adulto

Resenha #218 Big Rock

Por Barbara em 03 maio • 2018
30maio • 18 Desafio das GeLs, Fantasia, Globo Alt, jovem adulto, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros

Resenha #221 A Rosa e a Adaga (A Fúria e a Aurora #2)

Título: A Rosa e a Adaga
Autor: Renée Ahdieh
Série: A Fúria e a Aurora #2
Editora: Globo Alt
Páginas: 364
Ano: 2017
Gênero: Fantasia, Jovem Adulto
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Inspirada nos clássicos contos do livro As mil e uma noites, produzidos entre os séculos XII e XVI, Renée Ahdieh criou uma história que conquistou leitores e chegou ao topo da lista de best-sellers do New York Times. A rosa e a adaga conclui o enredo de romantismo, traição, intrigas e mistério iniciado em A fúria e a aurora.

A jovem Sherazade chegou a acreditar que seu marido, Khalid, o califa de Khorasan, fosse um monstro. Mas por trás de seus segredos, ela descobriu um homem amável, atormentado pela culpa e por uma terrível maldição, que agora pode mantê-los separados para sempre. Refugiada no deserto com sua família e seu antigo amor, Tariq, ela concentra forças para quebrar a maldição e voltar a viver com seu verdadeiro amor.

Com uma narrativa envolvente e repleta de referências à cultura árabe, a autora desenvolve um universo de intriga política, magia negra e relações complexas. Os personagens, que em A fúria e a aurora já haviam conquistado o coração dos leitores, tornam-se ainda mais marcantes, profundos e sedutores.

 

Hey pessoal, chegou a hora de finalizar mais uma história… aaaahhhhh

Pois é, se você leu e amou A Fúria e a Aurora, com certeza vai se sentir muito satisfeito com o desfecho, mas prepare-se! Muitas tretas, mortes, revelações e novos personagens aparecem por aqui…

Então vamos para um breve resumo do enredo.

A sequência começa logo após os eventos finais de A Fúria com Khalid e Sherazade separados. Ele tentando reconstruir sua cidade que foi praticamente reduzida a pó após a tempestade, reorganizar seu exército e ainda lidar com tretas familiares. Já nossa mocinha está refugiada em um acampamento no deserto junto com sua família e o ex, Tariq. As situação está muito complicada para ambos. Uma guerra se aproxima e pode trazer fim ao reinado de Khalid, mas Sherazade não seria ela mesma se já não tivesse um plano em andamento rs.

Porque nada doía tanto quanto a saudade dela.

O primeiro passo é descobrir uma forma de acabar com a maldição que a mantém separada do marido e enquanto isso, acabar com a possibilidade de uma guerra em que ela é em partes responsável por iniciar.

Mas as coisas não serão tão fáceis. Tariq está com sede de vingança, o pai de Sherazade já não é mais o mesmo e traições partem de todos os lados. Difícil para nossa mocinha decidir em quem confiar. Porém nem tudo é tragédia, Sherazade começa a descobrir que ela é muito mais poderosa do que imaginava, e vocês vão se surpreender com muito mais do que as tiradas engraçadas dessa heroína rs.

Corte as amarras, Shazi. Voe

Eu adorei o livro, confesso que no começo fiquei meio perdida porque já fazia muito tempo que tinha lido o primeiro, mas logo consegui me situar e aproveitei muito a leitura. Diferente de A Fúria em que ficamos fascinados com o ambiente do palácio de Khalid, a história em A Rosa e a Adaga é praticamente toda ambientada no deserto, temos muitos outros personagens aparecendo e outros já conhecidos ganhando destaque.

Também temos romance… Dá até pra shippar mais de um rsrs, mas principalmente temos muita aventura e #GirlsPower, sim as mulheres ganham bastante destaque aqui, então se liguem nos detalhes rs.

Pela primeira vez, Tariq viu o que Sherazade via quando olhava para Khalid Ibn al-Rashid.
Ele via um garoto. Que amava uma garota. Mais do que qualquer coisa no mundo.

Sem muito comentários sobre a edição, Globo Alt sempre fazendo um trabalho sensacional com os livros do selo. Parabéns e obrigada! Um parabéns especial ao capista, amo completamente as capas dessa duologia.

Vou parar por aqui para não termos spoilers nessa resenha rs, mas fica a dica! A Rosa e a Adaga é aquele encerramento perfeito que uma história merece. Leiam!

confira também os Posts Relacionados

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário