06fev • 22 Colleen Hoover, drama, Literatura Americana, literatura estrangeira, Montlake, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #399 Reminders of Him

Título: Reminders of Him
Autor: Colleen Hoover
Editora: Montlake
Gênero: Literatura Estrangeira/ Romance/ Drama/ Literatura Americana
Páginas: 335
Ano: 2022
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Uma jovem mãe problemática anseia por uma chance de redenção nesta história triste, mas esperançosa da autora bestseller número 1 do New York Times, Colleen Hoover.

Depois de passar cinco anos na prisão por causa de um erro trágico, Kenna Rowan retorna à cidade onde tudo deu errado, com a esperança de rever sua filha de quatro anos. Mas parece que as atitudes de Kenna fazem com que seja impossível que seus erros sejam reparados. Todos os que fazem parte da vida de sua filha estão determinados a rejeitá-la, não importa o quanto ela tente provar seu valor.

A única pessoa que não se fechou completamente para ela é Ledger Ward, o dono de um bar local e um dos poucos que mantém uma conexão com a filha de Kenna. Ambos estariam arriscando perder a confiança de todos aqueles que consideram importantes se alguém descobrisse como Ledger tem se tornado uma parte essencial na vida de Kenna.

Os dois criam uma conexão apesar da pressão que os rodeia e, à medida que o romance deles evolui, o risco também acaba surgindo. Kenna tem que encontrar um jeito de se eximir dos erros do passado para que possa construir um futuro de esperança e cura. (Tradução por: @uglylovebr)

Dear Scotty…

Ela conseguiu novamente. Colleen Hoover tem um dom para nos emocionar com suas histórias, e com Reminders of Him não poderia ser diferente…

O livro vai contar a história de Kenna, uma mulher que ficou presa por cinco anos por um homicídio culposo (quando não há intensão de matar), ela dirigia alcoolizada e sofreu um acidente, nesse acidente o namorado dela acabou falecendo e ela foi responsabilizada por isso.

Já na prisão, ela descobre que estava grávida e sua filha, após nascer, é imediatamente entregue para os avós paternos. Kenna termina sua sentença e finalmente é o momento de conhecer sua filha, mas para isso ela precisa enfrentar muitos desafios, o primeiro é coragem para se aproximar dos pais de Scotty. Ela convive com a culpa do acidente e tem certeza de jamais será perdoada, mas o desejo de conhecer a própria filha é mais forte e o que a motiva a vencer seus próprios medos.

Kenna precisa lidar com o julgamento das pessoas que a cerca, a tentativa de se reerguer financeiramente, e o mais inesperado e não procurado, amor. Sim, esse livro é uma história de amor também.

Ledger é o dono do bar local, melhor amigo de Scotty e um tio para Diem, a filha de Kenna e Scotty. Quando Ledger e Kenna se encontram pela primeira vez, a ligação entre eles é muito intensa e instantânea, mas as coisas degringolam quando ele descobre quem Kenna é e o motivo dela estar na cidade. Porém ele resolve conhecer essa mulher e sua história, e meus caros… é denso. Prepare os lenços porque você provavelmente vai chorar.

A narrativa vai alternar entre o tempo presente e as lembranças de Kenna do relacionamento com Scotty através das cartas que ela escrevia para ele. Naturalmente nós vamos nos apaixonando por eles juntos, e com a pulga atrás da orelha querendo saber o que aconteceu na fatídica noite do acidente.

O livro é lindo e muito mais que uma história de amor, é a história da Kenna e todos os outros são personagens de apoio. Tudo gira em torno dessa mulher que vive uma solidão profunda, sem amigos, sem família, sem poder conhecer a própria filha, sem ter quem lutasse por ela, sem ter quem a reclamasse como sua, caso algo acontecesse com ela. Em vários momentos eu só queria abraçar ela e dizer que tudo ia ficar bem, mesmo não tendo certeza se o final seria feliz.

E então temos o Ledger, é o cara que dá a cara a tapa por ela. Ele decide dar uma chance para Kenna e é quando tudo muda e nasce uma pequena chama de esperança. Pelo ponto de vista dele no livro, nós vamos percebendo essa mudança e sério, é apaixonante como os bons mocinhos da Colleen Hoover podem ser.

É um livro lindo galera, valeu a pena esperar mais de um ano por um novo lançamento da Colleen, ele ganhou a terceira posição entre os meus livros favoritos da autora. A história mexeu tanto comigo que falei dela para várias pessoas, inclusive a minha mãe que ficou tão emocionada quanto eu com o desfecho de tudo.

Eu creio que o maior trunfo aqui é o quão real é essa história. Eu poderia imaginar isso acontecendo com qualquer pessoa próxima a mim e a realidade deixa tudo mais cruel e doloroso. Leiam, é lindo e emocionante.

Obrigada por esse livro Colleen.

Confira a resenha em vídeo

confira também os Posts Relacionados

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário

4 Comentários

  • Roberta senne
    19 maio 2022

    Vc disse que é o seu terceiro preferido dela. Quais são o primeiro e segundo? Para mim o primeiro é o É assim q acaba e o segundo é Até o verão terminar

    • Barbara Lima
      20 maio 2022

      Primeiro lugar vai para Todas as suas imperfeições e o segundo para Até o verão terminar <3

  • Luiza
    15 maio 2022

    Ainda não terminei mas estou amando!

    • Barbara Lima
      17 maio 2022

      Ah, eu acho que você vai amar mais ainda depois de terminar. Boa leitura e obrigada por comentar, beijos!