drama

Resenha #271 Dear Aaron

Por Barbara em 29 maio • 2019
drama

Resenha #268 Bad Boy Brody

Por Barbara em 03 abr • 2019

Categoria: Jamie McGuire

01fev • 19 Jamie McGuire, jovem adulto, literatura estrangeira, mistério, resenha, Romance, Verus

Resenha #245 Todas as Pequenas Luzes

Título: Todas as Pequenas Luzes
Autor: Jamie McGuire

Editora: Verus
Páginas: 350
Ano: 2018
Gênero: Jovem Adulto/Romance/ Literatura Estrangeira/Suspense
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Novo livro da autora da série best-seller Belo Desastre.

Quando Elliott Youngblood vê Catherine Calhoun pela primeira vez, ele é apenas um garoto com uma câmera nas mãos que nunca viu algo tão triste e tão belo. Os dois se sentem excluídos e logo se tornam amigos. Porém, no momento em que Catherine mais precisa dele, Elliott é forçado a sair da cidade. Alguns anos depois, Elliott finalmente retorna, mas ele e Catherine agora são pessoas diferentes. Ele é um atleta bem-sucedido, e ela passa todo o tempo livre trabalhando na misteriosa pousada de sua mãe. Catherine ainda não perdoou Elliott por abandoná-la num momento difícil, mas ele está determinado a reconquistar a amizade dela ― e a ganhar seu coração. Bem quando Catherine está pronta para confiar outra vez em Elliott, ele se torna o principal suspeito em uma tragédia local.

Apesar da desconfiança de todos na cidade, Catherine se agarra ao seu amor por Elliott. Mas um segredo devastador que ela esconde pode destruir qualquer chance de felicidade que os dois ainda têm.

Temos fãs da Jamie McGuire por aqui? Espero que sim! Rsrsrs

Hoje trago para vocês a resenha do seu mais recente lançamento, Todas as Pequenas Luzes. Olha, esse livro é completamente diferente do que eu esperava, sei que volta e meia vivo comprando gato por lebre nesse meio literário e os livros nunca são o que eu imaginava, mas esse bateu os recordes rs.

Bom, o livro conta a história de Elliott e Catherine. Ele costumava passar as férias de verão na casa da tia e toda vez observava a garotinha que morava na principal e maior casa da rua de sua tia. O dia mais marcante para ele é quando vê Catherine com o pai enterrando o cachorrinho da família que tinha morrido, ele está no alto da árvore que ficava no quintal da casa da garota tirando fotos e a tristeza dela o atrai a ponto de ele ficar horas e horas ali esperando e respeitando o luto de nossa mocinha.

Continue lendo
30jan • 15 Jamie McGuire, new adult, resenha

Resenha #78 Beautiful Redemption (The Maddox Brothers #2)

Título: Beautiful Redemption (The Maddox Brothers #2)
Autor: Jamie McGuire
Editora: CreateSpace Independent Publishing
Páginas: 266
Gênero: New Adult

Classificação: 3 estrelas

Sinopse: Se um garoto Maddox se apaixona, ele ama para sempre. Mas e se ele não te amasse primeiro?
Liis Lindy é uma agente do FBi que não está de brincadeira. Decidida de ela é casada apenas com seu trabalho, ela termina seu noivado e é transferida de Chigago, para o centro de operações de San Diego. Ela ama sua mesa. É comprometida com seu laptop. Sonha com promoções e apertar as mãos do diretor após resolver um caso impossível.
Agente Especial no Comando, Thomas Maddox, é arrogante, não perdoa com facilidade, e cruel. Ele é encarregado da prisão de alguns dos criminosos mais barra pesada do mundo, e é um dos melhores que a agência tem. Ainda assim, por mais que tenha salvado muitas vidas, há uma que está além de seu alcance. Seu irmão mais novo, Travis, irá enfrentar um tempo na prisão por seu envolvimento em um incêndio de um porão que matou vários estudantes, e a mídia quer uma condenação.
Liis é teimosa, desafiante, e ainda assim, de alguma forma, ela consegue suavizar as asperezas de Thomas, tornando-a a agente perfeita para acompanhá-lo à cerimônia. Fingindo ser um casal, eles precisam ir até a renovação dos votos de Travis e Abby na praia, e dar as notícias à Travis, mas quando o fingimento acaba, ela se pega perguntando se eles estavam mesmo fingindo.
 
No segundo volume da série dos Irmãos Maddox, experimente em primeira mão o mundo do esquivo Thomas Maddox, e quão bom o amor pode ser quando você não é o primeiro, mas o último.
 
“Você pode amar alguém sem querer estar com ele.
Assim como você pode querer estar com alguém antes de amá-lo.”

Continue lendo

13jan • 15 Jamie McGuire, new adult, resenha

Resenha #73 Apolonia

Título: Apolonia
Autor: Jamie McGuire
Editora: Jamie McGuire LLC
Páginas: 385
Gênero: New Adult Sci-Fi
Classificação: 3 estrelas

 
Sinopse: “Eles me mataram, mas eu sobrevivi.”
Trê anos após Rory Riordan ter frustrado seu assassinato, ela ainda não confia em nínguem – nem no Dr. Z, o professor universitário excêntrico, que a colocou debaixo de suas asas; nem em Benji, o encantador e atraente colega de classe que insiste em persegui-la; e, certamente, não em Cy, o garoto lindo, misterioso e obscuro que senta na primeira fileira, na aula de Astrobiologia do Dr.Z, e faz perguntas demais.
Quando Rory vê Cy sendo raptado por soldados no meio da noite, ela se encontra imersa em um mundo que contém mais segredos do que ela possa imaginar; segredos mais sombrios que os seus.
De Jamie McGuire, autora best-seller do New York Times, experimente a combinação perfeita  entre seus livros Providence e Belo Desastre. Este romance, do gênero New Adult Sci-Fi, é recheado de ação e reviravoltas. Página após página, esta história imprevisível, obscura e sexy, deixará os leitores tentando solucioná-la até o fim!
“Baseado na quantidade de cicatrizes que ela tem, 
eu diria que ela já lutou em várias guerras.”
Apolonia é um standalone do gênero New Adult misturado com a Ficção Científica. Aqui conhecemos Rory, que perdeu sua família de um jeito muito cruel e trágico e, por um milagre, conseguiu escapar da morte. Após esses acontecimentos aterrorizantes, Rory resolveu ser uma pessoa anti-social, para impedir que ela se aproximasse das pessoas, se apegasse a elas, e corresse o risco de perde-las novamente. A única pessoa que não está nem aí para as regras dela é Benji, um garoto encantador e lindo que faz de tudo para conquista-la. Nesse meio tempo aparece Cy. Cy é um mistério, e Rory, mesmo sabendo que não deveria, gostaria de desvendá-lo. Sim, temos aqui o clássico triângulo amoroso que sofre algumas complicações durante a história.

Continue lendo

28jul • 14 Atria Books, Jamie McGuire, new adult, resenha, Review

Resenha #44 Beautiful Oblivion (The Maddox Brothers #1)

Título: Beautiful Oblivion
Autor: Jamie McGuire
Editora: Atria Books
Classificação: 5 estrelas 

Sinopse: A independente Camille “Cami” Camlin se ausentou alegremente de sua infância antes que ela acabasse. Se manteve em um emprego antes mesmo de poder dirigir, e conseguiu um apartamento próprio antes de seu primeiro ano de caloura na faculdade. Agora como bartender do Red Door, Cami não tem muito tempo para outras coisas além do trabalho e das aulas, até que uma viagem para ir ver seu namorado, no primeiro final de semana de folga, em quase um ano, é cancelada.

Trenton Maddox era o rei da Eastern State University, saindo com as estudantes antes mesmo de se formar no ensino médio. Seus amigos queriam ser como ele, e as mulheres queriam domá-lo, mas, após um acidente trágico, que deixou seu mundo às avessas, Trenton deixa o campus para superar sua culpa.
Dezoito meses depois, Trenton está morando com seu pai e trabalhando em um estúdio de tatuagem para ajudar com as despesas. Justo quando ele acha que sua vida está voltando ao normal, ele percebe Cami sentada, sozinha, em uma mesa no Red.

Como babá de quarto irmãos, Cami acredita que ela não terá problema algum em manter essa nova amizade com Trenton Maddox apenas platônica. Mas quando um garoto Maddox se apaixona, ele ama eternamente – mesmo quando ela pode ser a única razão para que sua já frágil família tenha seus laços ainda mais enfraquecidos.

“Eu estava com um sério problema.
Grande, desastroso, problema Madoxx.”
Então, sabe como você se apaixonou perdidamente pelo Travis, em Belo Desastre? Imagine isso … multiplicado por 1.000! É exatamente assim que eu estou me sentindo após conhecer Trenton Maddox. A única diferença entre os dois é que o Trent é muito mais controlado que o Trav, tipo, muito mais controlado. O Trav é meio que o bebezinho, né? Não admito que falem mal dele! u.u … Mas o Trent … HOLY SHIT! Não sei nem o que falar.
Bem, vamos ao livro…

Continue lendo