Clichê

Resenha 459 Lugar Feliz

Por Barbara em 16 maio • 2024

Posts arquivados em: Tag: Haper Collins Brasil

19mar • 24 As Crônicas da Nárnia, Aventura, C S Lewis, clássico, Fantasia, Haper Collins Brasil, Infantojuvenil, Literatura irlandesa, resenha, Resenhas de Livros

Resenha 455 O Cavalo e seu Menino

Compre o Livro

O terceiro livro de Crônicas é um dos mais interessantes, lançado antes d’O Sobrinho do Mago, ele é o terceiro em ordem cronológica e o quinto em ordem de lançamento.

Minha ama, não se destrua, pois, se viver, ainda poderá alcançar o favor do destino; mas os mortos são iguais a todos os mortos.

A história se inicia num outro país, a Calormânia, se passando na Era de Ouro de Nárnia, ou seja, durante o reinado dos Pevensie como Reis e Rainhas de Nárnia. Há uma expansão do universo, antes tão detido nas Terras de Nárnia, conhecemos outro país, outros reinos e realidades.

Eu, que sei muitas coisas do presente – replicou o eremita com um sorriso -, pouco sei das coisas futuras. Por isso não sei se qualquer homem ou mulher ou animal, em todo o mundo, estará ainda vivo quando anoitecer hoje. Mas incline-se à esperança.

As inspirações para o povo da Calormânia são, evidentemente, os povos árabes e da África Setentrional, descritos como pessoas de pele acobreada, com vestes de linho, uso de cores fortes, construções abobadadas e com mosaicos, armados com cimitarras, porém, estamos falando de uma história narrada por um europeu do século XX, então a representação dos calormanos cai em alguns estereótipos, como crueldade, cobiça, traição e escravagismo. Ainda, sua religião politeísta possui um viés ruim, demandando sacrifícios em seu favor, de uma forma pejorativa. Apesar disso, são descritos como bons contadores de histórias e possuem uma sociedade “avançada”, baseada no livre comércio e expansão.

Continue lendo
16jan • 24 As Crônicas da Nárnia, C S Lewis, clássico, Fantasia, Haper Collins Brasil, Infantojuvenil, literatura estrangeira, Literatura irlandesa, resenha, Resenhas de Livros

Resenha 453 O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa

Compre o Livro

O Leão, a Feiticeira e o Guarda-roupa é o segundo e, talvez, mais importante livro da fantástica e épica saga escrita por Clives Staples Lewis também conhecido como C. S. Lewis.

Trata-se do primeiro livro lançado pelo autor dentro das terras de Nárnia e traz a chegada de Pedro, Susana, Edmundo e Lúcia a esse universo fantástico. Os personagens são os mais emblemáticos desse universo, sendo muito recorrentes nas histórias vindouras, mas um passo de cada vez.

Também o filme (eu falo muito da sétima arte, desculpa) me marcou muito quando mais jovem, mas o Volume Único da história me afastava (eu tenho minhas questões, estou me tratando), mas as novas edições individuais da Harper Collins Brasil me deram um novo ânimo.

Pois bem, O Leão, a Feiticeira e o Guarda-roupa acompanha a chegada dos Pevensie numa Nárnia bem diferente da que deixamos em O Sobrinho do Mago, a terra de Aslam está num sempre inverno e nunca Natal há mais de cem anos, devido ao regime autoritário da Feiticeira Branca, sim, ela mesma que foi trazida à Nárnia por Polly e Digory. Aqui cabe dizer que O Sobrinho foi o penúltimo livro a ser lançado na ordem cronológica, justamente para tentar “explicar” algumas questões.

Continue lendo
02nov • 23 12 livros para 2023, Desafio das GeLs, Harper Collins Brasi, Karin Slaughter, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Suspense, thriller

Resenha 450 Falsa Testemunha

Título: Falsa Testemunha
Autor: Karin Slaughter
Editora: Haper Collins
Páginas: 432
Ano: 2021
Gênero: Suspense/ Literatura americana
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: UMA VIDA COMUM PODE ESCONDER UM PASSADO DEVASTADOR.

Leigh Collier trabalhou muito para construir o que parece ser uma vida comum. Ela tem um bom emprego como advogada criminal, uma filha adolescente que apenas finge não gostar dela, e até mesmo sua separação é relativamente amigável. Mas a vida normal de Leigh esconde uma infância repleta de segredos, traições e violência. Até que ela é designada para defender um homem abastado, Andrew Tenant, de uma acusação de estupro, e esse pode ser o maior caso de sua carreira; caso ela vença.

Quando se encontra com Andrew pela primeira vez, Leigh percebe que não é uma coincidência ter sido escolhida para representá-lo. Eles se conhecem. E, mais importante: ele sabe o que aconteceu há vinte anos, e a razão pela qual Leigh passou duas décadas tentando esquecer seu passado. Agora, a única pessoa que pode ajudá-la é também a última para quem ela gostaria de pedir ajuda: sua irmã, Callie.

Em seu novo livro, Karin Slaughter continua a escrever sobre os problemas sociais e políticos contemporâneos, e, desta vez, também as questões levantadas pela pandemia global do Covid-19. Falsa testemunha é uma obra brutal e eletrizante sobre o que acontece quando o que achávamos ter deixado para trás volta para nos assombrar.

Aviso de gatilho: violência contra mulher, uso de drogas e violência infantil.

Falsa testemunha vai nos apresentar a história de Leigh e Callie, quando jovens elas se envolveram em um crime aparentemente perfeito. A vida seguiu, os anos passaram e agora estamos em 2021 em plena pandemia da Covid 19.

Leigh se tornou uma advogada criminalista, ela trabalha para um grande escritório, está casada e tem uma filha adolescente, vive uma vida aparentemente comum e tranquila na medida que uma pandemia permite, até que ela recebe um caso. Seu chefe delega que ela faça a defesa de um homem que está sendo acusado de estupro, ele alega ser inocente e seu julgamento está prestes a acontecer, Leigh acha muito estranho porque o cliente é um VIP cheio de dinheiro e principalmente porque o homem pede especificamente por Leigh como advogada.

Continue lendo
14set • 21 adulto, Erótico, Fantasia, Gena Showalter, Haper Collins Brasil, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, resenha dupla, Romance

Resenha #379 A Noite Mais Sombria

Título: A Noite Mais Sombria
Série: Senhores do Mundo Subterrâneo
Ordem: 1
Autor: Gena Showalter
Editora: Haper Collins Brasil
Gênero: Romance /Fantasia /Literatura Americana/ Erótico
Páginas: 320
Ano: 2016
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Muitos milênios atrás, quando os deuses habitavam o mundo, doze guerreiros gregos assassinaram Pandora e violaram a caixa que ela protegia, libertando os demônios nela confinados. Condenados pelos deuses a serem guardiões desses espíritos pela eternidade, eles precisam sair em busca da única relíquia com poder de dar fim ao seu sofrimento Ainda que possa destruí-los

Ashlyn Darrow sempre fora atormentada por vozes de diversas épocas, sobrepostas, interligadas, vindas de todas as direções, causando-lhe profundo sofrimento. Só havia um lugar onde ela talvez pudesse encontrar a cura para seu mal: a misteriosa fortaleza habitada pelos imortais, em Budapeste. Homens com poderes extraordinários, cada um carregava em si um dos demônios libertados da caixa de Pandora. Porém, somente Maddox, o guerreiro castigado com a mais cruel de todas as maldições, seria capaz de livrar Ashlyn de seu desespero. Morrendo todas as noites e renascendo à alvorada, o guardião do demônio Violência agonizava com o desejo de tocar Ashlyn, mas receava perder o controle sobre o espírito maligno e se tornar uma ameaça para ela.

“Os guerreiros haviam libertado o mal para vingar seu orgulho pungente; agora, eles o conteriam. Assim, nasciam os Senhores do Mundo Subterrâneo.”

Hey galera, olha a resenha nova por aqui! Dessa vez vocês vão conhecer a opinião da Ra e da Ba sobre o livro A Noite Mais Sombria, primeiro da série Senhores do Mundo Subterrâneo, então bora lá para um breve resumo.

Obs.: A cor rosa são palavras da Raquel e roxa, palavras da Barbara.

Já havia topado com esta série há muito tempo, mas nunca dei a mínima para ela. Como estava lendo uma outra série que também foi muito panfletada pela Mi, resolvi dar uma chance para essa quando ela disse que seria ainda melhor.
Senhores do Mundo Subterrâneo me surpreendeu muito, mas muuuuito mesmo. Apesar de ser hot e ter umas descrições horrorosas e que me fizeram gargalhar, eu super recomendo se jogar de cabeça, pois vale muito a pena. A autora jogou uma treta mitológica como pano de fundo e eu super comprei isso e estou curiosa para ver no que vai dar.

Continue lendo
GeL
19maio • 20 12 livros para 2020, Buddy Read, Haper Collins Brasil, Karin Slaughter, literatura estrangeira, mistério, resenha, Resenhas de Livros, romance policial, Suspense, thriller

Resenha #314 Esposa Perfeita

Título: Esposa Perfeita
Série: Will Trent
Ordem: 8
Autor: Karin Slaughter
Editora: Harper Collins
Gênero: Suspense/ Romance Policial/ Literatura Estrangeira
Páginas: 464
Ano: 2017
Classificação: 3 estrelas
Compre o Livro
Sinopse: Maridos e esposas. Mães e filhas. Passado e futuro.
Segredos os unem. E segredos podem destruí-los.

Com a descoberta de um corpo de um ex-policial em um canteiro de obras, o detetive Will Trent é chamado para resolver um caso muito perigoso. Ao analisar o cadáver, Sara Linton – nova investigadora forense e amante de Will – nota que parte do sangue do presente na cena do crime é de outra pessoa. Há uma outra vítima: uma mulher, que desapareceu… E que vai morrer se não for encontrada logo.
Para piorar, o terreno pertence a um atleta rico, poderosos, com amigos no Congresso e um dos advogados mais inescrupulosos que existem. Um homem que já escapou de acusações de estupro, apesar dos esforços de Will para colocá-lo na cadeia.
Mas o pior ainda está por vir. Evidências conectam o passado turbulento de Will com o crime… E as consequências vão despedaçar sua vida, colocando Will em conflito com todos ao seu redor, incluindo seus colegas de trabalho, sua família, seus amigos e, acima de tudo, o suspeito que ele tanta procura: sua ex-mulher.

Faz um tempinho que entrei na vibe dos livros de suspense. Já lia antes, mas agora a frequência aumentou, e desde que li o primeiro da Karin Slaughter eu sabia que tinha encontrado uma autora para entrar para os “queridinhos”.

Vocês já conhecem a minha experiência com Flores Partidas e o quanto achei sensacional o livro. Comprei Esposa Perfeita logo em seguida e apesar das capas semelhantes, as histórias são completamente distintas. Flores Partidas é um standalone e Esposa Perfeita é o oitavo livro da série Will Trent.

Sim, eu comecei uma nova série pelo oitavo livro. Não, não foi intencional.

Eu comecei a ler o livro em um Buddy Read junto com a Mi e o Jão, e depois do livro decidido e já ter lido as primeiras páginas, pesquisamos um pouco e fomos descobrir a ordem correta dos dessa série. Vou falar mais sobre isso a seguir, mas antes deixa eu resumir a história, e assim poder fundamentar as minhas críticas mais corretamente.

Continue lendo
28abr • 20 Agatha Christie, Buddy Read, Haper Collins Brasil, literatura estrangeira, mistério, resenha, Resenhas de Livros, romance policial, Suspense

Resenha #311 Assassinato na Casa do Pastor

Título: Assassinato na Casa do Pastor
Autor: Agatha Christie
Editora: Haper Collins Brasil
Páginas: 253
Ano: 2017
Gênero: Policial/ Mistério/ Suspense/ Literatura Estrangeira
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: St. Mary Mead, um pacato vilarejo onde há quinze anos não ocorre um homicídio e onde as pessoas discutem a vida alheia tomando chá. Quando um sangrento crime acontece em plena casa do pastor, o alvoroço é grande. O arrogante inspetor Slack é escalado para investigar o caso. O mistério também intriga uma discreta moradora que gosta de jardinagem e de observar pássaros de binóculo, mas cujo principal hobby é o estudo do comportamento humano: Miss Marple. A estreia da sagaz velhinha, o aparecimento de personagens inusitados e a engenhosidade da trama fazem deste romance de 1930 um dos clássicos de Agatha Christie.

Miss Marple é a melhor!

Assassinato na Casa do Pastor é de um primor… Esse é o livro em que conhecemos a nova personagem da Agatha Christie, uma velhinha solteirona, que mora numa vila pequena e com bastante tempo livre aka vizinha fofoqueira rs.

A verdade é que Miss Marple é muito observadora e sabe ler muito bem as pessoas, por esse motivo ela acaba ficando “famosinha” na sua região por sua perspicácia. Vocês já acompanharam minha primeira experiência com ela em Um Corpo na Biblioteca, nesse livro eu já tinha tomado uma volta em toda a investigação, mas com AnCP fui enganada em outro nível.

Continue lendo