drama

Resenha #271 Dear Aaron

Por Barbara em 29 maio • 2019
drama

Resenha #268 Bad Boy Brody

Por Barbara em 03 abr • 2019
08abr • 19 Fantasia, Literatura Nacional, Publi, R. Silva, resenha

Resenha #269 O Prenúncio da Tempestade

Título: O Prenúncio da Tempestade
Autor: R. Silva

Série: As Crônicas do Amanhecer #2
Editora: Independente
Páginas: 277
Ano: 2017
Gênero: Fantasia/ Literatura Nacional
Classificação: 3 estrelas

Compre o Livro

Sinopse: Por todo o Império, Lordes e famílias poderosas vão à guerra uns contra os outros. Traições e sede por poder darão início a uma guerra sangrenta, prenunciando a grande tempestade que atingirá o Império.

Hey galera, temos nacional na área! Hoje vim falar com vocês sobre o segundo livro da série As Crônicas do Amanhecer, do autor R. Silva. Há um tempo atrás fizemos resenha aqui do primeiro livro e agora é hora de conhecer a sequência.

Ao final de O Ninho Envenenado, nós ficamos com o coração na mão e sem acreditar que viriam mais traições logo nas páginas finais, sim meus caros, é um final eletrizante que te deixa ansioso pela sequência. Ao iniciar O Prenúncio, somos lançados novamente no mundo do império dos Scliros, onde a guerra tomou uma proporção muito maior. A paz esperada com o anúncio do acordo entre os irmãos caiu por terra após o assassinato do imperador legitimo, seu herdeiro e o desaparecimento de João, o filho mais novo e agora o Imperador por direito.

Com a aliança formada entre príncipe João e Lorde Bainard, senhor da Terra de Ferro, a guerra toma corpo e se torna muito mais sangrenta, então nesse livro temos algumas cenas na guerra com soldados lutando entre si e defendendo as bandeiras de seus senhores.

Temos a volta de alguns personagens a quem fomos apresentados no primeiro livro, a minha favorita – Kyra, agora está em busca de seu irmão que está preso no Ninho, então ela continua em sua empreitada para libertar seu irmão mais velho. Os capítulos dela eram os meus favoritos, mas ainda assim, não tão perfeitos.

Temos outros personagens ganhando voz também, vou citar o que mais achei interessante que foi o Abe, um jovem criado para ser um espadachim da Guarda dos Mares, foi interessante apresentar a Guarda nesse livro porque no primeiro eles são citados, mas não os conhecemos de fato. O Abe é sensacional lutando, gostei muito dos capítulos dele e fazendo uma comparação com A Guerra dos Tronos, me lembrou os Imaculados, exército de ex-escravos da Deanerys.

Agora sobre a minha opinião geral sobre o livro, ele é exatamente aquilo que o título promete, o prenúncio de algo. A gente vai lendo, lendo e lendo na espera de que algo aconteça e nada. O ritmo é mais lento (sim, mesmo com as cenas de batalha) e em alguns momentos me deixava agoniada para que houvesse um desenvolvimento maior da trama, mas não houve. Durante a leitura eu me pegava esperando aquele momento em que tudo muda e você se vê agarrado ao livro sem conseguir largar e… não aconteceu. Eu me decepcionei.

Em um certo capítulo me incomodou muito o excesso repetitivo de um termo descritivo, a personagem se referiu várias vezes a “lua alaranjada” que aquilo fez eu me desligar da trama e ficar analisando “hey, porque ele não usou sinônimos aqui?! Algo como “Lua de Sangue”, Eclipse lunar ou termos mais místicos já que isso é uma fantasia?!”, quem já está acostumado com esses termos na literatura fantástica, sabe que o autor está avisando que teremos um banho de sangue em breve no livro, o que de fato aconteceu algumas páginas depois.

Agora você me pergunta, por que não dei uma nota inferior a três estrelas? Simples, o final salvou o livro, lá nós temos a volta de algo que senti muita falta no livro que foi o elemento sobrenatural. No final ele volta com força total e tem uma cena com o príncipe João que vai te deixar animado quanto ao próximo livro.

Concluindo, é um livro mediano que serviu mais para apresentar personagens do que desenvolver a história, mas ainda indico a leitura, acredito que a série tem tudo para ser um sucesso, só diria para o R. Silva gastar um tempo maior com a revisão. Ela é muito importante e faz toda a diferença em uma obra.

Fica a dica e até breve.

Confira aqui a resenha do primeiro livro

confira também os Posts Relacionados

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário