adulto

Resenha #350 The Play

Por Barbara em 30 jan • 2021
25jan • 21 Charme, Clichê, Ella Maise, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #345 Casamento para Um

Título: Casamento para Um
Autor: Ella Maise
Editora: Charme
Páginas: 464
Ano: 2020
Gênero: Romance/ Literatura Estrangeira
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Eu e Jack fizemos tudo ao contrário. No dia que me atraiu para seu escritório – e que também foi o dia que nos conhecemos –, ele me propôs casamento. Qualquer um pensaria que um cara como ele – talvez um pouco frio, mas de uma beleza impressionante e muito inatingível – só faria esse tipo de proposta ao amor da sua vida, certo? Qualquer um pensaria que ele deveria estar loucamente apaixonado.

Não. A proposta foi feita a mim. Uma completa estranha, que nunca tinha ouvido falar dele. Uma estranha que fora dispensada pelo noivo algumas semanas antes. Qualquer um pensaria que eu iria rir na cara dele, chamá-lo de louco – e alguns outros nomes – depois ir embora o mais rápido possível. Bem… eu fiz todas essas coisas, exceto a parte de ir embora.

Demorou apenas alguns minutos para me convencer a aceitar o negócio… Bem, quero dizer, casamento, e apenas alguns dias para oficialmente nos enlaçarmos. O dia mais feliz da minha vida. Mágico. Regado a champanhe… Não. Foi o pior dia. Jack Hawthorne não era nada do que eu queria para mim.
Eu o culpei pelo meu lapso de julgamento. Culpei seus olhos, em um tom de oceano, que olhavam diretamente para os meus sem desculpas, e aquela carranca em seu rosto pela qual eu não tinha ideia de que ficaria tão fascinada com o tempo.

Pouco depois de ele dizer que eu era o maior erro da sua vida, as coisas começaram a mudar. Não, ele ainda não falava muito, mas qualquer um é capaz de proferir algumas palavras. Suas ações falaram mais alto para mim. E, dia após dia, meu coração começou a ter vontade própria.

Em um segundo, ele não era ninguém. No próximo, ele se tornou tudo.
Em um segundo, ele era inatingível. No outro, parecia ser completamente meu.
Em um segundo, pensei que estávamos apaixonados. No outro, não passava de uma mentira.
Afinal, eu era Rose, e ele era Jack. Estávamos condenados desde o início com esses nomes. Quem poderia esperar mais alguma coisa?

Clichê sobre casamento de conveniência? Check.
Mocinho mal humorado? Check.
Mocinha forte e engraçada? Check.
Referências a Titanic? Check.
E cinco estrelas por isso rs.

Hey pessoal, tudo bom por aí? Hoje vim contar um pouco sobre a história de Casamento Para Um. O livro é sobre Jack e Rose. Sim!!! Os protagonistas se chamam Jack e Rose, mas fiquem tranquilos que ninguém aqui vai morrer num trágico acidente de navio. Amém!

A Rose é uma garota que terminou um noivado recentemente, é órfã e foi criada pelos tios, mas eles não eram tão próximos quanto poderíamos imaginar. O tio da Rose morreu a pouco tempo e deixou de herança um prédio que nossa mocinha iria usar para construir seu café e conquistar sua tão sonhada loja, porém com o fim do noivado, ela perderia o prédio pois a herança estava condicionada ao seu status matrimonial. Retrogrado? Nadinha né rs.

É quando Jack entra na jogada. Ele era um dos advogados do tio de Rose e estava de olho no espaço bem localizado que ela herdaria. Então ele propõe que eles se casem, e então ela poderia ficar com o espaço durante um certo período de anos e depois seria dele, em troca ele teria uma esposa para o acompanhar no eventos sociais e de caridade que o emprego exigia que ele participasse.

Achou estranho? Eu também! Mas a Rose topou e em pouco tempo esse casal está casadíssimo e vivendo uma vida fake. Agora que as coisas ficam interessantes rs.

Logo a gente entende que as motivações do Jack não são exatamente aquelas que ele contou para Rose, e esse homem é complicado rsrs. É divertido ler as interações de ambos e como ele gosta de verdade da Rose, o casamento entra em um estado de conforto e amizade que aos poucos vai evoluindo, mas como eu disse, o Jack tem certos segredos e chega uma hora que a verdade sempre aparece. Se Rose vai ceder um pouco de espaço na porta para Jack ou lança-lo à deriva no mar congelante, vocês descobrem quando lerem rs.

O livro é uma delícia galera, a Ella Maise arrasou e me conquistou desde a primeira página. Se vocês gostam desse tipo de clichê, precisam ler com urgência! Por sorte já foi publicado aqui no Brasil e vocês podem conferir traduzido na nossa língua, mas preciso fazer uma observação, a capa original traduziu melhor o humor do Jack, o mal humor no caso rs.

Leiam e eu espero que vocês gostem tanto quanto eu gostei. Beijos!

confira também os Posts Relacionados

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário