adulto

Resenha #324 Drive

Por Barbara em 28 jul • 2020
03maio • 14 Cassandra Clare, resenha

Resenha #23 Anjo Mecânico (Série Peças Infernais #1)

Título: Anjo Mecânico
Autor: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Páginas: 391
Classificação: 5 estrelas

Compre o Livro
Sinopse: Anjo mecânico apresenta o mundo que deu origem à série Os Instrumentos Mortais, sucesso de Cassandra Claire. Nesse primeiro volume, que se passa na Londres vitoriana, a protagonista Tessa Gray conhece o mundo dos Caçadores de Sombras quando precisa se mudar de Nova York para a Inglaterra depois da morte da tia. Quando chega para encontrar o irmão Nathaniel, seu único parente vivo, ela descobrirá que é dona de um poder que capaz de despertar uma guerra mortal entre os Nephilim e as máquinas do Magistrado, o novo comandante das forças do submundo. 

Olá! Como estão? Hoje estou trazendo uma resenha fresquinha do primeiro livro dessa trilogia maravilhosa que a Cassandra Clare escreveu! Sim, como o título diz vou falar sobre Anjo Mecânico (redundância #modeon).

Esse é um ano que tirei para as releituras e finalizações de séries, comprei Anjo Mecânico ano passado e li imediatamente, depois fiquei um pouco desesperada porque não tinha os dois últimos – drama de todo leitor – enfim, quando tive os outros na estante eu não li imediatamente não me pergunte por que… A questão é que os livros começaram a me chamar e chamar e chamar – quem já passou por isso sabe como é – E resolvi tirar todos da estante e começar a ler, aproveitando para resenhar aqui no blog!

Passada toda essa explicação vamos ao que interessa: O Livro!

A trilogia Peças Infernais é um prequel de Os Instrumentos Mortais, se passa no mundo dos Caçadores de Sombras, porém na era vitoriana. Como a série dos Instrumentos Mortais foi lançada primeiro, naturalmente a maioria começou por ela, e muitos têm duvida se existe diferença ou um possível spoiler se ler Anjo Mecânico antes de Cidade dos Ossos (primeiro livro de OIM), na verdade não existe problema nenhum. A Cassandra explica tudo direitinho em seus livros, claro que quando você já teve um contato anterior com esse mundo a percepção de tudo é facilitada, mas não interfere na sua leitura porque são períodos completamente diferentes e histórias diferentes, porém em um mesmo universo.

“Se ninguém no mundo se importa com você, você sequer existe?”

Nesse primeiro livro nós somos apresentados a Tessa, Will e Jem – nossos personagens principais -.

Conhecemos Tessa quando ela está indo para Londres encontrar o irmão após a súbita morte da tia com quem vivia na América. Chegando em Londres nada é como Tessa imaginava e logo ela se vê nesse mundo dos Caçadores de Sombras, descobrindo segredos, um poder extremamente valioso e uma força que ela não imaginava possuir. Sim, nossa Tessa é corajosa e muito curiosa! Outra característica é que ela é uma leitora voraz! Então temos várias citações e referências a diversos clássicos durante todo o livro. Ela é a primeira ponta do triângulo.

“Sempre se deve ter cuidado com livros, e com o que está dentro deles, pois as palavras têm o poder de nos transformar.”

Aí nós temos o Will… (suspiro). As más línguas dirão que ele é uma cópia do Jace… Mas não. Will é o Will! Naquela época ele definitivamente poderia ser chamado de libertino – bebe demais, fala demais, pega mulher demais… tudo na vida do Will é aparentemente exagerado. Ele não tem medo de nada (será?) e quando fala não se importa se vai magoar alguém, na verdade sua intenção parece ser essa: magoar as pessoas. Ele é lindo, inteligente, corajoso e muito engraçado, mas guarda um segredo. Outro que sempre tem uma citação de algum clássico na ponta da língua. Segunda ponta do triângulo.

“A beleza acaba, mas as habilidades culinárias são eternas.”

E temos o Jem… Jem, Jem, Jem.

O Jem é o sonho de toda a garota! Sim, não tenho palavras suficientes para descrevê-lo! Diz as palavras certas, faz as coisas certas… Jem é um sonho, mas nem tudo é perfeito e ele possui um segredo, – que é revelado ao longo do livro – uma limitação como eles chamam, porém nada disso impede que ele seja um Caçador e lute corajosamente! Jem é o Jem e é impossível não se apaixonar por ele! Fechamos então nosso triângulo.

“É grandioso tanto amar quanto ser amado. O amor não é algo que possa ser desperdiçado.”

Nesse primeiro livro temos um triângulo amoroso se formando, e como todo triângulo tudo é muito complicado, mas nesse é mais complicado ainda porque Will e Jem são melhores amigos! Além de parabatai*! A Cassandra escreve de uma forma que é impossível não se apaixonar pelos dois. Tenho o meu preferido, mas eu não consigo odiar o outro ou desejar que seja infeliz, morra e etc… Eu consigo ver como será difícil para Tessa escolher com quem ficar no final (será?).

“- Se seu argumento é que havia uma menina bonita na sala e isso o distraiu, então acho que entendi muito bem.
– Acha que ela é bonita?
– Sim, e você também acha.
– Nem reparei, na verdade.
– Reparou sim, e eu reparei que reparou”

Saindo do romance… Esse mundo que Cassandra Clare criou é cheio de ação o tempo todo! Então temos lutas, mortes </3, confrontos, mentiras, mistérios, traições e muito mais. Tessa é uma peça valiosa e que desconhece totalmente o seu poder. Então nossa garota valente precisa lutar para descobrir quem é de verdade, com a ajuda dos Caçadores lutar contra as máquinas do Magistrado e ainda tentar desvendar todos os segredos que a perseguem. Vale a pena ler!

Eu considero um livro completo para a proposta. Os personagens são atrativos e (não fisicamente apenas) conquistam o leitor, os personagens secundários são muito bem construídos e olha que têm muitos! Sem contar que em cada página fica claro o trabalho de pesquisa da Cassandra, o leitor é banhado com muitas informações. Existe uma trama e cada ponto é muito bem ligado, ou seja, cada detalhe é importante.

Se você é fã dos Caçadores de Sombras, precisa ler esse livro! É muito bom de verdade!

Eu já estou indo pegar o segundo livro e em breve vou resenhar aqui no blog também.


Beijos e até a próxima.

confira também os Posts Relacionados

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário