encontram um no outro. Jackson não é tão mal como quer fazer todos acreditarem e nem Grace é tão perfeita assim, mas juntos… ah, juntos eles são uma combinação perfeita.

Se você acha que agora as coisas vão ser tranquilas e eles vão viver felizes para sempre, sinto te informar que ainda vai demorar algumas páginas para isso acontecer. Sim, essa história tem um final feliz, mas para chegarmos a isso, muitas águas (lágrimas) vão rolar.

Todos são contra o relacionamento de Grace e Jack, eles vão enfrentar o julgamento da cidade, uma mãe complicada (de Grace) que vai fazer de tudo para separa-los, e um pai bêbado (de Jackson) que não tem problema algum em ser grosso e berrar aos quatro ventos o quanto não quer eles dois juntos. Ah, lembra do marido traidor? Ele também volta para a jogada disposto a reconquistar Grace. Bom, e se você não acha isso suficiente, some a equação uma cidade fofoqueira e um tanto maldosa. Não julgo Grace por se descontrolar rsrs. Mas vamos combinar, são nessas adversidades que se descobre se um relacionamento pode resistir ou não, certo?

O livro é bom, mas confesso que não me conquistou. O Jack e a Grace são um casal que claramente foram feitos para ficarem juntos, mas são tantas coisas que eles precisam superar e não estou falando sobre a fofoca. Aos poucos vários segredos vão sendo revelados e vou contar para vocês, ao final eu já tinha mudado a minha visão quanto ao livro.

É romance, mas é sobre perdão e se reconstruir. Tem muita traição nessa história e eu sou bem anti traição em livros, não gosto desse tema nas histórias que leio, salvo uma exceção ou outra, mas no geral eu passo longe de livros com esse tema. Aqui tem todo tipo de traição e o interessante é que fica claro através da narrativa como isso e certos segredos podem destruir as pessoas e deixam cicatrizes, por isso digo que esse livro é sobre perdão, amor e reconstruir a própria história, se reconhecer como indivíduo e então estar aberto para amar.

Lindo, certo? E esse é o momento em que você me pergunta o que mais eu desgostei para dar 3,5 estrelas para o livro. Bom, também não gostei da construção narrativa do livro. 90% das cenas são entre Grace e Jack, na primeira interação dos dois ele já meio que dá uma lição de moral nela e achei tão exagerado para um primeiro contato. Queria ver ambos fazendo coisas comuns do dia-a-dia, um pouco menos de drama porque com tanta coisa ruim acontecendo, a sensação e de viver em uma eterna discussão. O livro é uma eterna discussão, todos discutindo com todos em momentos diferentes.

O final foi o que deu uma aliviada e um momento para respirar e apreciar o romance. O livro é bom, mas não me conquistou e não achei tudo isso. É um romance dramático, vi que classificaram como erótico, mas está longe disso! Apesar das cenas de sexo, elas não são tão explícitas e o foco do livro não é esse. Leiam por sua conta e risco, volto em breve com mais. Beijos.

Confira a resenha em vídeo

confira também os Posts Relacionados

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário