Clichê

Resenha 459 Lugar Feliz

Por Barbara em 16 maio • 2024
27out • 22 Clichê, comédia romantica, Farah Heron, literatura estrangeira, resenha, Resenhas de Livros, Romance

Resenha #427 Accidentally Engaged

Título: Accidentally Engaged
Autor: Farah Heron
Editora: Forever
Páginas: 368
Ano: 2021
Gênero: Romance/ Comédia Romântica/ Literatura Estrangeira
Classificação: 4,5 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Reena Manji não ama sua carreira, seu status de solteira e, acima de tudo, sua família se intrometendo em cada detalhe de sua vida. Mas ao cuidar de sua preciosa massa fermentada sourdough, Reena pode abafar tudo. Pelo menos até que seu pai mude seu mais novo funcionário para o outro lado do corredor – com a esperança de que Reena se case com ele.
Mas Nadim não é como os outros solteiros muçulmanos comuns que seus pais arranjaram. Se o corpo de Capitão América e o sotaque britânico não fossem suficientes, o homem parece adorar comer suas criações de pão tanto quanto ela adora fazê-las. Ela com certeza nunca se casaria com um homem que trabalha para seu pai, mas a amizade como vizinha não tem problema, né? E quando a carreira de Reena despenca, Nadim felizmente concorda em fingir um noivado para que eles possam entrar em um concurso de culinária caseira para casais e ganhar o prato de pão artesanal dos seus sonhos.
Como cozinhar juntos em casa os aproxima, as coisas ficam físicas, mas Reena não está preocupada. Ela sabe que Nadim guarda segredos, mas tudo bem: segredos estão sempre no menu no que diz respeito à família. E seu coração está protegido… Ela não vai se casar com o homem. Mas mesmo segredos mantidos para autopreservação têm um jeito de escapar, especialmente quando pais intrometidos e famílias fofoqueiras estão envolvidos.

Hey galera, tudo bem?

Hoje trago para vocês um clichê gostosinho demais. Accidentally Engaged vai nos contar a história de Reena, ela é uma jovem mulher indiana, nascida no Canadá e com pais mulçumanos que imigraram da Tanzânia muito tempo atrás. No Canadá, o pai de Reena criou o seu império no ramo da construção civel, ele é um homem muito tradicional e junto com sua esposa, tem o hábito ser bem intrusivo na vida de seus filhos, por esse motivo, nossa mocinha decidiu ser o mais independente possível.

Ela vive em um apartamento, tem um emprego que tolera e um histórico nada feliz no quesito relacionamentos. Também não se dá bem com a irmã mais nova e vive resistindo às intrusões de seus pais. Até aí tudo ok, porém nossa mocinha não contava com a última de seus pais kkk. O pai de Reena tem um novo empreendimento e ao negociar com um dos financiadores, o possível casamento de seus filhos também entra na jogada e assim, Nadim entra na vida de Reena.

Ele era o pretendente da vez e de cara ela já rejeita a ideia, mas ela não contava que ele seria seu vizinho, um cara super atraente e disposto principalmente a fazer amizade com Reena. Ela é uma ótima cozinheira e a paixão de sua vida é fazer pão, o que acaba unindo o casal de forma bem natural. Ele viram amigos, ótimos amigos até que surge uma oportunidade de Reena participar de um concurso de culinária. Era o perfil perfeito para ela, porém tinha uma exigência, a família tinha que participar, o que obviamente Reena não queria. É quando Nadim vem com uma proposta, eles fingiriam um noivado falso e isso a ajudaria a participar do concurso, mas o que começa com uma mentira está fadado a dar muito errado e a verdade sempre chega quando menos se espera…

É uma confusão atrás da outra galera, atração, segredos, mentiras e uma família intrusiva é a receita para o desastre kkk. É por esse motivo que eu digo, leiam. Eu tive um ótimo tempo de leitura com esse livro, ele me divertiu, me fez passar um pouco de raiva e muita fome porque a cada nova receita da Reena eu só queria experimentar também rs. Tirei meia estrela do livro porque achei que a autora enrolou em uma situação muito simples de ser resolvida e isso me irritou um pouco.

Fora isso indico demais a leitura. É sobre família, cultura, raízes e reconstruir a própria história, e principalmente sobre nem sempre resistir e acreditar que nossa família quer o nosso melhor e eles são o nosso maior bem.

Beijos e até breve.

Confira a resenha em vídeo

confira também os Posts Relacionados

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário