Kylie Scott

Resenha #391 Repeat

Por Barbara em 04 jan • 2022
Clichê

Resenha #389 The Favor

Por Barbara em 16 dez • 2021

Posts arquivados em: Tag: 1.5 estrelas

02dez • 21 adulto, Julie Capulet, Literatura Americana, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #386 Nashville Days

Título: Nashville Days
Série: Music City Lovers
Ordem: 1
Autor: Julie Capulet
Editora: Independente
Gênero: Romance /Literatura Americana
Páginas: 471
Ano: 2020
Classificação: 1,5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: É o verão mais quente já registrado …
Travis Tucker é o vocalista ultra-quente de uma banda country-rock cujos quatro álbuns alcançaram o primeiro lugar. A vida como superstar é boa. O único problema é que ele fica cercado aonde quer que vá. Então ele decide comprar para si uma escapadela secreta no interior para trabalhar em seu próximo disco e clarear a cabeça.
Ruby Hayes está em uma missão. Nada pode impedi-la de realizar seu sonho de se tornar uma cantora e compositora. Ela vai passar o verão escrevendo canções no piano de cauda na casa de fazenda abandonada ao lado.
Então ela está a caminho de Nashville.
Quando Travis encontra Ruby, cantando como um anjo ao piano, ela acende uma obsessão selvagem e uma luxúria consumidora que fará deste verão o mais quente já registrado.
Mas será que a ambição de Ruby, um melhor amigo ciumento e as demandas da vida de alto perfil de Travis ficarão entre eles? Ou esta é uma combinação feita no paraíso da música country?

Indicado para +18

Olá pessoal, hoje trago para vocês as minhas impressões sobre o livro Nashville Days, o primeiro de uma série musical que tinha tudo para conquistar meu coração, porém não foi isso que aconteceu…

O livro vai contar a história de Travis e Ruby. Ele é um músico famoso de uma banda formada com os irmãos, eles estão no auge do sucesso e no melhor momento da carreira. Já ela é uma recém formada no ensino médio, cujo o sonho é ir para Nashville e lá se tornar uma grande cantora de sucesso.

Ruby cresceu em um colégio interno de freiras, ela não teve muito contato com o “mundo”, nem celular a pobre tem rs e é um tanto “inocente”. O Travis é um cara mundano, já experimentou de tudo na vida e quando se depara com Ruby é amor à primeira vista rs.

Continue lendo
27fev • 20 adulto, L J Shen, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #305 Vicious

Título: Vicious
Série: Sinners of Saint
Ordem: 1
Autor: L. J. Shen
Editora: Independente
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira
Páginas: 328
Ano: 2016
Classificação: 1,5 estrelas
Compre o Livro
Sinopse:
Emilia
Dizem que o amor e o ódio são os mesmos sentimentos experimentados sob diferentes circunstâncias, e é verdade. O homem que vem a mim em meus sonhos também me assombra em meus pesadelos. Ele é um advogado brilhante. Um criminoso habilidoso. Um lindo mentiroso. Um valentão e um salvador, um monstro e um amante.
Dez anos atrás, ele me fez fugir da pequena cidade onde vivíamos. Agora, ele veio atrás de mim em Nova York, e não vai embora até que me leve com ele.

Vicious
Ela é uma artista faminta. Bonita e evasiva como a flor de cerejeira. Dez anos atrás, ela invadiu minha vida sem avisar e virou tudo de cabeça para baixo. Ela pagou o preço.
Emilia Leblanc é completamente proibida, a ex-namorada do meu melhor amigo. A mulher que sabe o meu segredo mais obscuro, e a filha da ajudante barata que contratamos para cuidar da nossa propriedade. Isso deve impedir-me de persegui-la, mas não o faz. Então ela me odeia. Grande merda de negócio. É melhor ela se acostumar comigo.

Esse livro exigiu muita força de vontade para suportar esse protagonista. Mesmo alcançando a redenção no final, foi tenso e vou explicar os motivos.

Vicious é o primeiro livro da série Sinners of Saint, como eu comecei pelo spin-off e amei, resolvi dar uma chance para a série principal mesmo não tendo gostado das sinopses. Todos os livros tratam de algum tipo de tabu e nesse nós conhecemos a história de Vicious e Emilia.

Quando mais novos, eles frequentaram o mesmo colégio. Vicious fazia parte da galera popular, nunca foi o mais simpático dos amigos, mas mesmo assim era um dos reis de All Saint High. A verdade é que ele era um jovem muito violento, principalmente com as palavras. Os pais de Millie passam a trabalhar para a família de Vicious e ele logo transforma a garota em um alvo para suas maldades. Sim, o Vicious praticava tanto bullying que seria o exemplo perfeito de como não se comportar.

Continue lendo