Posts arquivados em: Tag: infanto juvenil

24ago • 16 distopia, Kiera Cass

Resenha #166 A Coroa (Série A Seleção #5)

Título: A Coroa
Autor: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Páginas: 310
Classificação: Barbara 2,5 estrelas; Michelli 2 estrelas; Raquel 2 estrelas.

Sinopse: Em A Herdeira, o universo de a Seleção entrou numa nova era. Vinte anos se passaram desde que America Singer e o príncipe Maxon se apaixonaram, e a filha do casal é a primeira princesa a passar por sua própria seleção. 
Eadlyn não acreditava que encontraria um companheiro entre os trinta e cinco pretendentes do concurso, muito menos o amor verdadeiro. Mas às vezes o coração prega peças… e agora Eadlyn precisa fazer uma escolha muito mais difícil – e importante – do que esperava.

Resenha tripla na área galera! Finalmente encerramos a série A Seleção e contamos a seguir nossas impressões sobre o livro. Vem conosco e aproveite a leitura. Lembrando que a resenha é dividida por cor e eu sou Roxo (Barbara), Michelli é a cor vermelha e a Raquel de Pink. 😉

Finalmente chegamos ao fim! – Barbara

Chegamos ao final dessa “duologia” será que posso dizer isso? E espero sinceramente que também tenhamos chegado ao final dessa série. Por favor Kiera, larga esse osso para o bem dos que ainda guardam America e Maxon no coração literário. – Michelli

Se eu pudesse resumir este livro em uma música seria essa:

 

Por isso, nada melhor que começar esta resenha apertando o play e seguindo a letra…

 

É só isso, não tem mais jeito
Acabou, boa sorte!
Não sei o que dizer, são só palavras
E o que eu sinto não mudará
Tudo que quer me dar é demais
É pesado, não há paz
Tudo que quer de mim, irreais
Expectativas desleais
Raquel

Há dois anos atrás, pensávamos que a série A Seleção se encerraria em A Escolha, mas eis que Kiera Cass nos surpreende e lança mais dois livros! E claro, como “escravos” dessa história, não poderíamos deixar de ler e resenhar aqui no blog. Então pegue sua coroa e prepare-se. – Barbara

Continue lendo

Garotas Livros
GeL
17fev • 16 intrínseca, resenha

Resenha #134 Auggie & Eu – Três Histórias Extraordinárias

Título: Auggie & Eu – Três Histórias Extraordinárias
Autor: R. J. Palacio
Editora: Intrínseca
Páginas: 326
Classificação: 5 estrelas
Sinopse: A história de Auggie Pullman, o menino de aparência incomum que tem encantado milhares de leitores desde o lançamento do romance Extraordinário, em 2013, ganha agora novas perspectivas: Julian, Christopher e Charlotte, personagens da vida de Auggie, narram nos três contos reunidos no livro Auggie e eu seus encontros e desencontros com o amigo extraordinário.
O capítulo do Julian dá voz a um personagem controverso: o menino que liderava o bullying contra Auggie na escola. Enfim temos a oportunidade de entender o que o levou a agir dessa forma e o que Julian pensa das próprias ações. Em Plutão, o narrador é Christopher, o primeiro amigo de Auggie. Os dois meninos compartilham lembranças da infância e, apesar de terem se distanciado, aprendem que boas amizades sempre valerão um esforcinho a mais. Shingaling mostra Auggie pelos olhos de Charlotte, a única menina entre as três crianças escolhidas para apresentar a Auggie sua nova escola. Com ela entramos no universo das garotas e vemos como a chegada de Auggie afetou as relações entre elas.
Para quem sente saudades do menino cativante de feições e personalidade extraordinárias e tem curiosidade em saber mais sobre sua história, Auggie & eu é um verdadeiro presente.

 

Histórias Extraordinariamente Emocionantes.

Extraordinário, da R.J. Palacio, é o meu livro favorito. “Ué, cê não é o menino que, vez ou outra, aparece aqui falando das Crônicas de Gelo e Fogo?” Sim. “E não é sua série de livros favorita?” É sim. “Não estou entendendo nada, rapaz.” Já chegarei nisso, calma.

Recentemente, numa brincadeira entre amigos fiz a pergunta: Qual o meu livro preferido/favorito? Entre as opções figuravam A Guerra dos Tronos e Minha Metade Silenciosa, dois livros que eu muito elogio também, e no meio desses estava Extraordinário. Acho que ninguém acertou, ninguém parecia saber desse meu amor pela história de Auggie Pullman, mas ele existe e é grande, bem grande. Falarei de Extraordinário noutro dia.

Continue lendo