best book

Os Melhores de 2018 #Top3

Por GeL em 17 jan • 2019
adulto

Resenha #240 O Jogador

Por Barbara em 05 dez • 2018

Posts arquivados em: Tag: duologia

02nov • 18 Amy Harmon, best book, drama, Fantasia, literatura estrangeira, mistério, resenha, Romance, Suspense

Resenha #238 The Law of Moses

Título: The Law of Moses
Autor: Amy Harmon

Série: The Law of Moses #1
Editora: CreateSpace Independent Publishing Platform
Páginas: 332
Ano: 2014
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira/ Sobrenatural
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Se eu te contar logo de cara, desde o início, que eu o perdi, será mais fácil para você suportar. Você saberá o que está por vir, e irá doer. Mas você será capaz de se preparar.
Alguém o encontrou em um cesto de roupa suja de uma lavanderia, enrolado em uma toalha, com apenas algumas horas de vida e próximo da morte. Eles o chamavam de bebê Moses quando compartilharam sua história no noticiário das dez, o pequeno bebê deixado em um cesto, numa lavanderia suja, nascido de uma viciada em crack e destinado a ter todos os tipos de problemas. Imaginei esse filho do crack, Moses, com uma rachadura gigante percorrendo seu corpo, como alguém que fora quebrado no momento de seu nascimento. Eu sabia que não era o que o termo significava, mas a imagem ficou na minha mente. Talvez o fato de ele ser quebrado seja o me atraiu desde o início.
Tudo aconteceu antes de eu nascer, e quando eu conheci Moses minha mãe já havia me contado tudo sobre ele, a história já era notícia velha e ninguém queria qualquer ligação com ele. As pessoas adoram bebês, até mesmo bebês doentes. Inclusive bebês do crack. Mas bebês crescem e se tornam crianças, e as crianças crescem e viram adolescentes. Ninguém quer um adolescente confuso.
E Moses estava confuso. Ele fazia sua própria lei. Mas também era estranho, exótico e bonito. Estar com ele mudaria a minha vida de maneiras que eu nunca poderia ter imaginado. Talvez eu devesse ter ficado longe. Talvez eu devesse ter escutado. Minha mãe me avisou. Até Moses me avisou. Mas eu não queria ficar longe.
E assim começa uma história de sofrimento e promessa, de mágoa e cura, de vida e de morte. Uma história de antes e depois, de novos começos e sem final. Mas acima de tudo… uma história de amor.

 

Olá meu povo! Hoje é dia de Amy Harmon por aqui \o/

Quem acompanha o blog há um tempinho já sabe do meu amor pela autora, sim, sou super fã e estava bem ansiosa para ler mais um título dela. O escolhido da vez foi The Law of Moses, um livro que ainda não foi lançado no Brasil, mas oremos para que chegue logo, e é o primeiro da duologia homônima ao título.

Bom, a história é um tanto peculiar, diferente dos romance a que estava acostumada, em The Law, a Amy nos apresenta seu lado fantástico e nos faz caminhar pelo sobrenatural. Confesso que estranhei no início, mas adorei no final. Agora vou explicar os motivos.

Em The Law of Moses, nós conhecemos Moses, um jovem rapaz que tem uma habilidade especial. Ele consegue ver fantasmas e mais do que isso, eles só desaparecem após Moses pintar o que eles mostram pra ele. Sim, muito perturbador!

Imaginem viver sendo atormentado com visões de pessoas que se foram, mas que ainda tem uma mensagem a transmitir para seus entes queridos. É realmente um tormento para Moses, ainda mais por ele não conseguir controlar as visões e suas ações. Ele cresce e se torna um encrenqueiro rs, por isso ele é enviado para morar com a bisavó, a única que ainda tinha paciência e carinho para lidar com nosso menino problema rs.

Continue lendo

30maio • 18 Desafio das GeLs, Fantasia, Globo Alt, jovem adulto, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros

Resenha #221 A Rosa e a Adaga (A Fúria e a Aurora #2)

Título: A Rosa e a Adaga
Autor: Renée Ahdieh
Série: A Fúria e a Aurora #2
Editora: Globo Alt
Páginas: 364
Ano: 2017
Gênero: Fantasia, Jovem Adulto
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Inspirada nos clássicos contos do livro As mil e uma noites, produzidos entre os séculos XII e XVI, Renée Ahdieh criou uma história que conquistou leitores e chegou ao topo da lista de best-sellers do New York Times. A rosa e a adaga conclui o enredo de romantismo, traição, intrigas e mistério iniciado em A fúria e a aurora.

A jovem Sherazade chegou a acreditar que seu marido, Khalid, o califa de Khorasan, fosse um monstro. Mas por trás de seus segredos, ela descobriu um homem amável, atormentado pela culpa e por uma terrível maldição, que agora pode mantê-los separados para sempre. Refugiada no deserto com sua família e seu antigo amor, Tariq, ela concentra forças para quebrar a maldição e voltar a viver com seu verdadeiro amor.

Com uma narrativa envolvente e repleta de referências à cultura árabe, a autora desenvolve um universo de intriga política, magia negra e relações complexas. Os personagens, que em A fúria e a aurora já haviam conquistado o coração dos leitores, tornam-se ainda mais marcantes, profundos e sedutores.

 

Hey pessoal, chegou a hora de finalizar mais uma história… aaaahhhhh

Pois é, se você leu e amou A Fúria e a Aurora, com certeza vai se sentir muito satisfeito com o desfecho, mas prepare-se! Muitas tretas, mortes, revelações e novos personagens aparecem por aqui…

Então vamos para um breve resumo do enredo.

A sequência começa logo após os eventos finais de A Fúria com Khalid e Sherazade separados. Ele tentando reconstruir sua cidade que foi praticamente reduzida a pó após a tempestade, reorganizar seu exército e ainda lidar com tretas familiares. Já nossa mocinha está refugiada em um acampamento no deserto junto com sua família e o ex, Tariq. As situação está muito complicada para ambos. Uma guerra se aproxima e pode trazer fim ao reinado de Khalid, mas Sherazade não seria ela mesma se já não tivesse um plano em andamento rs.

Continue lendo