adulto

Resenha #324 Drive

Por Barbara em 28 jul • 2020
22set • 20 12 livros para 2020, Arqueiro, desafio, Desafio das GeLs, Dicas da Ba, Lisa Kleypas, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, romance de época, Romance de Época

Resenha #329 Sedução ao Amanhecer

Título: Sedução ao Amanhecer
Série: Os Hathaways
Ordem: 2
Autor: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance de Época/ Literatura Estrangeira
Páginas: 247
Ano: 2013
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: O cigano Kev Merripen é apaixonado pela bela e bem-educada Win Hathaway desde que a família dela o salvou da morte e o acolheu, quando era apenas um menino. Com o tempo, Kev se tornou um homem forte e atraente, mas ainda se recusa a assumir seus sentimentos por medo de que sua origem obscura e seus instintos selvagens prejudiquem a delicada Win. Ela tem a saúde fragilizada desde que contraiu escarlatina, num surto que varreu a cidade. Sua única chance de recuperação é ir à Franca, para um tratamento com o famoso e bem-sucedido Dr. Harrow. Enquanto Win está fora, Kev se dedica a coordenar os trabalhos de reconstrução da propriedade da família, em Hampshire, transformando-se num respeitável administrador, mas também num homem ainda mais contido e severo. Anos depois, Win retorna, restabelecida, mais bonita do que nunca… e acompanhada por seu médico, um cavalheiro sedutor que demonstra um óbvio interesse por ela e desperta o ciúme arrebatado de Kev. Será que Win conseguirá enxergar por baixo da couraça de Kev o homem que um dia conheceu e tanto admirou? E será que o teimoso cigano terá coragem de confrontar um perigoso segredo do passado para não perder a mulher da sua vida?

Confesso que amo um romance de época, mas nos últimos tempos tinha parado de ler, acredito que estava um pouco saturada do gênero. Quando montei o desafio dos 12 livros para 2020, decidi colocar Sedução ao Amanhecer porque queria terminar essa série, e ver se valia a pena continuar a leitura da mesma. Gente… me pergunto os motivos de ter demorado tanto para começar a ler rsrs.

O livro conta a história de Merripen e Win, eles cresceram juntos após Merripen ter sido acolhido pela família Hathaway. Desde que colocou os olhos em Win, ele se apaixonou e o sentimento foi reciproco, mas nosso mocinho não se acreditava merecedor do amor, complicado meus caros.

Win nunca se importou com o passado de Merripen ou até mesmo seu jeito brusco de agir, ela gostava dele de verdade, mas as coisas pioraram quando ela fica doente e mesmo após se recuperar, a doença deixa sequelas em nossa mocinha. Anos mais tarde ela decide que precisa investir em um novo tratamento e vai para a França se internar em uma clínica.

Anos mais tarde, Win retorna a Londres bem diferente. Sua saúde está muito melhor e apesar de não estar totalmente recuperada, ela sabe que pode levar uma vida normal, nada mais justo do que investir em seu amor e tentar conquistar Merripen, certo?

“Kev a amava. Não como descreviam os romancistas e poetas. Não tão domesticado. Amava Win além da terra, do céu e do inferno. Cada momento longe dela era agonia; cada momento com ela era a paz que jamais conhecera. Cada toque daquelas mãos nele lhe devoravam a alma.”

Só que Win, que também não é boba, volta da França com um pretendente. O médico que a tratou está disposto a se casar com ela. É definitivamente a hora da verdade, ou Merripen decide que quer ficar e assumir Win, ou ela seguiria em frente com sua vida.

Vamos combinar? Nada como uma disputa entre cavalheiros para apimentar um romance de época, certo? Rsrsrs.

Em paralelo, nós vamos ter Merripen e Cam tentando descobrir mais sobre o passado de ambos e a possível ligação entre os dois. Essa parte do livro me fascinou, confesso. Conhecer mais sobre a cultura dos ciganos foi muito divertido, e mesmo a história do Merripen sendo cruel e dura, foi interessante conhecer sobre seu passado e os motivos que o levaram a ser quem era.

Eu amei esse livro, é impossível não se apaixonar pelo levemente chucro Merripen (suspiro), ele entrou para a minha lista de mocinhos favoritos, e só de lembrar da história não consigo deixar de suspirar kkk. A Win é bem decidida, ela sabe o que quer e apesar de amar Merripen, ela não se permite receber menos do que merece, eu amei isso nela.

O livro também vai mostrar vislumbres de outros personagens e nos preparar para os próximos protagonistas. Vamos ver a vida seguindo e ainda ter informações sobre personagens de outra série da Lisa – As Quatro Estações do Amor. Esse livro foi muito bem escrito, a história é encantadora e eu indico sem sombra de dúvidas. Leiam que vocês vão amar!

“- Não tenho nada a oferecer a você. Nada.

– Tem você mesmo.”

Até breve.

Assista a resenha em vídeo

confira também os Posts Relacionados

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário

4 Comentários

  • Ray Cunha
    04 out 2020

    Olá,
    Não vou nem comentar o quanto amo esse livro, já que tenho uma paixão declarada pela família inteira e suas histórias. Amei matar um pouco a saudade lendo sua resenha.

    Beijo!
    http://www.amorpelaspaginas.com

  • Lis
    30 set 2020

    Ah faz tempo que quero ler algum livro da Lisa, e ainda não consegui! Esse parece ser lindo….já me encantei pelo mocinho só pela sua resenha hahaha! Adorei!

    Beeijos!

    http://estanteflordelis.blogspot.com

    • Barbara Lima
      Barbara Lima
      01 out 2020

      Se você já se encantou por ele pela resenha, espere só quando ler o livro. Sério, o Merripen é de tirar o fôlego <3
      Ainda não consegui superar rs.
      Obrigada por comentar Lis, beijos!