adulto

Resenha #324 Drive

Por Barbara em 28 jul • 2020
03jul • 14 internacional, new adult, Review

Resenha #37 Better When He’s Bad (Welcome to The Point #1)

Título: Better When He’s Bad
Autor: Jay Crownover
Editora: William Morrow Paperbacks
Classificação: 4 estrelas

Sinopse: Bem-vindo à The Point… 

Há uma diferença entre um bad boy e um garoto que é mau… 

Conheça Shane Baxter. Sexy, obscuro e perigoso, Bax não está apenas no lado errado da estrada, ele é o lado errado da estrada. Um criminoso, bandido e brigão, ele era o mestre das más escolhas, até que uma dessas escolhas o fez ser preso por cinco anos. Agora Bax foi liberado e está procurando por respostas, e ele não se importa com o que precisa fazer ou com quem ele deve ferir para consegui-las. Mas há uma nova jogadora nesse jogo, e ela é muito inocente e delicada… e está bem em seu caminho. Dovie Pryce sabe tudo sobre ter uma vida difícil e sobre as duras escolhas que ela traz. Ela sempre tentou ser boa e ajudar os outros, e tentou não deixar que a escuridão tomasse conta de sua vida. Mas as ruas estão lutando, as coisas estão indo de mal a pior, e a única pessoa que pode ajudá-la é o mais assustador, sexy e complicado ex-condenado que The Point já colocou no mundo. Bax a aterroriza e desperta sentimentos que ela nunca imaginou vir a ter por um cara como ele. Mas não demora muito para que Dovie perceba … alguns garotos são melhores quando são maus.

 

“Você não precisa que ninguém te mostre como ser bom,
você é muito melhor quando é mau.”

 

Primeiro livro da série ‘Welcome to The Point’, este livro nos apresenta The Point, um lugar onde apenas os maus sobrevivem. E é nessa pegada que o livro começa, nos apresentando Bax, já metido em uma confusão.
Bax é um ex-condenado que acabou de sair da prisão, onde passou cinco anos se preparando para obter as respostas sobre a armação que o fez ir parar lá. A única coisa que ele não esperava, era que seu melhor amigo teria sumido da face da terra, sem deixar nenhum rastro e ter deixado Dovie, sua irmã, em sua proteção e atrapalhando seu caminho. Dovie é delicada, um pouco inocente demais para um cara como Baxter, mas a atração é inevitável.

Logo, os dois estão mais envolvidos do que deveriam e lutando contra o que sentem, e, além dessa complicação, o desaparecimento do irmão de Dovie está deixando os bandidos de The Point nervosos. Imaginem o que acontece quando Bax descobre que, o motivo por trás de tudo isso estava bem debaixo do seu nariz, o tempo todo?
Este é um livro que vai te surpreender a cada página. Tem uma pegada de mistério, romance e é recheado de momentos quentes, com direito a lágrimas, momentos que nos fazem amar os personagens com todo nosso coração e momentos em que você quer, simplesmente, esganar todo mundo porque eles estão fazendo tudo errado.
Um livro que vale muito a pena, com personagens bem construídos e que vai fazer você colocar Shane Baxter isolado, no topo da sua lista de bad boys, porque ele realmente faz todos os outros serem bonzinhos demais.
O que eu realmente adorei foi como Dovie fez Bax lutar para achar um balanço entre sua “dupla personalidade”. Tirar aquele escudo, representado por Bax, para tocar o terror em todo mundo, porque era o que era necessário para sobreviver nas ruas, e mostrar Shane, mesmo que por alguns segundos, e faze-lo acreditar que valia a pena deixa-lo aparecer mais.
Enfim, eu recomendo. Um livro do gênero New Adult com um pouco de mistério e mostrando um pouquinho da vida dos crimes, com um personagem memorável.

confira também os Posts Relacionados

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário