DarkSide Books

Resenha #335 Hex

Por Raquel em 29 nov • 2020
adulto

Resenha #333 Method

Por Barbara em 10 nov • 2020

Posts arquivados em: Tag: independente

27out • 20 Colleen Hoover, lançamento, new adult, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #332 Heart Bones

Título: Heart Bones
Autor: Colleen Hoover
Editora: Hoover Ink
Gênero: New Adult/ Romance/ Literatura Estrangeira
Páginas: 338
Ano: 2020
Classificação: 5 estrelas
Compre o Livro
Sinopse: Vida e um sobrenome sombrio são as únicas duas coisas que os pais de Beyah lhe deram. Forçada a trilhar seu próprio caminho sozinha, Beyah está a caminho de coisas maiores e melhores, graças a ninguém além de si mesma.
Com apenas dois curtos meses separando-a do futuro que ela construiu para si mesma e do passado que ela deseja desesperadamente abandonar, uma morte inesperada deixa Beyah sem nenhum lugar para ir durante esse período.
Forçada a chamar seu último recurso, Beyah não tem outra opção a não ser passar o resto de seu verão em uma península no Texas com um pai que ela mal conhece.
O plano de Beyah é manter a cabeça baixa e deixar o verão passar sem problemas, mas seu novo vizinho Samson joga uma chave nesse plano.
Samson e Beyah não têm nada em comum na superfície. Ela vem de uma vida de pobreza e abandono; ele vem de uma família rica e privilegiada.
Mas, uma coisa que eles têm em comum é que ambos são atraídos por coisas tristes.
O que significa que eles são atraídos um pelo outro.
Com uma conexão quase imediata, muito intensa para eles continuarem negando, Beyah e Samson concordam em ficar no final de uma aventura de verão. O que Beyah não percebe é que uma correnteza está chegando e está prestes a arrastar seu coração para o mar.

Esse livro!
Ah, esse livro!

Colleen Hoover está de volta com esse livro que é pra te deixar com o coração na mão, chorar rios e aplaudir de pé. Eu fiz isso nessa exata ordem rs.

O livro conta a história de Beyah, ela mora com a mãe em um trailer, terminou a escola e está prestes a entrar na faculdade com uma bolsa de estudos. A vida dela é muito complicada, o relacionamento com a mãe é ruim, elas vivem em situação de pobreza, e desde cedo nossa mocinha precisou aprender a se virar para se manter viva. A relação com o pai também é distante, por morar em outro estado, ele não é presente na vida da Beyah.

Continue lendo
16jul • 20 comédia romantica, L.H. Cosway, literatura estrangeira, Penny Reid, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #322 The Player and The Pixie

Título: The Player and The Pixie
Série: Rugby
Ordem: 2
Autor: L.H. Cosway e Penny Reid
Editora: Independente
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira
Páginas: 364
Ano: 2016
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Como alguém tão gostoso pode ser tão ruim na cama? Quero dizer, Sean Cassidy é um lixo absoluto. LIXO. Ele é o epítome de andar, falar de falsa publicidade e quero um reembolso! Além disso, ele é um idiota. Então… o que há de errado comigo que não consigo parar de pensar nele?

PIXIE: Lucy Fitzpatrick não gosta de rugby. Como a irmã mais nova do famoso jogador de rúgbi da Irlanda, Lucy parece não conseguir escapar da sombra do campeonato do seu irmão mais velho, ou das frequentes tentativas de sua mãe de micro gerenciar seu futuro. Seu cabelo de arco-íris é como espírito livre quanto a sua busca pela paz interior, mas as expectativas dominantes continuam a derrubá-la. E quando está deprimida, seu pequeno problema compulsivo a coloca em sérios problemas.

PLAYER: Sean Cassidy é um bruto sem coração… ou assim dizem a ele. Com frequência. Por todos. Seus cabelos loiros, olhos azuis e corpo duro fazem as mulheres do mundo babarem de desejo. Como o segundo jogador mais infame do mundo do rugby, ele devia aquecer seu sucesso. Mas Sean nunca se conformou com o segundo lugar, e seus frequentes confrontos com o irmão mais velho de Lucy o deixa indiferente. E quando fica indiferente, seu pequeno problema compulsivo o coloca no colo de Lucy Fitzpatrick.

O PLANO: Sean tem um problema que só Lucy pode resolver. Lucy tem um problema que só Sean pode consertar. A solução parece óbvia: você coça as minhas costas e vou libertá-lo da prisão. Mas quando esse negócio inesperadamente deixa Sean quente e Lucy no precipício da paz interior, eles podem convencer o mundo – e o irmão mais velho de Lucy em particular – que é sério? De qualquer maneira, tanto o Player quanto a Pixie estão prestes a ensinar um ao outro algumas lições bastante monumentais sobre família, vida, mas o mais importante, amor.

Hey pessoal, quem me acompanha sabe que amo ler histórias sobre esportistas e quando fiquei sabendo dessa série, não resisti e fui logo ler o primeiro livro. Mas quebrei a cara porque o primeiro era bem chatinho rsrs, por isso abandonei e segui para o segundo porque as críticas eram mais positivas rs.

E todos estavam certos, The Player and The Pixie é ótimo!

Aqui nós temos a história e Sean e Lucy, ela é a irmã do protagonista do primeiro livro e ele o arqui inimigo do mesmo rs. Imaginem um Romeu e Julieta no mundo do Rugby e adicionem aí uma moça cleptomaníaca e um cara com a reputação de pegador, porém péssimo na cama… Muitas risadas, romance clichê e tudo o que mais gostamos nesses livros é o que vocês encontrarão aqui rs.

Continue lendo
04jun • 20 Chick Lit, Literatura Nacional, Patrícia BR, Publi, Publi Post, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #317 Só Um Cara: O Que Notting Hill Não Te Contou

Título: Só Um Cara: O Que Notting Hill Não Te Contou
Autor: Patrícia BR
Editora: Independente
Páginas: 535
Ano: 2019
Gênero: Chick Lit/ Romance/ Literatura Nacional
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Bruna Linhares tem uma vida bem normal: trabalho, cerveja com os amigos, problema em ser a única solteira da família, grilos com a balança… Coquetéis chiques em hotéis cinco estrelas não fazem parte do seu dia-a-dia, então quando sua chefe a obriga a participar do lançamento de um bestseller, Bruna decide fazer uma social e sair o mais rápido que conseguir. Mas ela não sabe que Joshua Thayer, a estrela do filme baseado no livro, estará presente. Depois de um jantar e uma inusitada partida de pôquer, ela se vê nos braços de um dos homens mais bonitos de Hollywood. Bruna e Josh sabem que estão correndo contra o relógio, afinal há mais do que um continente os separando. Divertido, romântico e cheio de referências cinematográficas, Só um cara captura o sentimento de que vale a pena se arriscar. Como diria Ferris Bueller “a vida passa muito rápido…”

Hey pessoal, todos bem? Hoje é dia de resenha de livro nacional #comemora.

O livro Só Um Cara foi uma grata surpresa, ele tem todos os elementos que nós, que amamos romances, adoramos encontrar em um livro. Ele tem uma clara inspiração no filme Um Lugar Chamado Notting Hill, mas eu já vou falar sobre isso, antes, vamos a um breve resumo do enredo.

Tudo começa quando nossa protagonista, Bruna, conhece Josh. Ela é tradutora de livros e acabou de traduzir um título que seria adaptado para o cinema. No dia do lançamento do livro aqui no Brasil, Joshua Thayer – o homem que protagonizaria o filme e um dos atores mais talentosos e lindos de Hollywood, vem participar do evento de lançamento.

Continue lendo
23maio • 20 A. S. Teague, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #315 The Hardest Route

Título: The Hardest Route
Autor: A. S. Teague
Editora: Independente
Páginas: 294
Ano: 2019
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Meus amigos costumavam me dizer que ‘o que acontece em Vegas fica em Vegas’.

Claramente eles mentiram porque, alguns meses depois de uma noite na cidade, descobri que meu caso de uma noite ficou grávida.

Eu não podia lidar com um bebê.

Eu era Griffin Rockwell, o melhor receptor que a liga de futebol americano já havia visto.

Mas que opção eu tinha? Minha filhinha estava chegando, quer eu estivesse pronto para ela ou não.

Brooke acabou sendo uma mulher e mãe incrível. Por sete anos, nós éramos o MVP1 da co-parentalidade – e até melhores amigos. Tudo mudou quando uma tragédia atingiu nossa família improvisada, e eu me deparei com a terrível possibilidade de perder a única mulher que acabei percebendo rapidamente que não poderia viver sem.

Eu estava no auge da minha carreira e no caminho para me tornar o melhor de todos os tempos. Mas manter minha família unida, com Brooke ao meu lado, pode ser o caminho mais difícil de todos.

Esse livro tinha tudo para ser mais um clichê que tanto amamos, confesso que comecei a ler pensando que seria uma história fofa entre um casal que começou um relacionamento de uma forma um tanto controversa. Não esperava ser surpreendida, mas fui.

The Hardest Route começa com nossos protagonistas se encontrando em Las Vegas (hummmm) e aquela máxima de “o que acontece em Vegas fica em Vegas” parece ser o lema de ambos. Durante a viagem, Brooke decide ter uma noite “imprudente” rs, ela conhece Griffin, que estava na cidade para comemorar que tinha sido escolhido para jogar em um grande time de futebol americano. Sim, nosso mocinho estava no auge da vida, ele só não imaginava que uma noite poderia mudar tudo.

Continue lendo
13out • 17 Literatura Nacional

Resenha #205 Nunca Olhe Para Dentro

Título: Nunca Olhe Para Dentro
Autor: Amanda Ághata Costa
Editora: Independente
Gênero: Romance 
Páginas: 482
Classificação: 4 estrelas
Formato: Ebook

Adquira: http://amzn.to/2xCaqKR

Sinopse: Nem sempre a vida é colorida como um quadro ou suave como uma pincelada, às vezes é o contrário de tudo isso. Depois de perder os pais em um acidente de carro aos oito anos, a única coisa que Betina precisa fazer é encontrar o responsável por ter destruído sua família na noite que daria início à sua próspera carreira como pintora. Agora, longe dos pincéis e das paletas, ela está focada em terminar a primeira graduação e procurar na justiça um pouco de consolo para o caos que o seu passado ainda traz. Ao lado de seus amigos e sob o teto de uma tia que a detesta, ela perceberá de que cores as pessoas são feitas, e do quanto é realmente necessário olhar para dentro de tudo aquilo que a assombra, mesmo que para isso precise passar por uma inesperada decepção.
“A vida pode ser um belo quadro, 
se você souber pintá-lo com o pouco que tem.”
 Esta é a história de Betina, uma estudante de psicologia que perdeu seus pais muito nova e enfrenta as consequências do desastre até hoje. Ela era um prodígio, com um futuro brilhante à frente como pintora, mas após a morte dos pais, sua vida muda drasticamente e as cores foram roubadas de sua vida à força. Nossa mocinha tem uma tia, seu único parente vivo, que considera sua existência uma afronta à humanidade e faz de tudo para que a vida da garota seja um inferno. E ainda acha que isso é muito pouco perto do que Betina realmente merecia.

Continue lendo

05maio • 17 Fantasia, Literatura Nacional, Publi, R. Silva, resenha

Resenha #187 O Ninho Envenenado (As Crônicas do Amanhecer #1)

Título: O Ninho Envenenado
Série: As Crônicas do Amanhecer
Ordem: 1
Autor: R. Silva
Editora: Independente
Gênero: Fantasia
Páginas: 212
Ano: 2017
Classificação: 4 estrelas


Sinopse: Após séculos de paz, uma traição traz caos ao Império. A divisão da dinastia dos Scliros inicia uma guerra por poder, vingança e riqueza, da qual nem todos sairão vivos.

Estamos de volta!
Sentiram nossa falta? Eu sei que sim rsrsrs.
Resenha nova e tripla na área! Se você é antigo por aqui, já conhece as regras, mas se é sua primeira experiência com nossas resenhas triplas, vou explicar: Roxo é a minha cor (Ba), Vermelho são palavras da Mi e Pink da Ra. Aproveite a leitura e não deixe de comentar ao final 😉

Update: A capa foi alterada, então nossas críticas na resenha se referem a anterior.

Hey galera!

É provável que você nunca tenha ouvido falar desse livro, mas prepare-se, um novo nome da fantasia nacional está nascendo! Se você é fã de Game of Thrones, literatura fantástica com cavaleiros, lordes, guerras, traições e personagens badass… então você precisa conhecer O Ninho Envenenado. – Barbara

BRILHANTE! Nem sei por onde começar. Há muito tempo que não leio um livro nacional com um conteúdo tão genuinamente bom. Original? Do meu ponto de vista, sim. É fato que algumas partes lembrarão A Guerra dos Tronos, mas o rumo da história é outro. E neste caso, dizer que a escrita lembra Martin é com a melhor das intenções. – Raquel

 

Foi a Ba, uma das Gels, que veio me falar desse livro, uma fantasia épica nacional. Ok! Bora ver qual é dessa história, acho até que nunca tinha lido um livro desse gênero de um autor nacional e não vou mentir mas minhas expectativas estavam bem baixas. – Michelli

Continue lendo

Garotas Livros
GeL