drama

Resenha #366 Blackmoore

Por Barbara em 19 jun • 2021
Clichê

Resenha #360 Bossman

Por Barbara em 01 maio • 2021

Posts arquivados em: Tag: Collen Hoover

23jan • 21 Colleen Hoover, internacional, lançamento, literatura estrangeira, Montlake, Paranormal, Suspense, thriller

Resenha #344 Layla

Título: Layla
Autor: Colleen Hoover
Editora:Montlake
Páginas: 299
Ano: 2020
Gênero: Thriller, Paranormal
Classificação: 4 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Quando Leeds conhece Layla, acredita que passará o resto de sua vida com ela… até que um ataque inesperado a deixa entre a vida e a morte. Após semanas internada, Layla se recupera fisicamente, mas as cicatrizes emocionais e mentais transformaram a mulher por quem Leeds se apaixonou. Para recuperar seu relacionamento, ele a leva até o hotel onde se conheceram. Quando chegam, o comportamento de Layla se torna bizarro. E essa é apenas uma dos vários acontecimentos inexplicáveis.

Sentindo-se distante de Layla, Leeds logo encontra conforto em Willow – outra hóspede do hotel com quem ele sente uma conexão através das preocupações compartilhadas. Com o aumento de sua curiosidade por Willow, sua decisão de ajudá-la a encontrar respostas cria um conflito direto com o bem-estar de Layla. Ele logo percebe que precisa fazer uma escolha, pois não pode ajudar ambas. Porém, se fizer a escolha errada, será prejudicial para todos.

“Este é o momento em que, verdadeiramente, questiono quem sou como namorado, cuidador, ser humano. Não sei porque me importo tanto em ficar, ou porque acredito que  devo manter Layla comigo. Meu comportamento neste exato momento vai contra qualquer moral que tenho, mas nunca senti tamanha certeza em meu coração.”

Continue lendo
08fev • 19 Colleen Hoover, literatura estrangeira, mistério, resenha, thriller

Resenha #248 Verity

Título: Verity
Autor: Colleen Hoover
Editora: Hoover Ink, Inc.
Páginas: 333
Ano: 2018
Gênero: Thriller
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Lowen Ashleigh é uma escritora que se encontrava à beira da ruína financeira quando aceitou a melhor oferta profissional de sua vida. Jeremy Crawford, marido autora best-seller Verity Crawford, contratou Lowen para completar os livros restantes de uma série de sucesso que sua esposa é incapaz de terminar.
Lowen chega à casa dos Crawford pronta para analisar os anos de anotações e esboços de Verity, esperando encontrar material suficiente para iniciar seu trabalho. O que Lowen não espera descobrir no escritório caótico é uma autobiografia inacabada que Verity nunca pretendeu que alguém lesse. Página após página de confissões assustadoras incluem a lembrança de Verity sobre o que realmente aconteceu no dia em que sua filha morreu.
Lowen decide manter o manuscrito escondido de Jeremy, sabendo que seu conteúdo iria devasta-lo ainda mais. Porém, à medida que os sentimentos de Lowen por Jeremy começam a se intensificar, ela percebe como poderia se beneficiar se ele lesse as palavras de sua esposa. Afinal de contas, não importa o quão devotado Jeremy seja com sua esposa ferida, uma verdade tão horripilante tornaria impossível continuar a amá-la.

“Minha mãe costumava dizer que casas têm alma.

Se isso for verdade, a alma da casa de Verity é do tipo mais escuro que existe.”

Lowen é uma jovem escritora que não é tão famosa assim, pois nunca mostra suas caras para o público. Uma introvertida, que acabou de perder sua mãe para um câncer, e que está para ser despejada. Em uma manhã típica de Nova Iorque, enquanto ia para uma reunião muito importante com seu agente literário, a jovem presencia um acidente muito de perto; um pedestre distraído com o celular atravessava a rua com o sinal fechado e não percebeu o veículo que vinha em sua direção. Digamos que não foi bonito e que Lowen acabou com o sangue do pobre coitado espalhado por toda sua roupa. No entanto, um rapaz a ajuda e empresta sua camisa para ela.

Continue lendo
09jan • 15 Colleen Hoover, lançamento, literatura estrangeira, resenha

Resenha #72 Never Never

Título: Never Never
Autor: Colleen Hoover, Tarryn Fisher
Editora: Hoover Ink
Páginas: 140
Classificação: 5 estrelas

Sinopse: Melhores amigos desde a infância. Apaixonados desde os 14. Completos estranhos desde esta manhã. Ele fará o que for preciso para lembrar. Ela fará qualquer coisa para esquecer.

 

 

 

“Ela é familiar. A única coisa familiar para mim 
em um mundo inconsistente e confuso.”
WOW! HOLY CRAP ON A CRACKER! Que livro maluco foi esse?
O que você faria se, de repente, não conseguisse mais lembrar quem é, onde está, e nada mais fosse reconhecido por você? E, além disso, se descobrisse que seu namorado também está passando por isso? Entraria em choque? Começaria a gritar? Sairia andando sem direção? Qual seria sua reação? Gostaria de saber o que aconteceu e por quê? É exatamente assim que Charlie e Silas se encontram: confusos, sem saber quem são ou lembrar o que aconteceu na noite passada.
O livro narra sua busca pela verdade e pelas lembranças de sua vida. O livro é narrado por Charlie e por Silas, alternando capítulos entre eles, e termina deixando você com um grito de “NÃO! EU PRECISO DE MAIS!”. A cada página virada eu formava uma teoria nova, determinada a encaixar todas as peças desse quebra-cabeça junto com os dois.

Continue lendo