adulto

Resenha #324 Drive

Por Barbara em 28 jul • 2020
14abr • 20 Colleen Hoover, drama, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #310 Regretting You

Título: Regretting You
Autor: Colleen Hoover
Editora: Montlake Romance
Páginas: 365
Ano: 2019
Gênero: Romance/ Drama/ Literatura Estrangeira
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Morgan Grant e sua filha de dezesseis anos, Clara, gostariam de não ser parecidas.

Morgan está determinada a impedir que sua filha cometa os mesmos erros que cometeu. Ao engravidar e se casar muito jovem, Morgan colocou seus próprios sonhos em espera. Clara não quer seguir os passos de sua mãe. Sua mãe, sempre previsível, não tem sequer um grama de espontaneidade no corpo.

Com personalidades antagônicas e objetivos conflitantes, Morgan e Clara acham cada vez mais difícil coexistir. A única pessoa que pode trazer paz à família é Chris — o marido de Morgan, pai de Clara e a âncora da família. Mas essa paz é destruída quando Chris se envolve em um acidente trágico e suspeito. As consequências devastadoras e que vão durar muito tempo vão muito além de apenas Morgan e Clara.

Enquanto luta para reconstruir tudo o que aconteceu ao seu redor, Morgan encontra conforto na última pessoa que espera e Clara se volta para o garoto que está proibida de ver. A cada dia que passa, novos segredos, ressentimentos e mal-entendidos fazem com que mãe e filha se afastem ainda mais. Tão distantes, pode ser impossível para as duas voltarem a ficar juntas.

Se tem uma coisa que ninguém pode contestar é que Colleen Hoover sabe escrever sobre dramas familiares. É fato também que ela consegue flutuar por gêneros (YA, NA, Thriller…), mas em todas, ou a maioria, nós somos absorvidos por uma família e o drama que os cerca. Não nos esqueçamos dos mocinhos apaixonantes que nos fazem suspirar também! Eles são imprescindíveis rs. Em Regretting You, Colleen nos apresenta a história de Morgan e Clara, mãe e filha que estão prestes a sofrer uma mudança radical em suas vidas.

O livro é divido entre as visões de ambas. No primeiro capítulo descobrimos os conflitos que Morgan passa na adolescência ao descobrir a gravidez. Ela está namorando Chris, e não muito certa do que sente por ele, ela também é responsável pela irmã mais nova. Nós entendemos de cara que ela precisou amadurecer muito cedo por conta de tudo o que aconteceu em sua vida. Mas isso tudo não impede que ela sinta um vazio dentro de si.

“Às vezes, quando estamos sozinhos, ele olha para mim de uma maneira que me faz sentir vazia quando desvia o olhar”

Os anos passam, agora vemos Clara como uma adolescente de 16 anos, que sonha ser atriz (apesar dos pais não aprovarem sua escolha rs) e desenvolvendo uma paixonite por um colega da escola. Logo descobrimos que a vida meio que colocou tudo em ordem. Morgan e Chris estão felizes e casados há anos, Clara é uma ótima filha e tudo parece perfeito.

Até não ser mais.

Uma tragédia acontece na família e vai mostrar que nada era como elas pensavam ser. Ao longo do livro, por ambas as perspectivas, vamos ver como cada uma lida com verdades duras de serem encaradas.

Confesso para vocês que a sensação ao ler foi de muita descrença, eu não acreditava que a Colleen ia seguir por aquele caminho, mas ela fez! Ela não tem medo de trazer para suas histórias temas polêmicos e complicados. Em Regretting You eu tive a sensação de ser uma fênix, tudo em que eu acreditava e apostava ia sendo desconstruído mas ao final tudo ia ficar bem e os personagens iriam renascer. Foi o que aconteceu.

Acredito que a maior mensagem desse livro é sobre as decisões que tomamos e que modificam todo o nosso futuro. Elas podem nos fazer muito felizes ou apenas conformados com momentos de felicidades.

Esse livro me lembrou um pouco “As Mil Partes do Meu Coração”, a história não tem nada a ver uma com a outra, mas são livros em que o romance entre o casal não é o protagonista. Ele está lá, mas não domina e por justamente isso acontecer, eu preciso falar sobre o Miller. Preparem-se para suspirar rsrs.

Ah o Miller… ele é o crush da Clara, ela jurava que ele não gostava dela por conta de suas atitudes quando estavam perto, mas logo descobrimos que as coisas não eram tão preto no branco rs. Ele é o tipo de cara que você afirma com todas as letras que só existem nos livros e nos fazem desejar o “impossível” e tornam os caras da vida real bem sem graça. Sério, o Miller é especial e no final do livro ele vai te surpreender. Perfeito!

“Tudo em você é épico, Clara. É por isso que nunca tive coragem de me aproximar de você, porque uma garota épica precisa de uma epopeia igualmente épica, e acho que nunca senti me épico o suficiente para você.”

Bom, eu vou encerrar por aqui afirmando que vocês precisam ler esse livro com urgência! É maravilhoso e Morgan você tem todos os meus aplausos por suas atitudes quando encontrou a verdade. Quando vocês lerem vão entender rs.

Beijos e até breve!

“Estou confiante de que nunca gastarei um único segundo da minha vida me arrependendo de estar com você”

Assista a resenha em vídeo

confira também os Posts Relacionados

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário