adulto

Resenha #324 Drive

Por Barbara em 28 jul • 2020

Posts arquivados em: Tag: Randy Meyers

07ago • 15 lançamento, Novo Conceito, parceria, resenha

Resenha #105 Mentiras que Confortam

Título: Mentiras que Confortam
Autor: Randy Susan Meyers
Editora: Novo Conceito
Ano: 2015
Páginas: 368
Classificação: 3 estrelas
Sinopse: Cinco anos atrás…
Tia apaixonou-se obsessivamente por um homem por quem nunca deveria ter se apaixonado. Quando engravidou, Nathan desapareceu, e ela entregou seu bebê para a adoção.
Caroline adotou um bebê para agradar o marido. Agora ela questiona se está preparada para o papel de esposa e mãe.
Juliette considerava sua vida perfeita: tinha um casamento sólido, dois lindos filhos e um negócio próspero. E então ela descobre o caso de Nathan. Ele prometeu que nunca a trairia novamente, e ela confiou nele.
Hoje…
Tia ainda não superou o fim do seu caso com Nathan. Todos os anos ela recebe fotos de sua garotinha, e desta vez, em um impulso, decide enviar algumas delas para a casa do ex-amante. É Juliette quem abre o envelope. Ela nunca soube da existência da criança, e agora precisa desesperadamente descobrir quantas outras mentiras sustentaram o seu casamento até hoje.

Quando a Novo Conceito anunciou o lançamento desse livro eu logo me interessei, gosto de filmes sobre dramas familiares mas quase nunca leio livros com esse tipo de abordagem.

Em Mentiras que Confortam conhecemos Tia que aos 24 anos se apaixonou por Nathan, um professor universitário casado de 36 anos. Tia o admirava a ponto de quase acha-lo perfeito e desde o início da relação sempre quis ir além. Mas ao contar sobre a gravidez viu que ele jamais abandonaria a família, ela se recusa a fazer um aborto e ele a abandona. Tia decide pela adoção por não encontrar coragem pra criar a criança de um homem que ainda ama. Passados 5 anos, a cada aniversário de sua filha, ela recebe algumas fotos da menina que em seu íntimo chama de Honor, mas seus pais adotivos lhe deram o nome de Savannah. Varias questões se passam na cabeça de Tia, bate o arrependimento, o desejo de ser uma mãe para Honor, de realizar simples tarefas da maternidade, se um dia ela seria procurada pela filha, se teria vontade de saber de onde veio. Com isso na cabeça Tia resolve então mandar umas fotos para Nathan que precisava saber que tinha tido uma filha.

Continue lendo