drama

Resenha #268 Bad Boy Brody

Por Barbara em 03 abr • 2019
Laura Ward

Resenha #264 Not Yet

Por Barbara em 22 mar • 2019
24out • 17 Sobre Primeiros Beijos

Sobre Primeiros Beijos #13

Chegamos a edição de número 13 da coluna mais beijoqueira desse blog! Se você é novo por aqui, a Sobre Primeiros Beijos reúne os trechos dos primeiros beijos dos casais dos livros que as GeLs já leram. Nem todos tem resenha, mas os que tiverem vou deixar o link. Pode ser que esses casais fiquem juntos ou não… então não se preocupem com spoilers 😉

Ah, temos trilha sonora, então dá play aí e vem se apaixonar!

 

Wilson se virou para mim de repente, as suas mãos seguraram o meu rosto, seus dedos deslizando em meu cabelo. Com seus olhos nos meus, ele abaixou a cabeça e roçou os lábios contra a minha boca, uma vez e novamente, como se tivesse medo que Alice começasse a puxar um coro de “Droga” se ele se afastasse. Seus lábios eram firmes e sua respiração fez cócegas em meus lábios. Meu coração batia forte na minha garganta e minha mente gritou para mim, pedindo-me para arquivar todos os detalhes do evento que eu tinha sonhado, mas nunca ousei esperar. Wilson estava me beijando! E então eu não conseguia pensar em nada. Seus lábios estavam insistentes, suas mãos me puxando para a frente, para ele, quando sua boca se movia contra a minha, e depois abrindo os lábios suavemente com sua língua buscando a entrada. E eu deixei-a entrar, então seus braços estavam ao meu redor, e o beijo tornou-se algo mais. Não era um jogo, não era um show, era nosso e a sala ao nosso redor não existia.

Blue e Wilson – A Different Blue

 

 

De repente, St Vincent a beijou e a empurrou contra a lateral do prédio, prendendo-a com o próprio corpo. A mão livre dele lhe segurou a nuca, sob o peso dos cabelos molhados. A pressão sensual dos lábios de St. Vincent produziu em Evie uma reação de choque em todas as partes do corpo. Ela não sabia como beijar nem o que fazer com a boca. Trêmula e confusa, apertou seus lábios fechados contra os dele, enquanto seu coração batia loucamente e suas pernas fraquejavam.

Evie e Sebastian – Pecados no Inverno

 

 

 

 

 

Os lábios de Eleanor eram suaves e mornos, e dava para sentir a pulsação dela na bochecha. Foi bom ela estar nervosa, porque isso o forçava a não ficar também. Sentir que ela tremia o tornava mais firme. Ele se afastou antes do que queria. Não beijara o bastante para saber quando respirar.

Eleanor e Park – Eleanor e Park

 

 

 

 

 

 

 

Sem dar a Louis qualquer chance de resposta, Roxy ficou na ponta dos pés e colou os lábios aos dele. Uau, bom. Não houve nenhuma hesitação da parte dele, só uma longa e hábil mordiscada nos lábios dela. Foi como se ela tivesse pulado de um trapézio, e ele a tivesse agarrado no ar. O beijo esquentou rapidamente, as bocas se abrindo, as línguas lutando pelo controle. Uma mão forte encontrou o queixo dela e puxou seu rosto para baixo, permitindo que ele inclinasse a cabeça e aprofundasse ainda mais o beijo.

Roxy e Louis – Fica comigo

 

 

 

 

Abaixo o rosto até nossas testas se tocarem e os lábios encostarem de leve. Nossos peitos se encontram em respirações profundas, enquanto ficamos três segundos pedindo permissão para algo mais, sabendo que, se acontecer o que desejamos, nada vai nos deter.
Paola molha os lábios com a língua, e não consigo me segurar.
Com calma, meus lábios conhecem os dela pela primeira vez.
Provamo-nos profundamente.
Até minha língua sair da boca e, sem permissão, entrar entre os lábios de Paola, procurando a dela. Quando se encontram na sua umidade, consigo sentir seu sabor em todo o meu corpo. É doce como ela.

Paola e André – Sorrisos Quebrados

 

Se você gostou, não deixe de comentar.
Até breve!

confira também os Posts Relacionados

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário